1. Spirit Fanfics >
  2. Idas e vindas do amor - Girafa >
  3. Advogada do meu ex

História Idas e vindas do amor - Girafa - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Oi.

Capítulo 6 - Advogada do meu ex


No bar do seu Manoel o happy hour estava rendendo Gizelly e Tabata estava bebendo com gosto para comemorar mais uma vitória nos tribunais. Fazia uma semana que a advogada enrolava Rodolfo o sertanejo estava com sua agenda lotada o que dificultava marcar reuniões com Gizelly o que a morena agradecia aos céus, ninguém merecia ter um cliente tão sádico e psicopata assim. 

 

-E aí Gi, ainda pegando ninguém não?_Perguntou Tabata e sua sócia fez uma careta.

 

-Tô só a teia de aranha mana._Disse Gizelly entornando mais uma cerveja e está estava gelada. 

 

-Oooh sofrência._Brincou Tabata. 

 

-Eita que a bicha tá tomando todas._Disse Álvaro um amigo em comum de Rodolfo e Gizelly. 

 

Na verdade a advogada conhecia ele de outros carnavais. Da última farofa da Gkay.

 

-Senta aí viado!_Disse Tabata bem humorada. 

 

-Meninaxx vocês tão afim não de colar numa festa ali?_Perguntou o menino sorrindo malicioso, Gizelly sentia o cheiro de problema no ar. 

 

-Opa!! Bora quero beijar na boca._Disse Gizelly se soltando aos poucos naquela noite. 

 

-Miga tá com fogo em._Comentou Álvaro pedindo um Uber enquanto Tabata levantou para fechar a conta. 

 

-Mana eu tô é passada tu e o Rodolfo saíram juntos foi?_Perguntou Álvaro curioso e Gizelly arregalou os olhos. 

 

-Não viado! Eu hein, ele é meu cliente._Respondeu Gizelly fazendo um crucifixo com os dedos e beijando. 

 

-Eu dava pra ele todo dia, toda hora e a todo momento._Disse Álvaro parafraseando uma música. 

 

-MANA COMO UM CARA É CAPAZ DE TRAIR RAFA KALIMMAN?_Perguntou Gizelly sem acreditar que uma pessoa em sã consciência conseguiria fazer algo do tipo. 

 

-Tem trouxa pra tudo nessa vida miga._Respondeu Álvaro pegando a cerveja se Gizelly e bebericando. 

 

Quando Tabata voltou os três foram para frente do bar onde estava o Uber, enquanto Álvaro mexia no celular fazendo um stories que estava indo para a festa da Gkay, Gizelly e Tabata retocavam a maquiagem pelo menos para chegarem apresentáveis. Em frente ao local onde estava rolando a festa e as meninas foram na frente enquanto Álvaro dava em cima do motorista.

 

-Gente não me julguem ele é um gato, goxxxtoso._Disse o menino e as meninas riram da careta que ele fez.

 

-Vamos!! Que é hoje que eu vou brigar na boca._Disse Gizelly empolgada já alterada.

 

-Mana duas cervejas já tá assim, imagina no final da festa._Disse Álvaro tirando onda da cara da advogada que deu totoco pra ele.

 

Tabata e Gizelly foram direto no bar buscar bebida enquanto Álvaro foi cumprimentar Gkay. Num é que as duas juntas não dava uma, Gizelly e Tabata já estava bem soltinha na pista de dança quando esbarraram novamente em Álvaro que estava atracado na  boca de um moreno enquanto dançavam juntos. 

 

-Eita que a quenga já se arranjou._Comentou Tabata rindo dos dois homens se pegando. 

 

-Aí Tatah a gente precisa interagir._Disse Gizelly e Tabata concordou. 

 

-Bora amiga, mas não dança não vai assustar os machos._Disse Tabata levando um tapa em resposta. 

 

Gizelly dançava até o chão e sensualizava dançando com Tabata quando um loiro sussurrou alguma coisa no ouvido de  Tata. Logo Gizelly estava sozinha dançando com um copo grande de gin com tônica, mas tratou de ligar o foda-se e estava se divertindo sozinha mesmo.

 

"Vai, vai… Vem sentando, vem… vem" Gizelly enrolava no funk e ria pra si mesma quando sentiu um corpo colando ao seu virou para trás e deu de cara com um homem moreno, alto de barba feita até que fazia seu tipo o homem continuou a dança sarrando na advogada que estava gostando. 

 

-Qual é o seu nome gata?_Perguntou o moreno no ouvido da advogada. 

 

-Gizelly, mas pode chamar de Gi, prazer eu sou o Vini._Disse a advogada sorrindo.

 

Sem enrolar muito os dois começaram um beijo pra lá sensual e Gizelly cumpriu o que tinha prometido para seus amigos, estava beijando muito, depois do Vini, veio o Matheus, Thiago e Jhonatan e no fim da noite estava nos braços de Rafaella. 

 

-Rafa… Sério, você é muito gata… Eu estava falando pro Álvaro, nossa o Rodf é muito trouxa, eu não seria capaz de trair uma mulher como você._Disse advogada bêbada, Rafaella queria rir mais prendia ao mesmo tempo a advogada estava muito ruim.

 

Gizelly estava beijando o tal Jhonatan quando Rafaella viu que o rapaz estava levando Gizelly para outro lugar mais afastado quando a loira chamou a advogada e disse para o rapaz deixar ela que a loira mesma cuidaria de Gizelly, muito a contra gosto o rapaz saiu resmungando. Rafaella passou os olhos na advogada de cima a baixo e notou que a advogada era uma tremenda perdição.

 

-Vem eu vou te levar pra casa._Disse a loira guiando a morena para fora da festa.

 

-mA eu vim com a tsbabs… E rum alvooro…

 

-Que Gi?_Perguntou a loira divertida. 

 

-Eum falein quê eu vim… ah deixa pra lá._Disse Gizelly se deixando ser levada por Rafaella Kalimann.

 

A loira pegou um táxi que passa ali na frente passou o endereço e foi embora para sua casa e Gizelly foi com ela, não deixaria a advogada sozinha naquela festa com um monte de marmanjo se aproveitando da morena já bêbada, não enquanto estivesse no mesmo lugar, Gizelly fechou os olhos e deitou a cabeça no ombro da loira e respirava pesado.

 

 

-Não acredito que cê dormiu Gi._Disse Rafaella olhando pro lado e a morena completamente apagada.

 

 

A sorte que Rafaella morava em casa e não em apartamento, quando chegou em frente a sua casa pediu ajuda do motorista para pelo menos ajudar advogada sair do carro. Foi levando Gizelly pelo ombro até a sala de sua casa onde puxou a parte retrátil e deitou advogada ali mesmo, não iria levar até seu quarto, porque, Gizelly estava pesando.

 

Foi até seu quarto buscou uma coberta e jogou sobre advogada, desabotoou a saia da morena e tirou sua camisa, colocou um blusão seu e ligou o ar da sala. Foi para seu quarto e tomou um banho enquanto voltou para seu quarto e deitava em sua cama seus pensamentos estava na morena em sua sala.

 

 

-Gizelly, Gizelly… Você é mesmo um furacão._Admitiu a loira lembrando da confissão da advogada bêbada na festa.

 

 

Rafaella desbloqueou a tela do celular e se deparou com uma enxurrada de mensagens, fotos e mais fotos dela e da advogada o carro, ao que parecia as duas estavam em clima de romance, os sites de fofocas estavam pipocando com as insinuações, Rafa estava tranquila sobre isso logo pela manhã sua assessora faria um pronunciamento e tirando essas hipóteses românticas do ar.

 

 

-Mas bem que poderia ser verdade._Disse a loira sorrindo para a tela do seu celular.

 

 

Rafaella nunca havia ficado com mulher nenhuma, mas sua sexualidade não era tabu. Tanto que em uma entrevista há alguns anos atrás ela havia afirmado que se um dia se atraísse por uma mulher, tudo bem, super rolaria sem problema nenhum, mas o problema da loira naquele momento era "foi se atrair justo pela advogada do seu ex". 

-Oh meu Deus do céu, mas eu tô lascada demais._Disse a loira se ajeitando na cama para dormir.

Continua...


Notas Finais


E aí?
Florence xoxo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...