História I will protect you until the end (JiKook) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, TWICE
Personagens Chaeyoung, Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Jong-in (Kai), Kim Namjoon (RM), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook
Visualizações 37
Palavras 1.405
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, trago para vocês uma fanfic rápido só para passa tempo. Ultimamente estou escrevendo muito para passa as coisas desnecessárias que passavam na minha mente.

Boa leitura💛💚❤

Capítulo 1 - Protect you are my strongest side


Fanfic / Fanfiction I will protect you until the end (JiKook) - Capítulo 1 - Protect you are my strongest side

Pov. Jimin



Lá estava eu, com todos olhando para mim com desprezo. Eu já tinha me acostumado com isso, eu só entrava na sala e ia sentar lá no fundo.

Então já sentado eu abri a minha bolsa e peguei o meu caderno com o meu lápis. Quando eu tinha colocado tudo na mesa um dos meninos que estava em um grupinho foi chegando perto de mim.

Kai: Oi viadinho - disse chegando perto da minha mesa - esse caderno é lindo, querido eu quero um igual a esse! - desse ele pegando e amostrando para os amigos dele, que deram risada da atitude do amigo do outro lado da sala.

Jimin: Me devolve isso Kai - eu disse levantando e tentando pega o meu caderno da mão dele, mas ele estava levantando e rindo da minha cara.

Kai: O que foi? Não consegui pega? - quando ele termina a frase dele, ele joga o meu caderno no chão e pisa ele - agora eu quero que você viadinho persa com educação para mim.

Eu estava olhando para o mesmo com raiva, mas revolve fazer o que ele me mandou.

Jimin: Por favor Kai pode me devolver o meu caderno - eu falo já sem paciência com ele.

Kai: Não - ele fala friamente para mim, enquanto isso os seus amigos chegavam por trás de mim - vamos ensina para você o que é ser homem.

Os dois amigos dele me pegaram por trás e seguraram os meus abraços me deixando imobilizado.

Jimin: Me deixem em paz! - eu falei tentando me salta, mas não estava adiantando em nada.

Kai: Você vai.. - ele fala ao perceber que alguém tinha botado a mão no ombro dele.

Jungkook: Deixem ele em paz - ele fala com calma e todos da sala ficavam olhando para ele.

Quando ele falou isso o Kai mandou me solta e depois foram embora.

Ninguém daquele colégio batia de frente com Jeon Jungkook, ele era o mais famoso do colégio. Todas as meninas e meninos queria fica perto dele.

Jungkook: Você tá bem? - ele pergunta pegando o meu caderno do chão e limpando ele para depois entrega na minha mão.

Jimin: Se você tá com pena de mim não precisa, sério eu sei me vira - eu peguei o meu caderno e abracei ele contra o peito.

Jungkook: O que tem nesse caderno de tão importante? Em? - ele pergunta sentando na cadeira livre do meu lado.

Jimin: Minha mãe deu para mim - eu paro de abraçar o caderno e coloco ele na minha mesa e sento para fala melhor com o Jungkook.

Jungkook: Nossa... Aqueles idiotas estavam pisando nele - ele fala com raiva de lembra da cena.

Jimin: Não tem problema, eu já sou acostumado com isso que eles fazem comigo - eu falo olhando para baixo lembrando de tudo.

Jungkook: Desculpa... - quando ele fala isso eu fiquei confuso - eu sabia que eles faziam isso com você, mas eu não fiz nada para ajuda você... Eu sou um idiota, eu podia ajudar você, mas não ajudei.

Jimin: Eu... Eu não lego não iria funciona mesmo. Amanhã eles vão me zoar de novo mesmo - eu levantei a cabeça com um sorriso - eles fazem isso só por causa da minha sexualidade, mas eu não ligo - eu viro para ele sorrindo - muito obrigado por me ajudar.

Ele ficou olhando para mim e eu fiquei um pouco desconfortado com o seu olhar sobre mim.

Jungkook: Eu sempre achei você bonito, agora que esta sorrindo eu achei você a coisa mais fofa do mundo - ele fala e eu abaixo a cabeça com vergonha.

Namjoon: Bora Jungkook tem professor na sala! - o amigo dele tinha gritado lá da porta da sala.

Jungkook: Já estou indo! - ele gritou como resposta para o amigo - nos vemos na saída - ele saí da sala, mas antes de sair ele pisca para mim.



Q.D.T



Lá estava eu na sala com o professor de Quimica. Ele estava falando uns coisas que eu não prestava atenção só ficava olhando para a janela gigante do meu lado.

Enquanto eu olhando aquele grupinho a cada minuto que o professor ficava de costas eles jogavam bolinha de papel em mim.

Eu já estava perdendo a paciência, mas não fiz nada, pois podia piora minha situação amanhã.

Chaeyoung: Professor o Kai e o grupo dele estão jogando bolinha de papel no Jimin - eu imediatamente virei e olhei para a menina que estava do meu lado. Ela me olhou de volta e sorriu.

Professor: Kai e o grupinho aí a trás, para a diretoria - eles levantaram e olharam para a menina e a mesma deu dedo para eles.

Eu não acredito, uma menina me protegeu. Espera, essa é a Son Chaeyoung a meia irmã do Jungkook. Ela é nova aqui na sala.



Final da aula



Eu peguei as minhas coisas e fui embora, mas uma menina chamada Son Chaeyoung me chamou.

Chaeyoung: Ei Jimin espera aí! - eu paro e espero ela chegar perto de mim - agora vamos.

Jimin: Por qual motivo me protegeu naquela hora? - eu pergunta para ela enquanto andávamos até a saída.

Chaeyoung: Não gosto do jeito que eles tratam você - ela fala com um expressão de raiva - não gosto de pessoas com a mente pequena, que é o caso deles.

Eu rir da resposta dela e continuei andando e conversando. Eu estava com muito saudade de conversar com alguém, geralmente todos ficam falando coisas ruim de mim. E eu acho isso uma idiotice.

Kai: Oi seus gays - ele aparece na nossa frente e fica rindo - que coisa né. Olha como esse mundo tá ficando, cheio de pessoas que não preta.

Jungkook: Quem não preta é você! - ele fala com um pouco de dificuldade e com alguns machucados - você pensou que podia me para com aqueles idiotas? Fala sério, era brincadeira não é?

Ele chega perto de mim e olha nos meus olhos. Seu rosto estava muito machucado e suas mãos também, mas eu acho que ambos os ferimentos são por uma coisa diferente.

Jungkook: Ele te machucou? - eu nego com a cabeça - que bom, pelo menos agora eu cheguei na hora certa para te proteger.

Eu sorrir para ele e abracei o mesmo, estava muito feliz por alguém ter acabado com todo o sofrimento que eu passava todo o dia.

Kai: Fala sério, você são o quê? - ele pergunta com raiva - dois viadinhos namorando?

Jungkook: E se estivemos mesmo namorando, o que você vai fazer? - ele pergunta depois bota a mão no meu rosto, ele me dar um selinho demorado.

O Kai fica sem resposta, ele fica olhando com expressão de nojo.

Kai: Eu tenho nojo de vocês - ele ia ir embora, mas a Chaeyoung chamou a atenção dele.

Chaeyoung: Por que? O que fizemos de tão ruim para vocês? Nós só queremos vive feliz! - ela fala com uma certa tristeza - nós só queremos viver sem pessoas como você atrás da gente. Você ia querer isso?

Ele olhou para ela e não falou nada, só sorriu e foi embora.

Jimin: Obrigado - eu falei e o Jungkook olhou para mim - eu não sabia que você gostava de mim.

Jungkook: Eu sempre gostei, mas não sabia que as pessoas da sua sala estavam fazendo bullying  com você - ele me abraçou - eu prometo de proteger até o fim.

Jimin: Obrigado - eu retribuí o abraço - aliás, aquele caderno minha mãe me deu para eu desenha, ela era a única de casa que aceitava a minha sexualidade. Então ela disse para eu desenhar quando eu tiver triste que passava.

Jungkook: O que aconteceu com a sua mãe? - ele pergunta quebrando o abraço.

Jimin: Ela morreu já faz 2 anos - ele me abraçou de novo, talvez ele queria me conforta - eu estou morando com a minha tia.

Jungkook: É por isso que eu vou te proteger - ele olha para mim fazendo eu sorrir com a sua atitude.

Chaeyoung: Já chega disso, vamos para casa - ela fala já saindo e começando a andar.

E assim eu finalmente conseguir ter o amor que minha mãe me dava quando eu era criança. O Jungkook era uma pessoa muito amável e engraçado e como ele prometeu, ele vai me proteger até o fim.









~~~FIM~~~




Notas Finais


Espero que tenham gostado.

Desculpa qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...