História "I'm fine" - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama
Visualizações 21
Palavras 447
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Festa, LGBT, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Pov Letícia

Capítulo 7 - "Stigma"


Fanfic / Fanfiction "I'm fine" - Capítulo 7 - "Stigma"

Se ela já estava diferente, depois daquele dia ela mudou mais ainda... Passou a ir em diversas festas, ficar mais fora de casa, talvez como uma forma de esquecer um pouco das complicações que passou e passava.

Mas sempre que ia nessas festas, eu estava com ela. Ela bebia, eu também apenas para acompanha-la, muito errado eu sei. Ela bebia para ficar bebada, e eu era apenas para entender a graça que tinha aquilo, e juro não tem...

O jeito de falar dela mudou, pensar também. Ela tacava um “foda-se" em tudo, mas mantinha um sorriso no rosto, bom, só quando estava em um grupo de pessoas. Porque na madrugada silenciosa, ela me mandava mensagens dizendo que não aguentava mais essa vida, não queria mais viver.

Se perguntava o porquê de estar nesse mundo, que pra ela só trazia dor e sofrimento... Algumas pessoas podem chegar nela e perguntar

Como você consegue sorrir tanto?”

“Por que é tão sorridente?”

“Queria ser como você, estar de boa com tudo.”

E eu digo, são os sorrisos mais bonitos, os sorrisos mais brilhantes, que escondem uma escuridão por trás deles...

Eu também tenho a minha escuridão, eu também tenho a minha estigma, e em meio a elas eu vejo que tenho que fazer algo, ou alguma coisa para me redimir...


13 de Fevereiro de 2017...

Meu aniversário de 14 anos

Nesse dia convidei Luíza, Luana e mais três amigos meus. Entre um deles havia o que eu gostava. Fomos todos para o cinema ver um filme de ação, Luíza sentou a minha esquerda, e o Jonathan, o garoto que eu gostava sentou a minha direita.

As pessoas que eu mais gostava estavam passando o dia comigo, não tinha coisa mais feliz que isso... Mas no momento em que Luíza, apoiou sua cabeça em meu ombro, meu coração bateu mais forte, o que aquilo significava? Durante todo o filme eu fiquei me perguntando isso.

Quando acabou, fomos num parque que ficava em frente ao shopping. Compramos um passaporte que nos deixava ir em todos os brinquedos até o horário de fechar. Fomos em todos os brinquedos, Luana chegou a passar mal, mas compramos uma garrafinha de água para ela se sentir melhor.

Eu fui na casa do susto com o Jonathan, ficamos de mãos dadas o tempo todo. Ele disse que assim eu não ficaria com medo... Mal sabe ele, que eu não levo susto facilmente, porém ele não precisava saber.

No final de tudo, eu e ele nos beijamos, e o mesmo me pediu em namoro. Aceitei. Eu fiquei com um sorriso bobo até chegarmos em casa. Mas eu ainda estava sentindo um vazio... será que foi certo tudo isso?






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...