História I'll Stand By You - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren
Visualizações 388
Palavras 1.106
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha que apareceu depois de Telefone Removido6249 anos AUSHUASHAU Parey

BUENA LECTURA

Capítulo 33 - Eu Amo Você


Fanfic / Fanfiction I'll Stand By You - Capítulo 33 - Eu Amo Você

Acordei com o meu despertador tocando, o desliguei e fiquei mais alguns minutos na cama tomando coragem pra levantar até o meu celular apitar. O peguei e tentei focar minha visão na tela.

Mensagem da Lauren.

Balancei a cabeça para tentar despertar um pouco o sono e abri a notificação.

"Bom dia, Camz!Pronta pra apresentação?Eu estou morrendo de medo" - Lolo

Sorri sem perceber.

“Ela me deu bom dia”

"Bom dia babe :) Eu estou tranquila, ensaiamos bastante, mas não posso dizer que não existe aquele medinho  Fique tranquila, eu vou estar com você <3 Te vejo daqui a pouco, tenho que me arrumar" ­‑ Eu

Pulei da cama e fui até o banheiro para tomar meu banho. Depois que acabei me enrolei na toalha e entrei no closet. Vesti um vestido colado no busto e rodado na saia vermelho salmão, coturnos marrons com saltos e laço preto nos cabelos. Passei uma maquiagem básica, peguei minhas coisas e desci pra cozinha.

— Bom dia!

— Viu um passarinho azul hoje, mi hija? — minha Mama perguntou

"Tá mais pra verde Mama"

— Não Mama, só estou bem ansiosa. Hoje vou cantar a música que compus com Lauren

— Ah sim!Espero que se deem bem

— Iremos Mama, estou bem confiante

— E Lauren? — perguntou meu papa

— Está bem, obrigada

— Não filha — riram — Como ela está com a apresentação?

— Ah sim! — ri — Ela me confessou estar com medo, mas ela canta maravilhosamente bem, então vai dar tudo certo — sorri — Cadê a Sofi?

[...]

— BOM DIA LOLO! — pulei sobre suas costas a assustando

— Que susto garota! — ri

— Como está?Eu estou muito animada! — bati palminhas falando tudo muito rápido. Estava eufórica!

— Quantas barras de chocolate comeu?

— Por que? — riu

— Está eufórica, só falta sair correndo soltando fogos de artifícios. Mas estou bem, vamos pra sala?As apresentações parece que vão começar  no intervalo...Todo o colégio vai nos ver — mordeu o lábio

— Vai ficar tudo bem Lolo — segurei suas mãos agora geladas e a olhei nos olhos — Eu amo quando seus olhos ficam assim

— Assim como?

— Um verde-azulado — corou

— Ah, ele mudam a tonalidade de acordo com as minhas emoções ou até mesmo o horário — riu corando

— Vai dar tudo certo okay? — assentiu e lhe dei um selinho

— Você esta...er...bonita — arqueei as sobrancelhas surpresa

— Ahn...obrigada —  sorri vendo seu rosto corado —  Você também está linda, como sempre — revirei os olhos sorrindo —  Agora vamos pra aula

[...]

Eu e Lauren não tínhamos aula juntas, então acabamos nos despedindo no corredor e indo cada uma para a sua sala.

Agora, estava sentada assistindo uma aula entediante de Inglês. Eu sei falar!Pra que aula?!

Enquanto a aula passava minha mente acabou voando pra Lauren.

Ela é tão linda e fofa, apesar de dar uma de chata às vezes, mas eu me encantei por ela.

E então Austin me veio a cabeça. Aquele é o meu pesadelo. Ele devia estar preso, apesar que ele provavelmente não ficaria um dia lá já que os pais dele são ricos e podem pagar sua fiança e se duvidar subornam os policiais pra evitar que espalhem o acontecido, ou seja, não bastaria de nada ele ser preso.

O sinal apitou e como eu não estava mais afim de ver aulas durante a troca de salas eu desviei o caminho e fui até o campo. Me sentei na arquibancada e fiquei lá olhando o verde do campo e o azul do céu. Era uma paisagem bonita, sempre estive por ali, mas nunca parei para reparar...Estava ocupada demais em me manter perfeita quando na verdade era cheia de defeitos.

Já estava me sentindo entediada de ficar ali sozinha. Peguei meu celular o ligando e sorri ao ver uma foto minha com Lauren no meu papel de parede. Mandei uma mensagem pra ela pedindo para que se ela pudesse viesse ao campo. Voltei pro menu do celular e comecei a jogar um jogo besta que eu tinha no meu celular. Administrar cidade. Era o único jogo que tinha.

Estava tão concentrada no jogo que só voltei a realidade quando alguém tirou o celular da minha mão e levantou minha cabeça me dando um beijo e logo me deitando no degrau da escada ficando por cima de mim.

Não me assustei porque eu reconheceria esse cheiro de longe.

— Nossa!Isso tudo é saudade? — brinquei depois de ela ter se separado de mim

— Talvez um pouquinho — revirou os olhos se sentando corretamente no degrau da arquibanda

Me levantei e me sentei em seu colo de frente pra ela com uma perna de cada lado.

— Pra que queria que eu viesse?

— Nada demais, só queria ficar um pouco com você. Aula de Inglês é entediante. Tipo, eu já sei falar, isso o que importa — gargalhou pendendo a cabeça pra trás

— Essa foi boa Camz. Aprender palavras novas e aprender como usar as novas e as que já sabe é importante

— Não é não!Imagina um mundo sem Inglês, sem matemática...

— Seria uma bagunça

— Lauren!Pare de discordar de mim

— Não estou descordando Camz, mas se não tivéssemos matemática por exemplo não existiria o dinheiro

— Ainda bem, porque aí não haveria tanta desigualdade

— Até pode ser, mas haveriam outros problemas. Agora será que pode parar de reclamar sobre matérias e vir me beijar por favor

— Como quiser — grudei novamente nossos lábios dando início a um beijo lento que durou longos segundos

Eu não quero fazer o que terei que fazer com Lauren. Ela se tornou importante pra mim pelo simples fato de só ela me fazer ser a verdadeira Camila e não a Cabello, a líder de torcida patricinha e mimada. Mas é como eu já disse, se eu denunciar Austin não vai dar em nada. Os pais dele são ricos, eles podem pagar a quantia que for necessária para livrarem aquele idiota e ainda manter em sigilo. O que mais me dói é saber que ela vai sair machucada de tudo isso, eu já a machuquei tanto pelo meu infeliz desejo de ser perfeita...

— No que tanto pensa? — senti ela beijar minha bochecha

— Lo, você sabe que...O Austin...Ele pode...Ah!

— Ele te fez alguma coisa?

— Não, não, mas é que...eu só estou com medo

— Ué — riu — De que?

— Do que pode acontecer. Você é importante demais pra mim, te perder vai ser meu fim Laur — quando percebi já estava chorando e ela me abraçava forte fazendo carinho em meus cabelos e nas minhas costas — Eu amo você

Meu único desejo era protegê-la, eu daria minha felicidade em troca de sua proteção mesmo sabendo que ela também ficaria triste com isso e me veria como a pior pessoa do mundo, de um modo muito pior como me via antes. Pelo menos eu estaria a protegendo de certa forma.


Notas Finais


Eita, situação complicada hein?Camz tá sem opção agora, mas algo ainda pode acontecer, não sei...
Mais tarde eu posto mais :) Beju


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...