1. Spirit Fanfics >
  2. I'd give anything for your love >
  3. Cap 2 - Someone else to hate

História I'd give anything for your love - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


A capa foi feita por mim, Yayy :'3

Eu não sei desenhar desculpe

Capítulo 2 - Cap 2 - Someone else to hate


Fanfic / Fanfiction I'd give anything for your love - Capítulo 2 - Cap 2 - Someone else to hate

Vamos ir dar atenção para outras pessoas esse capítulo?....


Isso aconteceu alguns dias antes dos acontecimentos com os príncipes 


Em uma casa em outro país, teria um garoto com que sempre tentava usar roupas variadas porém tinha um pequeno padrão... todas as camisas tinham que ter uma manga grande o suficiente para tapar suas mãos, o garoto teria uma cor de pele que albina, cabelos castanhos claro, um de seus olhos era azul com uma pupila comum enquanto o outro olho era amarelo com uma pupila em formato de estrelas, o nome desse garoto era Ink... Um nome que fazia ele sofrer um grande Bullying afinal já não bastava ele ser gay não é?


O garoto estava animado afinal estava terminando um de seus desenhos, quais eles vendiam para conseguir comprar remédios para sua mãe adotiva que estava doente. O garoto tbm era ótimo em inglês então ele dava "aulas particulares" de inglês para juntar dinheiro, afinal seu pai adotivo parecia estar pouco se fudendo para sua mãe e isso o irritava muito.

Bom Ink finalmente termina o último desenho que tinham encomendado, ele já estava pronto para ir entregar aquilo quando... Seu pai adotivo entra no quarto....


—Moleque tenho uma surpresa pra você.…— o homem de cabelos negros diz olhando o pequeno artista...


O garoto achava que seu pai fosse dar à ele um kit novo de tinta ou ajudaria sua mãe....


—tu vai fazer intercâmbio no Reino Unido! — o homem diz como se estivesse querendo se livrar do garoto 


Nesse momento o sorriso do garoto se apaga....


— O.oque? — o artista diz olhando para o chão


—você irá fazer um intercâmbio de 4 anos lá, pode deixar que eu irei pagar tudo e quando você terminar já seja maior de idade! — o homem diz apenas querendo acabar com isso...


— M.Mas e.eu! — o artista é interrompido pelo homem que o puxa pelo pulso.


— Mas nada! Você vai ir pra lá amanhã cedo! Então vá arrumar suas coisas! — o homem diz de uma forma que pareça amedrontador.


O artista abaixa a cabeça sem muita escolha....


— Certo.... — o pequeno artista diz já com pouca motivação....



[no outro dia....]



Em outra casa uma senhora de longos cabelos negros e pele negra arrumava as coisas para um "visitante" no caso um garoto que iria vir para fazer intercâmbio lá, ela já teria até feito a matrícula dele antecipadamente no colégio... Então ela vai acordar o único de seus filhos que ainda dormia.... Error...

A garota abre a porta do quarto do filho que dormia em uma cama de casal afinal, o pai dele mimava bastante o garoto.... Já sua mãe, odiava que o pai dele fizesse isso.


— Bora, Bora, bora! Levanta! — a mãe dele diz abrindo as curtinhas das janelas do quarto e abrindo as janelas —teu quarto é um mofo garoto! — a mulher diz para finalizar.


O garoto de cabelos tingidos de vermelho levanta bocejando.


— o princeso acordou foi? Vai, pode ir se arrumando pro colégio ou tu vai levar só uma pra aprender! — a mulher diz saindo do quarto para seu filho se arrumar...


O garoto de pele negra e cabelos tingidos de vermelho levanta da cama xingando em seus pensamentos sua mãe afinal se ela ouvisse era a morte ali mesmo, ele vai para o banheiro fazer suas necessidades padrões. 

Depois disse Error respira fundo já estava sem ânimo nem um para ir pro colégio afinal teria os dois príncipes lá, porém ele suspira e vai vestir sua roupa...

Ele veste calças pretas com uma listra branca de cada lado, uma camisa vermelha e um casaco de toca preto.


Ele vai para a cozinha pegar algo para comer e acaba se reparando com um garoto um pouco menor que ele, de cabelos castanhos e pele branca.


—hm... Quem diabos é esse moleque Geno? — o garoto pergunta olhando seu irmão que estava mexendo no celular enquanto comia uma torrada.


 — A mãe não te falou? Esse aí é o Ink, ele vai fazer intercâmbio e tudo, tu sabe como é né? Então ele vai ficar morando com a gente até o intercâmbio dele acabar — o garoto diz desligando o celular e olhando seu irmão.


Enquanto isso o pequeno artista nervoso com a situação coça a própria nuca sem saber o que fazer então abre um sorriso enquanto olhava para o garoto de cabelos vermelhos, que estava com uma expressão nada boa...

Nesse momento Ink apenas queria sumir, ele já sabia que provavelmente estava corado e na estava imaginado tudo dando errado.


—Murf.... Tanto faz dês que ele não venha me encher o saco! — o garoto de pele negra diz pegando algo pra comer em seu quarto quando sua mãe chega e meio que ele seria obrigado a comer na cozinha.


A mulher ignora totalmente seu filho estar sem uniforme afinal aquilo já era normal e vai entrar o uniforme para o pequeno artista.


— aqui está, pode ir se trocar no banheiro — a mulher diz com um sorriso amigável.


—ah, muito obrigado senhora! — o garoto diz pegando o uniforme e indo se trocar no banheiro.



Error já estaria sentado comendo um pouco quando o "azar" resolve dar um oi....


—Error você vai dividir o seu quarto com o Ink — a mulher diz cruzando os braços.


Nesse momento o irmão de Error segurava a risada daquilo.


—O que?! Pq justo eu? —o garoto diz olhando sua mãe


— Pq eu sou sua mãe e eu mando em você enquanto você morar de baixo do meu teto garoto!


Error apenas olha pro lado já que sua mãe estava certa volta a comer com Ink chegando com o uniforme escolar.

Por algum motivo Error odiava o sentimento que aquele garoto dava a ele....


Depois de tanta coisa Error vai para o colégio de ônibus junto de Ink, ao chegarem lá ambos vêm os dois príncipes saindo do carro com motorista particular deles.


 — sinto cheiro de burguês safado.…— O artista diz de forma irônica 


 — pff haha, somos dois então — o garoto de cabelos vermelho responde sorrindo..


Ambos vão caminhando até a estrada da escola e ao chegarem na entrada Error olha Ink com uma expressão séria.


—Ink...


—Sim? — o artista olha para o garoto


—seguinte, eu não quero saber de você me atrapalhando então, se vira aí sozinho garoto! — o garoto de cabelos vermelhos diz saindo andando deixando o pequeno artista para trás


O artista se sentia meio mal já que pelo visto Error não gostava nem um pouco dele, porém não podia se deixar ser afetado, afinal aquilo era uma nova vida, e ele sentia que seria bem animado lá.




{não teve no último cap ma agora vai ter.... Continua}

Aliás próximo cap vai voltar pro Nightmare e pro Dream é nois 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...