História I.L.Y.M - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Annie, Didi, Drama, Ilusão, Mei, Pandas, Romance, Solidão, Sophie, Tristeza, Vec, Zek
Visualizações 7
Palavras 362
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


essa é minha primeira história séria, então pf n me julguem se n ficar bom :3

Capítulo 1 - Paixonite


Fanfic / Fanfiction I.L.Y.M - Capítulo 1 - Paixonite

Segunda-Feira de uma semana qualquer, as aulas de Vec haviam acabado de começar

(eu entrava na sala um pouco tranquilo, pois aparentemente conhecia todos de lá, porém quando entro vejo uma pessoa nova, uma menina, ela era linda, mas tinha vergonha de me apresentar, então rapidamente puxei uma cadeira perto daqueles que já conhecia, dois de meus amigos, Sophie: minha amiga de infância, e Maven: que era meu amigo já a três anos, o professor começou a dar aula, mas não prestei atenção, a única coisa que conseguia pensar era na garota, no inicio achei que não ia com a cara dela, mas não era isso, depois de dias que tinha percebido que era algo a mais, algo como... amor.)

(Fiquei semanas e semanas pensando nela, não conseguia ir falar com ela, nem ao menos havia contado aos meus amigos sobre ela, ela não parecia com aquelas garotas que garotos idiotas se apaixonam, ela era como... como uma incrível pessoa, era inteligente, gostava de animes; assim como eu; depois de alguns meses que tomei coragem e contei a dois de meus amigos sobre oque eu sentia, eles eram: Zek[o baixinho simpático] e Didi[o brincalhão amigável] os dois haviam me contado que o nome dela era Mei, meses se passam, ainda não tinha conseguido conversar com ela, já era o último dia de aula daquele ano, e ainda... nada, nas férias só conseguia pensar nela e como era um idiota por não tentar nada, meses se passam novamente, já era o ano seguinte, e começava as aulas de novo, algumas horas se passam, estava muito triste, por ser tão idiota, ao ponto de se passar um ano e não conseguir conversar com a Mei, era a hora de ir embora da escola, de cabeça baixa me dirigia a saída do colégio, quando sinto uma mão tocando no meu ombro, e quando me viro para olhar, não conseguia acreditar no que estava acontecendo.)

-???: Por que você está tão triste Vec?

-Vec: oi Mei... como sabe meu nome? (estava surpreso, a maioria das pessoas, tirando aqueles que eram meus amigos, não davam a minima para o depressivo anti-social, que no caso, era eu...)

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...