História I'm bad guy - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Billie Eilish, Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Lila Rossi (Volpina), Luka Couffaine, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nino, Personagens Originais, Plagg, Tikki
Tags Adrinette, Bad Guy, Billie Eilish
Visualizações 48
Palavras 1.257
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


To realmente
Querendo quebrar minha cara, por que?
Eu te respondo, eu tinha escrito o capítulo com quase duas mil e quinhentas palavras, mas a bonita aqui, ESQUECEU DE SALVAR.
Então eu trouxe esse pra vocês só pra não deixar vocês sem nada, já que quase me mataram no capítulo anterior, massss
Espero que vocês gostem...
Boa Leitura ^^

Capítulo 5 - I'm cute, no idiot


- O que essa doida fez? - Alya perguntou

- Ela contou para o diretor sobre a festa. - Nino começou. - Mas disse pra ele que fomos nós que planejamos tudo, inclusive sobre as bebidas.

- Mas quem levou as bebidas não foi o Kim? - Interrompeu Alya.

- E tem outra, podemos beber, temos 18 – Os Amigos se entreolharam. - A não ser que tenham convidado os meninos do primeiro e do segundo ano.

- Todos são convidados pra esse tipo de festa Marinete. - Nino voltou a falar. - O grande problema não é esse, acontece que se isso chegar nos ouvidos dos nossos pais, estamos ferrados.

- Corrigindo, vocês estão ferrados, eu acabei de chegar e não importa se meus pais souberem ou não.

- Ai que você se engana Cheng, pelo que eu saiba, sua ficha é muito suja, então se outra reclamação chegar você pode se dar mal. - Marinete revirou os olhos e viu um sorriso de lado brotar nos lábios do loiro.

- Como nós vamos resolver essa merda? - Perguntou Marinete com contragosto

- E é ai que você entra. - Adrien a olhou. - Alya falou sobre esse garoto, o Kim, então ele faz parte de um grupo barra pesada daqui, mas eu converso com ele de vez em quando. Precisamos que você pra convencê-lo de dizer ao diretor que foi ele quem planejou tudo.

- Como exatamente eu faço isso? - Marinete perguntou

- Eu sei lá, se joga em cima dele ou qualquer outra coisa. - Marinete ficou vermelha de tanto ódio.

- Como esse idiota é? - A azulada perguntou tentando se controlar pra não pular no pescoço daquele loiro de farmácia.

- Ele tem um topete loiro, mais ou menos do tamanho do Adrien e sempre está com um moletom vermelho. - Marinete logo se lembrou do garoto que havia batido.

- Acho que eu conheço a figura – Alya riu com o jeito de Marinete falou.

- Como você conheceu ele? - Perguntou a morena

- Em um beco. - Alya arregalou os olhos. - Pelo amor de Deus, não é isso que cê tá pensando, ele queria alguma coisa e eu nem fiz questão de saber o que era, mas antes de ir, eu deixei uma lembrancinha pra ele, se é que me entende. - Alya riu, gostava o humor negro que habitava em Marinete. Adrien murmurou algo que a azulada não fizera questão de saber do que era. - Tudo bem, eu falo com ele, só preciso saber onde ele está.

- Ele sempre fica no beco em que você quase deu pra ele. - Adrien disse um pouco alto demais, vendo o rosto da mestiça criar uma expressão indescritível.

- Você é um idiota não é Agreste, mas saiba que se não fosse pela Alya, eu já teria desistido dessa ideia de merda. - Respondeu o Agreste com naturalidade

 

***

 

- Então quer dizer que você quer que eu me ferre pra livrar você e seu namoradinho? - Kim debochou depois de Marinete contar a ele.

- Primeiro, aquele idiota não é meu namorado e saiba que hoje eu já pensei em mil maneiras diferentes de matá-lo, e em segundo, eu vim te pedir carinhosamente pra fazer isso, mas se não quiser, terá que ser um pouco mais doloroso. - O garoto pareceu pensar por um instante e um sorriso divertido brotou nos lábios do mesmo.

- E o que eu ganho com isso hum? - Marinete devolveu o sorriso, sabia muito bem como se vingar de um certo loiro.

- Me dê até amanhã e eu te arranjo aquela moto que pretende furtar do Agreste. - Kim arregalou os olhos e a mestiça riu com a reação. - Como eu sei? Vi você conversar com aquele antes de perceber que eu estava aqui. E então, temos um acordo? - Marinete estendeu a mão com um sorriso convencido.

 

***

-VOCÊ FEZ O QUE? - Disse Adrien irritado, enquanto Marinete ria, ria muito.

- Você me disse que era pra eu fazer de tudo e tem outra, relaxa garoto, depois que ele fizer isso, eu mesma pego a moto e te devolvo. - Adrien riu ironicamente.

- E como uma criatura de um metro e sessenta vai fazer pra recuperar minha moto? - Marinete arqueou a sobrancelha.

- Quando eu estava no colégio interno, eu fugi, roubei o carro do diretor da escola e coloquei a culpa no filho dele, que me ajudou com tudo isso porque contei a ele que o pai perfeito dele comia com uma puta diferente a cada noite. - Adrien a encarava com os olhos arregalados e boquiaberto. - E ainda me pergunta como eu vou conseguir roubar uma moto de um garoto tapado? Não me faça rir Agreste. Mas voltando a conversa, o Kim já deve estar conversando com o diretor, então pode ficar tranquilo e eu já vou, passar bem Loirinho. - Adrien seguiu-a com os olhos, a vendo sair do parque.

- Essa garota vai me matar – Ele soltou um suspiro. - Mas se eu morrer, ela vai junto. - Disse com um sorriso sacana, só não sabia que a mestiça também estava suspirando.

 

 

Adrien estava na frente da escola com Nino, Alya e Marinete, já se passavam das duas da manhã e estavam esperando Kim e a trupe dele, sabiam que ele não viria sozinho, afinal, uma moto vale muito, não? Não demorou até os garotos chegarem.

- E não é que a garota trouxe a moto mesmo? - Um garoto de cabelos escuros e olhos verdes comentou.

- Nunca duvide de uma garota, elas podem ser piores que vocês. - A mestiça mordeu os lábios e piscou para o garoto que deu um sorriso de lado em resposta.

- Desculpe interromper o flerte de vocês dois, mas é melhor vocês irem antes que eu mude de ideia. - Adrien pigarreou encarando o moreno se contorcendo de raiva.

- Não tem mais volta Agreste, já está feito, vamos galera, já terminamos aqui. - Kim subiu na moto, mas antes de partir, olhou para Marinete. - Sabe que sempre terá um espaço para entrar no grupo, sabe Marinete, você é especial, é diferente das outras garota, seria um prazer ter uma garota aqui. - O garoto colocou o capacete e saiu junto com os amigos.

- Tá com a chave reserva não está? - Alya perguntou para Marinete, que apenas assentiu.

- E qual vai ser seu alvo Cheng? - Adrien perguntou e a mestiça sorriu.

- O moreno gostosão, o que acha Alya. - Olhou para a morena, que em resposta sorriu maliciosamente.

- Eu concordo contigo Marinete. - Alya disse e Nino a olhou incrédulo.

- Ei! Eu ainda existo! - Nino disse e Marinete riu

- Relaxa Nino, olhar não arranca pedaço. - Marinete respondeu e Alya riu.

- Vocês garotas são estranhas. - O loiro disse rindo da situação.

- Não somos estranhas, somos interessantes, ou pelo menos algumas. - Alya o corrigiu. - Agora vamos, não quero que seus pais tenham a primeira impressão errada sobre mim Marinete, vão achar que eu estou te levando pro mal caminho. - A azulada riu. Se ela soubesse…

- Você vai pra casa dela? - Os meninos perguntaram juntos.

- Sim, temos que nos conhecer melhor. - Marinete respondeu dando os ombros. - Boa Noite meninos e ah! Tenham cuidado, não são horas de duas princesas estarem acordadas. - Marinete piscou e saiu com Alya. Deixando os dois garotos bobos.


Notas Finais


foi isso
eu achei meio sla
fiquei muito puta comigo
mas vida que segue né?
espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...