História I Want You - Capítulo 2


Postado
Categorias Black Pink, Stray Kids
Visualizações 19
Palavras 1.388
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiro eu queria mesmo agradecer pelos sete favoritos, eu sei que parece pouco mas para mim é muita coisa, bom... no capítulo anterior foi o prólogo, todos os personagens que apareceram nele são principais, ou seja eles estaram sempre na história.
Bom... nos vemos nas notas finais (tem histórinha)

Capítulo 2 - One


Fanfic / Fanfiction I Want You - Capítulo 2 - One

Segunda Feira, 06h20. (Lee's House)

 

Point Of View: Lee Felix

 

Despertei-me com o som do meu despertador, que não é nada irritante, e o desliguei indo direto ao meu guarda-roupa. Peguei uma camiseta azul, e uma calça jeans. Fui em direção ao banheiro,-Tranquei a porta é claro- me despi, liguei o registro e entrei debaixo da água morna que caía. Assim que acabei desliguei o registro e enrolei a toalha em volta da minha cintura enquanto escovava os dentes, olhei para o relógio na parede eram quase dez para as sete. Me arrumei rápido e corri para a escola sem comer absolutamente nada. Assim que cheguei ao portão, recebi olhares tanto masculinos quanto femininos, acho que meu corpo mudou ou tem algo errado com meu rosto. Entrei na sala de aula e me sentei na segunda cadeira da ponta esquerda. Até que minha irmã veio até a porta com minha mochila.

 

-Hey Lix! Você deixou sua mochila em casa-riu a mais velha

-Ah... obrigado por trazê-la Lisa- ri envergonhado 

-Na próxima não irei trazer- jogou a mochila- Ah e eu fiz um lanche para você, vi que saiu atrasado.

-Obrigado Nona

-Disponha, agora preciso ir, Jungkook me aguarda-riu

-Usem proteção não quero ser tio- brinquei

 

Ela riu e saiu dali, logo os alunos foram chegando e o professor também. Meus amigos são de outra sala, então eu sou meio que sozinho em minha sala. 

 

-Felix, está meio avoado está prestando atenção?- perguntou-me o professor

-Sim professor

-Então voltemos ao assunto- voltou a escrever no quadro negro

 

Ele explicava uma fórmula nova,  algumas garotas conversavam durante a explicação do professor, vozes extremamente finas em comparação com a de nosso professor.

 

-Professor poderia me explicar novamente essa fórmula?- perguntou uma das garotas que conversava

-Se não estivesse conversando teria entendido- falei

-Fica na sua mesquinho- disse a garota

-Olha aqui sua- cortei o assunto- vou ficar quieto antes que eu vá para fora assim como você

-Bom que sabe senhor Felix- o professor disse e olhou para a garota- então senhorita Dahyun preste muita atenção irá cair no teste

 

Ele explicou novamente e enquanto recebia olhares atentos de todos os alunos. Passou algumas lições para fazer em sala de aula e algumas para casa. 

 

    [...] 

 

Final de duas aulas completamente chatas de física, inicio de Geografia, essa professora não é muito legal mas ela sabe dar aula. Explica de modo simples de fácil compreensão, conhecida na escola como Assassina de figurinhas, história para outro momento. Aprenderíamos sobre as Américas.

 

     [...]

 

O doce intervalo, ou recreio como preferir, o momento em que você para 'pra comer, peguei o lanche que minha Nona fez e fui em direção a uma mesa, mas fui barrado por alguns garotos.

 

-Posso ajudar em algo?- perguntei

-Pode sim... será ótimo- falou

-Se bem que eu tenho que ir estou ocupado- digo e saio dali indo para Minho e Jisung 

-Oi Felix! Uau seu cheiro está começando a aparecer e dar um oi- falou Minho

-Isso explica o que acabou de acontecer- bufei

-O que acabou de acontecer?- indagou Jisung

-Um garoto me barrou e eu perguntei se ele precisava de ajuda e ele disse que sim, sua voz saiu em tom de malícia- suspirei

-Você devia arrumar um macho 'pra você ia ajudar muito sabe?-disse Minho

-Felix você devia ir para casa- disse Jisung

-Gente eu estou bem, nada vai acontecer ok?- digo

-Se você diz...

 

O sinal soou por toda a escola indicando que devemos retornar as salas, fui andando até a minha sala, recebendo olhares famintos sobre mim.

O que está errado comigo? Isso nunca aconteceu eles são estranhos- penso

Me sentei no mesmo lugar, a professora chegou, e a aula seguiu seu rumo. Senti uma necessidade enorme de ir ao banheiro.

 

-Professora! Posso ir ao banheiro?- perguntei

-Claro Felix mas não demore é conteúdo de teste- disse e rapidamente eu sai daquela sala

 

Corri para o banheiro e fui até a última cabine, vomitando logo que entrei, limpei minha boca com papel higiênico e logo liguei para meu pai.

 

-Pai?! Me busque na escola o mais rápido possível, por favor!

-Felix? Qual o problema?-Ele é cortado por uma voz no banheiro

-Felix, venha aqui vamos conversar- sua voz era grossa e o tom de malícia era audível 

-Saia daqui me deixe em paz!- gritei

-Ah qual é me obedeça venha aqui- continuou 

-Entendi Felix não saia daí- disse meu pai pelo telefone desligando logo em seguida

Droga- pensei

-Vamos Baby Boy saia será melhor para você

-Isso foi uma ameaça? Que ridículo- ri em deboche

-Vamos Felix saia daí- gritou

-Não irei sair desista

-Que ômega difícil... gostei, anda saia daí antes que eu abra essa porta e te tire daí a força

-Nunca!- gritei- pare de tentar é inútil- fui interrompido por um estrondo

-Quem é você?- perguntou a voz grossa

-Um cara que você não gostaria de se meter!- essa voz me é familiar 

-O que um baixinho iria fazer huh? Iria chamar a branca de neve?- o tom de deboche era perceptível 

-Cale a boca e poupe esforços- bufou- Felix? Vamos saia vou lhe levar para casa

-Chang?-indaguei

-Sim, vamos- sai da cabine e fui logo até Changbin 

 

Ele segurou em minha mão e me puxou para fora daquele banheiro, passou o braço por minha cintura e andamos em direção ao carro dele. Agradeci a ele por ter feito isso, ele apenas me deu um acenar de cabeça. O caminho todo foi em silêncio, não queria deixá-lo desconfortável, ou me deixar desconfortável. Chegamos em minha casa e eu fui descendo do carro adentrando em casa, indo para a cozinha.

 

-MiSeul? Sabe onde está o remédio para enjoo?- perguntei 

-Acabou... quer que eu faça um chá? Talvez ajude- falou docemente

-Claro enquanto isso irei tomar um banho

-Felix- Changbin chamou-me

-Oi Changbin

-Você vai ficar bem?

-Claro Chang

-Qualquer coisa me ligue- entregou-me um papel- esse é meu número, ligue apenas em caso de emergência, estarei ocupado

-Tudo bem

 

Ele foi embora e logo eu corri para meu quarto, liguei a água da banheira e me despi entrando na banheira. Ouvi batidas na porta, mas não falei nada. Ouvi um "Lee Felix abra essa porta agora" de uma voz feminina, a voz da Lisa, respondi um entra. E assim ela fez

 

-Meu 'cê tava tomando banho?- perguntou-me

-Não, eu estava dançando Tango com um dinossauro, claro que eu estou tomando banho né besta

-Enfim o Jungkook é muito legal, mas eu conheci um menino muito legal o nome dele é Vernon, o que eu faço?

-Você está me dizendo que está gostando de duas pessoas? Mas não sabe com quem seguir?- ela assentiu- Nona você está ferrada, mas deixa rolar, banque a impossível, quem continuar indo atrás de você, investe nele!

-Uau obrigado Lix, agora termine seu banho- riu e saiu do banheiro

 

Terminei o banho e coloquei o meu pijama, fui para a sala e me joguei no sofá. MiSeul me entregou o chá, e o bebi, no final fiz uma careta.

Liguei a televisão e abri em um canal aleatório passava meu programa favorito Weekly Idol. Fiquei assistindo até que apaguei.

 

     [...]

 

Dia Seguinte, 06h 

 

Acordei com um beijo em minha testa, era Lisa, levantei-me do sofá e fui para o quarto, coloquei uma blusa Laranja, e uma calça jeans, e uma bota timberland, e fui tomar o café da manhã ovos mexidos com torrada, assim que terminei de comer escovei os dentes e coloquei em minhas costas a mochila e sai de casa, encontrei Changbin encostado em seu carro, fui até ele, logo ele entrou no veículo dando um sinal para eu fazer o mesmo, e assim fiz. 

O caminho novamente foi em silêncio, assim que chegamos na escola saí do carro e fui para minha sala, sentando no mesmo lugar. Os alunos entraram e o Professor também junto de três novos alunos.

 

-Olá turma, temos em sala novos alunos, eles irão se apresentar sem interromper- disse o Professor

-Eu sou Seo Changbin tenho 18 anos- ele se sentou ao meu lado 

-Sou Jennie Kim tenho 17 anos espero que cuidem de mim- sentou-se atrás de mim

-E eu... preciso mesmo fazer isso?- o professor assentiu- então tá eu sou- foi interrompida

-Alunos temos um anúncio importante a fazer dirijam-se para o ginásio- disse a vice-diretora pelo auto-falante.

 


Notas Finais


Vernon: Autora!
Mi: Quié mininu
Vernon: nada!
Mi: MINHA CHINELA VAI VOAR NA SUA CARA NA PRÓXIMA hump
Jennie: Calma Mi ENTAUM SIGNIFICA QUE EU VOU ESTUDAR COM O FELIX? AUTORA EU TE AMO
Felix: obrigado por colocar essa anja na minha sala
Mi: suave agora agradeçam os favoritos

Vernon: GENTE
Lisa: É
Chaeyoung: SÉRIO
Felix: NÓS
Changbin: AMAMOS
Jennie: MUITO
Minho: VOCÊS
Jisung: OBRIGADO
Jungkook: PELOS
Mi: FAVORITOS vocês são topsters

Autora Mi deixa um beijo para vocês!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...