História I would die for you - Destiel - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Castiel, Charlene "Charlie" Bradbury, Crowley, Dean Winchester, Meg Masters, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Bottom Castiel, Bottom! Dean, Destiel, Romance, Supernatural, Top Dean, Top! Castiel
Visualizações 282
Palavras 569
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiee!!
Boa leitura!!

Capítulo 3 - Madrugada estranhamente confusa (parte 1)


Sam foi tomar um banho pra se desinfetar do desespero e luxúria de fama de Los Angeles, logo após, ele sai do banheiro só de toalha.

- hello, boy!

- meu Deus!

- tente de novo!

- o que você está fazendo aqui? - Sam pergunta assustado.

- hey, eu faço as perguntas aqui!

- hum... certo.

- e à propósito, você está muito atraente!

- muito engraçado. Quer um prêmio? - Sam pergunta caçando algo pra vestir no armário.

- nossa que grosso! Feri seus sentimentos?

- se manda daqui, Crowley! Que inferno!

- o próprio... e rei! - Crowley ressalta convencido fazendo o Sam revirar os olhos.

- o seu ego está te ensurdecendo? - Sam pergunta se vestindo.

- e isso tudo é TPM?

- o quê?

- Winchesters... vocês nunca mudam?

- Crowley, o que você quer? - Sam pergunta sem paciência.

- saber onde está o Dean?! - Crowley pergunta curioso.

- pra quê? vai usar ele como uma máquina de matar? - Sam pergunta sarcástico.

- custava responde um "eu não sei"?

- tá dormindo.

- mesmo?

- mesmo.

- ele deve estar sonhando com os anjos. - Crowley fala irônico.

- provavelmente. - Sam dá uma risada nasal.

- quem diria?

- o quê?

- Dean e Cassie juntos!

- casalzão.

- como você aceitou isso?

- no mesmo momento que o Cass falou: "Dean e eu temos uma relação profunda". Já comecei a aceitar e... Eu também não tenho nada contra então...

- entendi. Sabe? Eu sempre brincava com esse fato mas nunca pensei que iria acontecer.

- éhh.. Desejos se tornam realidade.

- tô vendo.

- então... - Sam indaga coçando a garganta. - Será que chove hoje? - Sam pergunta nervoso.

- você realmente não sabe como agir, diante dessa situação, né? - Crowley pergunta dando uma risada nasal.

- é meio complicado e confuso mas acho que acostumo.

- então... Dean, te contou alguma coisa do que aconteceu no purgatório?

- não.

- não? - Crowley pergunta surpreso.

- não.

- nada mesmo? - Crowley pergunta franzindo as sobrancelhas.

- nada.

- que estranho! - Crowley responde sem acreditar.

- o purgatório não é qualquer lugar.

- ou ele não quis te contar.

- é talvez... Por quê você está me perguntando isso? 

- só curiosidade. 

- entendi. - Sam responde desconfiado. 

- bom, acho que vou indo...

- veio aqui só pra jogar conversar fora?

- sim. Quer dizer... Talvez.

- eu não acredito.

- o quê? Eu estava carente hoje. - Crowley dá um sorriso irônico e desaparece.

- que desperdício de tempo foi esse? Que droga, Sam! - Sam se pergunta indignado. - melhor dá uma olhada no Dean.

No quarto do Dean, em plena madrugada com os dois "pombinhos" bêbados, Cass sem pensar direito resolve fazer um agrado ao Dean.

- oohh... Meerda, Cass! - Dean geme perdido em um mar de prazer.

- oh! Desculpe. Isso é bom pra você? - Cass pergunta apertando com mais pressão o membro dele.

Dean estava quase tendo um orgasmo, ele agarrava com tanta força o lençol que pouco a pouco ia rasgando.

- que foi? Prefere que eu faça isso? - Cass lambe a glande do Dean.

- Caaass... Por favor... - Dean morde os lábios pra controlar os gemidos.

- por favor o quê? - Cass pergunta inocente.

~huuh... DEAAAN!!!~ - Sam brota na porta chamando o nome do irmão.

Cass se assusta e olha desesperado pra porta. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...