1. Spirit Fanfics >
  2. Ih, Casei? - Jeon Jungkook >
  3. Enfim, o pedido!

História Ih, Casei? - Jeon Jungkook - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Enfim, o pedido!


Fanfic / Fanfiction Ih, Casei? - Jeon Jungkook - Capítulo 5 - Enfim, o pedido!

0 Dias.

Para o pedido.

 

..........

 

"E se eu não puder te carregar no colo, Sua boca ainda se lembrará do gosto do meu amor? , Seus olhos ainda sorrirão junto de suas bochechas?

 

 

Jeon Jungkook

4 de Junho

 

 — Você está preparado Jungkook? — vejo Jin arrumar minha franja que parecia querer me atrapalhar nesse momento.

 — Eu não sei... — Sinto meus batimentos cardíacos acelerados, não era somente por conta de que agora pouco havíamos acabado de apresentar "Blood sweat and tears", uma musica repleta de passos grandes e extremamente alinhados, era também porque eu estava nervoso!

 

Eu não à vi no palco.

 

E eu nem pude observar melhor porque tínhamos voltado rapidamente para o camarim improvisado para trocar de roupa para a nossa próxima apresentação que eu diria que será também bastante agitada.

Fire, é uma musica que exige muito do nosso físico, além de conter muito movimento e passos fortes, tínhamos também uma pequena "apresentaçãozinha" que era encaixada no meio da música, onde contava com efeitos especiais e mais de 60 dançarinos.

Mais isso e muito menos o cansaço impediria a entrega que tínhamos quando entrávamos no palco, era uma mistura incrível de sentimentos que todo o tipo de cansaço ou qualquer outro motivo, sumia.

E lá estávamos nos mais uma vez indo dar o nosso melhor para todas as Armys, elas mereciam o nosso melhor! Somos muito gratos por todo amor e carinho que recebíamos de todas, era um sensação incrível que fazia com que toda vez que pisassemos no palco, pudessemos sentir nossos corações serem preenchidos de muita alegria e amor.

Com as luzes apagadas e o silêncio que aos poucos se fazia presente em todo aquele estabelecimento, éramos preenchidos por uma sensação de extrema adrenalina, era possível escutar os batimentos acelerados do coração de ambas as partes que unidos formavam o hino das Armys, o hino repleto de emoções e sentimentos verdadeiros.

Toda palavra que saía de nossas bocas, a letra que era transmitida, o som agitado que aquecia os corações,  a melodia, os acordes, os passos, tudo era perfeitamente possível de se sentir, e o som de todos cantando junto a nos era mágico, ver aquelas pessoas cantando e dançando era lindo.

Foi quando inesperadamente meus olhos se chocaram com os dela, e eu pude observar perfeitamente e sentir todo o orgulho que ela estava sentindo naquele momento.

Eu não conseguia parar de olha-la e poder admirar cada parte de seu rosto que foi perfeitamente esculpido por Deus, era incrível.

 

Haneul, a garota mais linda que habitava meu coração.

 

A mulher que eu queria chamar de minha todas as vezes que eu pudesse ter a chance, a mulher que eu pretendia ter ao meu lado pelo resto da minha vida, a mulher que eu queria construir uma família, a mulher que eu iria pedir em casamento agora.

Ouço Yoongi finalizar a música e aos poucos a iluminação ia escurecendo, as pessoas saiam do palco rapidamente, me mostrando que aquele era o momento.

 

O meu momento.

 

..........

 

— Você vai conseguir Jeon! — Ouço Jin falar recebendo logo em seguida um abraço do maior, todos ali estavam ansiosos para o que iria acontecer logo em seguida, tudo estava preparado perfeitamente.

— Aqui Kook — vejo Taehyung me entregar a caixinha vermelha onde continha a aliança que havíamos comprado três dias antes. — você está tomando a atitude certa!

— Obrigada Tae — sorrio nervosamente — obrigada amigos por estarem me apoiando.

— Você merece! — sinto no abraço apertado coletivo a sinceridade e a felicidade de cada um dos meus amigos por mim, eles me ajudaram desde o começo, e se não fosse por eles, talvez eu nem conseguiria chegar onde cheguei.

Eu apenas sento em frente ao piano que tinha acabado de ser posto no centro do palco, respiro fundo e as luzes novamente se acende me dando novamente aquela linda visão.

Os gritos surpresos de todas começam a ecoar pelo ambiente e por segundos ou minutos eu não conseguiria cantar, ou melhor me declarar para ela.

Solto ar preso em minha garganta e por intermédio o silêncio começa a prevalecer, levo levemente minhas mãos para as teclas do piano e a partir dali a melodia da música começa a ganhar vida.

 

..........

 

 

"A estrada que eu caminho

Tem o seu cheiro

Eu conecto meu fone de ouvido ao meu celular

Meus verdadeiros sentimentos estão além de lá"

 

"Querida, por que você está tão longe?

Não consigo me acostumar com você não estando aqui

Eu sinto como se algo faltasse

Eu só quero estar junto com você para sempre"

 

"Quando eu percebo que nós só podemos nos encontrar dentro deste smartphone

Você aparece diante dos meus olhos

Hoje também me sinto triste de não poder te ver

Contrariando todos os meus sentimentos, o tempo passa rápido

Mesmo que eu me sinta inseguro

Eu acredito que meu coração não irá te deixar

Meu coração alcançará o passado além do vento

Eu estou sempre sob o mesmo céu, querida"

 

 

 

............

 

 

 

 

Canto cada palavra da forma mais profunda e sincera, afinal eu havia escrito essa música de uma forma tão verdadeira, eu queria transmitir todos os meus sentimentos existentes dentro de mim e também os que eu estava sentindo naquele momento.

E essa música surgiu, eu achei que até mesmo não conseguiria conclui-la afinal uma parte já havia sido escrita mais quando eu visualizei ela, minha mente se encheu, quando eu percebi e entendi o que eu estava sentindo as palavras surgiram da forma mais intensa.

 

"Tudo é para você

Tudo está bem

[Mesmo que não haja outra resposta, tudo está dentro do seu sorriso"

 

"Verdade

Mesmo que estejamos separados

Nossos corações estão ligados uns aos outros. Para sempre com você"

 

"Uma chuva de pétalas de flores voa para longe

Brilhe já dentro do sol

Eu estou abraçando você sempre dentro do meu coração para sempre"

 

 

 

 

...............

 

 

Olho em sua direção e vejo que todas as palavras foram certeiras dentro do seu coração, ela estava sentindo tudo que eu estava transmitindo, nossos corações eram imãs que se chamavam cada vez mais. Era uma conexão incapaz de ser descrita por meros mortais que ainda não conseguem descrever o significado de amar.

Sentíamos o amor, Mais não sabíamos como descreve-lo, suas lágrimas misturadas com seu sorriso era a coisa mais linda, minha menina estava chorando de emoção e até mesmo chorando ela conseguia ser a garota mais linda do mundo. 

Os meninos aos poucos iam entrando no palco, cada um de uma vez, as nossas vozes iam se agrupando formando o melhor "coral", a música começava a ganhar mais vida e caramba era muita emoção envolvida que até mesmo meu peito não aguentou e com ele meus olhos se encheram de lágrimas.

 

 

........

 

"Mesmo que estejamos longe

Estamos olhando para o mesmo céu

Mesmo que algo aconteça

Se você está aqui eu não tenho mais medo"

 

"Acredito que nosso amor será iluminado para a eternidade

Permanecerá sempre bonito como é

Será sempre como as flroes de cerejeiras"

 

"Tudo é para você

Tudo está bem

Mesmo que não haja outra resposta, tudo está dentro do seu sorriso"

 

 

...........

 

 

Levanto do piano enquanto tudo seguia perfeitamente, os meninos seguiam com a letra da música e eu seguia em direção ao meu futuro.

Pego em suas belas mãos e dou um selar em forma de respeito e admiração, seguro em suas mãos a levando para aquele enorme palco, todos ali já estavam emocionados, inclusive eu que sentia meu corpo tremer, minhas mãos suar e meu peito acelerar de uma forma inexplicável.

Eu podia ver em seus olhos confusão, mais ao mesmo tempo clareza, minha menina estava nervosa e eu sabia por que seu rosto está vermelho de timidez.

 

...........

 

 

"Uma chuva de pétalas de flores voa para longe

Brilhe já dentro do sol

Eu estou abraçando você dentro do meu coração para sempre"

 

.......

 

 

 

Novamente ao final da música o silêncio se torna possível, eu podia escutar seu coração chamando pelo meu e diante daquilo eu crio "coragem" para enfim fazer aquele pedido.

 

— Haneul, eu imagino que você não deva estar entendendo nada, mais eu gostaria de exclarecer as coisas. — Sinto minha garganta travar, mais engulo seco e continuo com minhas palavras por mais confusas que pareçam estar.

Ela simplesmente sorri e de novo aquele sorriso me impulsiona a dizer tudo que eu preciso dizer.

— Eu te amo! Isso já está mais óbvio do que tudo, porém eu não te quero somente por alguns minutos ou apenas dias, eu quero te ter pra sempre na minha vida e pra isso acontecer eu precisei elaborar mil coisas para te dizer apenas três palavras. — mordo o lábio nervoso. — podem me chamar de louco, de precipitado, mais eu acredito que quando realmente a gente possui a certeza de algo, temos que ir atrás disso e investir fundo mesmo que muitas das vezes não possuímos a certeza da outra pessoa ou quando a insegurança decide intervir.

Fecho meus olhos puxando o ar necessário para aquele momento, a tensão já tinha consumido todo o meu corpo, mais eu continuo firme em minha decisão.

— Haneul? — Suga chama sua atenção fazendo ela olhar em sua direção enquanto eu me preparava para aquele momento.

— Você.. — Jimin se pronúncia.

— Aceita.. — Foi a vez de Taehyung continuar com a frase.

— Casar... — Jin sorri cheio de lágrimas nos olhos.

— Comigo? — Término a frase ajoelhado no chão, seu corpo vira em minha direção e seus olhos me encaram totalmente confusos porém emocionados. Puxo aquela pequena caixinha vermelha de meu bolso enquanto eu mordia meus lábios totalmente ansioso por sua resposta.

Haneul estava paralisada, seus olhos estavam vermelhos de tanto chorar e eu só conseguia fazer o mesmo, tremendo eu estava, mais não consegui conter as lágrimas que se formaram em meu rosto.

Suas mãos estavam grudadas eu seu rosto, a ficha não havia caído pois ela me olhava sem reação, mais sua cabeça dizia que sim a todo momento, mais eu queria ouvir ela falar, eu queria ouvir o SIM de sua boca.

— Diz que sim.. — soluço ao falar aquelas palavras.

— Claro que eu aceito casar com você. — e com essas palavras eu desesperadamente coloco o anel em seu dedo e caramba ele encaixou perfeitamente bem.

Nossos lábios se chocam selando a nossa nova fase de vida, selando o nosso amor e  “Euteamo” assim, sem vírgulas, sem espaço e sem ponto final.

 

 

 

 

 

FIM!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...