História I'm a Mess - I Need Romance - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Coletânea, I Need Romance, Min Yoongi
Visualizações 28
Palavras 2.764
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Ficção, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


• I Need Romance é uma coletânea com dez estórias e todas vão ser three shot e cada uma delas vai ser um idol diferente. A coletânea terá duas histórias, sendo duas por mês (completas) exceto dezembro que terá três estórias, e acabará dia 24/12/2018 com um especial de natal. Todas as estórias serão inspiradas em músicas e eu deixarei sempre o nome o cantor e o link delas nas notas finais. •

Capítulo 3 - Parte três: I'm a User


Fanfic / Fanfiction I'm a Mess - I Need Romance - Capítulo 3 - Parte três: I'm a User

– Eu senti a sua falta – Yoongi profere quase como um sussurro, rente aos meus lábios enquanto me olha intensamente com suas íris negras sobre meus olhos, como se ele soubesse tudo o que está se passando dentro da minha mente.

 

Lentamente sua boca vai se aproximando da minha e ele me envolve em um beijo molhado e lento, cheio de saudade e vontade. As suas mãos subiram pelas minhas costas indo de encontro aos meu cabelos, onde o segurou com força. Sua língua explorava minha boca com agilidades, ele conseguia me fazer tão dele e tão frágil aos seus toques.

E como eu sentia falta de seus lábios nos meus, ninguém poderia me ter como Yoongi por, mas que eu procurasse eu não acharia alguém que me faça eu me sentir tão entregue como ele é inacreditável como ele consegue me deixar dessa forma.

Seus lábios excendiam meu corpo com luxúria e volúpia, Yoongi levantou minha perna direita a colocando em sua cintura e apertando com força minha coxa, sua outra mão – agora longe de minha cabeça – explorava das minhas costas levantando minha blusa e indo até às minhas nádegas as apartando com agilidades por cima de meu short. Céus, como eu sentia saudades de seus toques sobre minha pele que só esquentava ao senti-lo próximo a mim.

– Você quer isso tanto quanto eu? – Mordeu seu lábio inferior agora longe dos meus, olhando diretamente aos meus. Sua boca estava vermelha e molhada pelo recente beijo, ele é tão lindo, senti tanta falta de o olhar dessa forma. Ele apertava seu corpo contra o meu e espalmou suas mãos longas sobre minha região de trás, me deixando sem ar algum.

– Isso responde sua pergunta? – Me afastei dele sorrindo maliciosa de lado. Levei minhas duas mãos a barra da minha camisa e a levantei a tirando de meu corpo expondo meus seios sem sutiã, que já não era novidade a ele. Sorri novamente e a joguei no chão indo em sua direção colocando minhas duas mãos em volta de seu pescoço, eu não conseguia tirar o sorriso bobo de meu rosto. Já a expressão de Yoongi era completamente sexy me deixando mais molhada do que já me encontrava, acho que depois de todo esse tempo, o ver dessa forma a minha frente, isto está mexendo mais ainda com a minha mente. Seus cabelos negros sobre sua testa, sua pele branquinha que dava um lindo contraste... Merda, porque ele tem que ser fodidamente gostoso dessa forma?

Sua boca agora ia até meu seio direito exposto ora beijava e ora mordia o bico rígido já dele com rapidez, enquanto massageava o meu seio esquerdo, ele está me levando a loucura com tão pouca coisa, dessa forma eu poderia gozar muito mais rápido do que o normal.

– Deixe-me fazer isso primeiro, querida... – Ditou baixinho rente aos meus ouvidos dando uma risadinha safada no final de sua fala. Ele não me deu tempo para raciocinar sua frase, locomoveu as suas mãos a minha cintura me levando até de minha sala ao meu quarto. Eu o encarei atônita quando ele me empurrou fracamente me fazendo sentar a minha cama, e logo se pôs de joelhos à minha frente sentado ao chão. Ele afastou minha coxa uma da outra e começou a beijá-las na parte inferior enquanto suas duas mãos iam ao cós de meu shorts o puxando para baixo junto a minha calcinha, a fazendo cair pelas minhas pernas chegando aos meus pés, ele logo tirou as peças para fora de meu corpo por completo. Ele dava beijos demorados em minhas coxas prolongando o momento. Joguei a cabeça para trás fechando meus olhos e sem nem mesmo perceber saiu um arfar involuntariamente de meus lábios, eu me encontrava já tão excitada que apertava os lençóis de minha cama fortemente tentando descontar todo o tesão que sentia, mas isso se parece impossível quanto se está nua da cabeça aos pés enquanto um Min Yoongi se encontra completamente sexy em meio às suas pernas.

– Por favor... me chupa logo... – Murmurei rebolando meu quadril tentando aliviar o tesão que sentia nesse momento.

Yoongi aproximou lentamente sua boca a minha intimidade dando um leve beijo, esse tão pouco contato me deixou tão quente quase entrando em combustão, eu fraquejei e tremi apenas com isso, eu implorava por mais contato, porém ele não parecia se importar com meus pedidos de misericórdia e meter logo em mim com toda sua força.

Eu não consigo acreditar que esse momento está acontecendo, é demais para mim, e isso não é um sonho, é o próprio Yoongi aqui em minha frente a abaixado em meio às minhas pernas.

– Eu estava com saudades disso – Disse fungando meu cheiro em minha coxa voltando beijá-la. Eu já estou ficando louca querendo que ele me chupe de verdade, mas ele parece não notar meu desespero. Ao notar meu desespero para o tê-lo, Yoongi deu uma risada cafajeste baixa e arrastou sua língua explorando lentamente meu sexo. Só aquele contato entre sua boca e eu, me deixou completamente arrepiada, meu corpo parecia entrar em chamas, eu ardia de tanto tesão. A sensação de voltar tê-lo dessa forma era inexplicável, eu não consigo descrever com palavras o modo em que ele me deixa dessa forma, céus ele quer me matar?

Yoongi envolve sua língua em meu clitóris, fazendo movimentos circulares naquela região em forma de uma massagem torturante e logo depois leva sua língua a minha entrada ameaçando a enfiar naquela região, como resposta meu corpo todo se contraiu com o seu contato sob minha intimidade. Yoongi me puxou pelo quadril o levando mais perto de sua boca colocando minhas duas pernas as colocando sobre seus ombros. Ele adicionou sua língua novamente em minha entrada a enterrando com sem dó ali e de novo meu corpo se contraiu todo com a ação do outro. Ele voltou a chupar meu clitóris com voracidade, em seguida ele enfiou dois dedos dentro de mim.

Todos os seus movimentos são todos perfeitamente calculados, o modo em que ele mexe seus dedos dentro de mim são lentos demais de um jeito gostosamente torturante. Arqueio meu quadril em encontro ao seu rosto em uma forma de súplica para ele agilizar seus movimentos e tudo o que ele faz é empurrar meu quadril para baixo e agora permanecer o segurando me impossibilitando de me mexer. Eu tenho certeza que gritei o seu nome em forma de protesto, ou talvez só foi fruto de minha imaginação, eu estou tão fora de órbita que nem sei o que estou fazendo, não tenho certeza de quais são os meus movimentos, quanto mais ele mantém essa lentidão, mais inquieta eu fico com o que ele está fazendo.

Eu estou afoita, mas Yoongi me parece tão calmo, como ele consegue se manter assim diante essa situação? Todos os seus toques lentos e leves, que fazem minha pele arder, sua língua percorre novamente cada milímetro de minha intimidade, me fazendo fechar os olhos com força, ele tirou seus dedos de dentro de mim sorrindo e os levando a minha boca me fazendo sentir meu próprio gosto. Eu chupo seus dedos com vontade o fazendo sorrir malicioso, depois disso ele arrasta seus lábios novamente sob minha pele me fazendo gemer manhosa percorrendo minhas coxas e região íntima por inteiro, provando cada parte de mim. Minhas duas mãos largaram o lençol da cama e procuraram por seus cabelos pretos os bagunçando por completo ao fazer contato a eles, ele entende o que eu quero e enterra sua boca novamente em mim agora me chupando com voracidade.

Sua boca que antes o fazia lentamente agora faz rápido tendo ele o fazendo com urgência me fazendo gemer altamente alto, ele me chupa destruindo tudo o que se passa em minha cabeça agora se tornou tudo branco. Eu começo rebolar contra seu rosto respirando forte, ele aperta forte minhas pernas me deixando tremer por cada mínimo contato que tenhamos. Ele bota pressão o fazendo mais forte alterando a velocidade entre rápido e super veloz, sua boca contra mim é rápido e intenso ele volta a chupar meu clitóris e a meter seu dedo dentro de mim com rapidez me fazendo tremer por completo, eu ia gozar! Eu estou prestes a gozar em sua boca novamente, algo que eu não poderia imaginar que aconteceria de novo.

– Yoongi... eu... eu vou... – Ele ignora meu chamado e continua o que estava fazendo, sua língua tocava os melhores lugares dentro de mim. Automaticamente minhas pernas tentam se fechar, porém ele impede segurando com força minhas pernas. E finalmente consigo sentir gostosamente meu orgasmo. Foi explosivo... porra foi extremamente gostoso, com senti falta disso, sua língua continua me chupando sem dó me deixando mais sensível e ofegante. Eu me jogo deitando na cama, eu nem me lembro mais como se respira, tento regular minha respiração mas Yoongi vai diretamente beijando meus lábios velozmente em um beijo desesperado, sua língua tinha o meu gosto, isso era fodidamente bom, não tem como descrever. – Eu quero te chupar... – Falo rente a sua boca olhando diretamente em seus olhos, eu também senti falta de o sentir dentro de minha boca a fodendo com força, eu quero fazer isso.

– Você pode fazer isso outra hora – Sorri fofo, nem parece o mesmo de minutos atrás – Mas agora eu estou com tanta vontade de meter com força dentro em você até me implorar para parar... – Diz mudando seu tom para um maníaco safado, e vou confessar, eu adoro quando ele age assim como se não fosse nada me fazendo arrepiar por completo. Droga Yoongi, eu quero você metendo em mim. Em questões de segundos, em uma manobra rápida ele me bota de quatro ficando atrás de mim. Sinto sua ereção pelo tecido fino de sua calça social.

Eu olho para trás encarando sua íris preta e o vejo abrindo seu sinto e baixando sua calça na altura de seu joelho. E afundou completamente seu membro para dentro de mim, a sensação de voltar a ser preenchida por ele novamente é tão maravilhosamente boa que me faz perder todos os meus sentidos por um momento, eu apenas cerrei meus dois olhos com força e mordia meus lábios tentando descontar tudo o que sentia. Eu rebolo contra seu pênis tentando demonstrar que necessito de mais contato seu, Yoongi segurava com força minha cintura entrando e saindo de uma forma diferente das outras vezes porém não deixa de ser muito boa. Ao contrário de antes, ele não o fazia rápido e desesperador, ele metia em mim lentamente e certeiro, encostando em lugares dentro de mim que eu nem lembrava mais que existia. Suas mãos despencou de minha cintura indo diretamente para debaixo de meu corpo apertando meus seios e apertando os biquinho rijidos, esse desgraçado sabe bem como me enlouquecer.

Em questão de segundos eu estou debaixo dele e ele se encontra tirando por completo suas roupas ficando novamente nu diante meus olhos, fazia tempo que não o via assim e céus, ele estava parecendo mais gostoso desde a última vez. Seus dois braços apoiados do lado de minha cabeça. O peso de seu corpo sobre o meu é bem melhor do que restava em minhas memórias. Quando seu olhar se encontra com o meu ele sorri e torna a beijar meus lábios com uma calmaria pura que me lembrou o começo do nosso relacionamento.

– Você sabe quanta saudade senti sem poder te ter? – Falou quase em um sussurro, sua voz fraquejou em meio sua frase, me fazendo perder o controle e beijar seus lábios, era um beijo rápido e molhado, – O quanto o eu senti saudade de você me apertando deliciosamente dessa forma? – Agora Yoongi metia com mais força em mim, acompanhando a velocidade do beijo arrancando um grito inesperado e afobado meu. Com isso ele parece se descontrolar e começa a vir intensamente e deliciosamente rápido em suas investidas ditando todos os nossos movimentos, ele gemia rouco em meu ouvido enquanto eu gemia manhosa quase implorando por mais.

Ele levou seus lábios até meu pescoço deixando beijo molhados e mordidas pela região enquanto ele se dedica a me fuder com toda agilidades que ele tinha, seu ritmo antes lento agora está acelerado se tornando a cada momento mais frenético dentro de mim. O choque de nossos corpos ao se encontrarem faz um barulho realmente bom diante aquele quarto silêncioso me deixando cada mais ansiosa por mais e mais dele, junto as meus gemidos descompensada mente altos de mais, em quanto os gemidos que Yoongi soltava eram quase nulos, ele soltava um suspiro pesado contra meu rosto, ele não deixou de me encarar com seus olhos escuros quase torturantes por um minuto, vez ou outra ele os fechava mais já tornava abri-los novamente como se não quisesse perder nenhum minuto de nossa foda.

O modo como ele investe seu quadril ao meu é insanamente rápido demais, me fazia ter tremiliques me contraindo algumas vezes o apertando dentro de mim.

– Ma-mais... – É a única coisa que consigo fazer sair de meus lábios, porque parece que todas as palavras conhecidas fugirem de meu dicionário ao mesmo tempo que isso é bom é desperador. Arrasto lentamente minhas duas mãos em sua costas até o final de suas costas fincando minhas unhas naquela região ora ou outra eu trocava o aperto por apenas passar minhas mãos acariciando-o ali. A única coisa que parece importar e fazer sentido em minha cabeça é o momento em nós estávamos vivendo ali juntos, eu queria que nunca acabasse e nós não precisacemos encarar a realidade. Uma sensação explosiva começa por debaixo de meu ventre me fazendo arquear as costas e gemer mais alto ainda do que antes .

Ele começa a me invadir por completo me fazendo querer gritar por mais, mais e mais, mas minha voz não quer aparecer, a única coisa que sai de meus lábios são gemidos desesperador indicando meu próximo orgasmo da noite. Eu perco as contas de quantas vezes ele desliza para fora de mim retornando com um força cruel, eu consigo ver o céu e o inferno ao mesmo tempo, é tão surreal imaginar que está acontecendo mesmo esse momento, que me faz querer ficar de olhos abertos para não perder um momento sequer.

– Goza para mim querida, hum? – O seu timbre controlador me fazia querer o abedece- lo e gozar. Meu coração acelera e meu corpo treme anúnciando que eu gozaria neste momento. Dito e feito, eu gozei tão gostoso porém Yoongi não parou de se afundar em mim mesmo eu tendo sensível me fazendo tem múltiplos orgasmos, e vou te falar, isso é maravilhosamente bom. Seu corpo continua se movendo contra o meu e então eu o sinto gozar dentro de mim urrando alto meu nome em meu ouvido. Sua porra escorre em meio às minhas pernas, uma, duas, três, ele dá mais algumas estocadas até estar devidamente satisfeito e logo Caio ao meu lado sorrindo brilhante para mim e me envolvendo em um aperto.

 

Eu te juro ficamos mais de dez minutos em silêncio abraçados tentando captar tudo o que aconteceu durante nossa transa, agora eu parecia conseguir pensar corretamente, e sentir uma pontinha de arrependimento dentro de mim com medo de ele ter me usado e sair pela aquela porta me abandonando. Só de pensar nessa possibilidade eu o abracei com toda o pouquinho de força que me restava. Ele não parece corajoso suficiente para me falar algo, e isso me assustou, eu jurei que se falasse algo sua resposta seria que ele precisa ir embora para de preparear para seu casamento que é daqui a algumas horas. Pelo seu olhar eu via felicidade, porém não tinha certeza, e se estivesse misturada com arrependimento? O que seria de nós?

– E agora? – Perguntei quase inaldivo tentando não quebrar o clima, mas eu quero saber como será daqui para frente, sabe nois dois.

– E agora – Devolveu, mas não em um tom de pergunta e sim de resposta. – Agora vamos voltar a ser o que éramos. Vou encerrar de vez minha péssima vida que tive durante esse mês longe de ti. Meu pai que me perdoe, mas não posso me casar com alguém que não amo ou trabalhar com algo que não sei. – Ele encarava o teto branco de meu quarto, ele estava sério, porém via a felicidade em seus olhos e era inacreditável isso eu posso te jurar.

– Eu estou falando de agora – Sorri maliciosa subindo por cima de meu ex atual namorado – Agora. Agora vamos fazer tudo de novo. E eu quero te chupar até você gozar em minha boca!

 

Sim nós dois somos uma verdadeira bagunça!


Notas Finais


E por fim, aqui está a última parte <3

Espero que vocês tenham gostado desse hot, não sei se ficou bom pq PORRA É MUITO DIFICIL ESCREVER UM HOT, SERIO, mas dei meu melhor juro e me deu um puta bloqueio de criatividade desde do primeiro capítulo, por isso que nunca postei nas dadas em que marquei ME PERDOEM EU SEI Q FICOU PÉSSIMO

Eu gostaria de agradecer a fada da _LittleRose_ Pela capa e o banner maravilhoso


Bebe Rexha - I'm a mess https://www.youtube.com/watch?v=LdH7aFjDzjI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...