1. Spirit Fanfics >
  2. I want to be with you. -Thiam- >
  3. Porque ele toma remédio?

História I want to be with you. -Thiam- - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


💜💜

Capítulo 2 - Porque ele toma remédio?


Fanfic / Fanfiction I want to be with you. -Thiam- - Capítulo 2 - Porque ele toma remédio?

Theo:

6:14 da manhã:

Quando acordei percebi que poderia dormir mais um pouco, mas escolhi levantar e tomar um banho quente, então logo após o banho troquei de roupa, mas estava indeciso de qual moletom usar, o vermelho ou o preto, no final das contas acabei usando o preto mesmo, quando estava pronto desci as escadas indo pra cozinha. Assim que cheguei na cozinha encontrei minha mãe fazendo panquecas, enquanto Liam comia bacon.

-Bom dia.-disse passando por Liam e o empurrando um pouco, o que o fez derrubar um pouco de café na mesa. 

-Dormiu bem?-minha mãe perguntou sorrindo. 

-É, bem.-digo encarando Liam, enquanto me sentava de frente pra ele. 

Logo após me servi e comecei a comer enquanto minha mãe falava sobre coisas do trabalho dela. 

-Eu vou dar carona pra vocês dois, hoje.-ela diz. 

-Não me diga que eu vou ter que dar uma de babá do Liam?-a encarei. 

-Theo, como irmão mais velho você tem que cuidar dele.-minha mãe diz sorrindo. 

-Porque não podemos devolver ele?-pergunto.

-Já conversamos sobre isso, Theo.-ela diz pegando algo de cima do balcão da cozinha, logo entregando ao Liam. 

Fiquei o olhando, ele era estranho, bonito mais estranho; observei ele tomar remédio.

-Porque ele toma remédio?-perguntei franzindo minhas sobrancelhas. 

-Sabe o que é T.E.I?-minha mãe pergunta sorrindo pra Liam. 

-Transtorno explosivo intermitente.-digo suspirando. 

-Isso, agora vamos, todos pro carro.-ela sorri saindo da cozinha. 

Me levantei e fui até a sala de estar pegar minha mochila, assim pra ir pro carro; Quando abri a porta do passageiro dei de cara com Liam. 

-O que ele está fazendo?-perguntei encarando minha mãe. 

-Ele senta na frente.-ela diz ligando o carro. 

-Porque? Sou eu que sento na frente.-digo cruzando os braços. 

Liam revira os olhos e fecha a porta do carro, quando tentei abri-la novamente percebi que estava trancada, dessa vez eu deixei. 

[...]

-Theo, ajude o Liam nas coisas.-minha mãe sorriu ao estacionar o carro em frente a escola. 

-Tenho escolha?-perguntei nem esperando a resposta. 

Apenas desci do carro e tive que esperar o chato do Liam, assim que o mesmo desceu olhou pra escola e depois pra mim. 

-Olha, vê se não dá trabalho.-digo logo depois de ver o carro da minha mãe sair. 

Ele revira os olhos e começa a me seguir, ta bem, era apenas não ligar pra ele, fingir que nem estava ali. Quando me aproximei de meus amigos eles sorriram. 

-Oi.-digo comprimentando Nolan e depois Scott. 

-Eai Raeken, quem é o garoto ali?-Scott pergunta olhando Liam. 

-Ah, é o Liam.-digo o vendo me encarar. 

-Oh, o Liam? seu novo irmão?-Nolan sorri. 

-Ele não é meu irmão, ele é o adotado.-digo dando de ombros.

-Ele é uma graça.-Scott diz rindo. 

-O que?-pergunto confuso. 

Na hora em que me virei pro Liam vi que o mesmo me imitava debochado. 

-Porque ele não fala?-Nolan pergunta. 

-Não sei bem, meus pais falaram que ele sofreu quando estava com os pais adotivos e..-dizia mais parei de falar assim que o Liam entrou na escola.-ah, esse moleque.-resmunguei indo atrás dele. 

Quando entrei na escola percebi um tumulto no meio do corredor, os alunos riam e gritavam, então me aproximei pra ver o que era. 

-Stiles, o que está havendo ali?-perguntei.

-Ah, um garoto acabou esbarrando no Brett, e você sabe como o Brett é, ainda mais com novatos.-Stiles diz. 

Logo liguei as peças "novato", era só o que me faltava, esse idiota arrumar briga no primeiro dia de aula dele. Assim, comecei a empurrar os alunos pra eu poder passar, e quando eu consegui vi Brett empurrando Liam, o fazendo cair sentado no chão. 

-Já chega.-digo ajudando Liam a se levantar. 

-Não se mete, Theo.-Brett diz se aproximando. 

-Eu disse já chega.-digo ficando na frente de Liam. 

-E eu disse que não é pra você se meter.-Brett diz me encarando. 

-Ele não fez nada demais, dá pra deixar pra lá?-perguntei já me irritando. 

-Não, não dá.-ele diz.-agora saí da frente desse idiota.-brett dizia até eu o acertar um soco, o que o fez voltar pra trás, mas logo vindo pra cima de mim. 

Só eu posso chamar o Liam de idiota. 

[...]

-Mal começou o ano e vocês já estão brigando?-o diretor, Sr. Talbot diz me encarando.-e o pior, o Liam que é o aluno novo, já se metendo em encrenca?-ele o encara. 

-Olha, vamos agilizar isso?-Brett o encara. 

-Theo e Liam podem sair.-o Sr.Talbot diz sério, enquanto encarava Brett. 

Provavelmente só vai dar uma bronca no filho, sempre é assim. Assim que saí da sala do diretor com o Liam, eu o ajudei a achar a sala dele e logo após fui para a minha. 

[...]

Finalmente o sinal havia tocado, o sinal do intervalo, eu estava com fome, ficar ouvindo aquela professora chata de química, era muito entediante, eu acabava cochilando na aula dela. Logo que cheguei no refeitório comprei meu lanche e fui até a mesa dos meus amigos, mas quando cheguei lá fiquei pasmo, o Liam estava ali, sentado com meus amigos recebendo toda a atenção, e olha que ele nem mesmo fala. 

Respirei fundo e me sentei no banco ao lado dele, e não pude deixar de empurrar um pouco ele. 

-Do que estavam falando?-pergunto sentindo o olhar dele sobre mim. 

-Nada demais.-Mason diz. 

-Sobre festa.-Lydia diz sorrindo. 

-Festa? quando?-perguntei sorrindo. 

-Mais tarde.-Scott diz. 

-Vocês vão?-perguntei começando a comer. 

-Todos nós vamos.-Stiles diz sorrindo, logo após bebendo refrigerante. 

-Que horas vai ser?-perguntei me interessando. 

-Lá pelas duas da manhã.-Lydia diz. 

-Meus pais não vão deixar mas eu posso fugir, todos esses anos eu fugi, agora não vai ser diferente.-digo sorrindo. 

-O Liam não vai contar?-Stiles pergunta olhando pra ele. 

-Ele não fala.-digo o olhando.

-Porque?-lydia pergunta e eu o vejo revirar os olhos. 

-Posso dizer? pelo menos o que eu sei. -peço.

Ele desvia o olhar por alguns segundos, depois me olha e confirma. 

-Os pais dele morreram em um acidente de carro, e assim ele foi pro orfanato e aí os pais adotivos dele naquele tempo, eram ruins, eu não sei o que realmente aconteceu pra ele ficar traumatizado.-digo dando de ombros. 

-Nossa, que triste.-Lydia diz encarando Liam.

-Você não tentou fazer com que ele falasse?-Nolan pergunta. 

-Tipo torturar ele? quem sabe..-o olho. 

Ele me encara com os olhos semi-cerrados como se falasse: "Tenta pra você ver."

-Liam, não vai falar, mesmo?-Scott tenta, e em resposta Liam balança a cabeça negativamente. 

-Eu disse.-falo sorrindo de lado. 

-Ele já passou por algum Psquicologo?-Mason pergunta. 

-Acho que sim.-digo.-mas então, depois alguém me manda o endereço da festa, por mensagem?-pedi vendo Stiles acentir. 

[...]

Liam:

Ah, como o Theo era chato, além de chato, era metido a besta. Bem, vou explicar mais o menos o que aconteceu para eu ser assim, calado. 

Quando meus pais morreram eu tive que ir pra um orfanato, até ai tudo bem, eu fiquei lá por uns dois anos, até um casal simpático me adotarem, no começo era tudo normal e legal, mas depois eles começaram a agir estranho e assim não demorou pra eu começar a apanhar por nada, eles me deixavam trancado dentro do quarto, mal me alimentavam. Mas em uma noite, a pior noite da minha vida, o meu pai adotivo entrou no quarto a noite enquanto eu dormia, eu havia acabado acordando, e quando fui gritar ele tampou minha boca e....bem, não preciso dizer exatamente, vocês entenderam, não é? E a partir daquele dia eu meio que fiquei assim. 

Ninguém além da polícia ficou sabendo disso, eu tive que passar por alguns psiquiatras e psicológos, mas eu acabava não falando nada.

-O Liam vai?-Lydia pergunta. 

-Não.-Theo diz ao meu lado. 

O olhei e revirei meus olhos em irritação, logo o acertando com um tapa na nuca. 

[...]

2:11 da madrugada:

Ainda estava acordado por incrível que pareça, então me lembrei da festa que Theo iria ir, escondido. Me levantei da cama e fui até o quarto dele, abri a porta bem devagar, e eu estava certo, ele tinha ido mesmo na tal festa. 

Talvez, só talvez eu tenha começado a chorar um pouco alto, o bastante pra meus novos pais acordarem e virem até mim, ver o que acontecia. Quando meus pais entraram no quarto, vieram até mim. 

-O que foi Liam?-Minha nova mãe pergunta. 

Apenas choro mais até ouvir meu novo pai dizer que Theo não estava na cama, e que quando ele voltasse estaria muito encrencado. Logo depois minha mãe me levou até meu novo quarto e me deu um beijo de boa noite, e saiu do quarto, assim, eu pude sorrir, Theo iria aprender uma lição só por ser mal comigo. 



Continua... 





Notas Finais


💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...