História .I'm here - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Jaemin, Jeno
Tags Nomin
Visualizações 125
Palavras 688
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - .do you


Realmente Jaemin era muito fraco para bebidas. Acordou com uma tremenda dor de cabeça, mas acabou dando um sorriso sozinho pelo sonho que teve. Parecia tão real... Se remexeu no colchão sentindo um corpo maior atrás do seu e braços em sua cintura. Lembrou-se que o amigo estava em sua casa e do costume dos dois de dormirem na mesma cama. Queria se levantar, mas se sentia cansado e estar deitadinho com Jeno lhe abraçando tão confortavelmente só diminuia sua vontade de sair dali. 

Aos poucos foi sentindo o outro despertar e lhe apertar mais entre o braços, enterrando o rosto em seu pescoço. 


ー Bom dia, Nana. - Sussurrou com a voz rouquinha de sono. 

ー Bom dia, Nono. - Jaemin sorriu mesmo que não estivesse vendo-o diretamente. 


Estava pronto para perguntar como o outro havia dormido até sentir toques molhados em seu ombro. Se assustou sem entender aquilo enquanto os beijos iam subindo para seu pescoço e atrás da orelha. O Na se encolheu pela área ser sensível e mais selares foram depositados ali antes de irem para sua bochecha e logo depois a boca. Foi aí que surtou. Achava que estava em seu sonho ainda, afinal por quê caralhos Jeno o beijaria? Arregalou os olhos e se virou de frente ele. Seu olhar confuso e assustado o fez perceber rapidamente o que acontecia. 


ー Não se lembra?

ー Lembrar do que? Meu deus eu bebi muito ontem, não foi? Por favor diz que eu não fiz besteira. 

ー Eu não diria besteira, mas você botou tudo pra fora. 

ー Eu vomitei em você?!

ー Não, se acalme! - Jeno segurou os ombro do Na que, apesar de ainda estar deitado, estava todo inquieto. ー Você disse tudo, Nana. Sério que não se lembra? 

ー Eu só lembro algumas coisas, mas não pode ser verdade... - Foi falando mais para si mesmo do que para Jeno. Ora como iria contar para ele seus sonhos nada normais?

ー Nosso beijo? Pode apostar que foi. - Jaemin o olhou mais assustado ainda. Não sabia como reagir ou o que falar. O álcool havia mexido com todos os seus sentidos. Não tinha controle algum de suas ações na noite passada. ー Talvez não se lembre exatamente agora, mas você contou todos seus sentimentos. Eu sei de tudo agora e, como eu disse ontem, nós podemos tentar. 

ー Jeno, pelo amor de deus. - Seus olhinhos marejaram ao perceber que tudo estava, de fato, acontecendo. ー Me diz que não estou sonhando. Isso é surreal demais pra acreditar. 

ー Vou provar pra você. 


Jeno atacou os lábios do amigo como haviam feito na sala, fazendo-o suspirar em êxtase. Parecia mentira estar vivendo aquilo. Era muita felicidade para caber em seu pequeno coração. O Lee separou-se para olhá-lo, mas Jaemin apenas segurou seu rosto e o puxou de volta para aquele ósculo, desta vez mantendo a dominância, realizando da forma que sempre imaginou e sonhou. O melhor de tudo era estar sóbrio e poder aproveitar aquele momento, ainda que beijar alguém pela manhã não fosse um dos melhores horários a se fazer tal coisa. 

Findou o contato lentamente afim de capturar toda sensação que pudesse. Recebeu uma carícia em sua bochecha e ficou admirando os olhinhos do mais velho, estes que, depois de tanto tempo, demonstravam felicidade. Sorriu por finalmente ser olhado de uma forma diferente e ser o motivo de sua alegria. Por outro lado, Jeno analisava cada expressão do Na, notando o intenso brilho em suas orbes. Ver seu amigo feliz deixava seu coração quentinho. Ainda se arrependia de tudo que o fez passar, mas estava mais que disposto a ser tornar alguém melhor para aquele que amava. Sim, Jeno amava Jaemin. Apenas foi cego e burro suficiente para não deixar um sentimento lindo tomar conta de seu coração. Dali em diante sua ocupação seria fazer o mais novo sorrir todos os dias, pois era isso que alegrava sua vida e lhe dava forças para continuar. 


ー Eu posso estar muito precipitado, mas... - Continuava seu carinho no rosto bonito, tendo toda a atenção de Jaemin em si. ー Quer namorar comigo?


Notas Finais


acabou


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...