História Idol- Uma prisão sem muros - Capítulo 187


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys (BTS), Jimin, Romance, Sequestro
Visualizações 54
Palavras 4.521
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Garfos: É uma tática usada no Xadrez sempre que existem várias possibilidades de se fazer as jogadas. Garfos é de extrema importância para a derrotota ou a glória do jogador pois implica em encuralar para fazer a peça escolhida se sacrificar.

Capítulo 187 - Garfos


Fanfic / Fanfiction Idol- Uma prisão sem muros - Capítulo 187 - Garfos

S/n on

Uma câmera no canto da parede atrás da minha cabeça a esquerda...

Uma câmera a frente na direita acima da porta e uma sobre mesa... que deveria está desligada, mas não está. 

Eles querem que saiba que estou sendo vigiada... interessante... devem está tentando sustentar a ameaça de que minhas ações terão suas consequências. O que certamente sei que é verdade já que agora ele tem conhecimento sobre onde eles estão e tem pessoas infiltradas na polícia pra entrarem sem problemas na mansão e com a permissão deles.

Mas porque essa demora toda em vir falar comigo? Já estou aqui a quase cinco horas se minhas contas estão corretas e nada...

O ar condicionado está no mínimo sendo que o tempo já estava frio dispensando a necessidade dele ser até mesmo usado.  Que lindo... querem me deixar irritada e incomodada antes de começarem o interrogatório. Grandes bostas... isso não vai funcionar! Na verdade isso está me deixando com sono... só não durmo porque isso me deixaria vulnerável a um sequestro assim como todas as vezes que ele me pegou de guarda baixa. 

Grrr... Grrr...                  Legal... estou cansada, com fome, com frio, cheia de ansiedade e preocupação! Caramba, nos filmes eles ao menos deixavam umas rosquinhas gostosas pra gente comer, um copo de água, um cafezinho, mas aqui?! Só me deixaram uma câmera em cima da mesa apontado pra minha cara e nem mesmo um guarda chato deixaram pra me vigiar! 

Fala sério... se soubessem quem sou teriam deixado no mínimo um exército vigiando está porta, porque se eu quisesse fugir daqui já teria saído a muito tempo. 

Escuto a porta abrir...

Do Hyun- Colete o Senhor...

Sr.Chul- Saia daqui! Trabalha pra ela agora? É mordomo dela pra ficar anunciando todo mundo que entrar nessa sala??

Do Hyun- Não senhor...

Sr.Chul- Então saia dessa porta! Acha que só porque dei uma medalha de honra pra menina ela agora ela é uma santa??

Do Hyun- É... não senhor....

S/n- Tudo bem Do Hyun, obrigado pelo cuidado que está me dando, mas agora quero falar com o superintendente a sós.

Do Hyun- Tudo bem moça... com licença!             Fechando a porta o Sr.Chul mantém a expressão seria pra ela virando para mim com o típico mal humor de sempre. Se sentando na cadeira a minha frente percebendo que a câmera já se encontrava ligada estranhando aquilo.

Sr.Chul- Ligou a câmera? 

S/n- Não senhor, assim que me colocaram aqui ela ligou sozinha. Não é estranho? Talvez precise troca-la.                     Comento  sem interesse vendo ele apertar no botão tentando desliga-la, mas sem sucesso. Vai Sr.Chul... tira essa coisa daqui. Não percebe que estão hackeado a droga do prédio?

Sr.Chul- Ah, isso não é importante...                Ele desiste apoiando os braços sobre a mesa me analisando friamente, provavelmente procurando todo desconforto que antes conseguia me causar.

S/n- Boa tarde Sr.Chul, a quanto tempo não nos vemos?                         Respondo com a mesma frieza e sarcasmo que ele se dirigia as pessoas, ganhando seu interesse e uma mudança em sua postura. Ele vai começar a especular.

Sr.Chul- Isso é saudade ou faz parte da cultura do seu país não conseguir ficar longe de uma cadeia? Consegue sair daqui com uma medalha de honra e ainda sim deu um jeito de voltar! 

- Tem profissionais daqui acreditando que seja uma benção para aquele grupo. Na minha opinião eles são apenas idiotas que exageram na dose dos filmes de heróis, fantasiando que qualquer estrangeiro bom de briga seja um tipo de milagre. 

- Mas gente de terceiro mundo como você se acostuma a miséria e mesmo quando a vida dá uma oportunidade de ser alguém melhor, de ter uma vida longe de encrenca, longe pobreza você faz o quê? Joga tudo fora! E isso apenas porque não consegue ter o mínimo de educação porque garotas como você...

S/n- Já leu meu depoimento? Essa sua história já está me deixando com sono.                Digo tranquila deixando bem claro para ele que este tipo de joguinho não irá funcionar pra desestabilizar.

Sr.Chul- Com sono... o que digo agora te deixa com sono.

S/n- Frio, cansaço e histórias tristes me dão isso, sabe...?          

Sr.Chul- Ainda não gosto de você...

S/n- Eu também não sou muito sua fã Sr.Chul, mas já estou aqui esperando para com conversar a... cinco horas e dez minutos se o seu relógio estiver certo. Então porque não corta essa história cheia de ofensas e vamos direto ao que importa? 

Sr.Chul- Rhum, parece que toda vez que volta aqui sua educação está ainda pior! E sim, eu li as besteiras que você fez e não pretendo passar pano pra você só porque trabalha pro BTS não! Aqui bandida como você não serão perdoadas tão facilmente!

S/n- Eu agredi um policial que não deu queixa, desacatei outro que estava me acusando de ser mandante de tudo o que aconteceu com o grupo e fui acusada de ser a tal Ana Fernandes do atentado em Hong Kong por ter um currículo muito foda!

Sr.Chul- Ana Fernandes? Porque o policial Him-Chan pensaria que pudesse ser ela? 

S/n- Ele não pois suas suspeitas no meu depoimento? Hum... então ele só queria me tirar do sério...

Sr.Chul- Está tentando intimidar a polícia por acaso garota??

S/n- Não senhor, apenas quero saber o que vai acontecer comigo por ter desacatado um de seus homens. Apenas isso! 

Sr.Chul- Pela lei o justo é que passe de dois a seis meses presa ou pague uma bela multa!

S/n- Meses? O certo não era passar uma noite? 

Sr.Chul- Uma noite?? Delinquente aqui é a Coreia do Sul! Aqui as pessoas pagam pelo que fazem!! Pensa que pode dizer qualquer coisa aqui e sair como se estivesse na sua casa??

S/n- Não senhor... não penso assim. E de quanto será a multa para sair daqui?

Sr.Chul- Ainda sei, mas será uma valor justo em comparação ao que você recebe. 

S/n- Tudo bem... posso fazer uma ligação? 

Sr.Chul- Pode sim, mas antes que pense em ligar para os seus ex amigos da Big Hit, saiba que a empresa abriu um processo que obriga você a ficar a 500 metros de distância de qualquer um deles! 

S/n- OI???     

Sr.Chul- Ainda está em análise, mas ao que tudo indica você e os garotos não podem ficar no mesmo local ou se falarem sem que isso te acrescente dois anos a mais na sua pena!

S/n- Mas... com base em quê estou sendo afastada?? Não fiz nada, tudo o que fiz foram usar palavras sujas com aquele Him- Chan! O que isso tem haver com meu relacionamento com os meninos??

Sr.Chul- De acordo com o contrato assinado por eles, a empresa tem todo poder legal de fazer o que for mais seguro para o seu artista. 

S/n- Isso é impossível, eles não tem motivos para me punir! Sou a segurança deles, como vou protege-los se não ficar por perto??? 

Sr.Chul- Este processo significa que não trabalha mais para eles S/n! Se tentar contato ou qualquer coisa do tipo será enquadrada como stalker, sasaeng ou qualquer tipo de perseguidor que apresente perigo! 

S/n- Sasaeng? Stalker??? Meu trabalho é justamente manter eles longe de pessoas assim então como posso ser acusada por isso??

Sr.Chul- De acordo com a empresa você é um risco a profissão artística, integridade física e moral. Alegando um mal exemplo dado aos membros sujando a honra, a imagem, o nome da empresa, a marca BTS e o nome individual dos membros. Sua presença é uma ameaça a vida privada dos deles pois desde seu aparecimento triplicaram os números de invasões, stalkers, ataques físicos e psicológicos como ansiedade, transtornos do sono, depressão, compulsão alimentar, insônia, e o maior motivo da queda das ações da Bit Hit.

S/n- Tá brincando???               Me levanto da cadeira zangada.

-Depressão, compulsão alimentar , insônia, ansiedade todas essas merdas que os meninos tem já existiam anos antes da minha chegada por culpa da empresa!!! E se por algum motivo os números de agressões, invasões e sasaengs aumentaram é porque começamos a trazer isso à público!!!

Sr.Chul- Sente-se!

S/n- Eu não fiz nada, mas se minha presença trouxe mais problemas ao BTS isso é por que eles têm um bando de MALUCOS PSICOPATADAS QUE SE DIZEM FÃS ATRÁS DELES!

Sr.Chul- S/N EU NÃO VOU MANDAR DE NOVO ENTÃO SENTA AGORA!!!

 S/n- ELES VIGIAM, ESPALHAM ÓDIO POR ONDE PASSAM ACHANDO QUE TEM DIREITOS FAZENDO DA VIDA DELES UM INFERNO ENTÃO PORQUE EU QUE SOU A SEGURANÇA DELES TENHO QUE LEVAR A CULPA POR ALGO QUE NÃO FIZ E QUE CLARAMENTE A PRÓPRIA BIG HIT TEM CULPA???!!!

Sr.Chul- JÁ DISSE PRA SENTAR!!!                  O obedecendo voltando a sentar quase chorando de raiva pelo o que estava acontecendo comigo, sentindo que poderia ter tanto ódio do senhor Bang do que do demônio do Tony agora. Me afastar dos meninos quando tem um ataque no MAMA?? O que esse CEO tem na cabeça? Maconha?? 

-QUER PEGAR DOIS ANOS??? QUER CONTINUAR DESACATANDO A MINHA AUTORIDADE??!!

S/n- Não senhor, mas eu não fiz nada disso!

Sr.Chul- E NÃO IMPORTA QUEM ESTEJA! QUEM ESTA TE PROCESSANDO É A EMPRESA, NÃO EU ENTÃO TRATE DE RESPEITAR A LEI PORQUE ATÉ QUE PROVE QUE NADA DISSO TEM RELAÇÃO COM VOCE NÃO PODE SE APROXIMAR DELES!!! 

S/n- Vão atacar eles no MAMA amanhã o garoto de cabelo azul me disse! 

Sr.Chul-  Ele confessou ser um Hater do grupo e só queria espanta-los da premiação amanhã!! Sua motivação em agredir o policial Do Hyun não tem base! 

S/n- Quero um advogado! Quero falar com o Dong-sun!

Sr.Chul- Dong- sun não pode representar você pois é advogado do Park Jimin e isso seria conflito de interesses! 

S/n- Então o que eu faço? Não posso ligar pra eles e só conheço esse advogado então o que vou fazer?? Nem mesmo posso ser julgada sem alguém pra me representar?!

Sr.Chul- Se não tem ninguém que posso ligar ou alguém que possa te representar podemos chamar alguém do estado. Mas já te garanto que ele não será de grande ajuda na frente do advogado da Big Hit! 

S/n- Sou inocente... não fiz nada disso. Só xinguei aquele cara. É tudo o que fiz.             A porta se abre aparecendo por ela outra vez Do Hyun que fica calado por alguns segundos olhando para mim preocupado antes de voltar sua atenção para o Sr.Chul. 

Do Hyun- O advogado dela chegou! 

S/n- Meu advogado? Mas não liguei pra ninguém!

Sr.Chul- Se for alguém do BTS que contratou pode mandar voltar!

Do Hyun- Não, foi uma senhorita chamada Carla que o mandou! 

S/n- Ah graças a Deus...          

Sr.Chul- Tudo bem, manda ele entrar!           Do Hyun dá uma piscada discreta para mim que correspondo entendendo que ele estava torcendo por mim, colocando-me de pé ao lado da cadeira para receber a única pessoa que poderia me ajudar agora.

Do Hyun- Pode entrar...

- Boa tarde senhora S/n, meu nome é Hugo Zukovisk, será um prazer representar...

S/n- Tony...  

Tum! Tum! Tum! 

Sr.Chul- Vou deixar vocês a sós para conversarem...

Tony- Não, não pode ficar! 

S/n- Quero falar a sós com ele superintendente! 

Tum! Tum! Tum!

Tony- Não será necessário senhor, sua presença ajudará a entender que a minha cliente é inocente!             Covarde... maldito imbecil estúpido! Isso tudo é medo de ficar sozinho em uma sala comigo? 

S/n- Quero falar a sós com meu advogado agora!!

Sr.Chul- Tudo bem eu vou sair pois esse é uma direito seu, mas assim que acabarem de conversar retornarei para discutirmos sua pena e a forma que irá cumpri-la!

Fechando a porta Tony mantém distância me encarando com cuidado próximo a porta, apontando com a cabeça rapidamente a localização das câmeras me lembrando de que estava sendo vigiada.

Tony- Ti è mancato il mio caro?       (Sentiu saudades minha querida?)

S/n-...                       Como eu queria arrancar língua dele...

Tony-Spero che la tua vacanza ti sia piaciuta bene. Perché da ora in poi sono finiti!   (Espero que tenha aproveitado bem as suas férias. Por que a partir de agora elas acabaram!)

S/n-...                              Virar sua cabeça pra trás.

Tony- Non dici niente? Non vuoi insultarmi e minacciarmi? Pensavo che saresti stato più arrabbiato ... ma va bene. Segnala che avremo una conversazione tranquilla come uguale!               (Não vai falar nada? Não quer me insultar e ameaçar? Pensei que sentiria mais raiva... mas isso é bom. Sinal que teremos uma conversa tranquila de igual pra igual!)

S/n- Sai che non sei morto ora perché la mia situazione è delicata, vero?             (Você sabe que não está morto agora porque minha situação é delicada, certo?)

Tony- Brava ragazza ... così posso sedermi senza aver paura di essere colpito da questa sedia, giusto?        (Boa menina ... então posso  sentar sem precisar ter medo de ser acertado por esta cadeira, não é?)

S/n-Mi hai violentato Tony! Questa sedia è l'ultima cosa che dovresti temere qui ... ma se vuoi sederti, fallo. Continuerò a stare in piedi!           (Você me estuprou Tony! Esta cadeira é a ultima coisa que deve temer aqui... mas se quer se sentar, faça isso. Continuarei de pé!)

Tony- Non ho intenzione di rapirla qui. Sarebbe molto sciocco da parte mia, così come sarebbe stupido da parte tua ferirmi qui, dove tutti vogliono condannarti!              (Não tenho intenção de sequestra-la aqui. Isso seria uma atitude muito tola da minha parte, assim como seria estupidez da sua me ferir aqui onde todos querem te condenar!)

-Puoi sederti, non ho iniezione qui, do la mia parola.                 (Pode se sentar, não tenho nenhuma injeção aqui, dou a minha palavra.)                   Ele dá o primeiro passo se sentando na cadeira, puxando as mangas do fino terno escuro acima dos cotovelos pondo as mãos sobre a mesa em sinal de que não faria nada.

S/n-Questo processo di Big Hit ha il dito?       (Esse processo da Big Hit tem dedo seu?)

Tony- Certo, per controllare una regina devi racchiuderla, quindi ... sì, sono il tuo problema e la tua soluzione. Ora siediti in modo che io possa aiutarti a capire le tue opzioni di sopravvivenza.             (Claro, pra colocar uma rainha em cheque precisa encurrala-la então... sim, sou seu problema e sua solução. Agora sente-se para que eu possa ajuda-la a entender suas opções de sobrevivência.)                   Apontando casualmente para minha cadeira sento-me nela devagar o encarando de volta, expondo todo meu nojo em ter que falar com ele.

Tony- Per non essere compreso, ti chiedo di accompagnarmi cambiando lingua ogni volta che lo fai!         (Para  não sermos compreendidos peço que me acompanhe mudando de idioma toda vez que o fizer!)

Tony- Julia consiguió el antiguo trabajo de Sook en Big Hit, por lo que la demanda presentada por Bang Si-Hyuk se modificó a mi solicitud para alejar mi objetivo de su custodia, y mi querida amiga también le recomendó mi servicio. amiga contratame para representarla contra el golpe que yo mismo le di. Lo que pone tu honor bajo control, mi reina.                 (Julia conseguiu o emprego antigo da Sook na Big Hit, então o processo aberto pelo Bang Si-Hyuk foi modificado a meu pedido para que mantivesse meu objetivo longe da sua guarda, além do que minha cara amiga também fez indicações dos meus serviços para a sua amiga me contratar e representa-la contra o golpe que eu mesmo dei. O que coloca a sua honra em cheque minha rainha.)

S/n- Con honor quieres decir libertad, ¿verdad?      ( Com honra você quer dizer liberdade, certo?)

Tony- Prefiero el término honor porque abarca lo que te daría una pérdida permanente. Su nombre asociado con algo malo, su nombre reconocido como el de un sasaeng y su eliminación para siempre del grupo favorito.          (Prefiro o termo honra pois isso abrange o que te daria uma perda permanente. Seu nome associado a algo ruim, seu nome reconhecido como o de uma sasaeng e seu afastamento pra sempre do seu grupo favorito.) 

S/n- Por grupo te refieres a Jimin!    (Com grupo você quer dizer Jimin!)             

Tony- Seu amante não será mais problemas para o nosso relacionamento.         (Português)

S/J- Não temos um relacionamento seu doente! Tudo que fiz pra você foi porque me obrigou ameaçando as pessoas que eu amo! 

Tony- Sim... e sinto muito por tê-la feito passar por isso. O amor que tenho me impede de querer ser cruel com você e só por isso fiz a Estocolmo. Pra que você aceitasse a sua punição sem sentir dor desnecessária.

S/n- Pro inferno com esse papo de estuprador bonzinho porque esse cacete não existe infeliz!!!

Tony- Pode não aceitar isso S/n, mas todo tempo você quis o que fizemos juntos! 

S/J- Porque você me drogou maldito! Fabricou sensações e isso é tudo! Eu não amo você! Não temos um relacionamento! E não sou a porcaria da sua rainha!

Tony- Sim, você é. Justamente por esse tipo de coragem e pensamento que é a rainha perfeita para o meu império! Tentei procurar uma outra na Sook e na Julia quando estava com raiva de você. Mas nada nelas apesar da maldade, genialidade e beleza me faziam esquecer da mulher... da mulher que conseguiu provar pra mim de todas as formas possíveis que não á como substituir quem você é! 

S/n- Eu concordo, sou muito foda! Muito boa pra ser de gente como você! E inteligente demais pra voltar pra aquele inferno. Então seja lá o que tiver em mente... não vai funcionar. Porque eu vou acabar com todos vocês, um por um até chegar na Trindade daquela porra! Vou matar a puta da Júlia, vou matar o demônio da Sook e trucidar o rei da Savekovisk até que ele chore implorando pela morte. E quando ela finalmente chegar vou te trazer de volta a vida pra continuar o torturando até não restar nada além do seu coração pulsando na minha mão! 

Tony- Rs, linda!                        Ele sorrir querendo tocar minha mão e recuo bruscamente.

S/n- Lindo será o quatro que pintarei com o teu sangue desgraçado! 

Tony- Não está em posição de ameaçar S/n, está na cadeia e eu tenho sete peões pra negociar meu objetivo da forma que quiser. E apesar de ser muito sexy essa sua voz grave e achar perfeita essa expressão de gata selvagem, tenho que te trazer de volta a sua realidade te propondo um acordo em que possamos ter o que queremos sem derramamento de sangue do meu pessoal, e sem escanda-los envolvendo o seu nome.

S/n- Diga, já estou pronta pra dizer não!

Tony-  Se você voltar pra mim, todos vivem e Taehyung e Jungkook são meus!

S/n- Não!

Tony - Todos vivem, Jungkook fica com eles, mas o Taehyung é meu!

S/n- Não!

Tony- Todos vivem, Taehyung será usado com a substância melhorada do Estocolmo e depois devolvido sem memória do que aconteceu pra família dele.

S/n-Simples assim? Vai deixar eles em paz, esquecer do Jungkook e liberar o Taehyung depois da Sook enjoar dele?

Tony- Se voltar para o seu lugar ao meu lado sim, simples assim!

S/n- E Jimin? Até agora não falou dele! No seu plano ele é deixado em paz também ou só queria omitir essa informação pra que aceitasse sem a consciência dos seus planos pra ele? 

Tony-Não disse? Que estranho... pensei que tinha entendido... que em nenhum plano que citei ele vive!

S/n- Não! 

Tony- Pelo bem do nosso relacionamento ele morre, assim como esse sentimento sem futuro que tem por ele o acordo é que pela vida dos seis ele deve morrer! Não me importo se vai ser rápido, devagar mais ele morre! Já tive demais dos seus gritos por causa daquele moleque! Ele-morre!

S/n- Tenho um acordo pra você também que é muito melhor!

Tony- Ele morre! 

S/n- Que tal eu esmagar a sua garganta com meu salto? Essa ideia me agrada bem mais do que toda essa porcaria que me disse até agora!

Tony- Sem meu acordo, será tudo do meu jeito S/n. Você será minha do jeito que eu desejar, Taehyung será da Sook para o que ela bem entender, Jungkook trabalhará para mim e seu amado Jimin dormirá pra sempre ao lado de grandes quatro lápides grandiosas do Namjoon, do Hoseok, Min Yoongi e Kim Seokjin!

S/n- Não! 

Tony- Estou te dando a oportunidade de salvar cinco deles se não seis se considerar que depois que a Sook enjoar dele poderá ser libertado!

Tony- Tudo o que precisa fazer é voltar para casa, ser a minha esposa e fim, só isso! 

S/n- Voltar pra você me violentar de novo? Pra me espancar outra vez até praticamente morrer? Não Tony... antes de voltar para aquele lugar eu mato você e todos que cruzarem o meu caminho, porque o meu corpo você não terá e na minha família de verdade você não vai machucar seu verme!!! 

T- Essa é sua resposta?

S/n- Não... Tem mais!              Me levanto da cadeira.   

- Essa é minha resposta!             PRAF!!      Arremesso a cadeira nele com raiva o derrubando com a pancada, levantando-se com certa dificuldade tirando um lenço do bolso do terno para limpar uma ferida na cabeça.

Tony- Sabia... que uma hora iria me acertar com ela...

S/n- Essa é a minha resposta demônio! E se não fosse por está dentro de uma delegacia agora estaria morto com um pedaço de pau no cú! 

Tony- E é por isso que vou sempre amar você!

S/n- Vaza! Minha resposta é essa! 

Tony- Tem certeza que este é o resultada que deseja?

S/n- Maldito vaza  daqui antes que me decida por passar o resto da vida em uma cela de prisão pra não ter que olhar mais tua cara! Vaza daqui!!

Tony- Que pena, pensei que essa tal família que você diz amar valesse mais pra você do que a raiva sem sentido que tem por mim... Mas se a morte deles é o que escolhe, não temos mais o que conversar! Até amanhã minha rainha, isso se conseguir chegar a tempo!                       Desenrolando as mangas do terno ele sai da sala por onde Do Hyun entra em sequencia espantado com a gritaria que ouviu, pegando a cadeira do chão a devolvendo para que sentasse nela.

Do Hyun- Parece que não vai ser fácil sair daqui pela discussão feia que teve com seu advogado. Espero que sua situação melhore!

S/n- Não Do Hyun... acho que vou ter que fugir. Se não pagarem a minha multa ou ganhar liberdade até a manhã vou ter que sair daqui a força! 

Do Hyun- E porque está falando isso pra mim?? Por acaso vai me matar?                Ele pergunta desconfiado dando um passo para trás e o nego com a cabeça.

S/n- Não... só estou avisando caso me veja por ai armada pra que saia do meu caminho!

Do Hyun- S/n eu admiro o símbolo que você se tornou, mas não irei abandonar meu profissionalismo. Mesmo que a senhorita me mate tentarei fazer o meu trabalho, o meu dever!

S/n- Eles vai atacar no MAMA Do Hyun... vão atacar e ninguém daqui acredita mais por que aquele imbecil desmentiu o que me disse! Mas ainda sim, eu irei até eles na premiação de amanhã pra salva-los. Entende o que estou te dizendo? Entende o porque?

Do Hyun- Acho... acho que estou começando a entender.

S/n- Isso... É exatamente por isso, faça o seu trabalho. Quando fugir me procure onde disse pois a sua caça será o reforço que irei precisar. Você fará o seu trabalho?

Do Hyun- Sim, se for o certo, eu farei! 

S/n- Obrigado... você é uma pessoa boa, vou me lembrar disso. 

Do Hyun- Você fala estranho... me parece ter certeza do diz só que... você parece ser tão doida que não sei ao certo se faço em bem em ser seu fã e te ajudar com essas coisas.

S/n- Diz isso porque está vigiando a porta ao invés de está fazendo o seu trabalho? 

Do Hyun- Na verdade estou de folga agora a noite e amanhã até as doze. Só estou aqui ainda por sua causa caso precise de ajuda ou alguma coisa do tipo. Him-Chan diz que é seu fã também, mas não vejo ele tão preocupado assim com o seu bem está. Só fica no pé do Sr.Chul falando coisas no ouvido dele é mais nada. 

S/n- Deveria escolher melhor os seus amigos Do Hyun, ele não é uma boa pessoa. Mas não querendo me aprofundar nessa parte, poderia me trazer algo para comer e beber? Não como ou bebo desde as oito da manhã...

Sr.Chul- O que está fazendo aqui?              Ele entra de repente.

-Se seu horário de trabalho acabou! 

Do Hyun- Eu irei senhor, só estou com algumas dúvidas do que aconteceu hoje e estava a conversar com a senhorita S/n para tirar algumas dúvidas!

Sr. Chul- Tá, tudo bem, mas depois vá pra casa! Não quero te ver aqui dando tratamento especial pra ninguém me ouviu?

Do Hyun- Sim senhor! 

Sr.Chul- S/n eu e seu advogado conversamos e ficamos acordados assim. Passará a noite aqui e será liberada ao meio dia de amanhã com o pagamento da multa para que responda em liberdade pelo desacato ao policial Him-Chan. 

Do Hyun- Viu só? Agora não vai precisar fugir!          Meu Deus do céu Do Hyun! Caramba! Você  é burro???

Sr.Chul- Que história é essa de fugir???

S/n- Hahaha! Não foi nada, só estava brincando com ele.    

Sr. Chul- Que seja, agora continuando sem essa palhaçada de vocês. A sua multa será paga pela sua amiga Carla então não tem do que se preocupar “tentando fugir daqui". 

S/n- Rsrsrs               (Rindo de nervosa)

Sr.Chul- Passe a noite refletindo nas suas atitudes e ao amanhecer comece a pensar em um novo emprego, pois o seu como segurança do BTS não existe mais!

S/n- Sim senhor!

Sr.Chul- A menos de 500 metros de distância deles você será presa! Estamos entendidos? Posso confiar na sua palavra que vai cooperar?

S/n- Sim senhor! 

Sr.Chul- Então estou indo pra casa! Do Hyun, leve ela para a cela...

Do Hyun- Espera senhor, ela realmente disse que quer fugir para proteger os meninos no MAMA amanhã!           CACETE CALA A BOCA DESGRAÇA!!!

S/n- Do Hyun eu estava brincando! Não viu? Eu até ri!

Sr.Chul- Quer testar a polícia S/n? QUER DA UMA DE ESPERTA NA MINHA DELEGACIA S/N??? 

S/n- Eu só brinquei, só isso!!

Sr.Chul- Do Hyun leve ela pra cela especial! Quero vê essa aí fazer piadas de fugas naquele lugar!                      Terminando sua ameaça ele deixa a sala, me permitindo mostrar minha  real emoção que é raiva! Raiva de gente burra! Cacete!!!

Do Hyun- Fiz certo?               FEZ SEU JUMENTO! FEZ NA HORA ERRADA SUA ANTA!

S/n- O seu trabalho? Fez até demais!

Do Hyun- Sei que está chateada por isso, mas amanhã você irá agradecer por ter te impedido de estragar a sua vida com essa história de ser fugitiva da polícia por um ataque que é só bobagem da cabeça de um garoto. 

S/n- Tem razão... 

Do Hyun- Não disse? Vamos, vou te levar pra sua cela e já levo a comida que pediu.

S/n- Ta bom... seria burrice mesmo tentar fugir daqui.

 

 

 

 

 

 

 

Só que não.

 

 


Notas Finais


Próximo capítulo... MAMA.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...