História Ilh-eobeolin -JiKook- - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Visualizações 4
Palavras 1.100
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi gente
aqui to eu como uma fanfic saindo do forno pra vcs e to bem feliz por que eu to sentindo que ela ta do jeitinho que eu quero
mas mesmo assim eu nao sei se ta bom nao sei se ta ruim vcs que vao me dizer
fiquem com o capítulo e me desculpa se aqui eu nao pontuo nada eu juro que ta tudo bem pontuadinho no capítulo em si.
obrigada por lerem

Capítulo 1 - 1. Eu e a minha língua grande


Há uma lenda urbana chamada Akai-Ito, creio que todas as pessoas do mundo já tenham ouvido falar dela pelo menos uma vez na vida, e essa lenda consiste em dizer que todos nós somos predestinados à outro alguém. Eu acho isso uma droga, afinal, para quê nós amamos todas as pessoas que queremos bem se, no fim, estamos fadados a viver somente por uma pessoa específica? Isso é ridículo. 

Quer dizer, eu achava que era. 

Até eu iniciar a faculdade tudo que me importava era combinar bem a blusa que eu usaria no dia com um sapato bonito, depois da faculdade eu meio que deixei isso de lado. Normalmente ninguém costuma se importar muito se o seu sapato combina com a sua blusa dentro de um ambiente universitário, na verdade, as pessoas só querem sabem seus pontos fracos para poderem te derrubar por eles.

Bem, ninguém sabia que meu ponto fraco era o irmão de Jeon Jiwoo. Para todos os efeitos eu sou completa e absurdamente hétero.

Olha gente, minha rotina é uma coisa tão chata que eu nem sei se vale a pena contar pra vocês, então eu vou pular para a parte da história em que a ação começa. 

(Eu sei que vocês querem reclamar disso, mas ao mesmo tempo estão adorando o fato de eu não narrar minuciosamente como eu escovo os dentes e tomo café da manhã.)

Ninguém sabia da "paixonite" que eu tenho no Jeon masculino e provavelmente nunca iriam saber, certo?

Não, errado. Muito errado.

Eu sou uma criatura distraída e, às vezes, costumo não dar atenção pras coisas que eu faço ou pras coisas que saem da minha boca. Pois bem, eu deveria mudar isso.

Foi por causa dessa minha boca grande que tudo começou a dar errado. 

Sabe quando você gosta de uma pessoa, tipo, gosta tanto que chega a doer? Então, esse é o tipo de sentimento que eu tenho por Jeon Jiwoo. Com Jungkook o bagulho é mais embaixo (se é que me entendem).

Eles dois me deixam confuso, mas Jiwoo sempre esteve mais presente que Jungkook. Ela sempre esteve ao meu lado de verdade, me ajudando a crescer e conseguir tudo o que eu almejo na vida, porém eu nunca a quis de um modo mais íntimo sabe? Meu objetivo sempre foi o irmão dela.

Não que eu tenha chegado à usá-la para virar amigo de Jungkook, eu nunca precisei disso para que os olhares do amorenado se voltassem para mim. Eu só precisava de um sorrisinho sacana e umas reboladas nos quadris.

Mas o fato é, todos acreditam que eu tenho alguma espécie de envolvimento com Jiwoo e isso me deixa, de certa forma, incomodado.

Mas eu nunca reclamei disso. Nem ela. Nem Jungkook. Nem ninguém. 

Teve um tempo que eu acreditei piamente que Jungkook gostava de idéia de Jiwoo e eu formarmos um casal, mas eu descartei essa idéia depois que o vi revirar os olhos enquanto eu e Jiwoo fazíamos um alongamento na aula pratica do nosso curso de dança e ela meio que encostava a bunda naquele lugar.

Eu sei, isso é um sinal muito ínfimo e eu posso estar me iludindo muito por pouca coisa, mas eu não seria Park Jimin se não me iludisse por Jeon Jungkook. 

O fato é que, nesse dia, as coisas saíram do controle. De algum modo todo o meu esforço para fugir do que sinto por Jungkook foi jogado no lixo.

E eu nem sei como isso aconteceu.

O por quê? Bem, eu faço tudo tão no automático todo o santo dia que eu só me toquei que havia algo errado quando percebi que, ao invés de Jiwoo, quem estava fazendo os alongamentos em dupla comigo hoje era Jungkook. 

-Jungkook, por que você não tá fazendo o alongamento com o Taehyung? Ele tá bem ali. -Eu falei esticando meus braços para que ele me ajudasse a esticá-los.

-Taehyung pediu pra eu trocar de lugar com a Jiwoo. -Ele disse, agarrando meus braços. -Eu concordei, mas tô incomodado.

-Incomodado porque? -Eu perguntei, mas temendo ser invasivo demais. -Taehyung é seu melhor amigo, eu particularmente não vejo motivo nenhum pra você estar incomodado. 

-Jimin, é justamente por ele ser meu melhor amigo que me incomoda. -Ele disse, me fazendo inclinar a cabeça para o lado esquerdo enquanto tocava meus pés. -Taehyung é um conquistador barato. Tenho medo do que ele pode fazer se conquistar minha irmã. 

Isso me deixou puto. 

Sério que Jungkook achava que Jeon Jiwoo cederia tão fácil aos encantos de Kim Taehyung? 

-Olha Jungkook, a Jiwoo sabe muito bem o que faz da vida. Você não deveria ficar todo incomodadinho só por que um cara quer chegar perto dela. -Alfinetei com o deboche explícito na voz.

-Eu não fico assim quando ela tá com você, Jimin. Você não me incomoda nem um pouquinho. 

É, isso doeu.

Mas a gente finge plenitude. 

Quer dizer, outra pessoa fingiria. Eu, no caso, estraguei tudo.

-Jungkook eu não gosto da Jiwoo.  -Falei no calor do momento. -Eu gosto de você. 

E aí eu me toquei da merda que eu tinha dito.

Puta que pariu, Park Jimin, você merece o troféu de otário do ano.

-Como é, Jimin?

-Eu não vou repetir, Jungkook. Dizer isso uma vez já foi merda demais pra minha cota. Só esquece. 

Ele não disse nada, mas também não mostrou repulsa pela minha "declaração" repentina. Na verdade, ele parecia estar tentando entender alguma coisa.

A aula passou, a gente dançou, o professor terminou a aula e nada de Jungkook e eu trocarmos nenhuma palavra a mais.

Assim que todos fomos aos vestiários, Taehyung avisou para Jungkook que ele Jiwoo iriam comer em algum lugar depois que se lavassem. O tom que Tae usou deixou bem claro que nem Jungkook, nem eu, estávamos convidados pra esse lanche. 

Eu nem liguei, mas Jungkook ficou com uma carinha emburrada linda durante muito tempo. 

Assim que quase todo mundo se lavou, eu fui até as cabines com o mesmo objetivo, mas fui impedido por um Jeon Jungkook com uma toalha jogada sobre o ombro.

-Você não vai tomar banho agora. Ainda tem muita gente aqui e eu quero conversar com você a sós. -Jungkook diz, rouco.

-Você não pode simplesmente esperar eu acabar o banho? -Perguntei fingindo irritação. 

-Mas a gente vai conversar debaixo do chuveiro, Jimin. -Ele disse, abaixando-se e pondo o rosto perto do meu. -Ou você achou que iria falar aquilo na aula e eu realmente iria deixar por isso mesmo?

Jungkook não me esperou responder. Só olhou para os lados e, quando viu que ninguém olhava, deixou um beijo casto sobre meus lábios e saiu andando. 

Mas olhou para trás apenas para dizer.

-Se você não me esperar, vai se arrepender pelo resto da vida. 


Notas Finais


OI CARA DE BOI

um cap terminado e eu to aaaaaaaa
to bem orgulhosa e tal mas quem diz se ta bom ou nao eh voces nao eu
se gostarem favoritem e tal pra eu saber se gostaram
se nao por favor me digam pelos comentários o que nao gostaram pra eu poder melhorar
xoxo
youtaegia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...