História If I Ain't Got You Se eu não tiver você - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens August Wayne Booth (Pinóquio), Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), Emma Swan, Fa Mulan, Henry Mills, Lacey (Belle), Lilith "Lily" Page, Marian, Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Vovó (Granny), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Regina Mills
Visualizações 303
Palavras 2.141
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, LGBT, Orange, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Amores capitulozinho básico pra vcs espero que gostem, e lembrem-se tô tendando fazer uma ordem cronológica pra não ficar uma coisa sem nexo.

Capítulo 20 - Capítulo 20


Fanfic / Fanfiction If I Ain't Got You Se eu não tiver você - Capítulo 20 - Capítulo 20

Capítulo 20

Zelena Mills

Empresto meu carro para que Regina possa voltar para casa e fico na clínica revisando os contratos com Whale, ficamos ali por horas submersos naquele amontoado de papéis , quando terminei de revisar tudo já era hora do almoço.

- É parece que terminamos por aqui doutor, está tudo nos conformes, aqui está os que devem mudar algumas cláusulas e os que podem ser assinados assim como estão.

- Muito obrigado Zelena não sei o que seria de mim sem vocês, gostaria de almoçar comigo estou faminto, Pergunta Whale.

- Acho que vou ter que deixar para a próxima tenho que ir para a empresa ainda tenho alguns pepinos para resolver por lá, falo para ele apesar de ter tempo para almoçar queria almoçar com minha amiga e sondar o que está acontecendo entre ela e minha irmã.

- Tudo bem, então muito obrigado novamente por tudo, e nos vemos depois sim.

- Obrigada você por confiar no nosso trabalho, agora vou indo.

Me levanto me despeço de Whale com um abraço pego minha bolsa e saio da clínica, assim que chego na calçada do edifício consigo pegar um táxi e sigo direto para a empresa.

Ao chegar na empresa sigo direto para a sala de Swan, ao chegar vou entrando direto e Belle me chama.

- Senhorita Mills, a senhorita Swan está com um cliente, me avisa Belle

- Está bem vou esperar aqui, e já disse a você para me chamar de Zelena sem toda essa formalidade Belle.

- Está bem, vou tentar, responde Belle envergonhada.

Fico ali na recepção da sala de Swan aguardando e em poucos minutos sou surpreendida pela imagem da senhora Fisheer saindo da sala de Swan.

Ela passa por mim me cumprimentar e me dá um sorrisinho safado em seguida e isso me tira do sério, entro na sala de Swan de imediato.

- Então quer dizer que é isso, que você se aproveita da fragilidade da irmã dos outros a beija e depois fica aí se agarrando com outras pelos cantos, quem você pensa que é pra incluir a minha irmã na sua listinha de conquistas, falo pra Emma em um tom alterado.

- Zelena do que você tá falando não tô entendendo nada? Me pergunta ela com um ar confuso.

- Eu já sei de tudo Swan, Regina me contou o que aconteceu na viagem, porque você tinha que beijar logo a minha irmã, quando eu sei que você não quer nada sério com ninguém.

- Zelena se acalma não fala assim, você acha que eu premeditei o que aconteceu na viagem, Zelena eu também fiquei mal nessa viagem não sei se você sabe, mais tudo que eu mais temi na minha vida por um longo tempo aconteceu nessa viagem, eu reencontrei a pessoa que me fez ser essa pessoa insegura com relacionamentos e isso pra mim foi muito doloroso, diz Emma se explicando.

- A claro ai você achou que dar uns beijos na minha irmã seria o suficiente pra curar sua dor de cotovelo lá, como eu fui burra quando eu vi você lá naquele bar sentada naquele piano eu deveria ter desconfiado que você estava usando seus truques de ficar cantando pras garotas pra impressiona-las com Regina, falo magoada.

- Zelena me escuta, não é nada disso que você tá falando, aquele dia eu estava lá sozinha eu tinha acabado de conversar com a Lilith e isso depois de anos longe dela, ela era minha noiva e me abandonou assim que meu pai morreu, eu estava mal mais ainda assim ela preferiu ir embora e me deixar em um momento difícil, quando a vi naquele hospital foi um choque eu fugi dela mais ela ficou correndo atrás de mim querendo conversar, querendo se justificar até que eu lhe dei essa oportunidade ela me pediu perdão disse que sentia minha falta que queria retomar nossa vida de onde paramos que ainda me amava, e assim que ela terminou de me falar tudo isso eu descobri da pior forma possível que ela estava casada, você tem ideia de como ficou minha cabeça com tudo isso, e pra completar a esposa dela começou a me perseguir e ameaçar sempre que eu ia ao hospital falar com seu pai, conheci uma família que eu nem fazia ideia que existia, Zelena essa viagem tornou minha vida num verdadeiro inferno, e quando eu pensei que não fosse sair desse escuridão que tudo se tornou sua irmã apareceu como um raio de sol, Emma me conta tudo transtornada e ressentida só que no exato momento que ela fala de Regina percebo todos os seus ânimos se suavizarem.

- Zelena eu não quis me aproveitar da sua irmã, ela foi muito importante pra mim nessa viagem, indireta e diretamente, eu nunca havia conseguido me abrir com ninguém sobre a minha vida nem mesmo com você que é minha amiga a sua irmã conseguiu fazer com que eu me abrisse com ela, que eu desabafasse e deixasse a dor e as mágoas do passado irem embora, Zelena eu não me aproveitei da sua irmã assim como você está pensando, nos duas estávamos fragilizadas e magoadas e pode ser sim que esse beijo tenha acontecido por esse motivo, mais confesso pra você que estou super mexida com esse beijo, não paro de pensar na sua irmã, naqueles olhos tão expressivos, em como ela se permitiu chorar em meus braços e demonstrar que ali ela se sentiu segura mesmo que por poucos instantes, Emma falava de Regina e seus olhos brilhavam assim como os de Regina no dia em que me contou sobre o tal beijo.

- E o que a tal senhora Fisheer estava fazendo aqui na sua sala porque pelo que sei vocês têm uma relação não tão profissional assim? Pergunto ainda séria mais achando super amorzinho o jeito que Emma fala da Gina.

- Ela veio saber como eu estou pois disse ter me procurado e ninguém sabia do meu paradeiro, você sabe que eu e a senhora Fisheer foi só sexo, e não vou mentir ela veio aqui com esse intuito mais ela mesma se deu conta de que algo em mim mudou, Zell ainda estou muito confusa mais não posso negar que a sua irmã não sai da minha cabeça e que até tentei ficar com a Senhora Fisheer no intuito de esquecer esse beijo achando que ele foi um equívoco, mais como vou ficar com outro alguém como vou provar outros beijos se a minha cabeça só pensa nela, fala Swan me olhando toda boba falando de Regina.

Nesse momento pulo no pescoço de Swan a abraçando, e beijando seu rosto.

- Desculpa loirão, desculpa ter te acusado é que depois do que aconteceu com a Gina lá no Canadá eu jurei pra mim mesma que nunca mais deixaria ninguém magoar a minha bonequinha, falo para Swan .

- Zelena não tenho a menor intenção de magoa-la juro pra você que quando conversamos e ela me contou o que havia acontecido , e se permitiu chorar minha vontade foi de segurar ela em meus braço e nunca mais deixar nada de ruim acontecer com ela, não deixa que nada ofusque aquele sorriso encantador que ela tem, diz Emma com um encantamento e um brilho inigualável no olhar.

- É parece que alguém aqui tá caidinha por uma Mills, claro que não é a mais bonita e mais bem humorada mais fazer o que né, falo para ela em tom de brincadeira.

- Para Zell, não é bem assim não sei o que estou sentindo mais sei que é bem diferente de tudo que já senti e confesso que estou muito assustada com isso, poxa a sua irmã é hetero e como você mesmo disse está fragilizada acho que esse beijo que rolou foi só isso mesmo, só um beijo e ponto, diz Swan sendo realista.

- Swan para né, você sempre foi uma pessoa que nunca se importou com padrões e sempre teve quem você quis e quando quis, a questão de Regina ser hetero não quer dizer nada, até porque eu também já fui hetero falo para Swan fazendo uma cara de nojo, até que me dei conta de que não era feliz daquele modo, vai que você faz a Gina se dar conta disso também.

- Deixa de dizer bobagens Zelena, parece o titio falando.

- Hum quer dizer que já tá assim “titio” então parece que a relação parental tá indo bem né, espera como assim parece titio falando quer dizer que ele também sabe do beijo? Pergunto para Swan surpresa.

- Não Zell é que ele no dia que fui com Regina na seguradora disse para eu falar logo para ela o que eu estava sentindo, mais até então nos não havíamos nem nos beijado.

Aí Deus nesse momento abro a boca em perfeito O, se até quem não as conhece percebeu esse crush dessas duas o assunto é mais sério do que pensei.

- Swan, tenho três coisas para te dizer, primeira, se você tá se sentindo diferente se tá mexida tenta; segundo você nunca teve medo de descobrir o que tá sentindo se é só tesão ou se tá afim mesmo de ficar com alguém então arrisca; e terceiro se se magoar minha irmã eu TE MATO, tô te dando o meu apoio e a minha bênção, vê lá o que você vai fazer com isso viu, e agora vamos “almoçar porque o motivo principal pra eu ter vindo aqui foi esse e eu estou morrendo de fome e te conhecendo bem sei que você tá igual uma sucuri que não come a meses.

- O minha ruiva ainda bem que você me conhece bem, realmente estou numa fome de leão, e quanto ao assunto curshando, pode ter certeza que o que não quero de jeito nenhum é tirar o sorriso do rosto daquela rainha, diz Emma pra mim sorrindo.

Saímos para almoçar e a todo momento que Emma tinha uma oportunidade me sondava para saber um pouco mais sobre Regina, e eu estava achando aquilo o máximo pois nunca tinha visto minha amiga assim tão envolvida por alguém, apesar do medo por saber que esse alguém se trata da minha irmã e conhecendo a fama de Swan, senti verdade em minha amiga e acho que isso vai dar algo bom.

Almoçamos voltamos para a empresa e terminamos o dia envolvidas com muito trabalho, me despeço de Swan e vou para a sala de papai pois sei que se não o tira-lo dali sei que ele esquece até de ir pra casa.

Residência dos Mills

Regina Mills

- Mamãe, acaso papai disse quem vem jantar aqui hoje, pergunto para dona Cora.

- Não querida, ele só me ligou e pediu para que eu preparasse o molho da lasanha exatamente como você prepara, deve ser alguém que ele queira impressionar filha, pois até hoje nunca provei lasanha igual a sua, diz mamãe sorrindo para mim enquanto preparo a massa da lasanha.

- Não é pra tanto mamãe, só gosto da lasanha bem caseira assim como aprendi com a vovó, e papai se orgulha disso pois era a especialidade da mãe dele.

- É filha pensando por esse lado pode ser, porque sua avó era realmente uma cozinheira e tanto, diz mamãe lembrando da sogra que sempre lhe foi muito amiga.

Passamos um tempo ali conversando lembrando de vovó e cozinhando, até que deixamos tudo no ponto de ir ao forno próximo a hora do jantar.

- Bom dona Cora tudo pronto por aqui, agora vou tomar um banho e me aprontar pro tal jantar, falo para mamãe que me olha séria.

- Regina sabe que detesto quando me chama de dona Cora, sou sua mãe não suas clientes do escritório.

- Tá bom mamãe, prometo que não falo mais assim, digo para ela beijando seu rosto e indo para o meu quarto me arrumar para o jantar, ao passar pela sala encontro com papai e Zelena chegando da empresa.

- Olá minha princesa como foi o dia? Pergunta papai se aproximando de mim e beijando minha testa.

- Bem, passei um tempo com minha irmã, e o resto da tarde com a nossa rainha.

- E esse lábio deixe-me ver como ficou, diz papai segurando o meu rosto com as duas mãos.

- Papai está me segurando como se eu fosse uma criancinha, falo para ele sorrindo.

- Mais vocês nunca deixarão ser as minhas criancinhas, um pouco crescidas mais ainda as minhas princesas diz papai abraçando a mim e Zelena, - Aonde está a minha rainha? Pergunta ele.

- Estou aqui, diz mamãe que nos observava da porta da cozinha, ela se aproxima e da um beijo em papai.

Ficamos ali conversando por alguns minutos e depois subimos para nos arrumar para o jantar.


Notas Finais


Amores espero que tenham gostado bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...