História I'm Not a Robot - Imagine Kim Taehyung(V) - Capítulo 8


Escrita por: e JeonXKer

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 34
Palavras 541
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 8 - Lembranças


Fanfic / Fanfiction I'm Not a Robot - Imagine Kim Taehyung(V) - Capítulo 8 - Lembranças



LEMBRANÇAS
















































TAEHYUNG O.N

Eu pensava que estava na beira da morte, as lembranças boas e ruins surgiam...

O dia que eu e meus pais começamos a montar o castelo de cartas, o dia do meu aniversário, quando a Elena me deu um copo de bichinho...mas no mesmo dia perdi meus pais no acidentes de carro...

O balão em que eu segurava escapou da minha mão com o vento e meu Appa perdeu a atenção e bateu no caminhão. Eu apenas sobrevivi pois o corpo da minha Omma me protegeu da queda. 

Muitos tentaram me fazer assinar um contrato, mas alguem colocou uma carta no meu bolso aquele dia aonde pedia para mim não assinar nada.

Sehun era um dos meus melhores amigos, ele chegou em mim até a escada e se sentou dizendo que se eu quisesse ser irmão dele, ja que não tinha pais, eu devia assinar o contrato. Eu fingi que assinei, suas mãos quando tocaram as minhas pareciam de lobisomem, estava horrivel.

Eu olhei para minha mão aonde havia manchas vermelhas e sai correndo. Foi ai que a alergia começou. Eu tenho uma teoria de que isso só começou porque eu peguei medo das pessoas...eu aprendi a viver sozinho...

Eu senti como se algo fosse me puxando desses pensamentos e lembranças. 

Assim que eu abri os olhos, Aji-3 me olhava com calma e eu estava curioso, ela conseguiu me dar a injeção? 

- Eu to vivo? 

- Teve um pesadelo, mestre? -- Perguntou a mesma com muita calma e eu apenas assenti. 

- Você me salvou? -- Perguntei sorrindo. 

- Sim, Mestre.

- Você me reconheceu!

- Um robô sempre reconhece seu mestre.

- Era disso que eu estava falando! Você ficou com medo? -- Perguntei entusiasmado demais.

- Um robô nunca tem medo, Mestre. -- Respondeu sorrindo.

- Uau!!! Você foi otima! Pode se orgulhar disso!! -- Respondi colocando as mãos em seu rosto a segurando para mim.

- então agora ganhei muitos pontos? -- Perguntou sorrindo. 

- Sim!!! Linda!!! -- Disse e ela sorriu.

- Mestre?

- Sim?

- como esta sua perna? -- Perguntou ela e quando olhei para a mesma, estava com uma agulha enfiada.  

- Aish!

- E o seu ombro? 

Olhei para o meu ombro e havia outra agulha. 

- Eu acho que te elogiei errado. -- Admiti tirando as seringas enfiadas em mim. - Bom, agora vá porque eu vou dormir mais um pouco -- Respondi e ela assentiu mas parou na porta.

- Mestre? -- Chamou minha tenção. 

- Sim?

- Como está seu pé? -- Perguntou 

Assim que olhei havia outra seringa. 

- AJI-3!!!!


(...)



S/N O.N

Baekhyun estava começando a ficar com ciumes de mim com o Taehyung e nossa intimidade. Eu por outro lado nem estava acreditando que estávamos mais próximos. 

A noite chegou e finalmente tinhamos carne para comer, A Hyuna estava tida dolorida junto com o E'Dawn e o Chanyeol.  

Chanyeol gemia toda vez que o Baekhyun arrumava o curativo em suas costas. 

- pare de gemer assim! Esta estranho! -- Disse Baekhyun e nós rimos.

Atrás de Baek, havia uma tela com um ponto vermelho, parecia um GPS mas o ponto estava no mesmo lugar que o nosso.

- Oque significa aquilo? -- Perguntei e a porta se abriu. 















Notas Finais


Desculpe qualquer erro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...