1. Spirit Fanfics >
  2. Iam not my parents >
  3. Dream on or dream off?

História Iam not my parents - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Dream on or dream off?


Fanfic / Fanfiction Iam not my parents - Capítulo 2 - Dream on or dream off?

“Porque metade de mim é o que eu grito,

Mas a outra metade é silêncio...

Porque metade de mim é partida

Mas a outra metade é saudade...

Porque metade de mim é o que ouço

Mas a outra metade é o que calo...

Porque metade de mim é o que penso

Mas a outra metade é um vulcão...

Porque metade de mim é a lembrança do que fui,

A outra metade eu não sei...Porque metade de mim é abrigo

Mas a outra metade é cansaço...

Porque metade de mim é platéia

E a outra metade é canção...Porque metade de mim é amor

E a outra metade... também.”

☆CENA 1

-Escuta...

Noah Voldemort suspira e da ênfase aos berros.

-eu sou a aberração.

-eu sou o aloprado.

-eu sou o problemático.

-eu me meto em brigas.

-eu decepciono as pessoas.

-o que quer que faça, não deixe noah bravo. Ah, lá vai ele de novo, em uma daquelas fases. Noah mal-humorado. Noah irritado. Noah imprevisível. Noah louco.

O garoto fita os olhos de Sina Malfoy, porém não para de desabafar.

-mas não sou um conjunto de sintomas. Não sou uma vítima de um pai horrível e de uma composição química mais horrível ainda. Não sou um problema. Não sou um diagnóstico. Não sou uma doença.

-não sou uma coisa que precisa ser salva.

O garoto respira fundo e sussurra.

-sou uma...pessoa.

Pela primeira vez ele dizia o que realmente sentia, ele não era um vilão de quadrinhos mas não buscava ser um herói. Simplesmente humano, a dor de sentir a mortalidade.

Sina sentiu a humanidade do garoto e com um aperto no coração, o abraçou forte mas logo, Noah se afasta e sua feição muda rapidamente para uma caricatura que gostaria de mostrar, amargo.

-Sina...não confia em mim...Eu não confio em mim...

-sabe de uma coisa, malfoy?

Seria fácil ou possível te esquecer por mais de um segundo?

eu te mando embora e falo coisas da boca pra fora,

como se da boca pra dentro eu pudesse te arrancar

ou como se o avesso do que sinto pudesse te mudar...

Seria possível mesmo possível te apagar da memória?

eu tento enganar, dizendo que nunca mais, que tanto faz...

mas palavras ocas não podem me libertar de você,

assim como inferno nenhum pode te levar tão longe

a ponto, de mim, eu te perder.

Simplesmente sina apenas diz “que não sabe o que dizer" e uma risada irônica, de noah, ecoa pelo espaço.

-não sabe o que dizer malfoy? eu te amo, sempre te amei.

Sua voz se torna rouca.

-mas o que é o amor para você sina? O que é o amor para mim? UM GRANDE TALVEZ? UM GRANDE NÃO SEI O QUE DIZER?

Noah segura o queixo da menina e cola as suas testas.

-eu te amo mas não quero mais amar.

Não devo amar

Você não sabe amar

Me amar

Sina não aguenta mais ficar quieta, seu coração se expande de uma forma eletrizante e joga tudo para fora.

-Voldemort,

Todo mundo sente dor e as respirações são as mesmas, as dores podem ser diferentes mas o ritmo do coração é o mesmo, as veias pulsando e a lágrima presa entre os olhos.

Talvez você não se ache forte o bastante mas ser humano isso te torna eterno.

Lute mas não esqueça que o poeta está vivo dentro de nós, ele não morreu apenas foi conhecer o universo, os cosmos, a lua, o sol e até mesmo a estrela dalva, mas quando ele voltar ele irá contar tudo para nós, dentro de nós.

Noah da um meio sorriso e se aproxima da garota colando os seus corpos e transformando a respiração em um só.

-Ah,Malfoy você sabe né? Ninguém vai pro céu mas se você for eu irei até ti e não existe diabo que irá impedir.

Porque eu sei que garotos bons vão pro céu e garotos maus vão para onde quiserem.

E eu quero ir pros seus sonhos mais exóticos.

dizem que os sonhos não são uma realidade, mas quem é que decide o que é e o que não é? Quero procurar onde eu possa te conhecer sem você me contar.

Quero descobrir o poeta que existe em você, seus universos, explosões e paixões.

Ah...paixões. Largaria tudo para viver com

Você.

Loucura não é? Mas será que você é louca como eu? Eles dizem que para sobrivever tem que ter um pouco de loucura, primeira vez que concordo com eles.

Ah, querida. Sabia que minha maior vontade é você? Mas minha maior saudade, sou eu.

Ei era melhor no passado do que sou no presente.

Sinto falta da infância, da esperança...esperança? Perdi quando me desecontrei mas sera que um dia ja me encontrei?

Ah, meu bem queria você para mim, mas tudo que posso te dar é solidão e ar para respirar.

Me desculpa.

Não estou pronto para você porque não estou para mim.

Sina cola os lábios em noah e sussurra em seu ouvido.

-não quero nada de você, além, você.

Noah a beija intensamente, como ondas do mar turbulentas e a menina retribui de maneira calma, como ondas do mar serenas. E sai o perfeito contraste imperfeito. O imperfeito é a perfeição mais linda de se ver.

Ouve se um estrondo na pilastra e a mesma cai perto dos dois. Não era um Deus, longe disso, era alguém magoado e a mágoa leva o ódio.

Josh malfoy.

Encarou os dois com o sangue fervendo em seus olhos e foi embora.

Sina deu de ombros e noah suspirou e correu atrás do menino, enquanto a garota revisou os olhos

☆CENA 2

-Temos que agilizar logo esse plano! Eu não aguento mais por causa desse plano, eu tive que transar com o nojento do krystian snape. Nem sei como ele descobriu!

Diz Bailey Potter irritado, mechendo nos papéis, enquanto sofya de braços cruzados solta uma risadinha.

-Duvido que você...potter...

-não gostou.

Madelaine e Taylor Voldemort completam a frase de sofya lovegood.

Potter da um tapa na mesa.

-CALEM A BOCA.

O garoto respira fundo e logo olha para as Voldemort com um sorriso irônico nos lábios.

-logo vocês, Taylor e Madeleine. Sabemos que o noah não negaria esse plano mas já vocês?

-não julgue um livro pela capa.

Dizem as duas em conjunto e logo sofya franze a testa.

-espera aí, Cadê o Noah Voldemort?

☆CENA 3

Sofya entra no quarto onde estava Joalin e respira fundo.

-Eu não aguento mais, tá legal?

Joalin arqueia a sobrancelha e se aproxima da garota confusa, mas seus ouvidos em bom tom.

Sofya respira fundo e fita os olhos da menina.

-eu gosto de você, sempre gostei de você, ver você flertar me mata de ciúme, eu sei que é errado, eu sei que não deveria, eu sei que...

Joalin a cala com um beijo calmo e sedento para sofya

-eu já sabia.

Diz joalin e pisca para a garota o que deixa a mesma sem rumo, sem norte, apenas um frio que foi esquentado.

☆CENA 4

Noah corre ofegante até Josh e segura o braço do mesmo e Josh para de andar, ainda de costas para noah.

-espera. Por favor. Malfoy.

Josh se solta de noah porém continua parado de costas.

-não, Voldemort. Eu gosto de você é você gosta da minha irmã, sabe o quanto isso machuca?

-Sei...

Josh se vira para noah, quase sem fôlego.

-NÃO, NÃO SABE. O QUE É SER BASICAMENTE UM BASTARDO. ODIADO PELA PROPRIA IRMA E O GAROTO QUE EU GOSTO, GOSTA DA PORRA DA MIMIA IRMA.

Noah respira fundo e acaricia o rosto do rapaz o tornando um pouco vulnerável.

-desculpa...Eu não sabia de tudo isso e...você merece mais Josh e sua irmã também. Eu amo os dois e meu coração pertence aos malfoys

Josh se aproxima do menino e noah o beija calmamente e Josh retribui da mesma forma.

Ondas serenas no mar.

O beijo acaba com selinhos

-inferno! Vocês me deixam confusos.

-é isso que os malfoys fazem.

Josh pisca para noah e sai.

☆5 CENA

Lamar estava sentado na estufa conversando com Sophie sobre Daphne, a irmã deles que iria chegar em hogwarts.

-Daphne sempre foi afastada da gente, ela é aquele corvo nojento que ela carrega nos ombros.

Sophie ri com os dizeres de lamar.

-ela não terá medo da gente lam,ela é bem pior que o nosso segredo.

Lamar olha para trás e vê uma menina de cabelos cacheados de preto e com um corvo no ombro.

-em falar no diabo....


Notas Finais


Espero que gostem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...