1. Spirit Fanfics >
  2. I'm need you! >
  3. Seus vermes!!

História I'm need you! - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Oiee, tudo bom com vcs? Espero que sim! Hoje eu resolvi escrever e no meio do caminho me veio essas ideias loucas, espero que gostem!

Capítulo 8 - Seus vermes!!


Fanfic / Fanfiction I'm need you! - Capítulo 8 - Seus vermes!!

Depois de um longo tempo lutando contra Fana, a assassina de magos, Asta e os demais foram levados para uma base de curandeiros para serem tratados dos ferimentos da batalha. Luck e Klaus foram os primeiros a se recuperarem, e ficaram responsáveis por fazer os relatórios. Yuno, recuperou-se depois de alguns dias e se despediu de Asta, que ainda estava se recuperando. Noelle estava fazendo companhia para o Asta e ao mesmo tempo, estava sendo tratada.

– Noelle... – Começa Asta – Você lembra exatamente o que aconteceu ontem?

– Não... Estava tudo muito rápido e desesperador.

– Entendo. Eu só queria saber de onde veio aquele poder que emanava de mim. Eu fiquei... Mais forte, mas estranho também.

– Como assim? Estranho?

– Era como se uma voz falasse para mim: Me deixe sair... Me deixe dominar tudo... Me deixe te controlar.

– Hum... É estranho mesmo.

– Mas de qualquer jeito, agora estou mais forte. EU SUPEREI O YUNOOO!! ESTOU MAIS PERTO DE ME TORNAR O REI MAGOOOO!!!

– Cala a boca – Diz Noelle jogando uma bola de água em Asta – Estamos em um hospital, devemos fazer silêncio. Astupido!

– AHHHH!! PARA DE ME CHAMAR ASSIM!

– Eu vou te chamar quantas vezes eu quiser, porque você é um estúpido! Astupido! Humpf!

– Tsc ... Você é tão chata!

– E você é um idiota!

Depois da recuperação no hospital, os dois saíram do hospital e foram até a base.

Depois de um tempo andando, os dois magos chegaram na porta da base. A base geralmente é bastante barulhenta, várias vozes falando ao mesmo tempo, sempre parecia um carnaval de vozes, mas estava tudo um silêncio e paz. Os jovens estranharam, e resolveram entrar para ver o que estava acontecendo para a base está tão silenciosa. Quando os mesmo entraram, só tinha o capitão Yami e Vanessa batendo um papo aleatório.

– Olha só! – Começa Yami – Os dois moleques que movimentaram o cadeira do rei mago.

– O QUEEEE?? Pergunta os dois ao mesmo tempo

– Calem a boca! Ordena a Yami

– D-desculpa capitão! Responderam os dois

– Mas como assim capitão? O rei mago aprovou a nossa altitude de enfrentar aquela maga?

– Sim! Ele até deu uma estrela para a “incrível performance” , como ele mesmo disse.

– QUE MARAVILHOSO!!! Meus esforços foram recompensados, SUPEREI O YUNO, QUE BOM!!

– O Julius também deu uma estrela a os engomadinhos do Alvorecer dourado.

– Bom... PELO MENOS NÓS ESTAMOS EMPATADOS!

– Na verdade Asta... Os touros negros só tem uma estrela. Se pronuncia Vanessa.

– E quantos tem o Alvorecer dourado? Pergunta Asta

– Mais de 100. Responde Vanessa

– AHHHHHH! Droga, porque o Yuno sempre me supera?

Noelle dá um pequeno sorriso com a situação, e se despede dos três que ficaram conversando por mais um tempo.

– Mas você já vai, Noelle? Pergunta Asta

– Sim! Estou bastante cansada depois da batalha. Vou dormir um pouco.

– Ok, mas tarde nós conversamos.

– AHHHHHHHH – Gritava Asta – AINDA NÃOOOOOO!!

Asta mais uma vez estava limpando a base, como fazia todos os dias desde que entrou para o esquadrão e mais uma vez ele foi calado de forma hostil pelo seu capitão.

– Ô moleque, cala a boca!!

– SIM CAPITÃO!!

– E vai acordar a princesinha, tenho uma ordem para vocês dois.

– SIM!!

Asta subiu correndo as escadas para avisar a sua companheira sobre a ordem do capitão e bateu na porta do quarto dela.

– Noelle... Está me ouvindo?

–...

— O capitão Yami falou que precisa de nós lá embaixo, ela nós vai nos dar uma ordem.

– E-eu já... vou!

– Ok!

– Já que realeza finalmente desceu, vou dar a seguinte ordem: Os dois aí vão para a sala de reunião do rei mago...

– QUE LEGALLLLL!!!

– Não me corte quando eu estiver falando , IDIOTA!! Diz Yami segurando a cabeça de Asta.

— S-SIM CAPITÃO!!

– Bom... Como eu estava dizendo antes de ser interrompido... Vocês dois vão ser parabenizados pela bela atuação sobre o ataque da assassina e ele também tem perguntas sobre o poder daquela maga. Eu disse que o Luck não iria, já que ele não percebeu os detalhes, então ele seria inútil nas perguntas do Julius.

– E quando vai ser essa reunião? Pergunta Noelle

– Vai ser amanhã, é melhor se prepararem.

– Sim! Os dois disseram em uníssono

– Está animada, Noelle? Pergunta Asta que estava fora da base junto de sua companheira.

– S-sim! Eu acho...

– Por que?

– Nada demais. Agora vamos!

– O Finral não está aqui, como é que vamos para a capital real?

Noelle dá um pequeno sorriso discreto.

– Nós vamos de vassoura!

– O QUE??

– Não fale como se fosse uma ida sem volta para o inferno. Faz parte do meu treinamento. Eu quero ao menos tentar.

– Tá, mas tente não ir muito rápido, se nós caímos e a queda vai ser horrível.

Noelle e Asta montaram na vassoura, e o jovem espera a sua amiga levantar voou.

– Está tudo bem, Noelle?

– S-sim! Só preciso me concentrar, então cala a boca, por favor!

Depois de alguns minutos, Noelle, a vassoura finalmente começou a si mover e flutuar.

– É ISSO AII!! Grita Asta

– Cala a boca se não eu me desconcentro.

Alguns minutos depois, a vassoura já estava em pleno voa até a capital Real. No caminho, os dois jovens começaram a conversar sobre coisas do cotidiano e outras coisas sem valor, mas Asta fez uma pergunta que intrigou Noelle:

– Ei Noelle, porque aquela maga estava atrás de você?

–... Eu sinceramente não sei. Mas ela falou que eu era tão irritante quanto: Aquela mulher!

– E quem seria essa?

– Eu não sei, depois que ela me bateu tanto, acabei esquecendo algumas coisas. Ela também disse: Eu não sei o que minha mestra viu em você!

– Então podemos presumir que eles querem você.

– Sim! Mas por que?

– Acho que vamos saber quando chegarmos na sala do Rei mago!

– Parece que sim.

Depois de algum tempo pilotando a vassoura, Noelle junta de Asta, pousaram perto do Sede Real, onde ficava o Rei mago e alguns membros da Nobreza e Realeza também. Era um local gigante, quase tudo era feito de ouro, e os guardas eram de nível Sênior. Aquele lugar também era onde Noelle passou a sua infância... Sua triste infância com seus irmãos.

Noelle estava parada na frente do palco de todos os seus pesadelos e sofrimentos, onde tinha ficado traumatizada pelo bullying que seus irmãos faziam com ela. Asta percebendo que sua amiga e companheira de missão estava com um certo medo, decidiu perguntar:

– Alguma coisa aconteceu, Noelle? Você parece que está com muito medo de algo.

–... N-n-não é nada. Não precisa se preocupar, vamos só entrar e sair.

– Okay!

Entrando no local, Asta ficou perdido devido ao tamanho da Sede Real, e Noelle teve que o conduzir pela grande lugar. Depois de alguns vislumbres de Asta, os dois começavam a si aproximar da sala de reuniões e no meio do meio do caminho, eles encontram a foto de Acier Silva e Noelle suspira:

– Mamãe.

Asta então coloca os seus olhares a foto da mãe de Noelle e fica surpreso com tamanha beleza e similaridade que as duas tinham.

– Ela é a sua cara, Noelle.

– É... Muitos dizem isso.

– O que houve com ela?

– Ela... – As palavras sumiram da boca de Noelle devido a aproximação de três pessoas com que ela viveu o inferno.

– Ela morreu por sua causa Noelle! Ou será que a nossa querida irmãzinha se esqueceu?

– Irmão Solid

– A vergonha da nossa família, quem diria que estaria aqui.

– Irmã Nebra

– Você é um fracasso, deveria ter morrido nessa missão em que o seu esquadrão se submeteu.

– Irmão... Nozel

– Deveria ter vergonha de ter nascido em berço real, você só envergonha o nome da nossa família – Diz Solid se aproximado – Nossa mãe, morreu por sua causa!

– Irmão...

– Não ouse me chama de irmão, sua fraca!

Solid dispara uma serpente de água para atingir Noelle, mas o anão sem magia não aceita isso de braços cruzados... Noelle fecha os olhos esperando ser atingida pelo ataque de seu irmão mais velho, mas...

– NÃO OUSE... ENCOSTAR UM DEDO NELA!!! Grita Asta bloqueando a magia de Solid com sua espada.

– A-A-Asta!?

Asta conseguiu corta ao meio a serpente de Solid, que ficou surpreso com o ato do jovem ter f feito algo bem peculiar

– SEUS VERMES!! COMO SE ATREVEM A FAZER ISSO COM SUA PRÓPRIA IRMÃ?

– Eu é que pergunto como você se atreve a levantar a voz para mim, alguém da Realeza, seu plebeu imundo! Ofende Solid

– VOCÊS NÃO PODEM SER CHAMADOS DE IRMÃOS, SÃO SÓ UM BANDO DE IDIOTAS SEM MORAL QUE JULGAM OS MAIS FRACOS!!

– Quem é você para falar alguma coisa seu plebeu?? Pergunta Solid fazendo outra magia de serpente, mas dessa vez mais forte. Então Solid dispara essa magia na direção do Asta.

Asta dá um pequeno sorriso e joga de volta o ataque de Solid, que o faz ficar de joelhos.

– VOCÊ ME PERGUNTOU QUEM EU ERA NÃO É? ENTÃO EU AGORA RESPONDO: EU SOU AQUELE QUE VAI SE TORNA O REI MAGOOOO!!!

– O... Que? Pergunta Solid – Você nunca conseguiria ser torna o rei mago e também, você vai pagar por ter feito isso comigo!

– Solid... Diz Nozel aumentando a sua mana e botando pressão em Asta – Deixa que eu mesmo coloque esse plebeu no seu devido lugar.

– S-sim irmão. Diz Solid se afastando.

– Essa pressão... Eu nunca tinha sentido algo assim antes. É parecida com a do capitão Yami! Ou até maior! Diz Asta em seus pensamentos.

Nozel começava a si aproximar lentamente contra Asta, que ficava imóvel com tamanha pressão que o capitão das Águias de Prata estava fazendo, mas mesmo assim ele não recuo e se manteve firme. Nozel então levanta o seu braço, indicando que usaria uma das suas magias.

– Vou colocar você no seu devido lugar, verme rastejante! Ameaça Nozel.

– Irmão...

– Não se intrometa Noelle!

– NÃO FALE ASSIM COM ELA!!

Asta saiu disparado contra Nozel que ainda mantinha o sua mão levantada, só esperando Asta se aproximar mais.

– JÁ CHEGA NOZEL!! Essas palavras ecoaram por toda a estrutura e era tão alta que fez o jovem sem magia ficar parado. – O que pensa que está fazendo com uma criança? Essas palavras viam de Fuegoleon, o capitão dos Reis leões Carmesins.

– Tsc... Só ia colocar esse verme no seu lugar! Diz Nozel

– Você é um capitão, tem que dar exemplo.

– Não se intrometa nos meus assuntos!

– Você está em um local em que o respeito deve ser mútuo, não importa se ele é plebeu ou não. Diz Fuegoleon olhando para Asta

– Como uma águia como eu olharia para um verme rastejante como ele? Parece que os Vermelions cairam muito ao decorrer dos anos.

– O que disse?

– Isso mesmo que você ouviu!

A tensão estava grande devido ao desentendimento dos dois capitães, eles iriam brigar a qualquer segundo e não tinha ninguém ali para separar os dois.

– Se você quer brigar Nozel, é só ofender os Vermelions novamente que você pode se considerar um homem morto!

– Então vamos resolver isso lá fora.

– Enquanto o Rei Mago não chega, vamos resolver nossas diferenças.

Os dois começaram a andar e os demais que estavam ali começaram os seguir. Eles foram para um lugar cheio de pedras, um pouco atrás da Sede Real.

– Faz bastante tempo desde que nós lutamos pela última vez. Você tem 16 vitórias e eu tenho 17. Diz Fuegoleon

– Vai ficar empatado depois dessa luta. Retruca Nozel

– Isso é o que veremos!


Notas Finais


Proximo capítulo, a briga vai ser feia! Quem vcs acham que ganha? Nozel ou Fuegoleon? Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...