História I will fuck you - Imagine Park Jimin - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Jimin, Letbaby09fanfics, Park Jimin, Você
Visualizações 530
Palavras 1.267
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


MEU DEUS QUE SAUDADINHA DE VOCÊS OI BEBÊS COMO ESTÃO?
Até que enfim voltei né? Muitoooo obrigada por terem paciência comigo e terem esperado <3
Eu tenho tanta coisa para falar, mas sei que estão ansiosos para ler então, boa leitura <3

Capítulo 15 - Relembrar


Se eu estava facilitando de mais as coisas para o lado do Park? Jamais. Ele teria de provar que mudou, que dessa vez ele não vai me fazer sofrer, que dessa vez vai dar tudo certo e que vai me fazer ver que está arrependido por tudo que fez comigo. Nós tínhamos combinado que o mesmo iria passar em minha casa as 19:00, pois bem, ele teria de esperar um pouco, fiz questão de só começar a me produzir quando o relógio bateu 18:50.

E claro, eu sou uma mulher que demora muito para se arrumar, sempre fui muito vaidosa, talvez tenha herdado isso de minha mãe, mas não chega ao caso agora. Estava pensativa sobre qual vestido usar, no fim das contas optei por um carmim com decote em v, ele era justo e vinha um pouco acima dos joelhos. Para meus pés escolhi um salto que comprei para fazer "conjunto" com o vestido, e acrescentei a minha panturrilha uma correntinha na qual eu sabia que Jimin adorava quando eu a usava.

Comecei tomando um banho relaxante e fazendo minha depilação, após isso eu findei meu banho e me pus a secar os cabelos. Escutei o breve toque de minha campainha e já sabendo quem era sai enrolada em meu hobby com uma toalha em mãos secando meu cabelo.

— Boa noite! — Jimin disse após eu abrir a porta e me ver, deu um sorrisinho de lado e mordeu os lábios.

—Entre.— dei espaço para que o mesmo pudesse entrar e assim ele o fez.— Eu estou terminando de me arrumar, fique a vontade aí, já já eu venho.

Dei um sorrisinho provocativo e subi as escadas indo em direção ao meu quarto onde eu iria terminar de me arrumar. Terminei de secar meus cabelos, passei hidratante no corpo e me pus a colocar meu vestido, os sapatos e os acessórios. Após, dei um jeito no meu cabelo, prendendo as mechas da frente na parte de trás do cabelo, fiz uma maquiagem simples e passei perfume. Peguei uma de minhas bolsas na qual eu guardaria meus pertences e assim que acabei tudo, me vi no espelho e admirei-me, me sentia bonita. Muito bonita.

Deslumbrantemente desci as escadas que davam para a sala de casa, Jimin estava de costas, observando um grande retrato meu que tinha na sala.

— Então, vamos? — perguntei, o tirando de seus devaneios e o fazendo virar para mim.

Ele estendeu-me a mão e eu a peguei, assim seguimos, fechei a porta e fomos até onde seu carro estava estacionado, ele abriu a porta para que eu entrasse e assim fiz. O caminho não foi tão longo, alguns minutos depois chegamos em frente a um prédio, eu me recordo desse prédio, vinhemos aqui algumas vezes. Ele estacionou na garagem e saiu, abriu minha porta e eu me retirei do carro.

Pegando em minha mão me guiando até o elevador, Jimin permaneceu em silêncio, porém o seu lindo sorriso no qual fazia seus olhinhos virarem pequenas linhas era agora dirigido a mim, que que olhava para ele querendo de súbito apertar aquelas bochcechinhas gordinhas. Quando chegamos no andar do apartamento Jimin saiu e eu logo após.

— As damas primeiro. — falou após abrir a porta.

Sorri e entrei, estava uma escuridão só, o moreno entrou, pegou em minha mão e foi me guiando até onde se localizava a cozinha. Para a minha surpresa lá a mesa estava arrumada, haviam velas e mais velas dando um toque aconchegante ao local. Ele puxou a cadeira e eu me sentei, logo após ele sentou-se na cadeira à minha frente.

— Sabe, eu te trouxe para cá para ficarmos à sós, de modo mais reservado.— falou coçando a nuca.

— Sei...— falei arqueando minhas sobrancelhas.

— Não está achando que eu vou abusar do seu corpinho lindo né?— falou rindo e eu lhe dei um tapa no braço.— Aish, só estava brincando. Mas se você quiser eu quero.

E nessa hora eu o acompanhei na risada.

— Você não muda mesmo, Jimin. — balancei a cabeça negativamente.

— Eu até mudei esses tempos, mudei alguns conceitos meus.

— Hmm, me diga um.

Me ajeitei melhor na cadeira de enconsto fofinho.

— Acredita que eu passei a amar comer brigadeiro? Minha mãe já deve estar cansada de tanto que eu peço para ela fazer quando durmo na casa dela.— riu.

Fiz uma expressão de surpresa.

— Não acredito! Logo você, Park Jimin, aquele que odiava brigadeiro de todo seu coração e estômago.

Rimos.

— Um dia desses eu tava andando pela praia e adivinha quem eu encontrei?

—Quem?

— Aquela velhinha que vive me perguntando se eu sou o namorado da filha dela.

— Não acredito.— comecei a rir.

E assim foi seguindo, terminamos de comer e eu e Jimin lavamos a louça. Logo após resolvemos assistir algo, porém o problema era que, aqui no apartamento do amigo de Jimin só tinha uma televisão, e era no quarto. Mas vocês acham que eu iria assistir a um filme no quarto sozinha com Jimin, e ainda mais tendo que deitar na cama porque não tinha cadeiras nem poltronas no quarto? Claro que ia, sou uma adulta racional e amadurecida, o que tinha de mais em assistir um filme?

Bem, poderia ter muita coisa, mas como eu disse, sou amadurecida — podem me chamar de mamão — o suficiente para assistir um filme com o meu ex marido e ficar na paz do senhor, sem fogo nem nada.

Chegamos no quarto e eu tirei meus saltos para ficar de maneira mais confortável na cama, me sentei na mesma enquanto Jimin colocava um filme qualquer para nós vermos. Ele retirou os sapatos e se jogou na cama, deitando-se de forma esparramada.

— Deita aí, eu não mordo não. — riu e bateu no espaço ao seu lado.

Revirei os olhos e me deitei, focando meu olhar na televisão a minha frente, o filme no qual Jimin havia escolhido era nada mais nada menos do que Cinquenta tons mais escuros. Só podia ser sacanagem com a minha cara.

O filme começou e ok, não tirava o meu olhar da tela momento algum do decorrer do filme, até que senti a mão de Jimin em minha coxa, no mesmo momento soltei um suspiro alto e tentei afastar a mão dele dali, porém foi sem sucesso, ao invés dele tira-la dali ele apertou a parte interna da minha coxa.

— Jimin, não...— mordi o lábio e e fechei os olhos suspirando.

Ele chegou bem perto do meu ouvido e sussurrou.

— Vai me dizer que não sente nada quando de toco? Quando faço isso.

E nesse instante ele começou a alisar minha coxa bem perto da minha intimidade, mordeu o meu lóbulo e deu uma risadinha, me fazendo arrepiar toda.

— Vamos, me fala que não sente saudade de quando eu te fodia todinha em todos os cômodos da nossa casa, na mesa da cozinha, no sofá, na despensa...

Ele ficou sobre mim, olhando bem no fundo dos meus olhos enquanto ainda fazia suas carícias em minha coxa, agora chegando muito perto de minha intimidade.

— Vamos querida, me deixe te chupar todinha, provar desse seu gostinho e deixar sua bocetinha toda vermelhinha, eu sei que ela deve estar pingando agora, desejando meu pau indo bem fundo nela.

Nessa hora eu não aguentei, eu sei que eu falei a mim mesma que não iria deixar fácil para Jimin, mas ele aqui, nessa posição, me falando essas coisas e me fazendo essas carícias, me fazendo lembrar dos velhos tempos em que eu era bem fodida por ele, me deixa muito atiçada de seus toques.

— Vamos querida, me deixe te mostrar novamente que os nossos corpos são a conexão perfeita, e sendo assim ninguém te fode melhor que eu.


Notas Finais


Eai? O que acharam? Espero que estejam gostando rsrs a Fanfic já está na reta final :(( mas vocês podem acompanhar minhas outras obras, assim não ficam com saudades de mim kkkddudjdjdk
Obrigada por terem paciência comigo, amo muito vocês, de coração 💖💖
Bjão e até o próximo

Fanfic Jeongguk:https://www.spiritfanfiction.com/historia/o-vendedor-de-leite-imagine-jeongguk-9419029

Fanfic Taehyung:https://www.spiritfanfiction.com/historia/faded--imagine-kim-taehyung-10366876

Outra fanfic do Jimin:https://www.spiritfanfiction.com/historia/mommys-baby-boy--imagine-park-jimin-10425828


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...