História I will carry you - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Mo Dao Zu Shi
Personagens Jiang Cheng, Jiang YanLi, Jin Ling, Jin ZiXuan, Lan JingYi, Lan QiRen, Lan SiZhui, Lan WangJi, Lan XiChen, Wei WuXian
Visualizações 32
Palavras 1.313
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Dusk till Dawn


Fanfic / Fanfiction I will carry you - Capítulo 1 - Dusk till Dawn

- Ah Ling, por favor....

- não, você realmente acha que eu ia deixar você fazer isso comigo e não teria volta?

- e-eu....

- shiuuuu, prometo não machucar você... já que é a sua primeira vez

o garoto de amarelo enfatizou aquela frase para apenas ver a reação do garoto.

 

{ 1 dia antes }

- Ah Yuan! corre! te conto no caminho

sem nem pensar duas vezes o garoto saiu correndo com seu primo logo atras, se esconderam na copa de uma arvore onde haviam feito uma casinha sobre ela.

- JingYi me diz, o que aconteceu?

- então, meio que....

- que?

- o Jin Ling...

- O Jin Ling?

- SABE QUE VOCÊ É UM PSEUDO VIRGEM!

ele praticamente gritou pro outro antes que perdesse a coragem.

- como? quem contou? quando?

- então....

- você não fez isso

 - calma deixe-me explicar-me

- fala

- ele saiu correndo atras de mim com uma espada perguntando se era verdade que você era virgem, e eu não tive outra escolha, pq ele já tinha ouvido aquilo de outra pessoa

- sabe o quão fodido eu tô?

- sei

- ótimo

{ de volta ao presente }

o Lan havia fugido de todos naquele dia, se escondendo para não ser visto pelo Jin LIng, ele sabia que dessa não tinha como escapar e ele estava certo, pq assim que deu o toque de recolher Jin Ling o pegará desprevenido no corredor o empurrando para dentro do quarto, o jogando na cama, e era por isso que estava tentando fazer o seu pequeno garoto desistir da ideia de fazer aquilo com ele, mesmo sabendo que quando o mesmo punha algo na cabeça ele não o tirava até estar feito.

- me diga apenas que vai ser obediente, que eu vou com o maior cuidado do mundo, pra não machucar o meu bonequinho de porcelana.

ele definitivamente odiava ser chamado assim, porem a sua falta de banho de sol, o cabelo negro como uma Ônix e a boca rosada lhe davam a aparência de um boneco de porcelana. 

Ah Yuan, já estava se sentindo desconfortável, seu robe havia sido retirado de sue corpo assim como sua bota e suas roupas de baixo, queria poder se esconder e sumir, ele se sentia uma presa para o outro.

- por que... você nunca quis estar por baixo?

- por que eu não me sinto confortável...

obvio que ele nunca iria contar ao outro que ele não conseguia ter alguém  dentro de si sem ser desconfortável para o mesmo, ele já havia tentando uma vez, porem ele nunca deixou continuar a adentra-lo

- por que?

- os médicos disseram que eu sou um pouco sensível de mais, eles ainda falaram que talvez eu só tivesse conforto em fazer isso, quando eu realmente amasse a pessoa.. e que o meu corpo tivesse escolhido ela sabe?

- humm, quer tentar? você sabe que se isso for desconfortável para você é só me dizer que eu paro.. tá?

- ok

- quer pelo meno comandar? digo... fazer no seu tempo?

- pode ser

o garoto de amarelo puxou-o para si, assim que terminou de retirar sua roupa, puxando o Lan para o seu colo, este que entendeu, que seria a posição mais fácil para ele.

- sabe que.... se o meu corpo não aceitar você... não significa que eu não te ame né?

- vamos ver

sorriu, o ajudando a dar uma boa lubrificação em sua entrada, vendo o mesmo segurar seu membro e posiciona-lo em sua entrada, o Lan suspirou esperando o pior, mesmo que doesse e o outro, tivesse dito para que o avisasse que ele pararia, não queria que seu corpo rejeitasse o garoto que ele tanto amava.

assim que decidiu que já estava na hora de descer o fez tão rapidamente, que sentiu mais dor do que o normal, porem não disse nada ao outro apenas deitou sua cabeça em seu ombro segurando o choro, aquilo doía mais que um corte, porem aguentou firme, vez ou outra suspirando contra o ombro do mesmo, esperando aquela maldita dor ir embora.

quando a dor ficou mais suportável ele começou a se mexer com ajuda do outro que segurava em sua cintura, o mesmo sabia que havia doido no começo para o Lan, mesmo ele não falando o Jin sabia pela respiração acelerada do outro e do aperto que recebeu em seu pescoço, mais assim que ele começou a se mexer em si, pediu permissão para deita-lo na cama e realmente fode-lo , e quando teve a autorização positiva não demorou para faze-lo, ainda bem que o Lan havia feito um talismã para impossibilitar que outros pudessem ouvir o que acontecia dentro do quarto, pois assim que começou a estoca-lo o garoto gritou e gemeu pedindo por mais, percebeu que ele havia aceitado a si e que a dor já não era mais um incomodo, algum tempinho depois encontrará o ponto doce do Lan, vendo-o levantar as costas do colchão e tentar fechar suas pernas porem, sem deixa-lo fecha-las continuou focando em acertar apenas aquele ponto e quando o garoto chegou ao seu limite, sua pernas estavam bambas e fracas, porem pediu para poder sentar em si novamente, assim que foi puxado novamente para o sua colo voltou a posicionar o membro do outro garoto e desceu, puxando ar para começar a se mexer, o Jin segurou o membro rígido do Lan e começou a estimula-lo vendo o garoto a cima de si perder o controle completamente e pedir para que o fodesse com força, e sem pensar duas vezes o pos de quatro na cama e enterrou-se no mesmo estocando-o com rapidez e força, assim que achou o ponto doce do garoto mais uma vez sentiu ser esmagado pela entrada do mesmo mas continuou até faze-lo gozar pela seunda vez na noite e logo se desmanchou dentro do outro.

saiu de dentro do outro e o puxou-o para deitar ao seu lado

- gostou?

- uhumm

- boa noite

beijou os lábios do garoto e logo em seguida sua testa vendo-o dormir logo em seguida, e logo fez o mesmo.

{ dia seguinte }

Ah Yuan acordou com a luz do sol batendo em sue rosto e ao olhar para o lado viu o Jin sentado ao seu lado.

- você acordou tarde... eu tive que inventar ma desculpa trouxeram o seu café, você ta liberado dos treinos por hoje por que falei que você não havia se sentido bem a noite e foi dormir quase de madrugada, eu trouxe um pouco de ervas medicinais caso esteja doendo... e...

o de amarelo fora cortado pelo beijo que o Lan depositara em seus lábios que logo foi correspondido.

- vejo que os pombinhos se resolveram

 uma voz conhecida pelos dois os assustou

- ah... oi JingYi

- estão todos perguntando por você sabia?

- to sabendo agora

- bom eu to indo, pelo jeito a noite de você foi boa... até demais 

 falou irritando os outros dois.

- eu estou cansado...

- abra as pernas

- oi?

- vou passar as ervas para você poder dormir melhor

o Lan logo fez o que foi pedido sentindo um grande alivio ao sentir os toques do outro naquela região, o Jin fizera ele engolir o café da manhã e logo Lan Qiren, Lan Xichen, Lan Zhan e o Wei apareceram, para ver como ele estava o tio do outro garoto junto com seus pais apareceram também.

ficaram por um tempo conversando até  o Lan mais novo ali voltar a cair no sono nos braços do Jin, este que apenas fez carinho em seu cabelos antes de cobri-lo

- bom nos temos que ir

os mais velhos saíram deixando apenas os dois, o jin deitou ao lado do lan e aninhou-o em seus braços voltando a dormir junto a ele.

 

........ fim .......

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...