História I'm afraid (Vhope) - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys (BTS), Drama, Romance, Vhope
Visualizações 33
Palavras 953
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie
Td bem?
Mais um capítulo e talvez amanhã ou segunda tenha mais.
Boa Leitura!

Capítulo 19 - Quer tentar?


Kim Taehyung estava naquele momento sentado no sofá da cada de Jung Hoseok. Encarava sua mãe como se visse a alma da Sra.Kim com seus próprios olhos, enquanto esperava que a mesma abrisse a boca e responde-se suas perguntas sobre a conversa que tivera com o Jung. O que caralhos não podia saber? Estava quase enlouquecendo com a imagem de sua mãe que olhava para qualquer outro cômodo da luxuosa casa do advogado. Taehyung iria lhe chamar a atenção mais uma vez, se não fosse porque a mesma havia começado a falar.

ㅡ Eu era jovem, bonita, sonhadora e encantadora como toda menina criada para ser tudo isso, e que aceitou tudo sem nem ao menos questionar. Durante minha vida não pude fazer muitas escolhas e isso aconteceu também em relação ao meu relacionamento com seu pai. Não escolhi ele de primeira, fui escolhida por ele e dali pude o conhecer e me apaixonar pelo mesmo. Ele me amava e isso não posso negar, mas com o tempo ele passou a amar também ou até mais a riqueza de meus pais. Eu era uma jovem de 22 anos apaixonada e que pensava que era recíproco em tudo. Em exatamente tudo. Mas não era bem assim. ㅡ A mulher parou de falar e levantou do lugar parando de costa para o filho enquanto olhava o Jardim daquela enorme casa.

Ela não achava que conseguiria dizer tudo que era preciso para o seu menino, mas mesmo assim prosseguiu.

ㅡ Sr.Kim, Chin-Mae não me amava como eu o amava. Seu maior nível de amor era destinado a riqueza pertencente a minha família. Durante anos casada com ele fingi ser sua submissa e nunca o negar nada. Era uma forma de ganhar tempo para dar um futuro digno a meu filho e a mim mesma. Três anos após me casar descobri que... ㅡ Simplesmente parou, tão repetinamente como se de uma hora para a outra seus pulmões estivessem gritando por ar.

Na verdade somente não conseguia terminar a frase. Estava com um tamanho de receio grande. O que seu filho iria pensar sobre quem ela era depois disso? O que o jovem pensara de seu avô? Quem ele, Kim Taehyung, acharia que era depois de descobrir isso? Eram tantas as perguntas, mas somente teria respostas fazendo o que tanto temia.

ㅡ Mãe? Mãe, o que a senhora descobriu? ㅡ Falou o Kim mais novo tenso.

Perceberá o nervosismo de sua progenitora e sabia que coisa boa não vinha desse nervosismo. Mesmo com medo ela tentou o responder.

ㅡ Eu descobrir que meu pai, que meu pai... ㅡ Simplesmente não conseguia falar nada mais.

ㅡ Três anos depois do casamento da Sra.Kim com o Sr.Kim, ela descobriu que seu pai fazia parte da máfia e era dos mais poderosos das máfias. Ela descobriu no ano seguinte que seu marido não o amava e tudo fez sentido: por que alguém como seu marido iria querer casar e passar o sobrenome da esposa em seus documentos? Por que a bajulava? ㅡ Disse o dono da casa, deixando os dois Kim's surpresos.

ㅡ Jung Hoseok? ㅡ Disse a progenitora de Taehyung surpresa.

ㅡ Como vai a senhora, Sra.Kim? Já faz tanto tempo, não é mesmo? ㅡ Indagou o Jung indo em direção a mais velha, logo parando diante a mesma.

ㅡ É mesmo. ㅡ Disse Sra.Kim logo abraçando Hoseok.

ㅡ Vocês se conhecem? ㅡ Perguntou Taehyung.

ㅡ Sim, aliás deverias ter me dito que estavas com ele. Eu teria ficado muito mais tranquila. ㅡ Disse a mãe do rapaz após se desfazer do abraço com o Jung.

ㅡ Pois bem...  ㅡ Disse o mais novo da casa pensativo. ㅡ Mãe o que Hoseok-Hyung disse é verdade? Meu avô é da máfia?

ㅡ Sim. É verdade.

ㅡ Meu pai também é, mas no caso de sua família quem mandava de verdade era sua avó. Era a melhor para isso, com aquele ar de uma pessoa gentil vivia enganando muitos. ㅡ Continuou Hoseok. ㅡ Aliás, tens de ir senhora Kim. Seu marido é um perigo maior sabendo que a senhora e eu já nos vimos ou nos telefonamos.
O que é verdade.

ㅡ Claro. Taehyung me contou.  ㅡ Focando sua atenção no filho ela disse: ㅡ Filho, prometo que continuarei a casa contar mais. Mas por agora só posso lhe dizer que a dona da nova empresa mais falada do momento sou eu. Tenho muito a dizer mas agora não.

ㅡ Tudo bem, mãe. Fique bem. ㅡ Disse o Kim mais novo abraçando mãe.

Logo após se desfazer do abraço, ela lhe deu um beijo na testa. Deu um abraço no proprietário da casa e se foi.

Longos cinco minutos passaram depois da Kim ter ido embora e o silêncio ainda reinava no local.

ㅡ Eu sei que não estás mais tranquilo depois de saber disso. Mas só queria dizer que deves ser forte e aguentar tudo que vier pela frente. Nada ainda começou, isso é apenas uma sinopse do que vira pela frente. ㅡ Disse Hoseok. Com certeza não estava tentando o confortar, ao menos não parecia.

ㅡ Obrigado. ㅡ Respondeu o mais novo.

Ele se levantou e abraçou o mais velho, que ficou uns instantes sem reação mas logo retribuiu o abraço. Quando se soltaram, Hoseok abriu um sorriso e proferiu tais palavras:

ㅡ Nos filmes sempre que as pessoas estão mal dizem que um bote de sorvete, doces, series e filmes  resolvem tudo. Quer tentar?

ㅡ Aceito. ㅡ Disse o mais novo logo soltando uma gargalhada que logo foi acompanhado pelo mais velho.

Passaram o resto do dia assistindo séries e filmes enquanto comiam besteiras. Não estava tudo resolvido mas a diversão mesmo temporária valia a pena.


Notas Finais


Parabéns a quem não maliciou o título.
Bjs
Tchau
Fiquem bem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...