1. Spirit Fanfics >
  2. Idfc >
  3. I Don't Fucking Care!

História Idfc - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


- Se passa no sétimo episódio da terceira temporada de The Flash,intitulado Nevasca.

- Contém spoilers da terceira temporada!Então se não assistiu,não leia!

- Recomendo que leiam enquanto ouvem a música IDFC,já que foi nela que me inspirei para escrever(vou deixar o link nas notas finais para quem quiser ouvir)

Com carinho,para todos vocês bolinhos! :)

Capítulo 1 - I Don't Fucking Care!


 

Idfc:I Don't Fucking Care

"Eu Tô Pouco Me Fodendo"

-------------

Pov Caitlin

 

Já fazia um tempo que o Barry tinha nos contado sobre o Flashpoint e eu percebi que o Cisco tem evitado todo mundo;Mas em especial ao Barry.

Estava pensando nisso quando,de repente sinto uma ventania e vejo um borrão passar por mim e parar a minha frente.

Era Barry,usando seu traje do Flash;ele me encara e pergunta:

- Viu o Cisco?ele anda,sei lá...esquisito;quase como se estivesse me evitando,sem falar que ele não atende minhas ligações e nem apareceu aqui faz dois dias,já estou preocupado com ele.

Talvez a gente deva ir até o apartamento dele pra ver se aconteceu alguma coisa...-apenas concordo com a cabeça,ele desaparece e ao voltar já vestia sua roupa normal.

Eu me levantei e ele me pegou no colo estilo noiva e em um piscar de olhos já estávamos na frente da porta do apartamento de Cisco.

Ele me coloca no chão e eu bato na porta,nada acontece;continuo batendo insistentemente e ninguém abre,então Barry tem a brilhante ideia de vibrar e atravessar a porta.

Assim que checamos que não havia ninguém nos observando,ele vibra e atravessa a porta.

Ouço o 'click' da porta sendo destrancada e a mesma é aberta por Barry,assim que entro;percebo de imediato que a temperatura baixou bruscamente e que havia diversas coisas reviradas ou quebradas e algumas com uma camada de gelo.

Mas o que me apavorou foi o fato de eu ter encontrado uma foto em específico rasgada e parte congelada...

Era a primeira foto do Time Flash,éramos eu,Cisco,Barry e Harrison Wells;a foto se encontrava rasgada ao meio.

O lado meu e de Cisco estava levemente congelado,enquanto o de Barry e Harrison estava jogado a uma pequena distância do porta retrato que jazia no chão quebrado.

Revistamos o restante do apartamento dele e nada de o encontrarmos;tudo estava revirado ou quebrado sem qualquer sinal de que Cisco estivera ali.

Quando chegamos ao banheiro o box e a água do chuveiro estavam congelados a partir do chão.

Isso já me fez cogitar a possibilidade da Nevasca ter voltado e tentado o atacar ou o Capitão Frio tê-lo sequestrado.

Saímos de lá rapidamente,trancamos a porta com uma chave que peguei lá dentro e rumamos ao Star Labs.

Quando chegamos,nos deparamos com Cisco sentado em sua cadeira,sua mão encima da sua mesa de computadores juntamente de  um par de algemas para meta-humanos com todas parcialmente congelada.

Ele parecia se segurar ou se concentrar,para quê exatamente eu não entendi;mas então eu liguei os pontos:Barry alterou nossa realidade e agora Cisco estava pagando o preço pelas ações imprudentes de Barry.

Ele nessa nova realidade fora afetado pela explosão do acelerador de partículas e aparentemente tinha recebido os poderes da minha sósia da terra dois.

Ele estava de frente para nós,com os olhos fechados e não parecia ter nos notado ou se o fez;possivelmente estava ocupado demais tentando não deixar a personalidade fria tomar controle de si.

A primeira coisa que percebi quando cheguei é que;além de congelar a própria mesa,também emanava um frio sobrenatural e uma camada de gelo se formava em tudo ao seu redor.

A segunda é que sua pele estava mudando de cor.Ela simplesmente mudava para o tom normal,em seguida se tornava literalmente branca,seus lábios estavam levemente azulados e por último seus cabelos estavam com mechas brancas no meio dos fios negros,amarrados em um rabo de cavalo desleixado.

Assim que ele nos encara,me assusto com seus olhos.Eles estavam semelhantes aos de minha sósia da terra 2,(a qual eu havia conhecido pessoalmente e detestado,já que ela era uma perfeita desgraçada filha da puta) só que a cor ficava oscilando entre o castanho natural dele e o azul claro;como se estivesse numa luta interna contra si próprio.

Olho para Barry em busca de ajuda,mas o mesmo parecia tão perdido quanto eu enquanto encarava Cisco.

Cisco apenas sorri con naturalidade para nós e pergunta como se falasse de uma saída ao Jitters:

-Oi galera,porque estão me olhando desse jeito?-Cisco sorri brincalhão e eu apenas concordo mentalmente de que sem dúvidas até nos piores momentos ele tentava nos tirar da preocupação;mesmo que a fonte para tal fosse ele estar sucumbindo a uma segunda personalidade distorcida.

Ele nos olhava sorridente e eu apenas encaro Barry,esperando uma resposta;mas ele estava paralisado para me perceber ao seu lado.O sacudo e ele me encara por um segundo,saindo do transe momentâneo para se virar para Cisco e começar a questioná-lo:

-Cisco,desde quando você tá desse jeito?

------------------------------------------------

Pov Barry

Então Cisco se tornou uma versão alternativa da Killer Frost?deve ser por isso que Cait ainda não manifestou seu alter-ego assassino e cruel...

Cisco me encara e diz com a voz oscilando de tom:

- Isso começou a acontecer faz algum tempo,eu estava usando as algemas que criei para deter outros metas pra esconder isso de vocês e tentei ao máximo impedir que "ele" tomasse o controle;mas se provou inútil já que é como um eco que eu não consigo evitar.....Eu realmente não quero machucar vocês,mas eu preciso de ajuda.

Assinto com a cabeça e o encaro a beira das lágrimas.

 - Você quer que o tranquemos numa cela no acelerador,não é?- Barry diz com a voz saindo incerta.

Ele  apenas se levanta abraça Cait,sussura algo em seu ouvido e diz depois de a soltar;se virando para mim e me olhando no fundo dos olhos:

-Por Favor,Barry;apenas faça isso como um último desejo e não interessa o que eu diga.Não me solte enquanto não criarem uma cura para conseguirem reverter o meu estado.-seus olhos oscilavam do azul ao castanho ainda mais rapidamente,como se estivesse numa briga cada vez pior com suas duas personalidades,enquanto falava comigo.

O encaro com lágrimas nos olhos e o abraço com força,ele então sussurra no meu ouvido um "eu te perdôo,Barry" e no segundo seguinte já estávamos dentro da cela que construímos para Nevasca no acelerador.

O deixei lá,tranquei a porta e paro do lado de fora para o olhar.

No mesmo instante que tranco a porta,ele me olha e dá um sorriso feliz mesmo com as lágrimas  já rolando soltas por seu rosto;ele então solta um suspiro pesado e fecha os olhos e em milésimos ele os abre novamente.

Agora seus cabelos eram totalmente brancos,assim como sua pele e seus olhos que brilham terrivelmente mais claros e num tom perfeitamente azul.

Sem motivo algum,ele começa a rir cinicamente;então se apoia na parede com uma mão,coloca a outra na cintura e muda o peso de um pé para o outro enquanto me olha com diversão;dizendo:

- E então,Flash?Espero que tenha gostado de viver no Flashpoint,JÁ QUE POR SUA CAUSA EU ESTOU DESSE JEITO!!!-ele grita a última parte.

Ele então tenta congelar o vidro,sem sucesso;sua voz soava como uma geleira se quebrando em mil pedacinhos.

Apenas respiro fundo e digo:

- Esse não é você Cisco;são os poderes.....Tão mexendo com a sua cabeça,são eles falando.

- Eu tô quebrado,Barry- ele diz.

Tento argumentar,até que seus olhos brilham novamente e ele grita mais alto:

- VOCÊ FEZ ISSO COMIGO BARRY!!AGORA SOME DA MINHA FRENTE!!!

Apenas desisto de argumentar e então fecho a frente da cela dele;saindo dali.

Antes que me desse conta,as lágrimas já estavam rolando em meu rosto novamente junto da voz de Cisco gritando "você fez isso comigo" ecoando na minha cabeça em um loop.

Até que quando chego no corredor que levava ao córtex,ouço ele berrar mais alto do que das outras vezes:

- NADA VAI ME PARAR AGORA,FLASH!-ele diz a última palavra com deboche- PORQUE EU ESTOU POUCO ME FUDENDO PARA O QUE VOCÊ E A CAITLIN FALAREM,SOBRE ESSA MALDITA CURA!!!ESCREVA O QUE EU DIGO:ESSA CIDADE VAI SER MINHA!!!!!

Caminho até o córtex e encontro Cait chorando em sua cadeira,ela se levanta ao me ver e se aproxima de mim.

Ela me dá um empurrão,ainda chorando e grita:

- ISSO É TUDO CULPA SUA!CHEGA,FODA-SE CENTRAL CITY!!!ESSA CIDADE MALDITA PODE EXPLODIR.- ela aponta o dedo na minha cara-EU TÔ CHEIA DE FICAR LIMPANDO A SUA BAGUNÇA!!!CERTAS COISAS NÃO PODEM SER CONCERTADAS DEPOIS DE QUEBRAR!!!!-ela tremia,só não sabia dizer se era pelo choro ou por raiva;talvez por ambos- CISCO É A PROVA DISSO E EU VOU ENCOTRAR UM JEITO DE O TRAZER DE VOLTA SEM A SUA AJUDA-diz e me dá um tapa estralado na cara,e em seguida vai em direção a sua mesa.

Ela pega sua bolsa,junto de um porta retrato com a foto dela e Cisco abraçados e sai sem nem se virar para me olhar.

Logo após ela sair;puxo uma cadeira,já que estava com as pernas bambas e encaro o chão.

"O que eu caralhos eu tinha feito e que merda eu tinha na cabeça?"

Por causa do meu egoísmo e só meu;Cisco agora estava preso no acelerador dos laboratórios sofrendo com seu lado maligno e Caitlin havia abandonado a cidade e a mim.

O que seria de Central City agora sem o Velocista Escarlate e seu Time?ou melhor,de mim sem meus amigos que aprendi a chamar de família?

Era o que me atormentava agora,porque sabia que tudo aquilo era unicamente minha culpa.

Por causa de minhas ações impulsivas agora toda Central City,e as pessoas que ali viviam;pagariam um preço muito alto.

Todos estavam agora a mercê da própria sorte e dos inimigos do Flash.


Notas Finais


- Link pra música:https://youtu.be/gxE4ngu78Ro

-Deixem um comentário se gostaram!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...