História I Want You - O Final - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Lauren Jauregui
Tags Alren, Camren, Lauren
Visualizações 92
Palavras 1.485
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite galera, tudo bem? Espero que sim!
Desculpem o sumiço, mas agora com as férias pretendo dar um gás na história...
Sem mais delongas, vamos para o capítulo de hoje, espero que gostem!
Bom final de semana e boa leitura!

Capítulo 17 - Capítulo 17


POV Camila

Não consegui mais dormir depois que ela saiu, e não demorou muito para que Zeke acordasse.

- Mãe?

Chamou.

- Oi Zeke! Sua mãe teve que sair um pouco.

Avisei sentando ao seu lado.

- Ela vai demorar?

Perguntou.

- Talvez um pouco… O que você acha de irmos pra minha casa?

Sugeri.

- Eu quero!

Me respondeu.

- Então vamos trocar de roupa.

Disse e levantei.

Ele levantou também.

- Precisa de ajuda?

Perguntei.

- Não.

Respondeu enquanto se dirigia pro seu quarto.

Troquei de roupa e chamei um táxi, que não demorou muito pra chegar.

- Dormiu bem?

Perguntei, já dentro do táxi.

- Sim!

Respondeu, encostado no meu braço, descansando.

- Não sentiu nada?

Questionei.

- Não, foi tudo bem.

- E agora, como você está Zeke?

Perguntei.

- Com sono.

Me respondeu.

- É por conta do remédio, dá sono mesmo.

Expliquei.

- Onde minha mãe foi?

Me perguntou.

- Ela foi ajudar uma amiga.

O silêncio se instalou até chegarmos em casa.

Chegando, fomos recepcionados por Sofi que acabara de acordar.

- Oi Tia Sofi!

Zeke disse, depositando um beijo no rosto da minha irmã que se ajoelhou na sua frente.

- Tudo bem meu amor? Como você está?

Sofi perguntou.

- Estou bem tia!

- Já tomou café?

Sofi perguntou.

- Não.

- Então vamos!

Levantou e o guiou pra mesa.

- Cadê a mãe?

Perguntei dando-lhe um beijo no rosto.

- Deve estar nos fundos.

Respondeu e fui ao meu quarto tirar o tênis e colocar uma roupa mais confortável.

Voltei pra tomar café e minha mãe já estava na cozinha, cuidando de Zeke.

- Oi mãe!

Disse passando por trás dela e lhe deixando um beijo na cabeça.

- Tudo bem filha?

Perguntou.

- Sim e por aqui?

- Tudo bem!

- Cadê o pai?

Perguntei.

- Ele recebeu uma ligação e teve que sair correndo. E a Lauren?

- Ela foi ajudar uma amiga.

Respondi.

Sofi está super entretida com Zeke.

- Algo sério?

Perguntou.

- Parece que sim.

- E pela cara, você não gostou.

- Achei estranho.

Respondi, peguei uma xícara de café e sentei à mesa.

- Ela vem pra cá depois?

- Vem!

- Vocês vão dormir aqui hoje?

- Eu vou!

Respondi.

- Eu também quero dormir aqui hoje.

Zeke comentou.

- Então está tudo certo!

Assenti.

Tomamos café tranquilamente e logo após minha mãe precisou sair.

Ficamos os três em casa e resolvemos assistir TV na sala.

Zeke deitou na minha perna e não demorou muito para cair no sono.

- Esse remédio dá muito sono, ele tá dormindo tanto…

Reclamei com Sofi.

- Melhor isso do que ele sentir dor…

- Pior que eu sinto sono junto com ele.

Comentei e minha irmã sorriu.

- Tudo pra você é desculpa pra dormir Mila, é o que você mais ama fazer.

Comentou e eu sorri irônica pra ela.

- Vou colocar ele na cama.

Peguei Zeke no colo e ele me abraçou.

- Não quer assistir um filme aqui?

Sofi sugeriu.

- Tá bom vai!

Deitei no sofá e deitei Zeke em meu peito.

Assim ficamos até pegar no sono, os dois.

Não estava prestando atenção no filme mesmo.

Mas acordei com Lauren me dando um beijo na testa.

- Cheguei Camz!

Sussurrou.

- Que horas são?

Perguntei.

- Vai dar 14h.

- Nossa, dormimos esse tempo todo…

Disse e olhei para Zeke que permanecia na mesma posição que o coloquei.

- Dormiram muito?

Perguntou.

- Esse remédio dá muito sono nele e me contagiou.

Respondi e me espreguicei com cuidado para não assustá-lo.

Depositou mais um beijo em minha testa.

- Vamos sair pra almoçar.

Me avisou.

- Como foi lá na delegacia?

Perguntei e ela suspirou.

- Depois eu te conto tudo, agora vai trocar de roupa pra gente ir almoçar… Já devem estar quase prontos.

Me disse.

- Meu pai já chegou?

- Ele estava comigo.

Respondeu.

Ignorei toda essa história e acordei Zeke, que resmungou um pouco até abrir os olhos.

- Oi filho!

Lauren se aproximou e lhe deu um beijo.

- Oi mãe!

- Levanta meu amor, vamos sair!

- Quero ficar aqui!

Ele respondeu e me abraçou forte.

- Vamos sair pra comer Zeke, a gente dormiu demais…

Disse e ele sorriu.

- O que você acha de fazer uma visita pra Tia Ally depois?

- A gente tinha combinado de ir na Dinah…

A lembrei.

- Verdade! Vamos na casa do seu padrinho, você vai poder brincar com a Alice…

- Eu vou tomar um banho e trocar de roupa, você não quer tomar banho também?

Perguntei à ele.

- Quero!

Me respondeu.

- Então vamos lá, enquanto você toma banho eu pego sua roupa que está em algum lugar no meu guarda-roupa.

- Vamos!

Levantamos e fomos os três pro meu quarto.

- Filho não esquece de lavar os pontos daquele jeito que o médico ensinou…

Lauren gritou pra ele, que já estava no banho.

- Tá!

Foi o que ele respondeu e ela sentou na beira da minha cama.

- Você está preocupada com o que?

Me aproximei e a abracei.

Ela passou os braços por minha cintura e descansou a cabeça em meu abdômen.

- Nada não, só estou cansada.

- É alguma coisa que aconteceu na delegacia.

Afirmei.

- Sim.

Confirmou.

- Me conta o que houve.

Pedi.

- Agora não Camz, vamos sair, se divertir, à noite a gente conversa sobre isso.

Disse.

- Ah claro e você vai conseguir se divertir?

- Vou! Com os amores da minha vida ao meu lado eu consigo qualquer coisa.

Disse e deu um beijo na minha barriga.

- Não faz isso…

Pedi.

- Por quê? A gente já conversou sobre isso e está tudo bem.

Respondeu.

Ouvi o chuveiro desligar.

- Deixa eu pegar minha roupa.

Tentei sair mas ela me puxou.

- Eu te amo!

Disse me olhando com esses olhos verdes e brilhantes.

- Eu também te amo, muito!

- Então vamos deixar de lado todas as coisas ruins e ter uma tarde divertida?

Pediu.

Pensei bem e assenti.

- Tudo bem!

Sorri pra ela, afinal não tem como negar algo pra esses olhos verdes brilhantes.

Abaixei e deixei um beijo em seus lábios.

Zeke abriu a porta e saiu do banheiro secando os cabelos cacheados.

- Aqui tem um creme pra pentear, pode usar.

Avisei, peguei minha roupa e entrei pra tomar banho.

Demorei um pouco pois resolvi lavar o cabelo, mas quando saí os dois me esperavam assistindo vídeo no youtube.

- O que estão assistindo?

Perguntei.

- Uns clipes!

Lauren me respondeu.

- A gente tá vendo vocês cantando.

Zeke me contou.

- Gostou Zeke?

Perguntei.

- Vocês tem que cantar mais.

Respondeu e Lauren revirou os olhos.

- Sua mãe não gosta…

Contei.

- Não sei porque, sua voz é linda mãe, a sua também!

Me disse.

- Eu gosto de cantar!

Devia levar isso à sério, já disse isso pra você, seria um sucesso incrível.

Me disse.

- Eu ia ter uma mãe empresária e a outra cantora famosa…

Zeke comentou e nós paramos, impressionadas com o que ele acaba de dizer.

Ele colocou um outro vídeo nosso e continuou assistindo.

Acho que não aconteceu nada pra ele mesmo, foi natural.

- Está pronta amor?

Lauren disfarçou e agiu como se nada tivesse acontecido.

- Vou só pentear o cabelo.

Respondi.

- Quer que eu seque?

Perguntou, vindo até mim.

Me abraçou e deu um beijo no meu rosto, ao se aproximar e ver meus olhos cheios de lágrima.

- Quero!

Respondi lhe abraçando de volta.

- Como você consegue agir naturalmente toda vez que escuta isso?

Sussurrei.

- Toda vez eu me sinto dessa mesma forma que você está se sentindo agora.

Me disse.

- Esse menino é de outro mundo.

Me deu um cheiro no pescoço e foi pegar o secador no meu banheiro.

Sentei e ela secou rapidamente meu cabelo.

- Camila!

Sofi parou na porta do meu quarto para me chamar.

- Vamos logo!

Me apressou.

- Ela tá terminando de secar.

Respondi apontando para Lauren.

- Não sei porque nao corta um pouco esse cabelo…

Comentou e revirou os olhos, fazendo Lauren sorrir.

- Cuida do seu cabelo Sofia.

Respondi fazendo as duas sorrirem.

- Eu sei que você gosta do seu cabelo, eu amo ele, mas não é uma má ideia…

Lauren me disse.

- Termina logo de secar, por favor?!

Elas riram mais ainda.

Não gosto de mudar meu cabelo e elas sabem disso.

- Zeke, você não acha que a Camila vai ficar melhor se cortar um pouco o cabelo?

Sofi sentou na cama ao lado de Zeke, e fez a pergunta.

Ele pausou o vídeo um pouco, me observou por alguns segundos.

- Você fica linda de qualquer jeito mãe!

Disse e meus olhos se encheram de lágrimas mais uma vez.

 


Notas Finais


E então?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...