História If - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias R5
Personagens Personagens Originais, Riker Lynch, Ross Lynch, Rydel Lynch
Tags Drama, Romance, Ross Lynch
Visualizações 21
Palavras 1.751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulo 11 aqui vamos nós!!
Já temos 9 visualizações no primeiro Capítulo!!!! RECORDE!!!! OBRIGADO POR LEREM!!!!🦄🦄🦄🦄🦄

Capítulo 11 - Goodbye


 

18 de Novembro, 09h35

POV Violet

A quinta-feira decorria, estava na aula de matemática com Brian sentado atrás de mim, como normalmente, à exceção de que o ruivo não me falava desde o sucedido na escola, honestamente preferia que assim fosse.

10h10

 Ainda tinha 10 minutos antes da minha próxima aula, estava no corredor encostada à grande janela de vidro a falar com uma rapariga da minha turma de Biologia quando duas amigas dela chegaram.

- Que sorte que eles têm...-dizia a mais alta.

- Sim quem me dera ir com eles, Miami, dá para a acreditar? - a outra rapariga falava.

- Ahm desculpem, mas estão a falar de quê? -perguntei, a verdade é que estava confusa.

- Não soubeste? A equipa de futebol qualificou-se para o torneio nacional inter-escolas. O torneio vai durar 15 dias e é em Miami, ou seja, eles estão dispensados das aulas a partir de amanhã. - Alisha, a rapariga da minha turma, respondeu-me.

- Sim, mas não é justo, já são os mais populares da escola e ainda podem ir passar férias a meio do ano? - uma das raparigas falou outra vez- Quem me dera estar na claque da escola.

-Na claque? - perguntei outra vez confusa.

- Sim ao que parece elas também fazem parte da equipa por isso podem ir.

- Ai que nervos! - olhei para trás e vi Megan aproximar-se com os punhos cerrados. - Estou capaz de a matar!

-Primeiro respira ok? O que se passa? -perguntei enquanto lhe abria as mãos.

- A puta da Lila é o que se passa.

- O que é que a rapariga te fez? -perguntei rindo-me.

- Eu estava com o Jack e com mais alguns amigos dele e a puta veio e disse "Mal posso esperar por estarmos em Miami, está sempre calor nesta altura e tenho uns bikinis novos que quero experimentar!"- Megan falou numa voz esganiçada tentando imitar Lila- E depois piscou-lhe o olho! AO MEU NAMORADO!

-Calma ok? O Jack gosta de ti, tu sabes disso! Ele não era capaz de tocar naquela cobra.

- Não sei como estás tão calma, o Ross também vai e tenho a certeza que ela também vai atrás dele…- ela disse apercebendo-se de imediato que não estávamos sozinhas e que as outras tinham ouvido tudo.

- Violet então é verdade?! Eu não me acreditei quando aqueles rumores entre ti e o Ross se espalharam, mas agora… ele é bom, tu sabes, na cama? - Alisha comentou fazendo-me corar um pouco, as outras olharam para mim curiosas, à espera da minha resposta. Preparava-me para responder quando ouvi o toque da escola soar, as duas amigas de Alisha foram se embora um pouco irritadas, por não terem ouvido a minha resposta, deixando-nos às três sozinhas.

-Alisha percebeste mal, os rumores não passam disso ok, rumores. - disse finalmente.

- Se tu dizes, vou fingir que acredito, - riu-se baixo-Não te preocupes que aquelas as duas não vão dizer nada. - ela disse enquanto apontava para as amigas que estavam no fundo do corredor-Anda vamos para a sala que estamos atrasadas.

- Ok vamos. E Megan? É bom que aprendas a manter a boca fechada. - falei repreendendo-a.

- Desculpa, não volta a acontecer. - riu-se nervosamente- Falamos depois. - despediu-se e foi-se embora.

Megan foi para a sua sala e eu e Alisha para a nossa, durante o caminho tentei convencê-la de que não se passou nada entre mim e o Ross, que só nos viram juntos na festa de Halloween e pronto, os rumores espalharam-se.

14h00

Já estava em casa e tinha acabado de almoçar com a minha mãe, ela já havia chegado de viagem.

-Meu deus do céu, a tua avó enfiou-me um saco de chocolates na mala, a dizer que era de mau tom se não te trouxesse nada.

- Mãe, tão simples quanto isto, chocolate é chocolate. A avó conhece-me bem. - ri-me e ajudei-a a arrumar os sacos no sítio.

-Muito engraçada que andas minha menina, mas ainda não me contaste nada de ti.

- Não tenho nada para contar. - disse enquanto me ria com ela.

-Tens a certeza? Estive 15 dias fora e tu não tens nada para me dizer? Como foi a festa?

-Qual festa?

- Não fizeste nenhuma festa enquanto estive fora!?- falou espantada.

- Sim mãe, eu sou a pessoa mais social da escola e fiz grande festa aqui em casa, as pessoas lá na escola ainda devem estar a falar disso. - disse irónica.

- Ok pronto, pronto. Mas e a festa a que foste quando eu saí?

- Correu bem. - falei um pouco seca.

- Hmm… conheceste alguém? -levantou a sobrancelha curiosa.

- Não mãe, não conheci ninguém.

-E aquela marca que tinhas no pescoço? Não me digas que te espetaste contra uma porta, eu já fui da tua idade.

- Mãe olha tenho que ir estudar, por isso vou indo para o quarto. - tentei desviar o assunto.

-Minha menina nem penses que sais desta mesa. Quem foi? O Brian?

- Eu e o Brian não falamos mãe.

-O que é que aconteceu?

-É complicado...

- Eu ainda tenho tempo. - ela olhou para o relógio.

-Resumidamente, o Brian ouviu dizer que eu estava com uma pessoa. Ele gosta de mim então ficou com ciúmes e armou confusão.

- Ele estava irritado querida, o amor é cego. - falou tentando me chamar à razão como Megan já tinha tentado.

- Não é razão para me insultar. - respondi irritada.

- Ele ao menos tinha razão?

-Como assim? -perguntei enquanto olhava para ela.

-Andas a ver alguém, talvez essa pessoa da festa? -ouvi a campainha tocar e levantei-me enquanto lhe respondia.

- Mãe, não há pessoa da festa. - abri a porta, vendo que a pessoa do outro lado me fitava.

-Festa? - o loiro coçou o pescoço enquanto olhava confuso para mim.

-Lynch? Que fazes aqui?

-Quem é querida? -a minha mãe disse aproximando-se da porta- Ross, olá querido, entra! -Ross entrou e abraçou a minha mãe.

-Como foi a viagem Mrs.Clearwater?

-Cansativa, mas já tive tempo para descansar e pôr a conversa em dia com a minha filha- ela disse enquanto punha uma mão no meu ombro- Mas que fazes aqui?

- Ahm vim-me despedir da Violet. - ele disse apontando para mim.

- Vais para onde? - a mulher ao meu lado perguntou.

- Um torneio da escola, faço parte da equipa de futebol e o torneio é em Miami, como vou estar 2 semanas fora achei por bem vir-me despedir visto que partimos amanhã bem cedo.

-Muito bem. Fico muito feliz que tenhas vindo querido, Violet tenho que ir embora, o trabalho espera-me.- ela disse enquanto saia pela porta- E foi um prazer rever-te Ross. - acenei, despedindo-me e vi-a fechar a porta

- Vieste despedir-te? - falei finalmente.

- Sim, era mau se não o fizesse não achas?

-É me indiferente. - disse enquanto encolhia os ombros. - Realmente aposto que vais ter muitas saudades minhas enquanto estiveres rodeado de raparigas em bikini. -falei com um pouco de irritação na voz.

- Trocava mil vezes essas raparigas por ti.

- Que querido! -disse com sarcasmo.

- Estou a falar a sério. Vais dizer que não vais ter saudades minhas?

- Sim porque o momento alto do meu dia é quando te vejo a passar nos corredores da escola. - continuei com o mesmo tom de ironia.

- O meu é, é sempre agradável ver-te passar. - ele disse enquanto sorria, revirei os olhos, de repente senti os seus braços à minha volta, ele pousou o seu queixo na minha cabeça e coloquei o meu rosto no seu peito.

-Vou ter saudades tuas Clearwater. - falou por cima dos meus cabelos.

- Eu também Lynch. - sussurrei, ele abraçou-me com mais força e pus os meus braços à volta do seu corpo.

-É melhor ires, aposto que ainda nem fizeste as malas.

-Tens razão. - desfizemos o abraço e levei-o à porta, vi o carro preto estacionado do outro lado da rua.

-Já está arranjado? -perguntei apontando para o carro.

-Está sim, foi uma avaria pequena.

- Que bom.

- Sim. - ficamos em silêncio, nunca fui muito boa em despedidas e não sabia que dizer.

-Adeus Vi.- chegou-se a mim colando os lábios na minha testa. - Vejo-te quando chegar. - fiquei calada e vi-o ir em direção ao carro, acenou-me outra vez, entrou no veículo e fechei a porta.

"Vi"…fazia anos que não me chamava aquilo. Era uma alcunha que tinha para mim, sempre me chamava assim quando éramos crianças.

20h05

-Porque é que não me disseste que o "rapaz da festa" era o Ross? -a minha mãe ainda insistia com o assunto e ao que parecia, estava a divertir-se bastante.

- Mãe pela milésima vez! Não há "rapaz da festa”! -disse levando a mão à testa, saturada.

- O Ross é bom rapaz, ao menos prefiro que seja ele do que outro que eu não conheça. Querida vocês já, tu sabes… fizeram "o amor”? - ela olhava para mim preocupada.

- Mãe! -falei escandalizada, aquela conversa estava a ir por um caminho que não me agradava. - Não fizemos nada, não há nada entre mim e o Ross!

- Então o Brian ficou chateado por causa do Ross?

- Ele ficou chateado porque pensava, tal como tu, que tinha acontecido alguma coisa.

- Então afinal o Ross é o "rapaz da festa”! -falou vitoriosa, pus as mãos na cabeça em desespero, a minha mãe havia me chateado o jantar todo com aquilo.

-Podemos por favor mudar de assunto?

- Ok ok…, mas se alguma vez precisares de conselhos já sabes, e por favor quando o fizerem usem preservativo, ainda sou muito nova para ser avó. Que fique claro que não estou a incentivar a prática de tais ações, ainda acho que és muito nova, mas já tive a tua idade e sei como pode ser ahm.... tentador.

- Ok mãe já percebi, não te preocupes está bem? Agora vamos por favor falar de outra coisa.

O jantar continuou e foi muito divertido. A minha mãe e eu sempre nos demos muito bem, ela ria-se constantemente das minhas piadas e fazia-me feliz termos aquela relação de confiança. Como no dia seguinte tinha aulas de manhã, ajudei-a a lavar a loiça e fui para o meu quarto, preferia tomar banho à noite.

[…]

Deitei-me com os cabelos molhados sobre a almofada e adormeci entre pensamentos.

 


Notas Finais


Cá está espero que tenham gostado!!!!
Ps:não sei se repararam mas aquela alcunha que o Ross chamou á Violet é uma espécie de "coisa do passado" , vamos dizer que mais pistas destas vão aparecer nos próximos capítulos,kkk.
🦄🦄🦄🦄🦄🦄🦄🦄🦄 e não se esqueçam de comentar!!!! E se possível favoritar!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...