História Illuminati - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 0
Palavras 912
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Capítulo 1: Uma ideia


Sim, eu sou um adoslecente comum que acabou entrar no ensino médio.Meu padrão de beleza está acima da média mas eu agora não estou me importando com garotas, tenho cabos castanhos,olhos azuis e me visto bem normal e não tento sair do comum.Sou des de pequeno um garoto gênio na área dos computadores e informática e tenho um QI que chega perto de Einstein,muitos nesse mundo que eu vivo tem capacidades sobrenaturais mas não muito fora do natural e eu nasci com o talento da boa lábia e também posso através do contato visual hipnotizar as pessoas; por enquanto acho que é só isso.

- Erh,professor- Eu disse com um pouco de medo mas mantendo o semblante comum de sempre -

- Oque queres Luke Elliot? - Perguntou-me o professor -

- Infelizmente eu não pude trazer o trabalho,talvez o senhor poderia deixar eu trazer outro dia? - Perguntei ao professor normalmente -

- Olh- Ele não conseguiu falar quando eu entrei em contato visual com ele, suas púpilas dilataram e então em pouco tempo ele disse:

- Ah sim,claro! me traga na sexta então  - Sai da sala com um sorriso comum carregando minha mochila vermelha nas costas, estava com calças jeans e uma blusa listrada preta e branca; um tênis de marca de valor mediano -

Eu andava pelo corredor e via as pessoas me olhando e então eu em um momento pensei "Se eu tenho essas capacidades,como eu as usaria?"; mas logo eu mesmo me respondi "Por que não usar as minhas capacidades para as pessoas fazerem oque eu quero? talvez eu possa me tornar o dono do mundo" e foi essa ideia que mudaria minha vida inteira.

Se você não gosta de histórias de vilões,saiba que todos tomam sua filosofia de vida e talvez eles mesmos sejam o herói da história! nessa época oque eu mais pensava era sobre como estava o mundo pois havia destruição,morte,ódio e eu ficaria ali parado? não,mas eu seria o herói do meu próprio jeito.

Eu corri para a casa,de imediato peguei o lanche que minha mãe havia deixado sobre a mesa da cozinha,eram dois hambúrgueres e suco de laranja como de costume, sentei sm frente ao computador e começei a pensar.Minha mente era cheia de pensamentos rápidos mas isso causavas  consequências para a minha vida,eu tinha a "Síndrome do pensamento acelerado".A "Síndrome do Pensamento Acelerado" é uma alteração, identificada por Augusto Cury, onde a mente fica repleta de pensamentos, estando completamente cheia durante todo o tempo em que a pessoa está acordada, o que dificulta a concentração, aumenta a ansiedade e desgasta a saúde física e mental.

  Essa doença pode me causar consequências mas para mim se tornou um presente da vida, em alguns minutos eu já estava planejando tudo oque eu iria fazer e o meu objetivo era controlar o mundo, com minhas própias mãos.Mas você pensa que isso vai ser fácil? um longo processo que eu preciso passar e eu necessito,não importa oque aconteça.

Eu então tomei acesso a Deep Web,tomando contato com alguns colegas de tempos que eu necessitava de ajuda e em troca eu daria brevemente uma grande quantia de dinheiro.Você deve pensar quanto e como; eu realmente não tenho dinheiro mas tinha certeza que conseguiria iniciar o longo processo naquele mesmo dia, e tinha que começar manipulando empresas; mas isso era um plano que nós tinhamos que iniciar com calma e cautela, nada seria fácil no começo.

Passaram-se dias e eu sempre focava naquilo sobre como eu manipularia as empresas,como? foi aí que eu lembrei das minhas capacidades mas eu deveria criar algo,talvez um logotipo e me tornar o dono da futura maior próxima empresa do submundo.

Eu passava horas pensando nisso,por causa do meu problema eu chegava a ter dores de cabeça e lapsos.

- Olá Luke,fez o trabalho de casa? - Perguntou Sirena, é um amiga minha -

- Eu fiz,mas tô é com dor de cabeça - Disse enquanto comia,ela se assentou comigo no refeitório -

- Já tomou dipirona? - Perguntou Sirena,mostrando preocupação -

- Sim mas não adiantou,depois eu vou tomar outro - Disse naquele mesmo momento tendi uma ideia genial perguntamdo algo a Sirena -

- Sirena, se você fosse criar uma empresa que você fosse dona, qual nome você daria? - Perguntei -

- Hmm, deixa eu pensar - Ela olhava pra cima enquanto eu coçava o cabelo -

- Eu acho que eu me inspiraria no significado do meu nome e mudaria se não ficaria brega - Disse Sirena voltando a olhar para mim -

- Valeu Loirinha! - Depois disso eu sai correndo da mesa do refeitório se refirindo a Sirena como uma garota loira e de fato ela é, vestia-se com uma grande blusa com manga até o braço de cor branca, junto com uma calça jeans; usava muitos acessórios -

- Ok né... - Disse ela assustada com a reação enquanto eu corria -

Talvez fosse genial mas depois da aula eu deveria fazer uma pesquisa sobre o meu nome e de fato eu precisaria de um nome secreto.Foi uma aula longa mais até que não foi chato e foi-se falado assuntos interessante e rapidamente corri para chegar em casa.

  E novamente peguei os dois hambúrgueres que estavam em cima da mesa, estranho hoje ser de uva; eu corri para o meu quarto e me assentei diante da tela do computador já iniciando um estudo sobre o meu nome. 

- Interessante, meu nome significa isso e eu já posso decidir um nome, será...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...