História If I Stay - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Visualizações 44
Palavras 1.220
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Friends Again


Pov. Sky

Olho em volta no meu apartamento vendo muitas rosas claras formando uma nuvem, arqueio a sobrancelha surpresa e me assusto ao ver alguém entrando do nada aqui, vejo que é o meu arquiteto/design, ele pede desculpas por ter me assustado e comenta me olhando

— Eu assinei essa entrega em seu nome, chegou uns 10 minutos atrás. Vim para confirmar se quer mudar alguma coisa?

Agradeço o mesmo por ter assinado a entrega, começo a andar pelo apartamento observando tudo o que ele fez, toda a reforma, todos os móveis, ficou tudo exatamente como eu queria, digo isso para ele e depois de uma conversa rápida e de agradecer ele pelo trabalho, o mesmo me entrega as chaves e vai embora, respiro fundo, parada no meio da sala olhando para aquela nuvem, tiro meus saltos e escuto meu celular tocar em algum lugar, subo as escadas e encontro o mesmo no meu banheiro, vejo que é uma vídeo chamada do Jason, atendo o mesmo

— O homem que assinou sua entrega, quem é ele?

— Você não é muito bom na etapa amizade, não é? Ou costuma mandar flores para todos seus amigos?

— Só para aqueles no qual eu já casei e tenho um interesse imenso.

Fala o mesmo, rio baixo e o mesmo pergunta

— Você está em um banheiro? Que banheiro é esse que tem um sofá no meio dele?

Rio mudando para a câmera ficando de frente para o espelho que mostra o banheiro inteiro e falo

— Eu costumava sentar no chão para esperar a banheira encher, então resolvi o problema. Se bem que eu ainda prefiro sentar no chão, assim como também prefiro sentar na pia para me maquiar, é mais para Jordyn parar de me encher em relação a ter que sentar no chão frio.

— Espera, não está mais morando em cima da padaria? Como o entregador sabia onde é sua casa nova?

— Bom, eu costumo pedir toda semana flores em uma floricultura da cidade, vai ver é a mesma.

— O que aconteceu com seu antigo lar?

— Vendi o prédio inteiro para os donos da padaria, agora eles vão abrir uma cafeteria moderna.

— Quer vir aqui em casa? Eu preparo o jantar.

— Por mais tentador que seja o jantar, você quebrou a promessa sobre outras garotas na casa, o fato de ter sido a Liz me deixa com mais nojo ainda, então a resposta é não. Na verdade, eu não vou ir porque não posso, vou receber alguns amigos aqui, uma festinha de segunda.

— Eu sou seu amigo. Aliás, não respondeu a pergunta sobre quem é o cara que assinou sua entrega?

— Meu arquiteto, ele estava terminando de arrumar umas coisas aqui, eu não assinei porque não estava em casa.

Falo no final tentando aliviar a situação, mas parece que isso não ajudou nem um pouco, mudo a câmera e sigo para o meu closet de roupas, meu celular apita, leio a mensagem de Ethan desmarcando o jantar porque as crianças estão doentes, mando uma mensagem de volta dizendo que tudo bem e desejando melhoras as crianças, Jason pergunta se está tudo bem, volto para a vídeo chamada vendo que ele está preocupado, olho em volta percebendo que estou no closet de bolsas, assinto comentando que estou bem e volto para a vídeo chamada falando

— Na verdade, minha noite acaba de ficar livre. Mas eu moro longe agora, vai demorar umas duas horas para chegar aqui.

— Então te vejo daqui duas horas.

Fala o mesmo sorrindo e ele manda um beijo desligando a ligação, rio baixo, saio do closet percebendo que de fato o erro foi meu, já que andei até o outro lado do andar, sendo que o de roupa fica no meu quarto, sigo até o mesmo pegando algumas peças e volto para o banheiro.

Pov. Jason

Beijo as costas nua dela até seus ombros e a mesma comenta

— Foi um ótimo primeiro encontro.

— Isso significa que talvez tenha um segundo encontro?

Pergunto sorrindo me deitando ao lado dela, ela senta, observo a cena, desta mulher incrível, nua, na minha frente, no terraço do prédio dela, ela tira um cigarro do bolso da minha jaqueta jogada no chão e o isqueiro, acende o cigarro dando um trago e depois de soltar a fumaça, ela fala

— Significa que pode passar a noite aqui já que está tarde e que vamos tomar um banho juntos, agora.

— Qual das duas coisas é uma ordem:

Ela sorri tocando minha perna, subindo sua mão até meu pescoço me fazendo arrepiar e outra coisa subir, ela segura na minha corrente soltando ‘’ as duas ‘’, sorrio vendo ela levantar, a mesma saí dali me deixando aqui sozinho, pelado, respiro fundo tombando a cabeça por alguns segundos, levanto e sigo para dentro do apartamento indo até o quarto da mesma, entro no banheiro vendo que ela preparou um banho de banheira, ela entra no box me puxando, a água começa a cair, ela começa a esfregar o sabonete por todo meu corpo, ela acaba comigo.

Faço carinho no braço dela, abraçando a mesma por trás, dentro da banheira, desço minha mão pela lateral do corpo dela alcançando o que quero, começo a tocar a mesma que segura na borda da banheira gemendo, começo a beijar seu pescoço e ombro escutando ela gemer meu nome, sorrio sentindo ela chegar ao ápice, ela segura minha mão livre, entrelaçando nossos dedos, ela beija meus dedos lentamente, depois de voltar a respiração normal, fecho os olhos agradecendo a ela, que pergunta o motivo do agradecimento, sorrio apertando a mão dela e falo

— Por existir.

Ela beija minha mão e me faz abraçá-la novamente.

Observo ela dormir como um anjo, toda grudada em mim, sem me soltar por um segundo, tão amável, meu celular começa a tocar, alcanço o mesmo na mesinha ao lado da cama desligando a ligação na mesma hora vendo que é meu pai, logo meu celular vibra, vejo as mensagens dele comentando para eu não esquecer das minhas reuniões, começo a digitar delicadamente para não acordar Sky, já que um dos meus braços está embaixo da cabeça dela, falo que vou tirar uma semana de férias, ele só manda um ok, desligo meu celular e gravo um vídeo dela dormindo

— Está sem sono?

Pergunta a mesma despertando, um pouco sonolenta, assinto e ela sorri fraco de olhos fechados, me dando um beijo no rosto comentando que era só fechar os olhos, pensar em algo bom e o cansaço logo vai bater, sorrio observando ela e pergunto o que ela vai fazer esta semana

— Vou viajar amanhã e volto na sexta que vem.

— Para onde você vai?

— Vou passar o resto dessa semana em um cruzeiro, na quarta que vem vou para Paris e ficarei até sexta.

Pergunto se posso ir com ela, a mesma assente se aconchegando mais ainda, sorrio. Sair por aqui com ela chamaria muita atenção, coisa que eu não quero, por medo de alguém estragar este início de algo tão bom, somos amigos antes de qualquer coisa, ela é uma mulher incrível e ficar uns dias com ela, com desconhecidos, é uma boa maneira para curtir mais ainda ela, podemos aproveitar bastante, ter outros encontros e o melhor de tudo, é saber que vou dividir a cama com ela todos estes dias, sentir ela abraçada comigo, dormindo, é tão bom.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...