História Icegurt -OneShot Kaisoo- - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai
Tags Crack!fic, Kaisoo
Visualizações 499
Palavras 1.876
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, LGBT, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E aqui ta bolinho com um crack!!!
Eeeeeeeee
Demorei pra voltar a postar fic?
Demorei!
Essa fic ta nas minhas notas a um seculo!
Demorei pra posta?
Demorei!
Mas to aqui
E já to pronta pra posta mais uma (não oneshot)
E sim eu fumo ervas
Leiam e sejam feliz!!!

Capítulo 1 - Oneshot


Kyungsoo olhou pela janela para a casa ao lado, o vidro da janela fechado porém as cortinas abertas dando total visão para a sala da casa.

Kyungsoo era perdidamente apaixonada pelo seu vizinho, Kim jongin, que para falar a verdade Kyung nem sabia se Jongin sabia de sua existência.

Todas as noites depois do trabalho ele olhava pela janela pra ver o moreno fazendo qualquer coisa (os melhores dias eram os dias quentes, em que Jongin andava pela sua casa apenas de boxer) Porém algo ali chamou sua atenção...

O moreno estava no sofá chupando algo (não era um pinto) era um... Sacolé! (geladinho, din-din, chup-chup ou seja lá como se chama ai na sua cidade!) Mas... Era aquilo mesmo que Kyungsoo via? Esfregou os olhos confuso e percebeu que não estava pirando.

Jongin estava chupando um icegurt...

O bendito sacolé que Kyungsoo tinha raiva e pensava que estava extinto. Sua raiva do sacolé tem uma explicação bem simples! Em 2010 quando o icegurt bombou, todo dia que buscava sua irmã na escola ela lhe enchia para abrir mão de 50 centavos para a garotinha comprar seu icegurt... Esse era o problema de ter 18 anos e ainda morar com seus pais, fazer tudo! Desde de buscar a irmã mais nova até cozinhar pra toda a casa... Bem, agora seu maior inimigo de 8 anos atrás estava sendo chupado pelos lábios de Jongin e ele não.

Porém não negava que sentia levemente excitado com a cena. Jongin chupava com tanta vontade que logo Kyungsoo sentiu sua calça jeans mais apertada que o normal. "Caralho, como eu queria ser aquele icegurt pra ele me chupar desse jeito..." Pensou logo indo se aliviar logo, caso contrário gozaria a qualquer momento.

Ele até iria usar seu tão sagrado consolo de 23cm, mas ao abrir a porta do banheiro levou um susto.

-Quem é você? - Pegou sua escova de cabelo apontando em direção ao homem de cabelos vermelhos vestindo uma saia rodada com um cropped e meias 7/8. - Leva tudo! Mas deixa minha bunda quieta! - O homem riu.

-Me chamo G-Dragon! Vim atender seu pedido! - Kyungsoo encarou os olhos levemente vermelhos do outro. - Sim eu fumei mas é comum entre nós fadas!

-Fada? - Não sabia se era G-Dragon ou ele quem estava drogado.

-Vim realizar seu pedido! Você queria ser um icegurt pra ser chupado pelo Jongin não? - Kyungsoo afirmou.

-Mas espera, uma pergunta! Aquela porcaria ainda tá viva em pleno 2018?

-Digamos que eu visitei Jongin antes de você... - Coçou a nuca. - Ele pediu um carrinho de icegurt com icegurts infinitos... Tá lá na garagem dele.

-Eu acho que eu vou dormir, estou vendo coisas de tão cansado que estou! - Saiu do banheiro ainda ouvindo G-Dragon.

-Amanhã você será o que quer ser! - Bateu a porta do quarto pouco ligando para as palavras daquele drogado qualquer...

















Sentiu seu corpo extremamente gelado abrindo os olhos e acordando assustado. Não conseguia se espreguiçar, não conseguia mexer a cabeça, braços ou pernas. Com um pouco de esforço conseguiu girar os olhos se vendo cercado de icegurts gigantes, olhou com dificuldade pra si mesmo vendo então que aquelas drogas de G-Dragon realmente eram fortes. Tentou gritar mas não conseguiu, afinal era um icegurt sem vida.

Fechou os olhos e logo sentiu seu "corpo" ser erguido, viu Jongin sorridente olhando pra si.

-Você é o mais gostoso! - E assim entrou em casa se jogando no sofá.

"É agora!" Pensou ao sentir os lábios de Jongin se aproximarem para rasgar um pedaço do plástico. Logo começou a ser chupado e simplesmente não sentir nada.

Ficou incrédulo quando simplesmente depois foi jogado no lixo da cozinha sem mais ou menos.

-G-Dragon! - Começou a chamar, ou melhor, murmurar chamando a bendita fada que o colocou ali naquela situação. - G-Dragon! G-Dragon carai! - Logo o ser vestindo um biquíni e óculos de Sol apareceu. - Me ajuda!

-Que? - Sim, você leu e parecia que ele tava falando mas ele não tem boca seus jumento!

-Hhhaaaaammmmm

-Ata ata! - Tocou em Kyungsoo logo ele conseguia falar normalmente.

-QUE PORRA FOI ESSA? E por que você tá de bikini se você é homem?

-Primeiro, realizei seu pedido e você foi chupado por Kim Jongin. Segundo, eu tava na praia com meu namorado mas você interrompeu, e o bikini é meu eu visto ele como e quando quiser independente do que tenho entre as pernas. - Kyungsoo deu de ombros, quer dizer, daria se tivesse ombros.

-Não era isso que eu queria... Eu queria sei lá... Como posso dizer sem ser muito boca suja ou vulgar... Ah! EU QUERO TRANZAR COM ELE PORRA!

-Tudo bem então... Quer voltar a ser humano?

-É meio óbvio não? - E logo se sentiu crescer novamente e viu G-Dragon ficar cada vez mais pequeno. - Finalmente! - Mexeu os braços e as pernas ficando extremamente feliz com seu corpo. Mas logo percebeu que estava nú na cozinha do seu boy magia. - G-DRAGON MINHAS ROUPAS!

-Comigo não tem essa de frete grátis! Vai ficar peladão mesmo! - Kyungsoo ia pisar na fadinha mas no mesmo momento ele sumiu.

"Caralho e agora?" Pensou e ouviu passos, Jongin estava indo pra cozinha, sua reação foi se esconder embaixo do armário.

-Por que tem um pé aqui? - Só então percebeu que deixou seu pé aparecer e se xingou mentalmente. Jongin puxou seu pé até que saísse totalmente debaixo do armário. - Eu sou uma pessoa calma que não gosto de brigas então serei paciente... Por que tem um homem pelado na minha cozinha? - Kyungsoo ficou vermelho pela forma que Jongin olhava seu corpo, logo o moreno lambeu os lábios mas tomou novamente sua postura em seguida. - Espera, você é Kyungsoo! O vizinho do lado! - Não conseguia mexer os lábios então apenas afirmou com a cabeça. - Bem que Sehun disse que você tinha um bom corpo... - Como assim Sehun (seu ex-namorado) tinha amizade com Jongin?

-E-eu... estou morrendo de vergonha agora! - Cobriu novamente o rosto com as mãos choramingando.

-Mas por que você está pelado na minha casa?

-FOI CULPA DE UMA FADA DESGRAÇADA!

-Conhece G-Dragon? Aquele filho da puta... Pedi o carrinho com icegurts de morango infinitos, grande maioria é de uva, nossa como eu odeio uva! Mas... O que você pediu pra ele? - Kyungsoo respirou fundo, agora não dava pra simplesmente inventar uma desculpa.

-Vou ser direto... Tenho um crush em você desde de que me mudei, te vi ontem chupando essa merda e pensei "caralho me chupa!" G-Dragon atendeu e me transformou num icegurt, você me chupou e jogou no lixo. Ai eu expliquei o que eu realmente queria e ele me transformou num humano mas não quis me dar roupas... - Jongin sorriu traveso.

-De que forma você queria ser chupado afinal? - estendeu a mão ajudando o menor a se levantar, e logo o sentou no sofá.

-Vou mesmo precisar dizer? - Encarou o outro que girou olhos.

-Tá booooom! Eu sei o que você queria! - E assim atacou os lábios do menor ao seu lado.

Kyungsoo arregalou os olhos surpreso mas logo retribuiu dando passagem para as línguas se tocarem, sua mão direita foi ao pescoço do moreno puxando os pequenos fios da nuca e aprofundando o contato. Seus instintos o fizeram sentar sobre o colo do moreno rebolando ali soltando asfares entre o beijo. Se separaram e o menor escondeu seu rosto na curvatura do pescoço do moreno deixando selares sobre o local. Sentiu seu corpo ser erguido e quando percebeu já estavam no corredor prestes a entrar no quarto. Kyungsoo se assustou ao pensar que seria largado sobre a cama mas apenas teve o corpo fortemente empurrado na parede. Uma de suas pernas estava no chão enquanto a outra era segurada em volta da cintura do maior, que alternava entre lhe apertar as coxas ou sua bunda.

Soltou um gemido ao sentir os lábios do moreno em seu pescoço, recebia diversas mordidas e chupões que com certeza depois ficariam marcados. Suas mãos foram até a base da blusa azul escuro a puxando para cima e a retirando do corpo do maior que logo em seguida voltou a beijar os lábios de Kyungsoo. Ambos gemeram ao sentirem as ereções se tocarem mesmo que com uma calça inútil na frente. Jongin lentamente desceu sua destra sobre todo o corpo do menor parando em seu membro. Gemeu mais alto ao sentir a mão do maior o rodear e passar a move-la lentamente ali.

-Não acho que era isso que você queria na realidade... - Parou os movimentos com a mão ouvindo um resmungo em negação, mas logo se ajoelhou lentamente na frente do outro que logo sorriu para si.

Firmou ambas as mãos nas coxas fartas do outro aproximando o rosto de seu membro rijo, passou a língua por toda a extensão antes de envolve-lo com seus lábios, ouvindo um gemido mais alto saindo do menor. Começou lentamente a movimentar os lábios parando algumas vezes apenas para poder apreciar o rosto do outro. A destra do menor foi de encontro ao seu cabelo passando a ditar os movimentos enquanto mais gemidos eram ouvidos e cada vez mais altos.

Não demorou muito para que o menor se desfisesse na boca do outro que engoliu o líquido quente.

-Você ainda tá sujo... - Puxou o maior novamente pra um beijo no qual sentia seu próprio gosto. Ao se separarem, passou o polegar pelo canto do lábio de Jongin lambendo seu dedo em seguida.

-E como eu fico? - Apontou a visível ereção entre suas pernas e Kyungsoo apenas riu para si.

-Tudo se tem solução. - Se virou apoiando os braços na parede deixando a bunda empinada em sua direção.

Preciso nem falar mais nada!
















Kyungsoo estava sentado no sofá vestindo uma blusa de Jongin que ia até suas coxas e uma boxer também de Jongin. O moreno preparava algum lanche para os dois. Decidiram que agora limpos, depois de tudo e em plena 5 da tarde, ficariam até madrugada vendo séries.

-Mas como era a musiquinha? - Kyungsoo ouviu murmúrios no quintal.

-Icegurt é bom, bom bom demais!

-Falem baixo! Se não vão nos ouvir!

-Ouvir o que? - Kyungsoo encostou no batente da porta encarando os três meninos que roubavam o carrinho de icegurt.

-CORRE NEGADA! - E assim sairam correndo com o carrinho e Kyungsoo apenas riu.

-Roubaram teu carrinho de icegurt... - Kyungsoo disse calmamente e Jongin quase voou no pescoço do menor.

-E VOCÊ DEIXOU SUA MULA? - Berrou incrédulo andando até o outro.

-Aquela merda é ruim! Tenho raiva daquele treco!

-Mas é muito bom! E agora eu estou sem! - Jongin cruzou os braços fazendo biquinho.

-Você tem outras coisas pra chupar... - Olhou pro mais alto logo piscando para o mesmo. - Vamos, grey's anatomy nos espera! - Puxou a mão do moreno até a sala.

E então o pedido de Kyungsoo se realizou, o de Jongin foi apenas bom enquanto durou.

Quem sabe um dia o icegurt não volte para a felicidade de Kim Jongin e de todos nós?








 (Mas pra informação de vocês aquela merda é só yogurt congelado com um pouco de leite)


Notas Finais


E foi issooo
G-drogas sou eu na vida só fazendo merda
E espero q tenham gostado dessa brisa <3
E não rolou realmente o "lemon" por minha preguiça memo
Bjs de uma rapozinha-cervo!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...