História I'm Gay - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia), Haikyuu!!, Kuroko no Basuke, Shingeki no Kyojin (Attack on Titan), Yuri!!! on Ice
Personagens Akashi Seijuro, Eren Jaeger, Izuku Midoriya (Deku), Kuroko Tetsuya, Levi Ackerman "Rivaille", Otabek Altin, Shouto Todoroki, Shouyou Hinata, Tobio Kageyama, Victor Nikiforov, Yuri Katsuki, Yuri Plisetsky
Tags Akakuro, Ereri, Kagehina, Otayuri, Tododeku, Viktuuri
Visualizações 1.493
Palavras 1.282
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Eren Yeager


Fanfic / Fanfiction I'm Gay - Capítulo 4 - Eren Yeager

Eren Yeager


Pelo amor da Deusa Kaguya progenitora do chakra, o que o Yurio têm pra ser tão forte?

Eu vou escrever um e-mail para a fábrica de bonecas Barbie e mandar uma foto do Yurio, pra eles se inspirarem nesse cuzão e fazerem uma boneca.

- PARA COM ESSE FOGO NO CU! – Gritei desesperado, estou vendo a hora dessa Polly Pocket dar um chute no meu saco. Pobre do Hinata, já não é muito bom da cabeça e ainda tá levando uns cascudos do loiro descontrolado.

- Alguém chama o bombeiro! – Hinata choramingava agarrado nas pernas do Yurio.

- Quem são vocês? – Eita porra, meu cu trancou aqui.

Me virei pra trás e tinha um cara alto, loiro, que tinha um cigarro no canto dos lábios.

- É...Tudo bem? – E o prêmio de idiota do ano vai para mim! Li seu nome no crachá. – Podemos explicar Ukai-san...

- Saiam da minha loja antes que eu chame a polícia.

Nem o Flash correu mais rápido do que nos três, Izuku inventa as loucuras dele e quem se fode somos nós.

- Ai meu coração. – O ruivo levou a mão ao peito – Que merda foi essa? Vai pra minha lista de traumas.

- O maior trauma da minha vida foi ter visto o Yurio pelado. – Eu não estou brincando.

- Vão pro inferno vocês dois. – A doçura da Barbie me surpreende. – Vamos logo ver a treta.

Suspirando a gente começou a andar em direção à pizzaria da tia Himiko.

Meu celular vibrou.

...

Izuku: Vocês tão perdendo uma cena...Linda.

Yuri.P: Como tu já chegou aí?

Izuku: ;-; correndo.

Hinata: Como tão as coisas?

Izuku: O meio-ruivo gato tá se revoltando.

Eren: Meio-ruivo?

Izuku: Seu cabelo é dividido no meio, o lado esquerdo é ruivo, o direito é branco, assim como seus olhos também têm cores diferentes...

Yuri.K: 👀 Izuku tá prestando muita atenção no aluno pau de mel.

Izuku: 😶😶

Kuroko: Mano, acho que o professor vai dar uma surra nele...

Yuri.P: JÁ ESTAMOS CHEGANDO!

...

Yurio agarrou minha mão e a do Shouyou e começou a nos puxar.

Nós parecíamos um trio gay. As pessoas nos olhavam torto. Bando de FDP preconceituosos.

Mas que parecia que éramos um trio apaixonado, parecia. Mas na verdade era apenas o radar de treta do Yurio que estava quase explodindo.

Corremos até chegar na pizzaria, tinha dois caras se encarando no meio de um monte de gente. Claro, os fofoqueiros estavam no meio.

Kuroko gravava tudo, Izuku observava como se fosse o acontecimento do ano, Yuri comia um pedaço de pizza olhando tudo como se fosse um filme.

Mas o que me chamou atenção foi as pernas do baixinho. Que coxas, meu Deus. Eu queria tocar aquelas coxas.

- Tu vai começar a babar seu animal. – Hinata sempre têm que estragar as minhas fantasias sexuais – Para de olhar pro baixinho, ele é nosso professor.

Ui. Imagina o professor me possuindo na sala de aula? Delícia, eu não poderia fazer barulho...

PARE EREN! Tudo bem que você é pervertido e gay. Mas ser pervertido e gay não significa: descobri que sou gay vou dar meu cu pro professor gostoso.

Isso se o professor Lev? Não, LEVI! Se o Levi-sensei me quisesse.

É mais fácil os E.T chegar na terra e dizer “Eren, nós vai te levar porquê tu é um fodido que deve ser estudado.” Do que um cara gostoso me notar.

Se nem os “normais” me querem, imagine essa perdição baixinha? Porra, ele é baixinho mesmo, mas isso não o deixa fofo como o Izuku ou o Hinata, a altura dele só o faz mais sério.

Ele é tipo uma versão baixinha e japonesa de Cristian Gray. Será que ele é um sádico também?

- Hinata, não atrapalhe as fantasias sexuais alheias.

- Tu já quer dá pro professor? – Kuroko brotou do inferno.

- TU NÃO TAVA LÁ NA RODA? COMO VOCÊ APARECEU DO MEU LADO?! – Será que o Kuroko é na verdade um alienígena entre nós? Ou um bruxo? Não sei, só sei que esse nojento ainda me mata do coração.

Deveriam lançar um filme de terror, com o nome “Às aparições de Kuroko e sua Barbie”. Se têm a Barbie no filme, vai fazer sucesso. Ou não.

Agora, vamos focar na treta...

- Seu pirralho! Você acha que por que sou seu tio pode fazer a merda que quiser?! – gritou o gostosão Levi.

- Vai se foder titio. – Eita que ele é debochado.

- Vou te ensinar uma lição seu moleque. – Levi levantou o punho, pronto pra dar um soco no rosto bonito do... Todoroki? Não sou obrigado a decorar o nome de todo mundo não.

O cara ia dar o soco com aquelas mãos lindas... Ásperas, cheia de veias...

Eu devo ter algum fetiche com veias, mas eu me aprofundarei nisso mais tarde.

Porque agora estou prestando atenção no jumento do Izuku que correu pro meio da briga. Esse imbecil com complexo de herói.

E claro, mexeu com um dos nossos amigos recém saído do armário, mexeu com todos.

- Pa-parem de brigar por favor... – O esverdeado gaguejava tentando parar a briga, Yuri pulou em suas costas. – Ah!

- Por favor não se importem, continuem a treta! Estamos adorando. – disse o moreno de óculos. Revirei os olhos, e tem gente que acha que o Yuri é o mais gentil e calmo do grupo.

- O que...? – o Sensei olhou ao redor, parece que só agora ele percebeu que era o alvo de várias câmeras de celular.

- PORRA IZUKU, AGORA QUE TAVA FICANDO BOM! – Nem precisa dizer que foi o Yurio que gritou igual um doido né?

- Sou contra a violência! – Se defendeu.

- Falou o cara que quebrou o braço de um valentão. – jogo na cara mesmo, quem guarda as coisas é baú.

O esverdeado corou. Kuroko utilizava da sua vantagem de ser invisível e tirava algumas fotos do momento.

Olha a referência aí gente.

- Vamos conversar sobre isso depois, Titio. – O meio-ruivo colocou as mãos nos bolsos do casaco e saiu como se nada tivesse acontecido.

O Sensei parecia que ia explodir. Na moral, fiquei com medo.

- Você está bem Sensei? – perguntou o Hinata. Porra ruivo, ele não precisava saber que era nosso professor, apesar que tem 63% de chance dele ter reconhecido o Yuri.

O moreno levantou uma sobrancelha, cético.

- Você é meu aluno? – Não, não. Ele é o filho que você abandonou anos atrás. – Qual o seu nome?

- Hinata Shouyou.

- Se contar o que viu aqui você não passa na minha matéria. – Ok, ele foi embora.

- Ele nem disfarçou gente? – perguntei boquiaberto.

- Quanta cara de pau. – Yurio e seus comentários.

A conversa sempre volta pros pau, bem...É um bom assunto...

- Vamos sentar e comer uma pizza? – Izuku sempre tem as melhores e piores ideias.

A gente sentou e...Não fomos atendidos, na verdade fomos expulsos da pizzaria. Parece que a dona da Pizzaria reconheceu o Yurio como “o delinquente que jogou uma fatia de calabresa na cabeça de um cliente”. Que absurdo! Como a Barbie ousa desperdiçar calabresa?

- Gente... – todos olharam pra mim. – Eu quero dá pro Levi-sensei...

- Mais já? – Yuri riu – Boa sorte.

- E eu que tenho fogo no cu. - Cala a boca inspiração da Kelly Key.

- Se envolver com o professor vai ser difícil pra caralho. – Disse o Izuku.

- Isso se ele for gay... – Kuroko acabando com minhas esperanças.

- Tá de brincadeira? O Sensei têm muita cara de esfolador de cus. – Em outras palavras o Shouyou está dizendo que as pregas do meu cu vão morrer se eu ficar com o Levi.

- Não sei. Só sei que o baixinho é muito gostoso...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...