1. Spirit Fanfics >
  2. I'm Into You - Chanbaek >
  3. Cake, Answers and Strawberries

História I'm Into You - Chanbaek - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Tô de volta com um capítulo de cair o queixo - ou não. Não tenho nada a declarar por agora...

Boa leitura! Beijos ♡

Capítulo 8 - Cake, Answers and Strawberries




Semanas depois...


As férias haviam acabado, o ano letivo havia começado, as aulas de Baekhyun haviam voltado e Chanyeol começou a trabalhar na cafeteria. Os ômegas só precisavam do amigo até o horário do almoço, que era quando Kyungsoo preparava os bolinhos e pães. Depois disso, Chanyeol ia pra sua casa e mais tarde ia para a casa do namorado. 


O relacionamento deles ia bem, se viam 4 vezes na semana, decidiram que se veriam em um dia e no outro não. Afinal, Baekhyun tinha que focar nos estudos e não tinha como ver o alfa todos os dias.


Mas uma coisa estava deixando o ômega aflito. Estava preocupado com algo desde o cio do mais velho. Sempre que o alfa perguntava o que estava acontecendo ele recuava e dizia que não era nada. Ele tentava arrumar as melhores desculpas pra não tocarem no assunto, e isso deixava Chanyeol nervoso.


O loirinho sabia que ficava mal quando se preocupava com alguma coisa. Não queria dar trabalho para Sehun como deu nas duas últimas vezes. 


Ele estava deitado na cama, olhando pro teto e com a mão na testa. Estava sentindo dor de cabeça por pensar muito. Eram quase 12 horas, ficou deitado desde que acordou - às 9 horas. Sehun havia entrado no quarto apenas pra avisar que ia na casa de Junmyeon. 


O baixinho saiu de seus pensamentos quando ouviu a notificação de seu celular, era Chanyeol.


Bate - papo ON 


Yeol ♡: "Bae, está bem?"

Oi, Yeol! Sim, eu estou, aconteceu alguma coisa? 


Yeol ♡: "Nada, eu só quero avisar que vou pra sua casa hoje... Sei que fui ontem, mas quero passar a noite hoje, eu posso?"

Pode, pode sim! Eu vou tomar um banho e te espero. Tchau, yeol! ♡


Yeol ♡: "Tchau, Baek! ♡"

Bate - papo OFF 


Baekhyun levantou da cama dando alguns resmungos e foi para o banheiro tomar um banho, sabia que o irmão já havia dado um jeito na casa, então nem se preocupou com isso. Ele já tinha colocado a roupa e foi para a sala esperar o mais velho. Baekhyun levantou aos pulos e foi abrir a porta.


- Oi, amor. - Chanyeol disse entrando e deu um selinho do baixinho que retribuiu e o abraçou de forma que ficasse com o rosto no pescoço do mais velho. - Está bem? Sehun me disse que estava deitado desde que acordou, aconteceu alguma coisa? 


- Ele te disse isso? - o mais novo perguntou aflito, iria dar uns bons tapas em Sehun depois dessa... 


- Disse, e eu quero saber o porquê de você estar desse jeito! - o alfa dizia sério.

 

- Não é nada, amor! Eu estou bem! - e mais uma vez Baekhyun arrumou uma desculpa.


- Você tem certeza? Baekhyun, eu me preocupo com você...


- Tenho, está tudo bem! - Chanyeol apenas pigarreou e se soltou do abraço.


- Eu vou tomar um banho, ok? Eu estava correndo. - Baekhyun assentiu e deu mais um selinho no namorado.


- Vai lá! Eu vou fazer alguma coisa pra gente comer. - o alfa soltou um resmungo em afirmação e subiu.


Baekhyun foi para a cozinha ver o que tinha para os dois comerem, pegou ingredientes para fazer um bolo e começou. O ômega tinha colocado uma música pra tocar, ele acrescentava os ingredientes e dançava ao mesmo tempo. A playlist do loirinho era bem aleatória, em um momento tocava Feel Special do Twice, no outro tocava Imagine da Ariana Grande, e agora o baixinho rebolava ao som de I Love It do Dean.


Ele mexia os quadris de um lado pro outro ao mesmo tempo que mexia a massa do bolo. Só não tinha notado que o alfa já havia descido e estava lhe observando. Baekhyun só percebeu quando Chanyeol colou os corpos, ele gelou na hora.


- Só continua. - o moreno disse com a voz rouca no pé do seu ouvido, e, mesmo com um arrepio por todo o corpo, o ômega voltou a mexer os quadris de um lado pro outro. 


O alfa estava indo às alturas com aquilo. Ele jogava a cabeça pra trás e suspirava a cada movimento que o ômega fazia. Num ato rápido, ele virou o namorado para si e começou um beijo cheio de línguas e paixão.


- Chan... Eu estou... 


- Eu sei, Bae. - Chanyeol interrompeu o namorado e começou dar beijinhos em seu pescoço, ele descia por todo o corpo, o menor arfava e sentiu um frio na barriga quando o alfa parou perto da barra de seu short. O ômega apenas assentiu e o alfa abaixou a peça junto com a box que o menor usava. Ele abocanhou o pênis do namorado sem cerimônias e Baekhyun gemeu alto com o toque inesperado. O alfa fazia movimentos de vai e vem e numa hora ou outra ele olhava para as expressões que o namorado fazia. Bastou alguns minutos para o loirinho gozar na boca do mais velho que engoliu tudo na hora. Chanyeol levantou as peças de roupa que antes havia abaixado e voltou a ficar de pé.


O ômega já se preparava pra se ajoelhar, mas foi parado pelo moreno que segurou seus braços de forma suave.


- Está tudo bem! Sei que não está pronto 'pra isso, Bae. Não precisa fazer isso agora, eu espero, ok? - Chanyeol tinha suas mãos segurando o ombro do namorado que o olhava com uma carinha de bebê, era até estranho pensar nisso porque há alguns minutos ele estava pagando um belo de um boquete para o ômega, mas nós vamos relevar isso.


- Ok! - Baekhyun disse baixinho e o alfa lhe deu um beijo na bochecha.


- Vou no banheiro, vou lavar a boca e... Você sabe o que vou fazer! - o alfa deu um sorriso com segundas intenções e ganhou um tapa no braço, logo saiu correndo para o andar de cima. 


O ômega voltou a fazer o bolo com um semblante triste, Chanyeol estava certo, ele não está pronto pra isso ainda. Mas se sente inseguro por não ter como ajudar o namorado nos cios, ou por ter que ficar tomando remédios pra controlar o seu. 


O bolo estava pronto e o casal estava na sala assistindo um desenho qualquer que passava na televisão. Eles se acabavam com o bolo quentinho que estava na mesa de centro da sala. Baekhyun foi o que menos comeu, tinha muitas minhocas na cabeça e pouca fome. O alfa até estranhou isso, aquele baixinho comia como se não houvesse amanhã. 


- Baek, não está com fome? 


- O que? Ah, não, não muito. Eu vou subir, tá bom? - o ômega deu um selinho no alfa e subiu.

 

Baekhyun se jogou na cama e deixou que algumas lágrimas rolassem por seu rosto. O loirinho estava inseguro com o relacionamento, não estava pensando em terminar, jamais. Ele só achava que por ser virgem e inexperiente, Chanyeol não gostasse tanto dele assim. Mas não era assim, o alfa amava aquele baixinho, não queria largar dele nunca. O alfa ficou na sala por horas pensando no que o namorado poderia estar pensando.


Ele olhou para o celular e viu que já eram 18 horas. Ele subiu as escadas sem fazer barulho e abriu a porta com cuidado, tinha medo do ômega estar dormindo. E ele estava. Chanyeol sentou na cama com cuidado e fez um cafuné nas madeixas loiras, percebeu os olhinhos inchados do menor e viu marcas de lágrimas na bochecha também. Aquilo foi como um soco no peito de Chanyeol, por que o ômega estava chorando? Por que ele não lhe disse nada? Era isso que ia saber agora.


- Baekhyun, acorda... - o alfa sacudiu o corpo de Baek de forma suave e viu ele abrindo os olhos lentamente. - Senta, por favor! Eu quero falar com você...


- Aconteceu alguma coisa? 


- Comigo não aconteceu nada! Mas com você, sim! Baekhyun, eu percebi que você ficou estranho de um tempo 'pra cá. Você sempre foge quando eu te pergunto se você está bem, se aconteceu alguma coisa com você... Amor, você não me conta mais, eu fiz algo que deixou você assim? Eu quero saber, Baek! - o ômega derramava algumas lágrimas enquanto o moreno falava, ele segurava as mãos do mais novo e as acariciava com os dedos.


- Você ainda me ama? Eu sou virgem e inexperie... 


- Eu não acredito que 'tô ouvindo isso. Baekhyun, quantas vezes vou ter que te falar que não importa se você é virgem ou não, eu te amo, ok? Nunca deixaria de te amar por isso! Relacionamento não se baseia em sexo, se baseia em respeito, e eu te respeito. Vem aqui! - Chanyeol puxou o baixinho para um abraço e sentiu sua blusa ser molhada pelas lágrimas dele. 


- Obrigado! Eu te amo! - o loirinho dizia baixinho e era apertado pelo namorado. - Yeol, 'tá machucando...


- Desculpa! - eles riram. - Eu também te amo. - em um momento estavam trocando olhares, no outro já estavam se beijando apaixonadamente, e depois estavam deitados de cochinha na cama de casal do mais novo.


É, eles se amavam! 


1 semana depois...


Era dia 19, e também era o dia em que o casal completava um mês de namoro. Baekhyun estava preparando uma surpresa para Chanyeol na casa do mesmo. Ele havia pedido para Sehun comprar algumas coisas para ele enquanto arrumava o quarto do maior com o que ele já tinha.


Chanyeol estava na academia e só chegaria às nove da noite, então o ômega tinha tempo até ele chegar. Ele havia comprado uma lâmpada vermelha, trocou a que tinha no quarto por esta e acendeu, estava perfeito. Sehun havia chegado com as coisas que tinha comprado - Baekhyun deixou que ele escolhesse e se arrependeu por uns segundos, mas logo esqueceu -, o ômega entrou no quarto fazendo um estrondo que assustou o irmão.


- Ai, garoto, que susto! - o loirinho colocou a mão no coração e o mais novo o olhou sério.


- Baekhyun, você sabe a cara da mulher quando eu fui pagar? Olha, eu devo te amar demais 'pra deixar que você me faça passar por isso. 


- Para de drama e passa isso 'pra cá. Uau! - Baekhyun olhava para a caixinha com os olhinhos arregalados, mesmo não sendo nada demais. - Você 'tá por dentro das coisas mesmo, né? 


- Ah, para! Você não é santo, Baekhyun! - o ômega de cabelos castanhos observou o irmão olhar atentamente o que ele havia comprado.-Você tem certeza disso? 


- Tenho, tenho sim! - ômega afirmou com a cabeça. 


- Então vamos terminar de arrumar isso! Daqui a pouco vou na casa do Junmyeon também. - Sehun fez uma cara maliciososa e o irmão riu, sabia o quão safado ele podia ser.


Eles terminaram de arrumar tudo faltando 20 minutos pras nove. Sehun foi para a casa do alfa de cabelos vermelhos e Baekhyun foi tomar um banho. Colocou uma blusa do namorado - que ficou enorme em seu corpo, por sinal - e um short preto que ficava acima de seus joelhos e mostrava suas coxas, era apertado, então marcava muito a sua bunda. E, sim, ele estava sem cueca.


O ômega conectou o celular na sua caixinha de som e iniciou a playlist que tinha feito. Chanyeol já sabia que ele estaria em sua casa, tinha pedido pra ele esperar até a hora que ele chegasse. E depois de alguns minutos  ele finalmente havia chegado.


Baekhyun ajeitou o cabelo na frente do espelho do banheiro e voltou a deitar na cama. Chanyeol subia as escadas confuso pela música que tocava, o alfa arregalou os olhos assim que abriu a porta do quarto.


Ele tinha uma iluminação vermelha, tinha um pote com morangos na mesinha ao lado da cama, também havia uma caixinha de som na qual tocava uma música calma mas com batidas gostosas de se ouvir. E o melhor de tudo: havia um Baekhyun que o encarava de forma sexy deitado em sua cama. 


- Nossa! - o alfa deixou escapar sem querer e viu o namorado ir até ele lentamente.


- Gostou? Isso é 'pra nós, Yeol! A noite é toda nossa! - o ômega disse em um sussurro no ouvido do alfa que ficou arrepiado.


- Bae... 


- Eu estou pronto, amor! Me fode, Yeollie. - o ômega disse em um gemido, e só bastou isso para atacar o pescoço do baixinho que gemeu alto. 


Os cheiros se misturavam e exalavam por todo o quarto. O casal andava às cegas até a cama, Chanyeol pegou o mais novo no colo e o deitou na cama, assim ficando por cima de seu corpo. Começou um beijo rápido e intenso, segurava a cintura do namorado de forma possessiva. Rapidamente, o ômega trocou as posições e ficou sentado no colo do moreno. Trocavam olhares cheios de prazer e paixão. Chanyeol voltou a chupar o pescoço do namorado, provavelmente ficaria roxo naquele local, mas não estavam ligando pra nada naquele momento. Baekhyun tirou a blusa do amado e seus olhos brilharam ao ver o abdômen definido do mais velho - não era trincado, mas era algo que fazia o ômega salivar muito. 


O loirinho começou a rebolar e parou quando Chanyeol apertou sua cintura.


- Você está sem cueca? - o ômega assentiu e pode ver o namorado sorrir de canto, agradecia às divindades por ter a idéia da luz vermelha que disfarçavam as suas bochechas coradas. - Já percebi que você gosta de me provocar! - o moreno apertou com vontade as nádegas do loirinho que arfou.


Baekhyun começou a dar beijos por todo o corpo de Chanyeol, desceu até chegar na barra da calça moletom e se apressou para tirar. Segurou o membro rijo do maior e começou a chupar apenas a glande, o que fez o moreno gemer arrastado. O ômega colocou o que coube na boca e segurou o resto com a mão. Ele passava a língua por todo o falo e olhava para o namorado que estava jogando a cabeça pra trás e suspirava. Começou os movimentos de vai e vem que deixaram o alfa louco, agarrou o cabelo do baixinho com a mão e o ajudou no ato. 


- Ah, Baekhyun, sua boca faz um trabalho e tan... AH! - o moreno não conseguiu terminar a frase pelo gemido que saiu quando o ômega sugou seu pau. 


Não demorou muito para o alfa gozar na boca do baixinho que engoliu na hora. Chanyeol não aguentava mais ser o único sem roupa ali, ele puxou o baixinho fazendo ele sentar novamente em seu colo. Tirou a blusa e short do mais novo, os dois gemeram pelo contato dos membros. Chanyeol pegou a camisinha na gaveta da mesinha e olhou para o loirinho.


- Tem certeza que quer continuar? 


- Se eu não quisesse fazer isso, eu não teria me preparado. - Baekhyun disse baixinho e o alfa sorriu e colocou a proteção em seu membro que estava duro novamente. - Ah, eu pedi pro Sehun comprar algo... Está na caixinha. - Chanyeol pegou a caixa e abriu, ele não acreditou quando viu o que a mesma continha. Eram bolinhas de lubrificante, Chanyeol pegou duas, levou uma até a entrada do mais novo e estourou com os dedos, espalhou por dois deles e penetrou um, logo penetrou o segundo e começou movimentos lentos. Baekhyun mordia os lábios pela incômodo que sentia, mas passou assim que o namorado começou a lhe foder com seus dígitos que faziam um belo trabalho.


Depois de preparar o mais novo, Chanyeol estourou a outra bolinha e espalhou o líquido por todo seu pau. Segurou na cintura de Baek e o ajudou a descer com calma, com todo o membro dentro de si, o ômega deitou a cabeça no ombro do mais velho e respirou fundo. Era a sua primeira vez fazendo isso, sabia que ia sentir dor. Chanyeol fazia um carinho nas costas do baixinho que foi se mexendo aos poucos, descia e subia por todo o pau do Park. Soltavam gemidos altos, Chanyeol por seu pau estar sendo apertado pela entrada contraída do loirinho, e Baekhyun por sentir o membro do namorado arrastando nas laterais.


Baekhyun sentava com força e às vezes parava pra ondular o corpo em cima do alfa. Levou um susto quando o mais alto trocou as posições e começou a lhe foder com força. O barulho dos gemidos e corpos se chocando eram música para os ouvidos de ambos. E por coincidência, estava tocando The Hills do The Weeknd.


Bastou alguns minutos para ambos gozarem. Chanyeol se jogou ao lado de Baekhyun, as respirações estavam ofegantes e o cheiro deles estava cada vez mais fortes pelo suor. Ficaram se encarando por minutos antes de dizerem algo.


- Obrigado! - disseram juntos e riram por isso.


- Obrigado por confiar em mim! - disse o alfa


- Obrigado por estar comigo! - respondeu o ômega


- Pra quê os morangos?


- Pensei na possibilidade de ficarmos com fome depois... - o alfa cerrou os olhos e o ômega riu. - Ok, ok! Eu ia tentar fazer algo mais sensual, mas acho que não foi necessário.


- Quer usar agora? - o mais velho perguntou rindo.


- Quero! 


É, eles estavam suficientemente bem para uma segunda rodada!







Notas Finais


Agora só quero fazer umas perguntinhas pra vocês...

> QUEREM HOT DE SEHO NO PRÓXIMO? Comentem ♡
> Ficaram de queixo caído ou sou exagerada?
> Gostaram?
Espero que tenham gostado de coração. Até o próximo capítulo!
Beijos ♡

Twitter: @windowxing
Insta: @potatoes_lays


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...