História I Will Love You Till The End - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 1.100
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiii tudo bem com vocês?♡ Espero que estejam bem!
Me Desculpem pela demora.. *_*
Aqui está o Oitavo capítulo.
Nos vemos nas notas finais♡
Boa Leitura! ♡

Capítulo 8 - Só você me acalma!


Fanfic / Fanfiction I Will Love You Till The End - Capítulo 8 - Só você me acalma!

Meus batimentos aceleram como nunca.O que está acontecendo comigo?Acabei de conhecer SeokJin, não deve ser nada..Acho que é por causa que eu estava preocupada com ele,por isso, meu coração acelerou! Viu que ele estava bem..

Acho,não tenho certeza! Ah,odeio não ter certeza das coisas.. Estou perdida no olhar desse garoto, mal nos conhecemos.Percebo que os olhos dele estão inchados, algo de grave deve ter acontecido. Quebro o silêncio até então agradável, poderia ficar observando e admirando esse garoto o dia todo. Mas quero saber o motivo desses olhos inchados.

"Porque me importo tanto com ele?"-Me pergunto

Realmente eu não sei.

---SeokJin--Pego em sua mão -Vem,vamos para esse lado -aponto para o local que eu iria anteriormente.-Vamos sair da chuva,antes que a gente pegue um resfriado. Ele apenas concorda e dá um sorriso mínimo.

Adentramos a farmácia , ficamos um pouco longe da porta. Ele me olha novamente, observando cada detalhe do meu rosto. O que ele tanto olha? Acho que devo estar vermelha como um pimentão. Uma lágrima escorre pelo rosto do maior e ele rapidamente me abraça.

Assusto com o ato, não esperava um abraço. Apesar de estarmos molhados, nosso abraço se tornou quente. Ele começa a chorar sem cessar. Com o seu choro desesperado, eu, automaticamente começo a chorar também. Nunca consegui controlar isso, é só eu ver alguém chorar que eu choro também. O que devo fazer?

Desfaço o abraço e pego no rosto do maior.-- O que está acontecendo, SeokJin? 'mais uma lágrima escorre pelo rosto do maior. ---Me fala. Ele passa as mãos no rosto limpando as lágrimas.

-- Soo An..-Sua voz fica trêmula por conta do choro.--Mi-Minha Avó..  Fecha os olhos com força.-- Ela morreu.  Novamente a lágrima escorre pelo rosto do maior.

Realmente, eu estava certa por causa do meu pressentimento. Era algo horrível, não queria que SeokJin passasse por uma coisa dessas. Eu sei o que eu digo. Agora quem o abraçava era eu. Por conta da minha estatura ser menor, pude ouvir seu coração acelerado, seu peito subia e descia por conta do choro. Saio dos meus devaneios quando ouço SeokJin falar comigo.

---Ela é muito importante para mim, Soo An..Porque? Eu não pude protegê-lá, Porque? Ele se questionava, enquanto me abraçava. Respiro fundo, juntando palavras coerentes. 

--Seok J..  Sou interrompida por ele.

--Pode me chamar de Jin. 

--Jin.  Desfaço do abraço e com as minhas mãos pego em seu rosto delicado e macio. -- Eu sei que nenhuma frase filosófica vai diminuir essa dor, Jin. É horrível perder a pessoa que se ama.

Ele me olhava atentamente. 

--Ela te ama Jin, não se atormente. Tiro minhas mãos de seu rosto e Pego em suas mãos. -- Não atormente o seu coração. É a última fase da vida! o que nos resta é aceitar e, nunca nos esquecermos do amor e carinho que essa pessoa nos dava. Sorrio. --Ela está em um lugar melhor do que esse mundo. Puxei o maior pela manga da blusa rosa molhada para a porta do estabelecimento. --Olha para o céu! Aponto pra cima, ainda chovia muito.

Ele me olha confuso mas faz o que eu pedi.

--Mais uma bela estrela nasceu no céu!    Ele sorri.

--Quando quiser falar com ela, olhe para o céu!   Ele ainda sorria.  --Ela não quer te ver chorando.  Limpo a lágrima que insistiu de cair de seu rosto.

Novamente ele me abraça: --Obrigada, Soo An!

--Foi nada, Jin! -- Digo sorrindo.

--Vem.  Limpa os olhos com a costa da mão. --Vamos embora.

--Jin, ainda tá chovendo. Eu não tenho carro. Dito isso, ele pega uma chave do bolso e chaqualhando o objeto me diz. --Eu estou!  Sorrimos --Eu te levo para a sua casa. Você vem comigo?   Diz e tomba a cabeça para o lado com um sorriso. Que fofo!

--Tá bom, vamos!  Sorri. --Jin, se você estava de carro, porque Você tomou chuva? Pergunto antes de sairmos novamente nessa chuva. Tô vendo que vamos pegar um resfriado. 

--É que, eu estava triste. Estacionei o carro e comecei a andar. Até esbarrar em você, quer dizer, você esbarrar em mim.    Ri e cutuca o meu ombro.

Ele me parecia melhor não parava de sorrir. Eu fiquei triste por ele e agora eu estou feliz só pelo simples fato de ele estar sorrindo. Acho que encontrei um bom amigo. Saímos do estabelecimento, ele pega em minha mão e juntos corremos até o carro. Caramba Jin, por que você estacionou o carro na rua de trás do estabelecimento? Corremos, ele desliga o alarme do carro e abre a porta para mim.

Que menino cavalheiro! Entramos rapidamente. Jin, liga o carro e dá partida.

-- Soo An?!    Olha em meu rosto. --Você me diz o caminho da sua casa tá! 

--Tá,Jin.  Vira a direita.

Ele vira a direita. 

--Soo An, quantos anos você tem? Pergunta sem tirar os olhos da direção.

-- 17 anos e você?   Pergunto olhando para a janela vendo a chuva cair cada vez mais forte.

-- 26 anos. Você faz alguma faculdade? Perguntou-me me olhando e ele liga o ar - condicionado.

-- Semana que vem começo a minha faculdade de Direito,na área de Juíza.

--Wow! Me olha surpreso --Parabéns! Sorrimos. --Em que universidade você vai estudar?

--SNU. Jin,vire à esquerda.

Novamente ele me olha e sorri e  se concentra na direção e vira a esquerda. 

-- Eu já fiz faculdade lá. De administração, na semana que vem vou  começar a fazer a faculdade de direito. Também!

--Sério! A gente se encontra lá na semana que vem. 

--Verdade, agora vai reto?

--Sim.   Respondo será que ele sabe onde eu moro?

Ele sorri e volta a olhar a direção.

Jin, tem um lindo sorriso. Na verdade está se tornando o meu sorriso preferido... Pera, quê?  Mais é verdade.

--É nessa rua?

--Sim, minha casa é aquela.  Aponto.

Ele ri novamente.

--O que foi? 

-- Oii, vizinha.  Desliga o carro, nesse momento a chuva havia parado. Então ele é meu vizinho, não tinha o visto.

--Oii vizinho.  Sorrimos -- Eu acabei de me mudar e não vi você.

--Que estranho, somos vizinhos e não nos vimos. Ele ri.

--É.. obrigada por me trazer, Jin! Retiro o cinto de segurança.

--Obrigado você, por me ajudar.. só você conseguiu me acalmar. Obrigado!  O maior se aproxima e deposita Um beijo em minha buchecha. Coro com o ato do maior, novamente Meu coração se acelera. O que esse menino tem?

--Ahh... Não foi nada, Jin.   Tento vencer a minha timidez, por fim, consigo e retribuo o beijo na buchecha de Jin. Você pode dizer: 'Ahh, mais é apenas um beijo na buchecha. O que tem demais?' Pra mim é! Eu só fiz porque... Porque eu quero! Simples.

Descemos do carro e quando eu estava abrindo o portão da minha casa .

-- Soo An..  Olho para trás. -- Você aceita sair comigo segunda á noite?! 

Será que eu aceito?








Notas Finais


Oii gente,novamente. Hehe*-*
Comentem se gostaram do Capítulo! ♡♡♡
Então, esse capítulo estava pela metade e hoje eu terminei. Era pra mim ter postado o mês passado..Mas por conta de um fato, chamado: PREGUIÇA o nome, não postei kkkk
Bom,foi isso meus Toddynhos!
Até o capítulo nove! Beijos ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...