História I Want You - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, TWICE
Visualizações 16
Palavras 826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura❤

Capítulo 1 - Ep. One


Fanfic / Fanfiction I Want You - Capítulo 1 - Ep. One


-Minha casa, oque aconteceu? - ele vasculha os escombros do resto de sua casa.


 -NÃO



P.O.V's Youngjae

     

-Mãe, estou indo! - estava atrasado, então para ser prático peguei uma única maçã e sai às pressas.


     

Sempre vou a pé para faculdade, não é muito longe, porém nunca gostei de andar. Fico muito pensativo quando ando pra qualquer lugar, e nesse momento estava pensando na pessoa desconhecida que me chamou no Happn, claro que não me comprometi muito, pois poderia ser um sequestrador por exemplo, até que ele me deu acesso a suas fotos privadas e... que homem. Nunca contei de minha sexualidade para minha mãe, mas tenho certeza que ela já sabe.

     

Estava distraído com meus pensados, até que esbarro em alguém, derrubando algo que estava em suas mãos. Me aproximei do objeto e quando olho para frente, estávamos com os rostos quase colados. Suas bochechas ficaram rubras e sinto que as minha também ficaram. Rapidamente me distanciei e entreguei o seu, agora, celular.

     

-Me desculpe, estava distraído. - sinto ele se aproximar lentamente e se curvar para chegar perto de meu ouvido.

     

-Não se desculpe, fiz isso de propósito. - disse com um voz rouca que me fez arrepiar num instante, assim pude perceber de quem se tratava.

     

-Jaebum? - Só agora tive coragem de olhar em seus olhos, muito bonitos por sinal.

     

-Gostou das minhas fotos de ontem, *baby boy*? - deu ênfase na ultima palavra, minhas bochechas esquentaram, fazendo ele rir anasalado. -Não precisa responder, fique online quando chegar da faculdade.


<{ *Quebra de tempo* }>

     

Já na sala, encontro com meus melhores amigos: Tzuyu, Jimin e Mark, todos nós nos conhecemos no início da faculdade e somos da mesma sala.

   

-Gente, preciso conversar com vocês. - todos viraram para mim e deram um sorriso malicioso.

     

-É o Jaebum né? - Tzuyu se pronunciou.

     

-Como sabem? - perguntei assustado.

     

-"Jaebum isso, Jaebum aquilo." - Mark falou tentando imitar meu tom de voz, fazendo todos rirem.

     

-Até parece que não faz a mesma coisa com o tal de "Jackson". - Jimin falou, fazendo Mark ficar com as bochechas rubras e esconde-las com as mãos.

    

-E você com o tal de "jungkook". - fala em um tom relativamente alto, com a intenção de todos ouvirem, Jimin nunca teve vergonha de sua sexualidade e sempre falou que era gay e não ficou envergonhado por isso, mas sim por quem ele era apaixonado, Jungkook era o mais "piranho" da faculdade.

     

-Que pena, tô solteira - Tzuyu se pronuncia, fazendo todos gargalharem.


     

-Mas enfim, era sobre ele mesmo. - falei parando de rir aos poucos.


-Novidade - Os três falaram em uníssono.


     

Contei tudo que aconteceu a alguns minutos atrás e todos ficaram surpresos, ou pelo menos fingiram. Jimin saiu gritando pela escola inteira frases do tipo "Youngjae vai perder a virgindade lalala", depois de muita correria por trás dele e de muitos tapas que dei no mesmo quando o encontrei, fomos para casa. 


     

Tzuyu mora perto da minha casa, sempre vamos e voltamos da faculdade juntos, e por causa da interrupção de Jaebum, me atrasei pra encontra-la hoje, mas estamos voltando juntos agora.

     

-Jae, tem certeza que ele é confiável? Não tô com um precentimento bom. - falou com um tom de preocupação.

     

-Pode deixar, Omma. - senti minha nuca esquentar, pois é, devo ter levado o tapa mais forte que já levei na minha vida.


-Sou mais nova que você. - disse com pouca paciência.


Conversamos um pouco mais até que chegamos na casa de Tzuyu. Nos despedimos e segui meu caminho para casa.



Chegando na mesma, encontro minha mãe na cozinha.



-Oi, mãe. - disse estampando um sorriso.


-Oi, filho, pode me explicar essa felicidade? - disse tentando segurar o riso.

                                                                        

-Porque? Não posso estar feliz? - disse rindo 



-É o Jaebum né? - tô começando a achar que ele pôs nossa conversa em todos os postes da cidade.



-Aish, como sabe? - fiz um bico após minhas bochechas esquentarem.


-Minha digital está salva no seu celular, já que não consigo decorar sua maldita senha. E se tirar ela de lá, vai ficar sem celular. - seria cômico se não fosse trágico, uma pena.


-Mas ela tá alvoroçada hoje hein. Tudo bem, não tenho nada a esconder. - disse num tom irônico.


Subi as escadas e rapidamente vi a mensagem de Jaebum.



-Oi, já chegou?
13:23

-Acabei de chegar, daddy
13:30


Antes de descer, aproveitei para pegar um papel contact transparente e colar em cima do leitor digital.


Desci e a mesa já estava posta, antes de sentar minha mãe me impediu.


-Deixa eu ver se você tirou minha digital. - falou estendendo a mão para eu dar o celular.


Em um ato rápido, tirei o papel contact e dei o celular a ela. Com o celular desbloqueado pela mesma, ela me devolve com um sorriso vitorioso, iludida. Colei o papel novamente e comemorei discretamente.


Depois do almoço, subi para meu quarto para conversar com meu *Daddy*.


Notas Finais


Obrigado por ler até aqui.❤

Desculpe algum erro ortográfico ou algo do tipo, abstrai eles K.

Mais um vez obrigado por ler até aqui e espero que tenha gostado.❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...