História Identidade - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter, The Bling Ring
Personagens Hermione Granger, Ronald Weasley
Tags Romione
Visualizações 55
Palavras 668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Naquela manhã


Fanfic / Fanfiction Identidade - Capítulo 11 - Naquela manhã

Hermione tinha acabado de lavar o rosto naquela manhã, e se encontrava olhando si mesma no espelho.

Ficou imaginando o que diria para a criança cheia de esperança e cheia de vida que um dia fora se pudesse voltar no tempo e se encontrar.

Ela tinha se tornado uma pessoa fria, que não ligava pro mal que causava as pessoas, e então conheceu Rony...

O homem mais maravilhoso que tivera o prazer de conhecer, que se importava e se preocupava com ela, além de tudo de ruim que ela causara a ele.

-Hermione? – Rony a chamou batendo na porta do banheiro – Você não vai tomar café?

-Já vou descer...pode ir na frente.

-Okay.

Hermione esperou ouvir Rony bater a porta do quarto para sair do banheiro.

Flashback

Era meia noite, Rony e Hermione haviam acabado de chegar no quarto depois de terem passeado pela praia. Rony tomava banho quando o celular de Hermione tocou.

-Alô?

-Olá, bonitinha...

-Jonny? – perguntou Hermione num sussurro, porém desesperada.

-Estou olhando para o hotel que você esta hospedada...

-O que Você quer?

-Quero que você deixe esse ruivo nerd, senão matarei ele...

-Não faça isso, por favor...-disse Hermione segurando o choro.

-Vou estar esperando por você as oito da manhã em frente o hotel, com uma saveiro.

-Tudo bem...

-Mas não conte a ele, sabe o que faço com dedos duros...

-Eu sei...

-Ótimo! – disse Jonny desligando o celular.

Hermione tinha acabado de guardar o celular na gaveta de um criado mudo e enxugou uma lágrima quando Rony saiu do banheiro. Rony logo percebeu que Hermione havia chorado.

-Aconteceu alguma coisa? – disse chegando perto da menina e segurando seu rosto.

-Não – disse Hermione dando um sorriso – Preciso se um banho.

Rony ficou observando Hermione entrar no banheiro, sabia que havia acontecido algo.

Fim de Flashback

Hermione estava com sua mochila descendo as escadas, claro que não iria pelo elevador correndo o risco de encontrar Rony.

Ela não deixaria Jonny machucar o ruivo que tanto amava, foram poucos dias juntos, mas sim, o amava. Foi o único homem que conhecera que fora gentil com ela.

Estava saindo pela porta de hotel quando viu Rony entrar no elevador com uma bandeija de café da manhã, era pra ela, Hermione enxugou uma lágrima e virou para a saveiro que Jonny se encontrava.

Entrou no carro e viu Jonny sorrindo.

-Para onde vamos?

-Quando chegarmos lá você saberá.

Jonny ligara o carro e dera partida.

-Não se preocupe, Não vou matar você...ainda.

-O que você quer?

-Sabia que esse cara é Bilionário?

Hermione ficou paralisada, sabia o que Jonny queria.

-Vai me sequestrar?

-Não sou amador, Granger. Apenas vou pedir dinheiro em sua troca.

-Isso é sequestro!

-Jamais sequestraria alguém que tratei como filha – disse cínico.

Hermione nada mais disse, ficou imaginado a reação do Rony ao entrar no quarto e não encontrar ela.

Mas ela estava fazendo isso para protegê-lo, ou tentando o proteger. Não estava com medo de acontecer algo com ela, estava com medo de acontecer algo com Rony.

Sabia que Jonny ia ligar para o ruivo a qualquer momento pedindo o valor do dinheiro. Mas ela preferia que Rony não se envolvesse, conhecia Jonny, e sabia que ele nunca mais deixaria Rony em paz.

-Granger?

-O que? – perguntou ríspida.

-Lembra quando te encontrei perdida pelas ruas?

-Como poderia esquecer? Foi quando minha vida se tornou um inferno.

-Você é uma ingrata! Te dei abrigo, comida...

-Preferia ter morado na rua e passado fome.

Jonny riu.

-Você era uma das melhores, sabia disso?

-Pare de falar!

Jonny a olhou sem esconder o ódio.

-Talvez eu mate você antes de pedir o dinheiro....Talvez eu mate o ruivo.

-NÃO! Ele Não tem nada a ver com isso!

-EU FAÇO O QUE EU QUISER! - disse batendo no volante.

Hermione se assustou com o jeito agressivo de Jonny, se segurava para não chorar. Preferiu não dizer mais nada. Apenas lembrava dos momentos bons que teve ao lado do ruivo. Lembrou também que naquela manhã, tinha deixado Rony Weasley.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...