História I'll Never Stop Loving Him - Joah (concluída) - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa, Stranger Things
Personagens Benjamin "Ben" Hanscom, Beverly "Bev" Marsh, Dustin Henderson, Edward "Eddie" Kaspbrak, Eleven (Onze), Lucas Sinclair, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Michael "Mike" Hanlon, Mike Wheeler, Richard "Richie" Tozier, Stanley "Stan" Uris, Will Byers, William "Bill" Denbrough
Tags Finnwolfhard, Jackgrazer, Joah, Milliebobbybrown, Noahschnapp, Strangerthings
Visualizações 67
Palavras 1.527
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oooiii pessoal, eu estou de volta
tive que colocar minhas fics em hiatus por não ter tempo de escrever :/
a partir de hoje eu prometo ser mais ativa (dessa vez vou tentar fazer com que seja verdade rs)
vamos ao capítulo

💖💖💖💖💖

Capítulo 15 - Chapter Fifteen - Please, Come Back To Me


Point Of View's Finn 


Depois daquela "descoberta", meu ódio ocupou meu corpo. Mas quando eu pensava em tudo que já passei com Jack... A felicidade tomava conta e em seguida, era tristeza, por ele ter feito aquilo comigo.
Se nós tivéssemos terminado, teria me doído menos do que dessa maneira.
Cheguei em casa, andei até as escadas e subi os degraus o mais rápido que pude. Andei pelo corredor até a porta do meu quarto e abri-a. Entrei naquele cômodo e me joguei em minha cama. Aquele lugar era um dos melhores para mim naquele momento.
Naquele exato momento meu maior desejo era ir atrás de Jack aonde ele estiver, abraçá-lo e dizer "eu te perdôo" mesmo que ele não quisesse o meu perdão. Eu ainda o amava, mesmo que ele não me amasse eu o amava, mas quando uma pessoa ama outra, mas essa "outra" não ama essa pessoa... Uma relação não pode ser criada. Então eu teria apenas que me contentar.

                                    *NARRADORA*
Finn podia até pensar aquilo... mas o que ele não sabia, era que Jack realmente o amava, mas Noah... ele havia amado Noah antes...
okay... ele podia até amar Finn, mas Noah... o que dizer? O amor de Jack por Noah era incontável, imensurável... era único! Noah e Jack eram quase como... almas gêmeas.
Os dois já haviam afirmado isso.
Mas quando Finn surgiu em suas vidas, fez Jack se perguntar "Será que eu realmente amo ele?" mas na verdade, Jack não precisava se fazer essa pergunta. Ele amava Noah! Era apenas isso! Finn havia sido apenas uma prova de amor! uma prova de amor em que Jack havia passado!
Sendo sincera, Jack apenas não sabia o que fazer de sua vida. Mas eu disse "sabia", porque agora ele sabe! Sabe que quer Noah, e ninguém mais.
Depois de passar por tudo isso, o que Jack precisava era sua amiga... aquela a quem ele podia contar seus segredos mais sigilosos.
Jack precisava de Millie.

                                                                                                          Chamada *ON*

- Alô... Millie? - Perguntou Jack com sua voz calma porém chorosa.
- Oi... Jack. - Millie disse suspirando. - O que foi, amigo? - A garota perguntou carinhosamente.
- Millie... por favor... eu preciso de você! Vem pra minha casa, por favor... - Disse Jack dando espaço ao seu choro em seu rosto.
- J... você não acha que deve ficar sozinho por ao menos... um tempinho? - Millie perguntou. A tempos Jack não era chamado por seu apelido, aquele apelido que tanto amava e que ganhou no início de sua amizade com Millie e Noah.
- Não, Mills, eu não acho... - Ele disse tentando disfarçar o choro que modificava a sua voz. - Eu só preciso de você. - Aquilo soou mais como um sussurro implorando à sua amiga.
- Tudo bem, Jack, me espere, em 15 minutos eu estou aí. - Millie desligou a chamada antes que Jack pudesse dizer ao menos um "Okay".
Naquela chamada, Millie teve medo de que Jack pensasse que ela não o queria ajudar. Não era isso, ela só... não sabia como ajudar o amigo, e tinha medo de na tentativa de "ajudar", estragasse tudo, piorando ainda mais a situação de Jack, fazendo-o se sentir mal, e culpado.
Após desligar a ligação, Millie trocou sua roupa e vestiu um short de cós alto, por dentro do short uma blusa branca sem estampa e calçou seu amado All Star preto. Prendeu seu cabelo num rabo de cavalo alto e colocou um par de brincos em formato de rosa em suas orelhas. Voltou até seu quarto e pegou uma bolsinha de alsa preta. Colocou as coisas necessárias e saiu de sua casa.
Pouco tempo depois andando, chegou à casa de Jack. Andou até a porta e tocou a campainha.
Exatos 33 segundos se passaram após Millie anunciar a sua chegada, a porta se abriu e antes que ela pudesse dizer "oi" pra quem quer que tenha aberto a porta, foi surpreendida com um abraço, fazendo ela perceber que quem a recebeu fora Jack.
- Finalmente você chegou... - Jack disse sentindo os cabelos presos de Millie fazerem cócegas em seu braço.
- Oi... - Millie retribuiu o abraço de seu amigo e fechou seus olhos. Aproveitou ao máximo aquele abraço, pois por mais que aquele abraço não fosse motivado por uma coisa boa, havia tempos que os dois não ficavam tão próximos, se abraçavam...eram sempre acompanhados de alguém.
- Me desculpe se te atrapalhei ou... se você não podia vir aqui a essa hora eu só... precisava de você. - O garoto respirou fundo sentindo o perfume de sua amiga. Aquele perfume que acompanhava a alegria de suas manhãs, aquele perfume que ele sentia quando Millie deitava a cabeça em seu colo... ele começava a mexer em seus cabelos fazendo todos os aromas de Millie se espalharem por todos os cantos, até mesmo nele. Aquele perfume que ele sentia quando abraçava Millie após uma briga... era aquele perfume!
- Você nunca me atrapalha, J. - Disse Millie sentindo uma lágrima escorrer por sua bochecha. Ver seu amigo daquela maneira... partia seu coração.
- Eu amo você. - Os dois amigos se soltaram, olharam um nos olhos do outro.
- Eu também... amo você. - Os olhos de Millie brilharam naquele momento.

                                             {●}

Os dois entraram na casa e foram para o quarto de Jack.
- Eu queria apenas conversar com a minha... melhor amiga. - Falou segurando as mãos de Millie.
- Que saudade que eu tava de ouvir isso. - Os dois sorriram. - Vamos aproveitar esse tempo juntos pra... conversar.

                                             {●}

Millie e Jack passaram a tarde toda conversando, a felicidade de Jack era tanta que ele havia até esquecido de seus problemas. Problemas envolvendo Finn... Noah... namoros e relações sexuais... traições... aquela tarde havia sido tudo que ele mais precisava. E talvez, ela também.

                                              {●}

Tudo estava indo bem mas quando tudo está tão bem... sempre há algo para estragar!
Jack e Millie estavam conversando enquanto comiam brigadeiro e de repente a campainha tocou.
- Quem será? eu não estou esperando ninguém. - Disse Jack levantando de sua cama. - Fique aí, eu vou ver quem é. - O garoto andou até as escadas e desceu os degraus pisando no chão frio.
Andou até a porta e quando abriu...
- Finn? - Perguntou Jack olhando o garoto alto parado na porta de sua casa.
- Jack... - Finn olhou nos olhos de Jack apaixonadamente. - Eu precisava falar com você. - Ao ouvir aquilo, os sentimentos se misturaram para Jack, houve um mix de pena, com tranquilidade, com felicidade e até um pouco de raiva.
- Jack... - Uma voz interrompeu os dois.
- Millie? - Finn perguntou confuso. - Ah, oi. - Ele disse parando de olhar nos olhos de Jack.
- Oi... Finn. - Millie disse parando ao lado de Jack.
- Finn... agora não é uma boa hora. - O garoto moreno disse seriamente tentando fugir daquilo.
- Por favor, Jack... - Finn se aproximou de Jack. - Por favor eu preciso falar com você, eu... não consigo ficar com raiva de você... eu preciso de você! - Uma ou duas lágrimas escorreram pelo rosto do cacheado.
- Jack, eu vou voltar pro seu... - Antes que Millie pudesse terminar a frase, Jack agarrou seu braço.
- Não... fica. - Ele segurava o braço de Millie e ainda encarava os escuros olhos de Finn.
- Por favor... Jack... - Finn soltou um sussurro implorativo.
- Finn... nós não temos o que conversar... - Falou soltando o braço de Millie.
- Eu só queria que você... - Finn parou de dizer a frase que iria dizer, aquela frase clichê "Eu só queria que você me perdoasse", para que a pessoa que foi a errada se sentisse pior ainda, mesmo que naquele caso, Finn quisesse o contrário. - Eu quero você, Jack, eu não quero te perder, por favor, volta pra mim... - Naquele momento, Jack sentiu tanta pena de Finn, que pensou em não lhe dizer a verdade, mas se ele fizesse isso... queem sofreria seria ele.
- Finn... nós... não podemos voltar. - Jack segurou ao máximo seu choro mas foi uma tentativa falha. - Eu... não posso ficar com outra pessoa... eu... amo o Noah... eu nunca vou deixar de amar ele. - Finn foi tomado por ódio e tristeza naquele momento. Ele queria apenas sair correndo dali.
- Eu... entendo... - Finn olhou nos olhos de Jack. - Agora eu acho que... essa é a hora que eu vou embora. - Ele disse se virando.
- Ei... - Jack agarrou seu braço. - Não suma da minha vida... é só o que eu te peço. - Jack sorriu em meio à lágrimas.
- Eu prometo. - Retribuiu o sorriso. - Até breve... - E saiu andando...
Os dois sabiam que aquele "Eu prometo." não valia muita coisa, mas fingiram não saber, por mais que fossem ex-namorados, podiam ser amigos. Pra que ter ódio? Agora seriam bons amigos, apenas.

                                               {●}

Millie passou a tarde com seu amigo, os dois riram, comeram, se divertiram... tudo estava bem agora, Jack finalmente estava feliz outra vez!
 


Notas Finais


foiii issoooo pessoaaaal espero que tenham gostado desse capítulo
até mais💘

❤❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...