1. Spirit Fanfics >
  2. Iara A Historia Nao contada >
  3. Capitulo X -Tempestade

História Iara A Historia Nao contada - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpa a demora pra escrever mas vou tentar terminar em breve

Capítulo 10 - Capitulo X -Tempestade


Fanfic / Fanfiction Iara A Historia Nao contada - Capítulo 10 - Capitulo X -Tempestade

A comemoração havia sido maravilhosa e incrível  até mesmo em novas descobertas novas emoções e sentimentos e com olhares furiosos de minha tia e primos ,e pergunto como eles poderiam ser filhos de meu tio que era um homem gentil e bondoso com todos e que sempre foi um excelente tio mesmo que tenha sido o unico que tenho ou conheço.

A noite já tinha diminuido sua luz que vinha da lua e das estrelas brilhantes podia se ver que o tempo estava se fechando ,e o vento frio me mantendo alerta mesmo que no momento nao houvesse perigo algum apenas o silêncio mostrando o final da comemoração e o começo do descanso noturno ,de dentro da minha oca podia ouvir a chuva começando a cair de forma bruta acompanhada de relâmpagos e trovões.

Quando estava preste a me perder em meus sonhos abro meus olhos por impulso como se alguem me avisasse ,e com o clarão  de um relâmpago  revelando meus primos que ali estavam ambos com facas nas maos mas entre mim e a faca de  kênaue era muito menor pouco mais com um dedo.

-Me Solte o que você  pretende com isso ? 

--Acredite priminha estou fazendo algo que não  sera só bom pra mim,mas que terei prazer em fazer.-Disse Kenauê aproximando a faca do meu pescoço .

-Solta ela agora !Falou Iro ameaçando o com a faca no pescoço  de Kauê .

- Nao vou perder meu objetivo por tao pouco.

Enquanto tento me soltar de Kenauê,Iro desmaia kaue e em seguida vem em minha direção olhando ferozmente para o Iro ,Kenauê durante minha tentativa de me soltar fez um corte  da porta do pescoço  indo em direção  ao meu ombro direito ,me jogando contra a parede batendo mimha cabeça e entao Iro e Kenauê se enfrentao enquanto meu sangue escorria pelo chão até que Iro o imobiliza e quebra o seu braço esquerdo e jogando Kenauê  contra o chão .

-Você esta bem ?O corte nao foi  grave ,vocé vai ficar bem.-enquanto ele tentava estancar meu sangue .

-Iro  atrás...-No momento em que ele se vira a faca de Kenauê entra em no peito de Iro o brilho de seus olhos iam se apagando lentamente ,meu coração  apertado e cheio de angústia e tristeza  junto com um grito de angustia preso em minha boca e mesmo se gritasse pareceria apenas susurros numa grande tempestade  enquanto sentia sua vida se esvair de seu corpo,meu corpo queimava intensamente com ódio aumentanto minha adrenalina insuportavelmente senti algo forte correndo por minhas veias que me deixavam forte enquanto curava meu corte e Kenauê me olhava com o horror e ódio seu irmao acordando  no canto perto da porta.

-Agora é  sua vez de morrer aberração.

Naquele momento simplismente deixei minha raiva me contralar e só pode assistir e sentir um sentimento de vingança e ainda uma sede de morte incontrolável e meu corpo estava disposto a mata los para saciar la .

Quando ele tenta um golpe com sua faca me esquivo por tras dele com um velocidade sobre humana  torcendo seu pulso e quebrando seu outro braço com uma força maléficae até demoníaca agarrando em seguida seu pescoço e arrancando seu coração com uma facilidade surpreendedora esmagando e reduzindo o caraçao a apenas sangue escorrendo por minha maos ja tinha perdido o controle total naquele momento ,jogando sem corpo sem vida no chão  deixando esse poder a flor a pele a ponto de talvez sobrecarregar .

Me virando e indo em direção a Kauê que estava la fora pedindo  por ajuda coko a chuva havia diminuido as pessos sairam para fora me vendo cheia de sangue sobre minha pele enquanto o suspendia pelo pescoço com os seus olhos azuis que agora estavao mais intensos .

-Maiara Solte o !-Disse o casique porem apenas o olhei cok despreso e arranquei o coraçao de Kaue e o esmagando igual o de seu irmão mas agr eu ja estava ssobre meu controle de novo e vi uma espécie de nuvem negra sendo absorvida por mim causando uma sobrecarga.

-Você sabe o que teremos que fazer casique ela foi possuida pelos espiritos malignos .

- Amarrem esse monstro -Ouvir meu proprio pai me chamar de monstro havia  me magoado mas se nao fosse por mim Iro ainda estaria vivo ,incapaz de lutar contra eles e matar mais alguem me rendi, talvez eu seja mesmo um monstro

 


Notas Finais


Obrigada por lerem até aqui ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...