História I'm going to help you - Park Jimin - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Visualizações 60
Palavras 1.411
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi meus docinhos!
Tudo bom?

Trago mais um capítulo com muito carinho gente! Ah e vou desde já avisar que não está saindo capítulos da história do Jungkook porque fiquei com um leve bloqueio para continuar a escrever na metade do cap 😂 me perdoem.

Por favor ignorem o facto de que o cabelo do Jimin não tá loiro na foto do capítulo, não achei com o cabelo dessa cor sorry.

Peço desculpas por qualquer erro ortográfico.
Espero que gostem, e uma boa leitura! ❤️

Capítulo 2 - 02


Fanfic / Fanfiction I'm going to help you - Park Jimin - Capítulo 2 - 02

Sexta feira, 16 de Julho de 2018 - Busan, South Korea 


P.O.V. S/N


Acordei pronta para mais um dia de trabalho, finalmente tenho um paciente fixo e não passar por mais substituições de meus colegas de trabalho. Meu paciente se chama Park Jimin ele sofre de dois transtornos que não tinha visto juntos ainda, quem diria que uma pessoa com depressão de um momento para o outro passaria a ser super alegre ou até mesmo super violenta. Pois é Bipolaridade e depressão é isso que eu vou curar com todo o esforço. O conheci pouco ainda, mas parece uma pessoa simpática e calma - mesmo com seus problemas - fácil de lidar até, bastante sensível a algo que lhe digam também pelo que vi ontem, ou seja, terei que ter cuidado da maneira como me expressar perante aquele loiro mais alto que eu. Um pequeno ser entra no meu quarto pulando na cama me tirando dos meus pensamentos.


S/n: Bom dia Candy. - digo acariciando a pequena e jovem labradora de pelo creme com leves manchinha brancas - Pensou que eu tinha adormecido? - a cachorrinha late em resposta e eu acabo rindo me levantando da cama para ir tomar um duche - Ok eu vou indo já para me aprontar cachorrinha exigente... - rio entrando no banheiro


Tomo um duche rápido e quentinho e saio embrulhada na toalha do banheiro, após me enxugar. Vou em uma das minhas gavetas e pego um conjunto de lingerie branca com alguns detalhes rendados, em seguida vou em meu armário e pego um look para o trabalho, algo que fosse o meu estilo para ser mais concreta, peguei uma calça jeans clara de cintura alta rasgada no joelho e uma camisola social branca. Visto as minhas roupas deixando separado meu casaco rosa bebê e minhas sapatilhas adidas da mesma cor. Calço umas meias e vou tomar meu café da manhã, de café tomado vou no banheiro fazer minha maquilhagem diária - leve como sempre - e  arrumar meu cabelo que iria solto simples. Calçei meus ténis e vesti meu casaco, antes de sair deixei comidinha e água para Candy e fui para meu carro mais propriamente um BMW de estilo desportivo branco.


Chegando na clínica estacionei meu carro é fui pra dentro procurando a minha bata branca e minha pequena prancheta para qualquer anotação que precise fazer. No caminho me cruzei com alguns amigos que trabalham comigo.


Jin: Bom dia S/n! Como está hoje? - pergunta o guarda de cabelos rosados com um sorriso


S/n: Bom dia Jinnie! Estou ótima hoje, vou ter uma consulta com meu paciente daqui a pouco.


Jin: Por falar em paciente... É o menino que entrou ontem, né?


S/n: É sim, ele se chama Park Jimin. - sorri - Não sei como um jovem como ele consegue ter uma depressão tão... Profunda... Nada que eu não vá mudar! - ri


Jin: Boa sorte com seu novo paciente espero que o ajude da melhor maneira.


S/n: Claro, só irei descobrir o que o levou a entrar naquele poço... Mas enfim, vou acabar de me aprontar para ir o visitar hoje.


Jin: Humm se aprontar... - ri me fazendo rir também - Pode ir trabalhar tenho que ir fazer meu turno também. Byee! - diz acenando enquanto se afastava 


S/n: Byee! - digo acenando para ele também - Agora... Mãos à obra mocinha! - pego minha bata a vestindo a deixando aberta, não é algo que goste muito de usar, e pego minha pequena prancheta e uma caneta a deixando presa na mesma sigo para o quarto de Park e bato de leve na porta recebendo um resmungo do outro me deixando entrar - Bom dia Jimin! - digo com um sorriso entrando no quarto


Jm: Bom dia doutora S/n... - diz abafado, quando o olho este ainda estava debaixo das cobertas com seus olhos fechados


S/n: Com sono ainda? - pergunto me sentando perto do mesmo


Jm: Uhum... - diz num murmúrio


S/n: Quer conversar hoje, ou quer que eu te deixe dormir mais?


Jm: Eu posso conversar doutora... Mas na cama que é mais quente. - diz manhoso abrindo os olhos o piscando um pouco para se acostumar à claridade da manhã


S/n: Tudo bem Jimin. Vamos conversar sobre o quê hoje?


Jm: Não seria a doutora que traria um tema para conversa?


S/n: Normalmente sim, porém prefiro deixar-te mais à vontade te deixando escolher. - sorri


Jm: Acho que entendi... Ahm... Podíamos fazer uma espécie de jogo, o que acha?


S/n: E que tipo de jogo propõem?


Jm: É como um jogo da verdade, você me faz perguntas e eu respondo com uma verdade e vice versa. Topa esse jogo?


S/n: Claro, se quer jogar. O objectivo do jogo é nos conhecermos melhor, estou certa?


Jm: Sim. - diz me olhando pela primeira vez hoje com um pequeno sorriso ladino


O tempo foi passando e a gente foi jogando o tal jogo que Jimin propôs. Ele por vezes se levantava da cama e andava de um lado para o outro do quarto pensando antes mesmo de responder minhas perguntas. No final acabava sempre por se sentar do meu lado e responder calmamente a mim. Nesse tempo percebi que Jimin é um pouco inseguro quanto às coisas que diz ou até mesmo da maneira que pensa para responder, sendo assim ele foi me "estudando" antes mesmo de me contar coisas mais pessoais da sua vida. Também percebi que Jimin não é problemático de todo, ele aparenta ser realmente uma pessoa calma e tenta controlar seus surtos perto de pessoas como me disse para não mostrar o seu problema para os outros.

S/n: Jimin o tempo da consulta está acabando... - digo olhando meu relógio - Tem mais alguma pergunta para mim?

Jm: Hm... Acho que não doutora. Você já esclareceu minhas perguntas sobre sua pessoa.

S/n: Bom... Eu queria saber se a enfermeira já lhe trouxe os seus comprimidos.

Jm: Mas isso não são importâncias de outro departamento da clínica..?

S/n: Sim é, mas queria saber sobre isso também se não se importar. Sou sua doutora então posso ter conhecimento dessas coisas, se me entende.

Jm: Entendi... Se quer saber, sim a enfermeira já os trouxe e eu já os tomei como pediu doutora S/n.

S/n: Ótimo Jimin. - sorrio - Então tenho que resolver uma coisa importante... Se não se importa já ia saindo... 

Jm: Tudo bem. Pode ir doutora, a consulta já estava acabando e já... 

S/n: Nos vemos amanhã então? 

Jm: A S/n sabe onde me encontrar... - diz se deitando na cama - Não é como se eu fosse ou conseguisse fugir... 

S/n: Arasso... Arasso... Até amanhã Jiminnie. - sorrio de forma meiga

Jm: Até amanhã doutora S/a. - diz com um ligeiro sorriso

Me despedindo saio pela porta e vou até a sala de vigilantes/guardas, tinha que tirar a limpo a maneira como trataram o Jimin, ou isso ou eu não me chamo S/n! Entrando lá muita gente estranhou a minha presença naquele sala e logo Hoseok veio ter comigo com uma cara um pouco preocupada. 

Jh: O que faz aqui S/n? Aconteceu alguma coisa? Foi o seu paciente? 

S/n: Está tudo bem Hobie... Não se passou nada comigo. Só queria tirar umas coisas a limpo com o senhor Min Yoongi. - digo séria 

Jh: O que ele fez dessa vez? - pergunta suspirando, dei um breve resumo do sucedido de ontem - Mas ele não pode falar assim com os pacientes... 

S/n: Arasso. Por isso vim aqui para lhe esclarecer isso. Poderia chamá-lo, por favor..? 

Jh: Claro, eu vou chamá-lo. - dizendo isso Hope some e passado algum tempo vem Yoongi na sua vez

Sg: O que você quer S/n? - pergunta indiferente 

S/n: Porque tratou Jimin daquela forma ontem? 

Sg: Quem?.. O loirinho novo? 

S/n: Sim o loirinho novo, ele se chama Jimin e você o tratou mal ao ponto de fazer o meu paciente chorar Min Yoongi. 

Sg: E... O que eu tenho haver com isso? 

S/n: Você não está a cumprir as regras do estabelecimento quando trata mal e não contribue para o bem estar físico e mental de qualquer paciente aqui. 

Sg: Ta idaí? 

S/n: Idaí que isso pode implicar o seu despedimento se alguém fizer queixa da forma de tratamento dos pacientes da clínica. 

Sg: Você não era capaz... 

S/n: Dessa vez eu vou deixar passar Yoongi. Mas deixe isso como um aviso para você. 

Sg: Ta bom, ta bom... 

S/n: Acho bem... Agora que já fiz o que tinha a fazer vou para o gabinete. - sorrio novamente e saio andando para fora da sala de vigilantes/guardas









CONTINUA..? 




Notas Finais


Espero que tenham gostado docinhos!
A história está sendo narrada um cap pelo Jimin e outro pela S/n, penso que será sempre assim a não ser que eu queira mudar um pouquinho kkk.

Até ao próximo capítulo! ❤️😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...