1. Spirit Fanfics >
  2. I'm need you! >
  3. Não se preocupe!

História I'm need you! - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem dessa fanfic! Não vai tantas lutas,mas vai ter mistério e suspense.
Essa foto é meramente ilustrativa.

Capítulo 1 - Não se preocupe!


Fanfic / Fanfiction I'm need you! - Capítulo 1 - Não se preocupe!

Há 10 anos,Noelle e sua mãe estavam voltando de uma viagem de outro reino...

– Filha,nós já vamos chegar em casa. Esta animada? 

– Estou sim mamãe!

Era tudo belo naquela época,Noelle era uma criança feliz! Com o seus pais e irmãos,ela vivia em um castelo da realeza de Clover. Sua mãe,a capitã Acier,era uma das mulheres mais fortes de todo o reino,mas mesmo sendo uma das mulheres mais fortes,ela tinha uma fraqueza... Seus filhos.

– Capitã Acier – Começa um dos seus magos particulares – Estamos sendo atacados,por favor,fique escondida!

Acier se levanta e responde:

– Quem está atacando vocês?

– É uma mulher com uma magia estranha,por favor se esconda junto de sua filha! Você ainda não pode lutar,nós lutaremos!

– Ok! Filha vamos! Diz Acier pegando na mão de Noelle.

– Sim,mamãe!

As duas foram guiadas por alguns cavaleiros mágicos para um lugar seguro na floresta. Mas no meio do caminho...

– Oh então vocês estavam protegendos essa mulher e essa criança? 

– Todos ataquem essa mulher!! Diz um dos magos.

Todos os cavaleiros mágicos foram mortos em um piscar de olhos,só sobrou Acier e sua filha.

– Como erem fracos,fiz bem em mata-los... Agora a mulher e sua amada filha. Diz indo atacar Noelle.

Acier pega Noelle nos abraços e desvia do ataque da mulher e entra em modo de batalha para tentar derrotar aquela inimiga.

– Nossa,você é bem forte! Espero que me divirta.

Acier coloca Noelle no chão e respode:

– Você acha mesmo que matar os outros é divertido? Alguém como você eu jamais vou perdoar.

– Hahahaha! É assim que eu gosto.

– Noelle! Vá embora! Corra até chegar na fronteira com o reino e vá para os seus irmãos,eles cuidaram de você!

– Mas é você mamãe?

Acier suspira e diz:

– Não se preocupe,eu vou derrotar essa inimiga e volta para você. Agora vá!

Noelle acentiu e foi embora.

– Não se preocupe,quando eu te matar eu vou cuidar da sua criança.

– VOCÊ NÃO VAI ENCOSTAR UM DEDO SEQUER NELA!! Diz Acier aumentando sua mana.

– É o que veremos! 

Pouco tempo depois,Acier foi achada morta e toda ensanguentada,com uma grande devastação na floresta. Ouve uma grande luta ali,quando Acier deu o seu ultimo suspiro contra uma mulher chamada... Vânica!

Atualmente...

– Eu queria ser igual a você... Mamãe! Mas por que você tinha que morrer? Por que? Pergunta Noelle olhando para uma foto de sua mãe.

Nozel,Nebra e Solid começavam a si aproximar e Noelle se recompôs,já que não queria que seus irmãos a vissem daquele jeito.

– Oi,sua inútil! Vendo novamente a foto da sua vítima,nossa mãe? Pergunta Solid.

– Quero lembrar que foi sua culpa por nossa mãe morrer! Fala Nebra.

– Então Nozel nii-sama,para qual esquadrão vamos mandar essa inútil? Pergunta Solid.

Nozel pensa um pouco e respode:

– Noelle... Você vai para os touros negros,ainda hoje! Não quero mais ver sua face de fracassada.

– Os touros negros? Sim,é uma boa escolha para essa inútil. Diz Solid.

– Eles só fazem missões como caçar javalis. Diz Nebra.

Noelle estava ouvindo tudo aquilo com vontade de chorar. Ela,mesmo depois de tantos anos,não podia acreditar que os seus irmãos a maltrassem,por algo que ela nem fez.

Noelle apenas fez uma reverência para seus irmãos e foi arrumar sua coisas,assim como ordenou Nozel.

...

Depois de um tempo,Noelle já estava arrumada e foi rumo a base dos Touros negros.

– Vai para algum lugar,senhorita Noelle? Pergunta um dos servos que controlava a carruagem real.

– Sim,mas eu vou ir andando até lá. Respode Noelle.

– Tem certeza?

– Tenho! Adeus!

– Tenha cuidado!

Noelle queria ir para o seu destino por dois motivos: 1° = Ela não queria ter mais o azar de dar de encontro com os seus irmãos na carruagem real e 2° = No caminho até a base do seu esquadrão,existia girassóis que a sua mãe gostava e decidira levar essa flores para túmulo dela.

...

– Lindos girassóis! Diz Noelle olhando para alguns girassóis. – Vou leva-las!

Noelle não percebeu,mas estava sendo observadas por três silhuetas misteriosas.

– Olá mocinha! Começa um deles – Gostaria de vim conosco? Pergunta.

– Não! Exclama Noelle indo embora.

– Ora,não quer se divertir não? Pergunta segurando dela.

– Me solta!

– Você vai nós divertir por hoje! Diz o segundo.

– Ela não é uma dos silvas? Pergunta o terceiro.

– Ela deve ser a que nasceu errada. Não é?

Noelle começa a se sentir mais fraca e cair no chão.

– E-e-eu n-n-não...

– Que se dane,vamos...

– VOCÊ NÃO VÃO FAZER NADA!! Grita alguém atrás deles.

Noelle levanta o seus olhos,que dá de encontro com um certo nanico e de olhos verdes.

– E quem vai nos impedir? Você? 

– Eu nem consigo sentir mana em você. Diz soltando Noelle.

– Vocês não sentem nada,porque eu não tenho magia... Mas mesmo assim vou me tornar O REI MAGO!!

Os três começaram e rir:

– Você? O rei mago? Isso jamais aconteceria.

– Quem apostar? Diz Asta pegando a sua espada de anti-magia.

– Se insisti tanto em apanhar para nós,vamos fazer o seu desejo.

Os três avançaram contra Asta,que rapidamente acertou os mesmo com grande precisão,os fazendo ir para bem longe,colidindo com algumas árvores.

– Seu... desgraçado! Nós voltaremos e acaberemos com vocês dois.

Asta assumiu outro posição de luta e disse:

– Quando esse dia chegar,eu vou estar mais forte e acabar com vocês novamente.

– Droga... vamos! Não temos chance contra esse pirralho.

Os três homens foram embora correndo com medo de Asta,que colocou sua espada dentro do seu grimório.

– Você está bem? Pergunta Asta.

– S-sim! Graças a você! Diz Noelle se levantando.

– Qual é o seu nome?

– Noelle Silva! E o seu?

– Asta! Você é uma nova membra?

– S-s-sim! Diz Noelle com a sua cabeça baixa.

– Que legal! Então vamos caminhar até a base juntos!

– O-okay!

...

– Então,Noelle! Você pode me contar um pouco sobre você? Pergunta Asta.

– Hum... Meu aniversário é 15 de novembro,gosto de flores,especialmente de girassóis...

– E a sua família?

– Minha família? Eles,bom,eles me maltratam... Sempre foi assim...

Noelle para no meio do caminho.

– Noelle? 

– Minha história... Não é facil,mesmo eu sendo da realeza. Meus irmãos me maltratam porque eu,segundo eles,matei a nossa mãe. Eu não consigo controlar minha magia e sou considerada uma escória e eu... 

Noelle não aguenta e começa a chorar.

– Eu sou uma inútil,que não consegue fazer nada a não ser chorar. Eu não aguento mais essa vida,todo maldito dia é esse inferno na minha vida.

– Hey,não precisa chorar. Se seus irmãos a maltratam é porque eles são uns babacas,se você não controla a sua magia é porque ainda não chegou a hora. E você não é inútil,se você aguentou até aqui é porque você é muito forte. Você dever ser a pessoa mais forte que eu conheço. Diz Asta sorridente.

Noelle não disse nada,mas estava impressionada. Ela nunca tinha ouvido nada assim,tão motivador e doce. A única coisa que ela conseguiu dizer foi um:

– Obrigada... Asta!

O resto do caminho foi um completo silêncio entre os dois novatos dos touros,que ainda teriam de enfrentar vários desafios ainda.

Chegando na base...

– Ô moleque,eu não ti disse para vir logo? Você demorou para um caralho. Diz Yami segurando a cabeça de Asta.

– Desculpa,capitão Yami! E que nos fomos atacados por bandidos. Respode Asta.

– Nós? 

– Sim! A Noelle,aqui! Diz Asta apontando para Noelle.

– Ah sim! A irmã do Nozel. Diz largando a cabeça de Asta – Conheçam o pior esquadrão dos cavaleiros mágicos,os Touros Negros. Sejam bem vindos ao inferno!

– Então são vocês os novos recrutas do capitão Yami? Saibam que aqui não é moleza não. Diz Magna.

– Espero que vocês sejam bem fortes,eu quero lutar a é a morte com vocês hahahaha! Diz Luck 

– Querem calar a boca,por favor! Estou tendo dormir aqui! Diz Vanessa.

– É sua culpa por beber tanto. Diz Firnal

– Olha quem diz,o mulherengo número um de Clover. Respode Vanesa.

– Lalalala aqui tomem alguns bolos que acabei de fazer. Diz Charmy colocando um bolo na boca de Asta.

– Eu quero que sejamos grandes amigos,vocês aceitam serem meus amigos? Susurrava Gordon

Gray só fez os mesmo barulho de sua transformação de cara grande.

– Todos devem adorar a deusa marie – começa gauche – Vou fazer uma estátua dela agora!

– Será que vou conseguir me encaixar nesse bando de loucos? Pergunta Noelle em seus pensamentos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...