1. Spirit Fanfics >
  2. Icha Icha project - Hentai >
  3. Obito Uchiha

História Icha Icha project - Hentai - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Obito Uchiha


Fanfic / Fanfiction Icha Icha project - Hentai - Capítulo 3 - Obito Uchiha

Aquela no restaurante


Obito e eu estávamos jantando no Ichiraku, fazia frio em Konoha apesar de não estarmos no inverno ainda, ele usava seu habitual uniforme shinobi pois acabara de voltar em missão.


Depois da quarta guerra mundial ninja ele ainda estava se redimindo aos poucos com a sociedade apesar de, cinco anos depois, receber olhares reprovatórios de ninjas, os civis que não sabiam dos acontecimentos o tratavam bem e ele voltava a ser o Obito de antes, ajudando idosos e fazendo deu máximo para proteger a vila.


Estávamos juntos a dois, ele era a melhor companhia para se ter - mesmo com os acontecimentos passados em relação a Rin, em que ele tinha fechado seu coração - e nosso relacionamento era sempre forte, e mesmo brigados ainda ficávamos juntos até fazer as pazes novamente.


E ali estávamos nos, jantando no Ichiraku após uma briga boba em que eu estava quase cedendo. Comia ramén com uma face irritada e Obito me olhava como se quisesse me pedir desculpas.


- S/N... - Ele chamou mas não o olhei, fingia estar concentrada em meu ramén. - Baby...


Baby


Ele sabia que eu não iria o ignorar quando ele me falava isso, a sua voz rouca e sexy em meu ouvido chamando minha atenção para si, dei um suspiro vencido olhando suas orbes negras.


- O que é? - Falei ríspida e ele deu um sorriso ladino, aquele maldito sorriso sexy.


- S/N, prometo não deixar mais minhas roupas da missão jogadas no chão... - Falou se aproximando de meu ouvido. - As únicas roupas no chão agora em diante, serão as nossas antes de irmos foder.


Um arrepio correu em minha espinha com a proposta libidinosa, engoli em seco ruborizando enquanto ninguém ao nosso redor percebia o que acontecia ali. A mão de Obito tocou minha coxa desnuda pelo o vestido e subiu aos poucos, ele fez um sinal de "shiu" com a mão direita e voltou a comer seu ramén calmamente enquanto eu fiz o mesmo.


Senti sua mão deslizar para minha calcinha, ela era rendada e muito fina, eu conseguia sentir sua mão quente me dando um leve choque quando esse passeou por ali e instantaneamente, fiquei molhada. Ele dedilhou por cima da calcinha fazendo uma leve fricção, por fora eu mantinha o máximo de autocontrole para não dar indícios do que acontecia para os outros no local, até porque a mesa que estávamos era nos fundos do restaurante -que por sinal havia mudado muito de uns tempos para cá- enquanto por dentro eu gritava sedenta para o homem ao meu lado me foder.


Ele colocou a calcinha de lado e se pôs a massagear meu clitóris que estava inchado e sedento por ele, fez movimentos rotatórios me fazendo engolir em seco e mordeu meu dedo de forma discreta afim de conter o gemido, ele desceu devagar por minha intimidade e inseriu um dedo ali em forma de gancho fazendo movimentos de vai e vêm, eu já não aguentava mais e estava prestes a gozar como ele atingindo meu ponto G. Deitei minha cabeça em seu ombro sentindo a sensação do orgasmo que estava próximo crescer em meu interior enquanto ele ainda fazia os movimentos.


- Se você gozar, vai ser punida S/N. - Ele falou baixo em meu ouvido enquanto eu via o seu volume nítido pela calça, mordi o lábio soltando apenas uma arfada quando atingi o orgasmo e Obito fingiu uma carinha irritada. - Vou ter que te castigar por isso, S/N.


- Pois me castiga, Senpai. - Praticamente gemi em seu ouvido de forma baixa enquanto ele tirava o dinheiro do bolso e jogava em cima da mesa, não se importando com o troco. Ativou o seu sharigan e o Mangeyko, usando o kamui para nos levar até sua própria dimensão.


Chegamos ali, as elevações cinzentas estavam com várias katanas, kunais, shurikens e suas outras armas ninjas além das suas habituais correntes. Sorri entendendo o que ele iria fazer.


Silenciosamente ele prendeu as correntes em uma das paredes cinzas dali, me chamou com um gesto e me ajoelhei, sendo presa pelos pulsos naquelas correntes pesadas. A excitação descia por minhas coxas, Obito tinha o seu sharigan ativado deixando ele ainda mais sexy que o normal. Tirou sua roupa devagar, primeiro o colete verde jounin, depois a camisa preta do uniforme deixando a mostra seu abdômen trincado com cada gominho bem separado e pedindo língua ali, ele tirou os sapata ficando apenas com a calça mostrando bem o seu volume.


- S/N, veja como você me deixou. - Apontou para a própria ereção, minha boca salivou de expectativa quando ele se aproximou tirando a calça e ficando apenas com uma boxer preta. - Você merece ser punida por isso, S/N.


Passou as mãos pelos meus cabelos os afagando e se abaixou para ficar na mesma altura que eu, tomou minha boca em um beijo casto e logo passou a mão pelo o meu corpo fazendo carinhos.


- Quando eu falar, você vai responder, ouviu S/N? - Acenei com a cabeça, estava inebriado de prazer - Eu não ouvi.


- S-sim, Senpai. - Gemi quando ele deu um leve tapa em minha intimidade sensível pelo o seu toque anterior, por cima da calcinha, minha excitação era tanta que escorria por minhas coxas.


-Boa menina .- Ele sorri, sedento, e beija meu colo desnudo em que havia apenas a calcinha separando minha intimidade de sua língua que passava lambendo e mordiscando o interior de minhas coxas em uma tortura deliciosa.


Minhas mãos estavam presas e tudo o que eu queria ela agarrar os cabelos do Uchiha e o forçar contra minha intimidade para ele ir mais fundo com sua língua e agora passeava de forma tortuosa por minha entrada molhada.


- Porra, S/N! - Ele tirou as correntes me puxando para sentar em seu membro que estava duro e já ansiando minha entrada pelo o pré gozo o denunciando.


Rebolei em seu colo de forma tortuosa enquanto nossos gemidos ecoavam pelo o local, sem nenhuma cerimônia, ele tirou a boxer se enterrando em meu interior, ele era duro e imponente enquanto eu estava apertava sentindo um leve incômodo mas a passagem fora fácil pela minha excitação dada as preliminares.


Um gemido sofrêgo saiu entre nós ecoando por toda aquela dimensão e eu comecei a sentar de forma rápida e em ritmo cadenciado enquanto a posição -além de o fazer se enterrar fundo em mim- fazia meu clitóris ser friccionado a cada estocanda aumentando ainda mais meu prazer.


Nos beijamos sedentos enquanto ambos atingimos o orgasmo, era o meu segundo apenas naquela noite e entre as nossas respirações descompassadas e seu líquido me preenchendo em jatos de prazer e minha excitação escorrendo por minhas coxas, começamos a rir de novo.


- Eu te desculpo, senpai.


Notas Finais


Esse hentai é da minha próxima longfic obisaku


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...