História I'M Fine - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Kimtaehyung, Parkjimin, Yerin
Visualizações 7
Palavras 1.798
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Divirtam-se..

Capítulo 2 - Pior dia de todos


- O que foi meu amor? - Perguntou Tae ao senti o aperto.

- Nada não, só estou com um pouco de frio.

Tae não fala nada apenas puxa o edredom e nos cobre, ele me olha e eu dou um selinho rápido em seus lábios.

- Obrigada! - Agradeço e ele sorri.

Continuamos assistindo o filme e logo passa uma cena quente no filme, percebi Taehyung ficar um pouco encomodado e estranhei, mas continuei quieta.

Meu namorado se mexeu desconfortável e eu levantei minha cabeça para olhar para ele.

- Tae, você está bem? - Perguntei preocupada.

- S-Sim amor, eu estou bem..

- Não é o que parece..

Taehyung ficou quieto apenas me olhando e eu franzi o cenho, em um movimento rápido ele segura os meus pulsos acima da minha cabeça e começa a me beijar como se o corpo dele necessitasse disso.

Eu pude senti a ereção dele se chocar contra minha intimidade e isso me fez gemer baixo contra seus lábios, ele segurou meus pulso com apenas uma mão e a outra ele passou pelo meu corpo, Taehyung tinha se excitado com a cena do filme.

- Amor o que...?

- Shiiii.. Não fala nada.. - Disse sedutor e voltou a me beijar.

A forma que ele me beijava era intensa e excitante, ele solta meus pulsos e automaticamente entrelaço meus braços do redor do seu pescoço, Tae se move para trás e para frente simulando uma estocada o que me faz gemer.

Ele mordeu meu lábio inferior e ouvi um som de pano rasgando, perdi uma blusa. Foi a mesma coisa na minha primeira vez, ele rasgou minha blusa, agora Taehyung me beijava intensamente e eu passei minhas unhas em seu abdômen indo em direção a sua calça, a removi do seu corpo abri um sorriso.

Tae fez mais um movimento de estocada e separou nossos lábios, ele sorriu e tirou meu short me deixando apenas com as roupas íntimas. Levanto um pouco o meu quadril roçando minha intimidade no membro dele o que fez ele soltar um gemido grosso.

Os beijos de Taehyung agora eram no meu pescoço, ele mordia e chupava o mesmo deixando algumas marcas, eu apenas permaneci com os meus olhos fechados aproveitando as sensações que ele me proporcionava.

- Awn amor..

Gemi ao sentir ele deslizar as mãos até a barra da minha calcinha onde ele enfiou a mão dentro da mesma e começou a estimular o meu clitóris, meus gemidos eram baixos e os dedos dele agiam muito bem. Puxei os fios do cabelo dele e mordi meus lábios controlando meus gemidos.

- Não faça isso, amo ouvir você gemer, então não os controle okay?

Concordei com a cabeça e ele introduziu dois dedos dentro de mim me fazendo gemer alto, logo começou a movimentar a mão, eu me sentia muito molhada e seus dedos saiam e entravam facilmente em minha entrada.

Fiz o que ele pediu e não controlei meus gemidos, Taehyung sorria e aumentava as "estocadas" dos seus dedos, eu deixava minhas pernas um pouco abertas para poder ter uma visão melhor. Ele é bom no faz e sabe me levar a loucura, Rebolei contra seus dedos buscando por mais contato e ele tirou os dedos de dentro de mim e eu gemi em reprovação.

- Calma amor, vai vir coisa melhor agora..

Ele sorriu de novo e tirou as peças que ainda me cobriam, tirei sua boxer e ele se posicionou entre minhas pernas encaixando seu membro em minha entrada fazendo assim seu membro entrar com facilidade dentro de mim.

"Isso amor" arqueei minhas costas sentindo Taehyung se movimentar fazendo nossos corpos se chocarem, a cada gemido meu mais ele aumentava a velocidade, já dava para ouvir o barulho que nossos corpos faziam enquanto se chocavam.

Meus olhos reviravam de prazer e ele fazia alguns movimentos torturantes, ora ia rápido e forte, ora ia fraço e lento, ele estava me deixando na beira da loucura, assim como ele eu estava morrendo de tesão e isso é meio complicado aliviar quando estou com ele.

Minha mãos foram até as costas dele arranhando a mesma, meus olhos abriram e pude ver que Taehyung tinha expressão séria, ele fica tão sexy quando está sério.

Meu ápice se aproximava e pude perceber que o dele também, antes dele sair de dentro de mim eu gozei, ele rapidamente tirou o membro de dentro de mim e gozou em minha barriga, até porque não usamos camisinha e eu não posso engravidar.

- Você é boa nisso! - Disse me dando um selinho.

- Eu não fiz nada, apenas fiquei deitada dessa vez.. - Riu baixo.

- Só gemer está ótimo amor!

- Vamos descancar um pouco? Você me parece casado..

- Tudo bem, vamos descansar..

Tae se jogou ao meu lado e eu limpei a goza dele da minha barriga, deitei sobre o peito dele e coloquei minha perna em cima da sua cintura enquanto ele fazia carinho em meu cabelo.

O filme anterior já havia acabado e agora estávamos vendo um de comédia, só dava para ouvir as gostosas risadas que Tae dava, a voz dele era grossa, os gemidos e a risada.

Taehyung é o melhor namorado do mundo, Eu tenho muita sorte de te-lo ao meu lado.

(...)

A noite já tinha chegado e eu e Tae já estávamos de banho tomado, meu pai ligou para saber se eu estava bem e se eu iria dormir com o Tae eu disse que sim e ele apenas concordou, tenho sorte do meu pai confiar em mim e gostar do meu namorado.

- Estou com sono amor!

- Eu também estou, mas antes vamos comer alguma coisa para não dormimos com a barriga vazia.. - Apenas concordei.

- Nem vi a Yerin - Fiz cara triste - Amanhã eu vejo ela já que é sábado..

- Ela ficou trancada com o namorado assim como nós dois.. agora vamos comer..

Levantamos e fomos em direção a cozinha para preparar algo para comermos.

- O que você quer comer meu amor? - Perguntou sorridente.

- Eu quero sanduíche! - Sentei em cima do balcão e sorri.

- Esta certo então, vou preparar seu lanche.

Assim que ele terminou de falar foi preparar algo para mim comer, para ele também.

Alguns minutos depois nossos sanduíches estavam prontos, ajudei ao Tae a colocar as coisas em cima da mesa e começamos a comer.

(...)

- Estou com sono amor! - Falei coçando os olhos.

Eu e o Taehyung estávamos deitados no sofá assistindo televisão.

- Vamos subir para o quarto então, assim poderemos dormir! - Eu apenas concordei com a cabeça e fomos para o quarto.

(Dia seguinte..)

Quando eu acordei não senti Taehyung na cama e estranhei, sempre que eu durmo aqui ele me espera acordar para poder me dar bom dia, mas hoje ele não está aqui.

Suspiro e sento na cama lentamente, logo a porta é aberta revelando um Taehyung sorridente e com uma bandeja nas mãos.

- Me desculpe não está na cama te esperando acordar, tive uma ideia e não pude deixar ela para trás. - Ele riu e eu o acompanhei.

Ele veio até mim colocando a bandeja em cima das minhas pernas e me deu um selinho.

- Bom dia! - Ele disse.

- Bom dia amor! - Abri um sorriso.

Comecei a comer os morangos que ele colocou em um potinho, eu amo morango e ele sabe disso, praticamente obriguei ele a comer comigo, pois não iria comer tudo aquilo sozinha.

...

Quando terminei de comer levantei e fui tomar banho e fazer minhas higienes pessoais.

Tae havia dito que meu pai queria nos encontrar, eu apenas concordei com a cabeça e sai do banheiro já arrumada.

- Mas ele disse que precisa conversar com nós dois agora lá na lanchonete!

- Então vamos! - Ele assentiu e saímos da casa dele indo em direção da lanchonete.

(...)

Chegando lá, meu pai estava sentado e um pouco nervoso, estranhei mas preferi ignorar para fingir que não percebi o nervosismo.

- Que bom que chegaram.. - Disse meu pai abrindo um sorriso.

- Esta tudo bem? - Tae pergunta percebendo o nervosismo do mais velho.

- Esta tudo bem sim, não precisa se preocupar..

- Tem certeza pai? - Me sentei na cadeira e meu namorado sentou ao meu lado.

- Preciso pedir algo para Taehyung! - Meu pai suspirou.

- Pode pedir qualquer coisa! - Tae olhou atentamente para ele.

- Cuide da minha filha por mim? Eu não sei por quanto tempo eu ficarei vivo! - Meu coração parou, como assim? O que ele quer dizer com isso?

- Como assim pai? Você está ficando louco?

- Taehyung me prometa! - Diz me ignorando.

- E-Eu prometo sim.. - Meu namorado diz nervoso.

- Me explica agora o que está acontecendo, que história é essa? - Bati minha mão na mesa olhando para meu pai.

- Filha, eu estou sendo ameaçado de morte por causa de uma dívida que tenho, eu não...

- O QUE? - Levantei da cadeira rapidamente - Quanto que é essa dívida? Eu dou um jeito de conseguir o dinheiro para o senhor!

- Meu sogro, eu posso ajudar nessa dívida, eu posso.. - Ele interrompe Taehyung.

- Muito obrigado, eu não quero ajuda, não tem como vocês me ajudarem... Eu só quero que você tome conta da minha filha, eu sei dos problemas que ela tem e não quero que nenhum mal aconteça a ela. - Ele levantou e saiu da lanchonete rapidamente.

- Pai você não pode fazer isso comigo, aceita a ajuda, como eu vou viver se você me deixar?

Ele continua me ignorando, um grito saiu de minha garganta ao ver um carro preto passar rapidamente e atropelar meu pai, vi o corpo dele voar e ir parar longe.

Senti as mãos de Taehyung me segurando e logo me soltei saindo correndo até o corpo do meu pai.

- Pai por favor não faz isso, acorda, você não tem o direito de me deixar... - Coloco a cabeça dele em meu colo e chorei mais.

A dor que eu estava sentindo no peito é inexplicável, primeiro eu perco minha mãe e depois meu pai, eu tenho muito azar.

Taehyung se ajoelhou ao meu lado e tocou no pulso do meu pai e logo suspirou, já se formava uma roda de pessoas ao nosso redor e logo os barulhos das sirenes da ambulância.

Os paramédicos se aproximaram da gente e verificou o pulso do meu pai logo negando com a cabeça.

- Sinto muito, mas esse senhor faleceu... - Disse um dos paramédicos.

- É mentira, ele não morreu é mentira ... é mentira.. - Eles levaram meu pai e Taehyung e abraçou enquanto eu chorava.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...