História Ice Dreams - Capítulo 1


Escrita por: e Annnylly

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Visualizações 3
Palavras 1.058
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, LGBT, Magia, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi bolinhos♡♡

Eu espero que gostem dessa fic

Boa leitura :3

Capítulo 1 - I


•24 de dezembro, 1996•

O pequeno Min desenhava na janela da sala enquanto sua mãe catarolava Silent Night e arrumava a ceia de natal. Era sempre a mesma coisa. Sua mãe arrumava a ceia de natal, enquanto o seu pai e sua irmã mais velha iam a cidade comprar alguns presentes para o Min, a sua irmã e sua mãe. Ele já estava cansado de fazer a mesma coisa todo ano e também, de esperar seu pai. Sempre que ele ia a cidade demorava muito, principalmente nessa época do ano. Sua mãe já havia explicado que por conta de ser vespera de natal, as lojas estavam completamente lotadas e o trânsito era pior ainda, primeiro por estar nevando e a estrada se torna escorregadia como o mais puro gelo. Segundo porque várias pessoas entravam e saíam da cidadezinha. Mas, mesmo assim, o pequeno Min Yoongi não se conformava com isso.

Esse ele decidiu fazer diferente. Sua mãe estava ocupada cuidando do peru para não queima-lo, então o pequeno aproveitou esse momento e pulou com cuidado a janela da sala. Ele deu seu sorriso doce e gengival ao sentir o vento gelado bater em seu rostinho pequeno e fino. Ele começou a andar em direção a floresta escura, sem quase nem um pingo de medo. As corujas o olham atentamente enquanto a neve pálida e gelada caia em seus cabelos escuros como a noite, o pequeno nem imagin o bicho que lhe seguia sorrateiramente. O garoto estava maravilhado a dança que os flocos de neve faziam suavemente até chegar no tapete gelado e branquinho no chão, a criatura que estava atrás do mesmo pisou em um galho podre fazendo o mesmo se quebrar e chamar a atenção dele. O garoto se virou lentamente e viu um lobo o encanrando intensamente, o garoto se estremeceu todo como vara de bambu verde, sem nem pensar direito o mesmo começou correr com todas as suas forças e o lobo fez o mesmo.

Ele corria como se nunca houvesse o amanhã, como se o chão fosse cainda enquanto ele corria. Mas, ele chegou a beira de um pequeno penhasco, ele parou ele olhou para trás e lobo estava vindo até ele lentamente. Ele foi dando passos para trás e quando percebeu, ele já estava caindo em direção ao lago congelado, ele ia se aproximando rapidamente e em questão de segundos, pode-se ouvir o barulho do gelo quebrando e de seus ossos partindo-se em pedacinhos.

O garoto agora se encontrava dentro da água gelada que doia como mil facadas. Ele gritava dentro da água tentando voltar para cima, mas não conseguia, ele sentiu seus pulmões se encherem de água como um grande tanque d'água. O garotinho então parou de gritar, fechou seus olhos e desistiu de voltar para cima. Seu corpo ia afundando mais e mais. Mas então, alguém então entrou dentro do lago e o tirou rapidamente, jogando o corpo frágil e todo quebrado de Yoongi na neve fofinha, ele abriu os olhos e viu uma menina palida como a neve, seus cabelos eram brancos com algumas mechas em azul pastel, os olhos era azuis quase cinza e mmetade do seu rosto permanecia coberta por um cachecou preto. Ela o encarou ele por alguns minutos enquanto levava sua mão pequena de gelada ao peito do garoto, fazendo o garoto gritar de dor ao sentir seus ossos lentamente voltarem ao lugar, era como se a morte estive enfiando seus dedos dentro dele e juntando seus ossos como ato de tortura. Isso havia durado aproximadamente 20 segundos, mas para ele era como se demorasse horas. A garota retirou a mão do peito garoto e se levantou e olhou para a mesma que entrava na floresta, que logo desapareceu de seu campo de visão.

Ele olhou para trás e viu um caminho que ele conhecia muito bem, ele ficou um pouco aliviado. Ele começou a andar com um pouco de medo e muito frio.

•••

O pequeno garoto, estava cansado e com uma imensa vontade de chorar, suas pernas doíam por conta da densa camada de neve que tornava a caminhada do mesmo mais difícil. Ele por um minuto pensou em se deitar na neve e dormir, mas quando olhou para frente, viu as luzes de sua casa, ele sorriu aliviado e começou a correr. Ele corria o mais rápido que podia, mas a neve quase engolia a metade do corpo magrelo do garoto. Ele chegou a porta e começou a bater na mesma desesperadamente, enquanto algumas lágrimas teimosas insistiam de descer de seus olhos

- Omma! Omma!- ele chama pela sua mãe desesperadamente, suas mãos começaram a doer e adquirir um tom avermelhado e alguns cortes, que nem sangraran de tão gelada que a mão do garoto estava- Abra a porta!

Ele ficou encarando a porta por um tempo e logo seus olhos cederam a sua grande vontade de derramar sua lágrimas como um bebê abandonado com fome e medo no meio da floresta. Ele se sentou na neve e colocou sua cabeça entre suas pernas e os braços finos e ficou lá chorando

Sua mãe, seu pai e sua haviam saído para procurar-lo na floresta, mas não havia bem um sinal dele. Apenas, gelo quebrado. A filha mais velha dos Min sigeriu irem para casa e, mesmo sua mãe não querendo isso, eles voltaram para casa.

A senhora chorava por desespero e por não ter cuidado do seu filho mais novo e tão frágil quanto suas porcelanas chinesas. Ele chegaram na frente da casa deles e viram o pequeno corpinho do Min encolhido na frente da porta chorando, a irmã  do mesmo sorriu largamente e gritou correndocem direção dele

- SUGA!- ela chamou a atenção dele que o olhou com os olhos vermelhos de tanto chorar

Ela o abraçou fortemente e começou a chorar com o mais novo. Por um bom tempo, eles se soltaram do abraço e sua mãe o encaeava chorando por pura felicidade e alívio junto com seu pai.

- Graças a Deus você está bem meu filho- ele colocou a mão no rosto gelado como gelo maciço do garotinho- Você está tão gelado... Vamos entrar

A senhora pegou o mesmo no colo e ele a agarrou como se fosse um bebê coala. Ele deu uma última olhada na floresta e viu a garota que tinha te tirado lago o encarando com um sorrisinho, ele piscou e agora havia sumido... Como pegadas na tempestade de neve...


Notas Finais


Eu queria deixar bem claro que essa fanfic é baseada em uma fanfic taegi chama Jack Frost (disponível no wattpad) que eu simplesmente me encantei por ela, só que, a autora não atualiza ela desde o ano passado. Então, qualquer semelhança com a oitra fanfic, quero que saibam, que, essa fanfic foi baseada nela.

Obrigada por terem lido até aqui
Até o próximo capítulo

•XoXo•


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...