História I Want to Hold Your Hand- Hinny - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Hello Potterheads! 💕

Como vocês estão?

Galera, eu queria pedir desculpas pela demora das postagens. Eu tô me esforçando.
Eu tentei fazer um mini cronograma para as fanfics.
Eu TENTAREI, postar os capítulos dessa fanfic toda à quarta-feira.
A Princesa e o Plebeu, eu TENTAREI postar todo o domingo ou segunda.
Eu tenho mais duas fanfics, a de Romione e outra Hinny. Contudo, o meu foco está sendo essa e a Princesa e o Plebeu. Então as outras duas, eu tentarei postar quando tiver um tempo livre. Espero que entendam! 💓
Enfim,
Boa leitura 😘

Capítulo 6 - Capítulo 6


Os corredores da escola estavam cheios, e ele teve que se espreitar para não roçar em ninguém.

Saiu à procura de cabelos ruivos na multidão, mas ao invés disso, achou uma juba castanha parada, vendo o quadro de avisos.

- Oi Hermione! - saudou, aproximando - O que está vendo?

- Ah! Olá Harry! - virou-se à ele - Estou vendo se há novos avisos. Pelo que parece, não tem nenhuma atualização. Só os testes para o time de futebol e de líder de torcida. - explicou.

- Tem novas vagas para o time de futebol? - perguntou Harry, animado.

Em sua outra escola, ele era o capitão do time. Como tiveram que se mudar, ele teve que, relutantemente, passar seu cargo à outro menino.

- Sim... Pode se inscrever se quiser. - Hermione aconselhou - Depois tenho que encontrar o Rony e avisá-lo também. Ele sempre quis ser goleiro.

- Não precisa mais dizer... - ouviram uma voz animada atrás deles. Viraram-se para encontarem Rony sorrindo alegremente. - Finalmente abriram uma vaga para goleiro! Eu já até vou me inscrever! - o ruivo pegou uma caneta de sua bolsa, escrevendo seu nome na lista.

- Tenho certeza que conseguirá entrar no time Rony! Você é ótimo! - a castanha elogiou, sorrindo

Rony corou imediatamente. Harry achou aquela situação engraçada.

- Obrigada Mione... - agradeceu com as orelhas vermelhas. Hermione sorriu, também corada. - Er... E você Harry... Vai fazer o teste? - perguntou envergonhado

- Ah vou sim! - Harry pegou a caneta de Rony escrevendo seu nome.

- Liçenca trio de ouro... - ouviram outra voz atrás dos três.

Gina passou por eles, com uma folha em mãos. Foi até o quadro de avisos, grudando o papel, no mesmo.

- O que é isso? - perguntou Rony, curioso.

- Ah! São as inscrições para o novo time de futebol feminino. - disse parecendo, indiferente.

- Ai meu Deus! Você conseguiu? - Hermione perguntou, entusiasmada.

- Consegui! - Gina sorriu, alegre. Hermione lhe deu um abraço. - Se quiser, pode se increver.

- Parabéns polegar! - Rony a abraçou, carinhoso

- Obrigada fósforo! - retríbuiu o abraço.

Harry não sabia o que fazer. Os outros amigos lhe deram abraços, mas ele não sabia se ainda tinha esse nível de intimidade com a ruiva.

Antes que pudesse falar coisa, um garoto loiro chegou, puxando Gina para um abraço apertado.

- Você conseguiu! Você conseguiu! - Gina ria, enquanto Draco a rodopiava no ar. - Eu estou tão feliz por você!

- Obrigada Doninha! - agradeceu, quando ele a pôs de volta no chão, os dois ainda abraçados.

Harry fez una careta horrível, enquanto Rony e Hermione, apenas riam marotamente.

Quando - finalmente - se separaram, Draco cumprimentou-os:

- Olá Rony! Olá Hermione! - os dois responderam um "oi" em uníssono. Draco abraçou Gina pela cintura.

Ok, aquilo estava indo longe demais. Quem ele achava que é, para abraçar ela de maneira tão possessiva?

- Ah, e você deve ser Harry Potter. - estendeu-lhe a mão, educadamente. Relutantemente Harry a apertou - Eu sou Draco Malfoy.

- Prazer. - saudou, educado.

- Gina me falou sobre você... - informou, sorrindo.

- Falou? - perguntou, subitamente com o humor melhor. Ele se sentiu especial. - Espero que coisas boas.

- Ah - Draco riu - Não se preocupe, foram ótimos comentários.

- Que bom que vocês estão se dando bem! - Gina disse animada. - Bom, eu já vou indo... Tenho que pegar meus livros.

- Eu vou com você, Ruiva. - Draco pronunciou-se, colocando um braço em volta dos ombros da garota. - Foi ótimo conversar com vocês. Novamente, foi um prazer te conhecer Harry. - despediu-se, sorrindo.

Gina acenou com uma mão, enquanto passava a outra na cintura de Draco.

Os dois deram meia-volta e saíram andando.

Harry irritado, os seguiu com o olhar.

- Eles fariam um ótimo casal, vocês não acham? - ouviu a voz, distante de Hermione. Subitamente, virou-se para a amiga.

- Por mais que ela seja a minha irmã, eu acho que Draco seria um par confiável para ela. - Rony explicou, guardando a caneta e ajeitando a mochila nas costas.

- Desde quando você aprova a Gina com algum menino? - perguntou Hermione, em descrença.

- Desde que alguém a trate bem, assim como Draco a trata. - Rony explicou, começando a andar. Hermione e Harry o seguiram.

- Acho que hoje vai chover. - Hermione brincou, divertida.

- É que... Gina já sofreu muito - Rony continuou, e Harry o escutou atento. - Draco, deu um ótimo apoio à ela. Isso me fez criar certa confiança nele. Claro, se eles, um dia, começarem a terem um caso, - Harry revirou os olhos - eu não vou deixar barato para ele. - explicou

- Como assim, sofreu muito? - perguntou Harry, sem que pudesse segurar.

- Ah, Gina teve muitos problemas na infância, com namorados, amigas... - Hermione citou.

- Ela quase entrou em depressão...- Rony continuou, baixo.

Harry não conseguia montar cenas de Gina, em depressão, quando à via e a conhecia como uma garota alegre e sorridente.

- Mas aí... Ela conheceu o Draco, e desde então tem sido melhores amigos. Ele a tirou da depressão, Harry. Sou muito grato à ele. - Rony explicou baixo, os três ainda caminhando.

- Harry, só não... comente isso com ela. Ela fica realmente mal. - Hermione aconselhou.

[...]

- Er... Gina... - Harry olhou para a carteira de trás, durante a troca de aula. Gina o escutou atenta. - Sabe, eu conversei com os meus pais e eles disseram que domingo, uns parentes virão almoçar em casa... Então queria saber, se quer ir. Daí, podemos fazer o trabalho e você, claro se quiser, pode almoçar com a gente.

- Ah, está ótimo. Depois você me passa uma mensagem me passando a hora. - respondeu a garota, sorrindo. - Precisa que eu leve alguma coisa?

- Não, não se preocupe com isso. - Harry respondeu, convicto.

Os dois levantaram indo em direção à próxima aula.

- Ah, antes que eu me esqueça, parabéns pelo time. Você merece. - Harry parabenizou, sorrindo.

- Ah, muito obrigada! - a garota agradeceu, sorrindo. - Fiquei sabendo que se inscreveu no time de Futebol. - comentou, os dois subindo a escadaria, para a temida aula de Química.

- Ah sim... Na minha outra escola eu era o capitão da equipe. - contou

- Que legal! O capitão da equipe aqui é o Olívio Wood, mas - enfatizou - ele vai se mudar para outro Estado, então nos testes ele provavelmente vai escolher alguém para ficar no cargo dele.

Harry se sentiu esperançoso.

- E você? Vai sair da equipe de líder de torcida? Sabe, já que agora é líder de outro time. - perguntou, os dois agora viravam uma esquina.

- Provavelmente. Só vou fazer o teste para ver quem ficará no meu lugar e depois já vou começar outros testes com as garotas que se inscreverem no time de Futebol.

- Tenho certeza que será uma ótima capitã.- elogiou Harry, entrando na sala.

- Valeu... Eu gostava de ser líder de torcida, mas eu sou muito mais futebol. - explicou Gina, sentando em sua carteira.

Harry estava prestes a continuar a conversa, mas Draco chegou por trás de Gina, beijando o topo de sua cabeça. Gina olhou para cima, sorrindo.

- Eu também concordo com isso. A Gina aqui - virou se à Harry - ,é muito melhor em futebol, apesar de eu adorar ver ela com aquela roupa de líder de torcida. - correu os dedos pela madeixas vermelhas.

- Para de ser ridículo Draco. - a garota, revirou os olhos.

Em ver Draco acariciando, com tanta intimidade, os cabelos de Gina, Harry só pensava em socar Draco eternamente.

Aquilo era nojento. Repugnante.

E deveriam ser as suas mãos.

- Não tenho culpa se aquele uniforme deixam as garotas extremamente gostosas. - Draco riu, mas ao ver o olhar reprovador da garota, calou-se pálido. - Estou brincando Ruiva! - porém ao mesmo tempo em que dizia isso, deu a Harry uma piscadinha, como se dissesse: "Eu não estou brincando, Gina fica realmente gostosa com o uniforme".

Harry devolveu o olhar a Draco, sorrindo amarelo.

A conversa foi interrompida quando o temido professor Snape chegou na sala, carregando o seu típico, semblante tedioso.

- Todos sentados.

- Ah não! Não quero ter aula de Química! - Gina lamentou-se, com um tom preguiçoso.

- Ele não é tão ruim assim... - Draco afirmou.

- Diz isso porque ele te adora. - Gina disse, girando os olhos.

Snape os observava, com raiva. Draco entendendo o recado foi ao outro lado da sala, sentando-se em sua cadeira, enquanto Harry virava-se para frente.

- Abram na página 394.

[...]

- Oi mãe! Oi pai! Cheguei! - avisou, deixando as chaves na mesinha.

- Oi querido! Como foi a aula? - Lílian perguntou, beijando a sua cabeça.

- Chata, óbvio. - reclamou, colocando sua mochila no sofá.

- Esse é o meu garoto. - ouviu seu pai gritar do seu escritório.

- Vou falar com ele. - Harry disse à mãe.

- Vai lá querido. - a mesma concordou, voltando a cozinha.

Abriu lentamente as portas escuras do escritório, deparando-se com seu pai sentado na enorme cadeira, atrás da mesa, concentrado em papelada.

O espaço não era muito grande. Na parede atrás da mesa, havia uma grande estante, repleta de livros e objetos de decoração. Na parede da direita,havia uma grande janela, fazendo com que o espaço fosse muito mais claro.

Nas demais paredes, haviam quadros e certificados.

- Olha o meu filho favorito chegou! - Tiago, brincou sem olhar diretamente à Harry.

- Eu sou seu único filho... - revirou os olhos, sentando-se em uma das cadeiras, que ficavam na frente da mesa do empresário.

- Ah, verdade! - Tiago riu, agora o olhando. - E aí, falou com aquela garota?

- Falei, ela disse que vem. - tentou parecer indiferente.

- Ah que ótimo! Ela será o alvo de muitas piadas minhas e de Sirius. - Tiago riu, novamente.

- Não, não e não! - Harry retrucou - Vocês dois vão ficar quetinhos.

- Ah mas qual é a graça de você finalmente trazer uma garota para casa, se não poderemos fazer nem uma piadinha.

- Pai, é sério. Ela é uma das minhas únicas amigas. Preciso que se comporte. - Harry retrucou, irritado.

- Tá bom papai. - Tiago brincou, cabisbaixo.

- Você promete? - pediu o mais novo.

- Prometo.

Contudo, Tiago sabia que aquela promessa não seria cumprida.

E quando Harry saiu do escritório, o mais velho, pegou seu celular, no contato salvo como "Almofadinhas"

O mesmo atendeu segundos depois.

- Ei Almofadinhas. Domingo Harry trará uma garota.

Ouviu a típica risada de Sirius - que parecia muito um latido -, antes de ouvir a resposta.

- Isso será divertido.


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim! ❤

Gente e essa amizade de Draco e Gina, hein?😕
Draco tá demonstrando estar cada vez mais interessado na Gina. 😶
Harry com ciúmes é muito fofo né? 😊
Romilda sumiuuuuu! Kkkkk.
O que será que aconteceu para a Gina quase entrar em Depressão? 🙁 DEIXEM SUAS TEORIAS!
E essa Reunião dos Marotos? 😏


⚠E POR FAVOR LEIAS AS NOTAS INICIAIS!!!!!!!!!! ⚠

Beijos e até o próximo! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...