História I would die for you - Destiel - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Crowley, Dean Winchester, Meg Masters, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Bottom Castiel, Bottom! Dean, Destiel, Romance, Supernatural, Top Dean, Top! Castiel
Visualizações 78
Palavras 845
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 2 - Nós temos trabalho pra fazer.


Na manhã seguinte, o Sam vai no quarto do Dean e tenta acordar ele.

- Deeeean - Sam sacode ele. - Deeeean, acorda!!

Não dando certo ele vai e joga um copo com resto de "água".

- que merda é essa, cara?!?!

- tô acordando você! Te sacudi e nada de acordar.

- e por isso me jogou... - Dean pergunta testando o sabor. - ... vodka?

- isso é vodka??

- por quê jogou vodka em mim?

- achei que fosse água. Desculpa.

- "eu achei que fosse..." - Dean debocha indignado.

- quer saber? Nós não temos tempo pra isso.

- do que você tá falando? - Dean pergunta confuso.

- nós temos trabalho pra fazer!

- uurh... - Dean resmunga cansado.

- Levanta! É bom você tá bem arrumado pra um caso que vamos resolver em Los Angeles.

- Los Angeles???

- Dean, leia meus lábios! Tra-ba-lho.

- eu sei, eu sei. - Dean responde se levantando. - agora leia meus lábios! Mu-lhe-res. - Dean termina de falar e vai todo contente se arrumar no banheiro.

- oi, Sam!

- Cass?

- vocês vão sair?

- sim. Achei um caso em Los Angeles.

- é sobre o quê?

- um garoto foi encontrado morto atrás de um bar e ele...

- nossa que morte clichê. - Cass comenta interrompendo o Sam.

- dá pra respeitar as mortes?!

- não.

- então, ele... Foi encontrado com marcas de mordidas no pescoço.

- vampiros?

- sim.

- quer que eu vá com vocês?

- melhor não.

- por quê?

- enquanto eu resolvo esse caso, Dean vai ficar no strip club   .

- tem certeza de que não vai precisar de ajuda?

- tenho. Além do mais, ele precisa distrair um pouco a cabeça de tudo isso.

- e de mim, né?

- que isso! Não seja tão duro consigo mesmo.

- mas é a verdade. - Cass responde com um olhar decepcionado. - mas tudo bem. Eu cuido do bunker, podem ir!

Dean sai do banheiro já arrumado faltando só vestir o casaco de flanela.

- Cass? Tá fazendo o quê aqui? - Dean pergunta com cara de poucos amigos.

- não se preocupe! Eu já tô saindo.

- tanto faz. - Dean responde vestindo o casaco de flanela. - eu vou tomar um cafezinho antes de ir, quer um também...?

- uuh... Eu... - Cass responde nervoso.

- ... Sam?

- não, obrigado.

- tá legal.

Dean sai do quarto deixando aquele clima tenso e desconfortável.

- aconteceu alguma coisa entre vocês?

- nós tivemos uma discussão.

- de novo?

- sim.

- o que foi dessa vez?

- aah... Você sabe... É complicado!

- entendi. Bom, mas um motivo pra você não ir.

- é.

- fica bem tá, amigo!

- pode deixar.

- Sam, vamos!

- claro. - Sam responde com um sorriso amarelo. - tchau, Cass!

- tchau, se cuidem!

Naquela tarde, o Cass estava deitado na cama e assistindo The Vampire Diaries na Netflix. Quando de repente o celular dele começa a tocar.

ligação on

- alô?

- oi, Cass!

- Charlie?

- que saudade!

- como você tá?

- tô legal e você?

- mais ou menos.

- hmmm... Isso não é bom.

- onde você tá agora?

- tô em Roma.

- sério??

- sim.

- entendi. - Cass responde meio triste.

- que voz tristonha é essa?

- eu e Dean brigamos.

- nossa... que péssimo!

- é...

- vamos fazer o seguinte... Se teletransporta pra cá.

- sério mesmo?

- sim. Preciso animar meu amiguinho.

Nessa mesma hora o Cass se teletransporta e para atrás dela.

- dê meia volta!

Ligação off

Charlie vira e dá um abraço de urso no Cass.

- hora da diversão!

Naquela madrugada, Sam e Dean chegam exaustos no bunker e então o Sam desce às escadas e chama o Cass mas nada dele aparecer.

- que estranho! Ele falou que iria cuidar do bunker.

- éeéhhh... Ele faaaala muuito e... não cumpre naaada.

- Dean, você está bêbado, acho melhor você...

- coomo assim?? Eu tô óótimo!!

-Vai tirar uma soneca, Dean!

- hnmmm... Tá. Vooocê é chaato demaais!

- sou mesmo. Boa noite!

- vadia.

- idiota.

Dean vai direto para o quarto cambaleando, enquanto o Sam se senta na cadeira.

- onde será que ele se meteu? - Sam se pergunta já pegando o celular para ligar pra ele, quando de repente Cass aparece do lado do Sam.

- Jesus!

- deesculpe pelo susto.

- tudo bem. - Sam responde se recompondo. - onde você estava?

- Roma.

- Roma?? Foi fazer o quê lá?

- fuui ver uma veelha amiga.

- tá tudo bem?

- sim. - Cass se desequilibrada e apóia na mesa. - não.

- você tá bêbado?

- não faça perguntas estúpidas.

- saabe onde Dean está?

- ele tá no quarto mas...

Sam na mesma hora que volta o olhar para o Cass ele desaparece.

- é... Foi bom falar contigo também. - Sam fala se levantando da cadeira. - é melhor eu me aprontar pra dormir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...