1. Spirit Fanfics >
  2. I Will Never Forget You >
  3. Domingo agradável

História I Will Never Forget You - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


nhooi

Capítulo 19 - Domingo agradável


Fanfic / Fanfiction I Will Never Forget You - Capítulo 19 - Domingo agradável

As coisas estavam estressantes para Madison. Seu passado apareceu nos jornais e isso resultou em murmúrios pela cidade e olhares por onde ela passava.

Duas semanas se passaram sem que ela saísse de casa ou desse algum sinal de vida para o mundo. Maddie se trancafiou; não queria receber visitas e nem atendia seu telefone ou visualizava as mensagens de seus amigos. Entravam em seu quarto apenas seus pais e Zack, e de vez em quando conversava com sua irmã quando ela ligava para o telefone fixo da casa, mas nunca atendia o próprio telefone.

Enquanto estava enfurnada em seu quarto, ela apenas ouvia música e assistia suas séries e animes.

Durante uma tarde tediosa e calorosa, Madison decidiu que um bom banho lhe faria bem. Isso a acalmaria e os pensamentos ruins iriam lhe dar algum mínimo descanso.

Com o celular posicionado com uma boa música tocando, ela despiu-se. Entrou no chuveiro e sentiu a água gelada cair sobre o seu corpo e se permitiu relaxar.

[...]

Lúcia estava na cozinha fazendo os seus famosos macarons que todos amam e comem com muito prazer. Aquele domingo estava ótimo para comer um desses!

A campainha tocou. Logo a mulher tratou de limpar suas mãos e retirar o avental que usava. Correu até a porta e finalmente a abriu.

- Oh. Olá. – Sorriu docemente. – Em que posso ajudar?

- Boa tarde. Meu nome é Lysandre, sou colega de classe da Madison.

- Ah, claro, entre. – Deu passagem para que o menino entrasse. – Você veio para ver a Madison, imagino. – Disse ao fechar a porta e se aproximar de Lysandre.

- Isso mesmo.

- Eu não sei se ela vai querer vê-lo, ela ainda está meio abatida com tudo o que houve. – Explicou. – Mas você pode tentar, quem sabe ela muda de ideia. Eu ficaria feliz com isso.

- Eu adoraria.

- Ótimo! Venha comigo.

Ambos seguiram caminho até o quarto da garota. Lúcia bateu na porta, mas não houve resposta.

- Madison, querida, você tem visita.

Nenhum barulho sequer.

- Ela deve estar ouvindo música alta no fone de ouvido outra vez. – Falou ao menino. – Pode entrar.

- Tem certeza?

- Tenho sim, fique a vontade, querido.

Lysandre entrou e a primeira vista não havia ninguém. Durante uns instantes ele apenas observou o lugar, cada detalhe. O mural de fotos de Madison estava cheio de fotos em família, com amigos, papéis com poemas e textos escritos a mão e algumas flores coladas com fita. Logo ele pensou que aquele mural era bem a cara da Maddie e sorriu com esse pensamento.

Subitamente a porta do banheiro do quarto se abriu, revelando uma imagem de Maddie com cabelos molhados e enrolada em uma toalha. Por instinto ela soltou um grito, assustada. Lysandre arregalou os olhos e imediatamente a cor vermelha tomou suas bochechas.

- Lys?!

- E-eu... e-eu... – Estava paralisado. – E-eu volto dep-pois. – Saiu do local mais rápido que um raio.

Um pouco mais tarde, quando já estava arrumada, Madison respirou fundo e foi até a porta, abrindo-a.

- Oi. – Deu um sorriso sem graça para ele. – Pode entrar.

Lysandre entrou um pouco hesitante. Suas bochechas esquentando e um clima estranho se formou entre eles.

- Eu... não esperava sua visita. – Comentou ao fechar a porta, tentando descontrair.

- É-é, hã... Rosa me pediu pra vir.

- Pediu? E por que ela mesmo não veio?

- Ela queria vir, mas não queria que você recusasse uma visita dela de novo. – Respondeu. – Então ela pediu que eu viesse.

Por um momento, Madison sentiu-se um pouco culpada.

- Eu trouxe sorvete, da Rosalya, ela me pediu pra trazer. – Entregou a sacola com um pote de sorvete para ela.

- É, eu costumo ficar mais calma depois de tomar sorvete.

- Foi o que ela disse. – Sorriu.

O silêncio se instalou por mais alguns minutos.

- Eu trouxe algumas coisas de nossos colegas.

- Oh. – Maddie caminhou até ele e sentou-se em sua cama, convidando-o para fazer o mesmo.

- Um mp3 com várias músicas do Alexy, as atividades dos últimos dias da Melody, um livro do Nathaniel, um console do Armin, um chaveiro da Violette e o Castiel e a Kim te desejaram melhoras. – Lysandre colocou todos os objetos em cima da cama.

- Nossa, eu não esperava por isso. – Falou, observando tudo o que ganhou. – Diga a eles que agradeço, por favor.

- É claro. – Ele sorriu.

Madison pegou tudo e colocou em sua mesa. Lys apenas a observou, preocupado. Sua aparência não era a das melhores; ela estava um pouco pálida e magra, quase não sorria e seu corpo pareceu fraquejar enquanto carregava tudo até a sua mesa de estudos.

- Sei que você já deve estar ouvindo muito isso, mas... – Começou, cauteloso. – Está tudo bem?

- Sim, é claro. – Virou-se para ele e sorriu falsamente.

Lysandre nada disse, apenas continuou a observá-la. Era óbvio que estava mentindo, mas por quê? Depois de tudo o que ela passou, era normal não estar bem. Então por que mentir?

- Okay.

Lysandre se levantou e caminhou até ela em silêncio, segurando-a delicadamente pelos braços.

- Mas estou aqui se precisar. Irei ser seu apoio.

No fundo ela sentiu uma pequena vontade de chorar, mas não o fez. Apenas assentiu com a cabeça em silêncio.

Ambos continuaram a encarar-se profundamente, era quase impossível para Madison desviar daqueles olhos intensos. Aliás, ela não queria desviar o olhar. Poderia continuar a encará-lo pelo resto dia, isso seria como uma grande bênção para ela.

Mas o momento foi interrompido pelo celular de Lysandre, que apitou brevemente avisando-o sobre uma nova notificação.

- É a Rosa. – Ele falou, olhando para a tela de seu celular. – Ela quer saber se você me recebeu e se está bem.

- Bom, é melhor você respondê-la então. – Respondeu a garota, caminhando em direção a sua cama e sentando-se. – Ou ela não vai parar de mandar mensagem. – Sorriu, lembrando do quão insistente sua amiga podia ser.

Lysandre enviou uma curta mensagem para sua cunhada, avisando-a que tudo estava correndo bem.

- Então... como vão as coisas na escola?

- Bem. – Ele sentou-se a frente da menina. – Todos sentem muito a sua falta. – Sorriu.

- Eu também sinto. – Deu um pequeno sorriso triste.

- Quando você pretende voltar?

- Eu não sei... – Disse baixinho, mordendo o lábio inferior hesitante. – Eu ainda me sinto um pouco mal, sei lá. – Encolheu-se em sua cama, abraçando suas próprias pernas.

- Não se apresse, leve o tempo que precisar. E se quiser conversar eu estarei aqui.

- Eu só preciso me distrair um pouco. Falar sobre isso só vai fazer com que eu me sinta pior.

Rosalya deu a Lysandre um breve resumo de tudo o que acontecera nos últimos tempos e, com isso, ele não sabia ao certo como deveria agir depois de tudo o que ela passou.

- Quer dividir o sorvete comigo? – Ela perguntou. – Podemos assistir um filme ou qualquer outra coisa.

Lys sorriu ao ouvir a ideia.

- Eu gostaria muito.

[...]

Algumas horas se passaram. A tarde foi passada com bastante sorvete e alguns filmes de comédia. Lúcia estava repleta de felicidade por sua filha ter saído do quarto pela primeira vez em duas semanas.

Mais tarde, ambos comeram os maravilhosos macarons da mãe de Madison e aquilo adocicou o domingo ainda mais!

Ao anoitecer, Lysandre decidiu ir embora, recusando educadamente o pedido de Dona Lúcia para jantar com a família.

- Eu te levo até a porta. – Madison anunciou.

Ambos caminharam até a entrada da casa. Maddie saiu para a varanda e fechou a porta atrás de si, ficando a sós com o garoto.

- Obrigada por hoje.

- E eu agradeço por ter me recebido. – Sorriu. – Espero vê-la na escola em breve.

- Eu vou pensar sobre isso. – Assegurou, sorrindo.

- Bom, eu preciso ir.

Madison assentiu com a cabeça, ambos encarando-se outra vez.

- Até mais, Maddie.

- Até.

Lentamente ele seguiu seu rumo e como de costume, ela estava a observá-lo ir embora, feliz pela tarde que tivera ao seu lado.


Notas Finais


Lys todo cutecute com a maddie e ela caidinha por ele kakakaka amo que amo

vejo vocês na semana que vem!












kissus da coxinha; 🍄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...