1. Spirit Fanfics >
  2. Ilusões do coração - Yaoi >
  3. Aniversário solo (Part 2)

História Ilusões do coração - Yaoi - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Oii, Caro leitor vários de vocês estavam ansiosos por um hot, derr isso é uma fanfic yaoi o que esperava? Kkk só para avisar desse capítulo adiante as coisas irão tomar um caminho mais adulto, caso você seja sensível ou não goste desse tipo de conteúdo não leia.

Prólogo: após Nanmin ter ficado mais próximo de Eivan as coisas desandaram, então algumas escolhas foram adiante.

Atenção esse capítulo contém literatura erótica, caso você não goste pule ou nem leia. Obg pela atenção ass; Nork.

Capítulo 14 - Aniversário solo (Part 2)


Fanfic / Fanfiction Ilusões do coração - Yaoi - Capítulo 14 - Aniversário solo (Part 2)


04/04/2025 09:30 da manhã.

Eivan congela quando ouviu falar sobre aquilo. - o que ele disse? - ele me olha com raiva.

- Nada demais...apenas disse que  ele já havia dado aula para você no colégio. - falo olhando para o lado.

- ... - ele suspira. - vamos continuar esse projeto.

- aham. - dou um sorriso. - ( parece que o clima ficou muito pesado quando eu falei sobre o Eri...) - quando você terminar de tirar a foto você me avisa. - fiquei sentado do seu lado com meu caderninho de ilustrações, se passou um tempinho e Eivan havia terminado de tirar as fotos.

- o que acha? - ele me mostra algumas fotos que estavam na câmera.

- gostei da segunda, agora eu vou desenhar. - falo sorrindo, enquanto desenhava Eivan apoia a cabeça no meu ombro. - ( achei que quando ele terminasse a foto ele iria embora..) - fico feliz que ele tenham ficado comigo...

[...]

- terminei. - me viro e vejo que Eivan estava dormindo apoiado no meu ombro. - ....(ok, eu preciso tirar uma foto dele dormindo isso é muito fofo.) -  pego meu celular e começo a tirar algumas selfies com filtros fofos de nós. - essa aqui vai para a galeria, hehehe....- será que alguém lembrou que hoje era o aniversário do Eivan? Eu realmente entendendo o que é a solidão, eu sei como pode ser triste ninguém lembrar do seu aniversário...

Fiquei lá por um tempo ao seu lado.

- já terminou de fazer esse desenho? - Eivan me pergunta ainda sonolento e com os olhos fechados.

- sim, quer ver? - falo sorrindo.

-  pode ser, mas se estiver ruim eu vou falar. - ele boceja.

Mostro o desenho que havia feito. - o que achou?

- nha, até que a princesa sabe desenhar. Parabéns. - ele fala num tom sarcástico.

- ( Denovo esse apelido!?? Já estava na hora do Eivan ficar um babaca novamente.) - fico olhando feio para ele. - ( ele fica bem mais inofensivo dormindo.)  Só por você ter falado esse apelido idiota eu não vou te dar um feliz aniversário. - falo com um sorrisinho.

- Aniversário? - Eivan me olha confuso. - você por acaso anda me stalkeando? Tudo bem eu ser bonito e inteligente mas isso é estranho. - ele se levanta e se espreguiça.

- Você realmente é cheio de si. Eu vi na sua identidade que estava embaixo da minha cama. - me levanto e guardo meu equipamento na mochila. - sua câmera. - devolvo a câmera do Eivan. - ( quantos anos o Eivan está fazendo?) Você tem quantos anos? - falo curioso.

- por que quer saber? - ele fala friamente enquanto pegava sua câmera da minha mão.

- só estou curioso, entãooo quantos? - falo juntando as pontas dos dedos.

- Vinte e seis. - Ele suspira. - satisfeito?

- ......( NANI!??? ELE É 4 ANOS MAIS VELHO QUE EU!???) - ....fico sem reação. - então quando você estava no ensino médio comigo você tinha 19 anos!? Como isso é possível? - fico tentando entender. - .... você me beijou seu pedófilo lolicon.

- Nani?.....- Eivan ficou espantado com minha reação um pouquinho exagerada. - Sobre eu ter 19 anos e estar no ensino médio naquela época, duas palavra: documentos falsos.

N.K - Muitas vezes eu uso "Nani" nas falas, Nani significa "o que?"

- além de pedófilo é criminoso....(como uma simples pergunta fez tanta confusão?) - coloco a mão no rosto rindo. - desculpa "véi". Então onde você vai comemorar seu aniversário?  - falo sorrindo.

- Não ligo para esse tipo de coisa. - ele pega a sua câmera e sai andando.

- para onde você vai? - dou uns passos para perto dele.

- tirar algumas fotos. - ele vai embora.

- ( já esperava isso dele..) - Fiquei andando pelo parque atrás do Son e da Ae. - onde aqueles bastardos foram? - fiquei andando pelo parque todo até ver Eri vindo em minha direção.

- Estou vendo que já terminou seu projeto. - Ele fala com aquele sorriso meigo e gentil.

- quer ver? Depois me fala o que achou. - falo sorrindo, entrego meu caderno para Eri.

- claro por que não. - ele pega e dá uma olhadinha no meu projeto. - você é bastante talentoso. - ele sorri.

- Obrigado, hehehe...- fico contente e pensativo. - ( como o Eivan pode odiar o Sensei?) - Eri devolve meu caderno. Ficamos bastante tempo conversando e descobri que tínhamos muito em comum, Eri sempre se mostrou bastante amigável e fofo comigo mas acho que ele é assim com todo mundo... Logo chegou uma garota bastante bonita com seus longos cabelos ruivos falar com o Sensei.

- Sensei, o que você acha? - ela mostra seu projeto com todo charme do mundo. - pode falar a verdade, hehehe. - ela fica bem próxima de Eri.

- ....- por que eu estou assim será que...eu estou com ciúmes? - Com licença, eu tenho que ir...Tchau sensei. - vou embora sem olhar para trás.

[...]

Estava sentado embaixo de uma árvore quando percebo que não estava com meu caderno de desenho. - ( na onde eu coloquei esse caderno?) - procurei na minha mochila mas não havia nada. - ( merda perdi o caderno...) - fiquei com a cabeça abaixada com as mãos no rosto.

- Você estava procurando por isso? - Eri coloca o caderno encima da minha cabeça.

- ah, Obrigado...- levanto a cabeça e pego o caderno.

- você deixou o caderno cair enquanto saia desesperado. - ele sorri..

- ......D-desesperado? não, eu apenas tive que ir. - falo desviando o olhar.

- Não precisa ficar assim, aquelas garotas não significam nada..- Eri se agacha e aperta minha bochecha. - por que você é tão especial?...- ele estava com aquele olhar meigo e protetor.

- o que quer dizer com isso?...- tiro sua mão da minha bochecha.

- Nada demais, só queria saber por que você me deixa assim. - ele coloca o rosto bem perto de mim.

- Diria que isso é um flerte, é? - falo com as sombrancelhas erguidas.

- Você me descobriu. - ele sorri, suas mãos acariciava minha orelha. - o que você me di-  Eri é interrompido por mim que o beija intensamente.

- ( merda....por que eu comecei isso? Se eu comecei é melhor terminar.) Continuamos a nós beijar até o celular de Eri começar a vibrar, paramos o beijo ofegantes.

- Já está na hora de irmos, quando chegarmos no colégio você me encontra na minha sala. - Ele sorri e vai embora.

- que porra acabou de acontecer? - fico paralisado olhando para o nada. - (calma ele é gay?..) - eu me senti bastante estranho por que aquele beijo não foi igual o do Eivan...eu não fiz por querer mas sim por prazer.

[...]

Estava no ônibus sentado com Ae e do outro lado estava Son com um amigo.

- parece feliz. - Ae-chan fala desconfiada. - aconteceu algum?

- N-nada, por que acha isso, hehehe,  para de me olhar assim desgraça. - viro meu rosto.

- Nanminnn?? Conta se não for por bem vai ser por mal. - ela coloca a mão no meu ombro.

- Eu fiquei com alguém, por enquanto, depois eu dispenso. - falo com um sorrisinho.

- ....NANI!?? QUEM!? - ela fica animada. - wonn o meu neném tá crescendo.

- para com isso, não é ninguém em especial hehehe. - falo envergonhado.

- ....Foi o Eivan né? Seu safadin, minino se ele fizer algum eu mato ele. - ela fala furiosa e preocupada.

- Q-que? Não, nada haver, hehehe...( Tirando que a gente já se beijou...mas deixa pra lá.)

- Então quem?? - Ela fala curiosa.

- Segredo. - coloco meu dedo na frente da minha boca fazendo um sinal de silêncio.

- Você vai apanhar se não falar. - Ae dá uns tapinhas em mim.

- AIII que dor, acho que vou morrer... - falo rindo.

- .....- ela fica com biquinho de tanta raiva. - puta.

- sou mesmo. - falo com um sorrisinho.

- escroto. - Ae fala olhando feio para mim.

- Kenga. - falo rindo.

Ficamos nós chingando até o Son ficar encarando a gente com uma cara de "ué.

[...]

04/04/2025 13:15 da tarde.

Todos estavam exaustos então todos ficaram em seus dormitórios e alguns foram ficar com seus familiares sendo que hoje era sexta, a escola estava vazia, depois eu iria me encontrar com Eri em sua sala. Estava no meu dormitório, Eivan já havia chegado ele estava fazendo alguma coisa no computador provavelmente algum trabalho.

- Oii Eivan. - falo sorrindo. - você deixou comida para o Kaminari?

Ele revira os olhos. - aham. - ele estava sendo totalmente frio.

- ah, ok... - vou direto para o banheiro para poder tomar um banho. - ( será que ele está bravo com alguma coisa?)

Eivan°on
04/04/2025 10:50 da manhã.

Estava tirando algumas fotos em lugares vazios para as pessoas não me atrapalharem, quando vejo Nanmin beijando alguém quando vejo melhor era o Eri. -....idiota..( estou perdendo a paciência...) - meus punhos se fecharam...estava quase indo lá provavelmente eu iria perder a cabeça denovo e dar uma surra no Eri, mas parei por que me lembrei do que aconteceu na última vez... - não posso deixar o Nanmin se machucar novamente, porra... - dou meia volta e vou embora.

[...]
04/04/2025 13:15

Tinha acabado de chegar na Universidade, estava indo direto para meu dormitório quando sinto alguém com a mão no meu ombro, me viro e vejo que era o Eri.

- boa tarde, Eivan. - Ele sorri com aquele sorrisinho estúpido.

Seguro o pulso dele. - qual é a sua? Você voltou para me assombrar depois de tudo aquilo na Alemanha? - aberto seu pulso com força.

Ele coloca a mão cobrindo seu sorriso. - de onde tirou isso? Só faço minhas prioridades, se você não gosta não é problema meu.

Estava tão nervoso que coloquei Eri contra a parede. - Você me irrita...

- Você lembra o que aconteceu da última vez? Você quer mesmo fazer o Nanmin te odiar, pobre Dillan, você continua aquele mesmo garoto impulsivo e reservado. - ele ri e vai embora me ignorando completamente.

- .... - Ele continua a falar meu nome, mesmo sabendo que eu o odeio e trás lembranças horríveis.

[...]

Estava irritado por tudo que nem conseguia encarar Nanmin.

-  oiii, Eivan. - Nanmin fala sorrindo após entrar no dormitório. - você deixou comida para o Kaminari? - ele fala pegando sua toalha de banho.

- aham..- falo friamente. - ( me sinto tão culpado por não conseguir falar a verdade...sinto que a verdade pode fazer ele me odiar.)

- ah, ok..- ele entra no banheiro.

[...]

Nanmin°on
04/04/2025 13:45 da tarde.

Estava na frente da sala do Sensei, não estava conseguindo bater na porta, assim que tive coragem, ninguém atendeu. - será que esse era o lugar certo? - abro a porta devagar. - com licença. - não havia ninguém na sala, fui entrando e fiquei olhando em volta, escuto a porta se fechando atrás de mim.

- fico feliz que tenha vindo. - Eri fala sorrindo enquanto tranca a porta.

- o que você quer? - falo curioso lançando meu charme.

- você. - ele se aproximou de mim  fazendo me apoiar encima da mesa.

- então você quer isso? Um pouco inapropriado vindo de um Professor. - puxo sua gravata, aproximando seu rosto do meu. - mas deixa que eu lidero.... - rolo o Sensei fazendo ele ficar deitado na mesa, coloco minha mão em cima da mesa perto de seu rosto.

Nork - daqui em diante as coisas começaram a tomar um caminho mais adulto, leia sabendo dos riscos. >:3

Fico encima dele, esfregando minhas partes com as dele, tiro minha camisa. - sabia que eu nunca fiz isso em uma escola? Ainda mais com um professor, isso me excita.- solto um suspiro. -  Diria que você não estava esperando por essa reação né? - falo sorrindo.

- Na verdade eu esperava sim. - Eri sorri enquanto passsava a mão nos meus mamilos...

Contínua...


Notas Finais


Todos os sábados irão ter capítulo novo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...