1. Spirit Fanfics >
  2. I'm law >
  3. First day of work with you

História I'm law - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


HELLO, HELLO, TELL ME WHAT YOU WANT RIGHT NOW!!
AR YU RUERY?...parei.
Foto de capa: Jungkook indo em direção a delegacia.
• • •
Are you ready? Agora sim...

Capítulo 3 - First day of work with you


Fanfic / Fanfiction I'm law - Capítulo 3 - First day of work with you

Anteriormente...

Xxx- Bem que estranhei sua voz! -Ele sorri sem jeito- Mais enfim delegada. Meu nome e Jeon Jungkook, mais pode me chamar de Jeon ou Kook, ou talvez só de fotógrafo.-ele estende a mão pra mim- vai ser um prazer trabalhar com a senhora, s/n -ele sorri novamente.

Agora...

-O prazer vai ser todo meu -aperto a mão dele e sorrio, e vejo ele me analisar ainda sorrindo...ahn? Ok, esquece. 

E então, logo fomos pra delegacia, e o novo fotógrafo foi junto. Fazendo milhares de perguntas pro Yumin, e tirando fotos de todos os lugares em que passávamos. 

Não demorou, e chegamos a delegacia. Descemos e entramos, com o Yumin já levando o prisioneiro pra cela. E ao descer, eu percebi um sorriso estranho no rosto do fotógrafo, enquanto olhava a delegacia, repleta de jornalistas e mais fotógrafos, e logo o fotógrafo não perde por esperar, tira varias fotos enquanto o prisioneiro e levado, por vários ângulos. Ainda com o mesmo sorriso:

-Por que sorri tanto, fotógrafo? -ele olha pra mim e desfaz o sorriso.

Jk- Err...E a mais respeitada delegacia de Seul. -ele sorri sem jeito.

-Own.-fecho a porta do carro-  Mais, meu queridinho, não e fácil trabalhar aqui não. Tem que ter piscologico, e também... -lembro das merdas que eu fiz, e suspiro- entra logo fotógrafo. -ele me olha sem entender e entra na delegacia, e então e vou atras.

Ele e bom em receber ordens, hmnn. Interessante.

Entro na delegacia como todos, indo direto pro querido balcão da Julie, suspirando:

-Desde quando você contrata pessoas, e não me informa? -falo me apoiando.

Julie- Oi? -ela olha pra mim- De quem você tá falando? -eu olho pro fotógrafo indo lá pros quintos- Ahnn. Ele pediu a vaga hoje, e como nós não temos um fotógrafo oficial. Tomei a decisão sozinha, hehe. 

-Ei!! Fotógrafo!! -ele me olha- Vem cá...-e o serzinho vem vindo.

Julie- E também, ele era muito bonito pra se jogar fora -ela fala voltando a concentração na tela do computador, com um sorrisinho.

-Mais que sem vergonha, hein Julie? -olho pra ela.

Julie- Vai falar que não achou o mesmo, delegada? -suspiro e olho pra direção em que o fotógrafo estava vindo, e dou de cara com ele. Com quase centímetros de distância. 

Jk-qui foi? -ele fala olhando diretamente nos meus olhos, com um sorriso pequeno.

-Primeiro; Se afasta. -ele faz tirando o sorriso do rosto- Segundo; Quero saber se você já fez a sua ficha, com a Julie.

Jk- Sim!

-Julie...-ela olha pra mim- tem algum policial disponível pra mostrar a delegacia pro fotógrafo?

Julie- Acho que o Chan está disponível.

C.M- Delegada! -ele chega respirando ofegante- Uma ligação...direta. Assalto. Minha, mãe. Aish, tchau! -e lá vai o menino. 

-Ok...Quem mais Julie? 

Julie- Era o único, o D.C vai interrogar o Taejin junto com o Yumin daqui a pouco, e eles também estão arrumando o de sempre, qual penitenciária, vendo as tatuagens, roupa pertences e blá blá blá. E o resto, ocupado com fichas, ligações, interrogatórios e etc -Olho pro ser do meu lado olhando tudo. 

-Ok. Avise os meninos pra começarem o interrogatório quando eu estiver presente na sala. 

Julie- Sim, chefinha. -ele sai do balcão deixando mais duas meninas. A Minna e a...Elizabeth? Não. Estephanie?...não também. Ai eu sei lá!

Jk- Você vai me mostrar a delegacia, delegada? 

-Parece que sim -vejo ele sorrir que nem uma criança- Si quiser guardar a suas coisas, posso mostrar primeiro o vestiário com os armários.

Jk- ah sim, quero sim!

-Ok, come on. -eu falo isso seguindo caminho ao vestiário, e ele da risada logo vindo atrás de mim.

Jk- delegada...

-Hmn?

Jk- err. Nada, nada! -ele fica ao meu lado. 

-Fala logo, o que você queria perguntar?

Jk- Não sei se devo -ele fala olhando a câmera pendurada no pescoço dele, e eu olho pra ele erguendo uma sombrancelha- Hehe. Esquece delegada, e besteira. -ele sorri pra mim e volta a olhar em volta.

-posso te fazer uma pergunta, fotógrafo?

Jk- claro! -ele fala olhando os polícias passando ao seu lado correndo em direção a entrada.

-Por que você sorri tanto? Tipo...alguém respirou, você sorri. -Falo olhando pra ele e o vejo olhando pra trás.

Jk- ah, eu...-nesse momento eu empurro ele na parede, e fico com os ante-braços colados na parede, com a sua cabeça entre, colando nossos corpos (uin, uin, uin) - e-e-eu... -ele fica vermelho e fica olhando pro meu rosto ainda com a expressão seria.

-Você? -falo esperando uma resposta.

Jk- d-d-delegada...P-porque você...

-Minha delegacia, e uma correria. Quase você foi atropelado por policiais correndo a mil. Pensei rápido e... -percebo a situação- essa foi a ação que eu tive -me afasto dele- Denada -dou um sorrisinho de lado que se desfez em 1 segundo e continuo a andar, mais percebo que não estou sendo acompanhada e olho pra ele congelado na parede- fotógrafo?...

Xxx- pegou pesado com o menino hein chefinha... -passa um policial dando risada, com uma ficha criminal em mãos, e eu o olho com desgosto.

-Aish. Fotógrafo!! -ele olha pra mim- Vamos logo!! -continuo a andar e ele vem até mim, me acompanhando. 

Jk- o-obrigado, delegada -Dou um sorriso pequeno pra ele e o vejo sorrir.

-Ainda não respondeu minha pergunta.

Jk- Eu sorrio bastante, porque isso torna o dia das pessoas melhor, eu acho. As vezes as pessoas só precisam de um sorriso. E também...eu sou muito bobo -dou uma risada baixa- hehe

-Agora...Esse e o vestiário masculino-abro uma porta preta.

E então, ele entrou e guardou suas coisas lá dentro, me perguntou se usaria um uniforme policial também, e eu apenas ri. Acho que estou lidando com uma criança. 

Enfim, depois de uns 20 a 30 minutos. Mostrei toda a delegacia a ele, de ponta a ponta, e cada lugar ele ficava impressionado com o tamanho e os detalhes de tudo. E logo o expliquei como seria o trabalho, expliquei minhas exigências, e tudo mais. Ele não perdeu tempo, e começou a trabalhar, pegou um caso de assassinato com desmenbramento. E pedi pra que ele me mostrasse as fotos quando terminasse as fotos.

Depois disso, fui a sala de interrogatório, e lá estava o D.C e o Yumin olhando o detento com os braços cruzados. E com o nariz do cara sangrando:

Yumin- até que enfim!!

D.C- posso saber porque demorou dois milênios? -ele vem pra perto de mim.

-Estava auxíliando um empregado novo... -empurro ele para parede e vou em direção ao detento sentado.

Taejin- Oi delegadinha...-ele me analisa mordendo o lábio- vai sentar pra mim, hoje também? 










Notas Finais


Aiai meu santo biscoito...
Espero que tenham gostado. Me desculpem os erros de português;_;.
Hehe...
Até o próximo 'Are You Ready?'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...