1. Spirit Fanfics >
  2. I'm not gay - Jaeyong >
  3. 1 ; o amigo da galinha frita e cerveja geladinha

História I'm not gay - Jaeyong - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Roi roi roi
Então...Sei lá mano só sei q tive essa ideia e queria compartilhar com vcs

•Não sei quando saí continuação

•Jaehyun hétero de Taubaté

•taeyong gay incubado “entre aspas” kkkkk

•Obrigado por ler
🍺 Cervejinha pra vcs,se for menor de idade toma um suco 🧃

👄

Capítulo 1 - 1 ; o amigo da galinha frita e cerveja geladinha


Fanfic / Fanfiction I'm not gay - Jaeyong - Capítulo 1 - 1 ; o amigo da galinha frita e cerveja geladinha


Todos os dias a noite ele chegava em minha casa com uma garrafa de soju na mão,e suas frustrações sobre o relacionamento,e lá estava eu para ouvir meu patrão murmurar pela décima vez. Isso até considerei um hobby de tão rotineiro que se tornou,eu não ligava para o que ele falava,não ligava se ele falava que sua esposa não atingia suas expectativas ou como ele falava sobre seu sexo na cama,eu só queria saber de olhar para aquele rosto pela vigésima vez. Isso se tornou um vício e sempre ansiava para ele chegar e bater na porta de minha casa com um sorriso singelo no rosto. Sempre simpático e calmo, observando as coisas minuciosamente,aquele olhar penetrante que me faz ter longos arrepios. Eu só queria que Jaehyun me olhasse com outros olhos...Olhos de desejo, tesão, excitação, prazer...Que ele não me olhasse apenas como o amigo da galinha frita e da cerveja gelada,que eu não fosse apenas um secretário amigo


É um tremendo erro estar apaixonada por seu patrão? Sim,mas eu não consigo controlar meus desejos, meus sentimentos... Que atire a primeira pedra quem nunca sentiu atração por seu patrão — Jeong Yoonoh  


— de novo aquele papo do Jaehyun? - Doyoung murmurou,e eu apenas assenti 


— você deve estar louco! Já faz mais de 3 meses que você fica falando de seu patrão,cara vocês nem mesmo deram um selinho,ou tiveram algum tipo de contato


— na verdade...isso aconteceu


— quando?


— a dois meses...Ele chegou já meio embriagado em casa,e começamos a conversar,conversar e do nada comecei a falar sobre sexo...E quando vi...Aish,eu estava beijando ele


— você se beijaram??! - ele gritou fazendo todos do escritório olharem para nós


— sim...E foi mais do que um beijo...


— espera! Você está dizendo que vocês...Não!! É sério isso?! - Doyoung perguntava ainda desacreditado


— hum... nós transamos...E cara...Foi perfeito! Claro que eu queria que ele tivesse sóbrio mas...Meu Deus ele mete tão bem


— ya! Eu não estou pedindo pra você falar como ele mete ou não em voce! Não sou amigo pra isso! 

— Mas enfim...Se vocês transaram quer dizer que ele gosta de você


of course not! 


— uhum sei. E porquê ele transaria com o secretário dele? Não sabe que quando as pessoas bebem elas fazem o que elas realmente querem fazer? Ou seja,se ele te beijou e transou com você isso quer dizer que,com certeza ele deve estar amarradão em você! 


— onde você aprendeu essas gírias todas? Mas isso não importa,ele só fez isso porque estava bêbado,com certeza se ele estivesse sóbrio ele nunca faria isso


— e você veio reclamar tudo isso comigo,pra chegar nessa conclusão?!


— sim mas...Eu quero muito transar com ele de novo! 


— então transa caralho!! - e novamente Doyoung falou aos berros,fazendo todos da sala olharem assustados para nós


— você acha que é simples?! Você acha que ele vai aceitar eu dizer assim : oi meu patrão tudo bem? Eu não sei se você sabe,mas eu sinto muito tesão por você e se você não se importa gostaria que você metesse bem fundo em mim até eu não sentir minhas pernas


— aigoo! Assim você está me deixando constrangido Tae! Se você falar assim, até eu iria querer meter em você


never! 


— ok,ok...Mas enfim,se você sabe que ele nunca aceitaria isso sóbrio...Então embebeda ele!


— que? Não! Eu nunca faria 


— então você vai ter que aguentar esse buraco sem nenhum pau!


— Aish..não fale assim Do! Por favor me ajuda vai 


— bem...Mas você vai estar me devendo essa! - ele logo chegou perto de mim e sussurou


— coloque drogas já bebida dele


what??!


— estou falando sério...Ele com certeza não vai beber muito,então se você colocar alguns pozinhos na bebida dele,ele não vai notar a diferença e você vai poder ter aquele corpinho todinho para você


— mas isso...não sei não... É muito arriscado


— ya! Ou você quer ou você não quer Taeyong! Eu já te dei as ideias, agora você aceita ou não



Eu realmente não acredito que eu fiz isso. Sou um completo idiota...Bem,mas não quer dizer eu vá fazer,né? Mesmo que a vontade seja enorme! Ah Deus desculpa,mas eu preciso sentir aquele pau grosso de novo no meu buraquinho


Cheguei em casa e logo tomei um banho para relaxar e também tirar toda essa tensão que estou sentindo,o que não adiantou muito. Hoje Jaehyun vem para cá e me sinto muito apreensivo,não sei se é o certo embriagar ele, principalmente com drogas...


Coloquei apenas uma bermuda e uma blusa de manga,enxuguei meus cabelos e como sempre pedi o frango frito e comprei a cerveja geladinha do mercado 


Senti meu corpo paralisar assim que ouvi a campainha tocar. Me levantei do sofá e suspirei mais uma vez tentando me acalmar. Com um pequeno sorriso abri a porta e lá estava ele, Jaehyun,o dono de meus pensamentos insanos,e agora dono de minhas maluquices


— sinto cheiro de frango frito! - ele riu e adentrou em meu apartamento. Não sei como ele consegue agir tão naturalmente,sendo que um mês antes transamos até acabar as camisinhas. É melhor não pensar nisso agora


— você comprou a cerveja?


— sim...Vou busca-la


Fui até a cozinha e trouxe uma sacola cheia de latinhas com o líquido amarelado 


— nossa você não sabe o que aconteceu hoje. Então eu estava no meio escritório e do nada um homem chegou e mandou eu 


Eu sei que devia estar prestando atenção em sua conversa,mas não consigo... É impossível prestar atenção sendo que tem um homem gostoso a sua frente e que você sente uma excitação imensa...E principalmente você lembrar do que aconteceu a um mês atrás...Droga! Eu daria de tudo para aquilo acontecer novamente...Mesmo que ele estivesse completamente embriagado


— tae? Taeyong está me ouvindo? 


— ah sim!


— pegue mais bebida pra gente! Acho que eu estou bebendo rápido demais - sorriu e eu apenas assenti 


Essa é minha chance certo? Eu nem devia estar fazendo isso,mas é impossível! Eu não consigo mais bater uma,sem pensar nas mãos grandes e grossas de Yoonoh apalpando meu corpo,dele metendo tão fundo até sentir minha garganta falhar,eu quero que minhas pernas fiquem bambas,que eu esteja com o coração acelerado por causa de seus toques,não por causa de minhas mãos


Peguei o frasco com a bebida,e coloquei para nós dois. Uma está com o líquido e a outra é cerveja normal...Me desculpe, realmente Jaehyun...Mas eu quero sentir isso, só por uma noite...Eu sei que você não vai ligar se isso acontecer novamente,certo? 


— eu comprei uma bebida nova para nós dois... vê se você acha bom - ofereci o copo,e ele apenas deu os ombros e bebeu o líquido rapidamente


— hum, é muito bom! Tem mais?


— ah...sim.. - as palavras quase não sairam. Droga,era pra ser uma golada. Merda,eu devia ter planejado isso melhor


— wow! Eu vou beber esse líquido inteiro num só tapa - Jaehyun quando coloca um copo de álcool em sua boca,ele não para mais e isso está me deixando assustado! É melhor parar agora,antes que isso saia do controle 


— é melhor você não beber tudo! - tentei tirar o frasco de sua mão,mas ele me impediu 


— por que?! É só álcool!! - falou com a voz embargada


— whaa..meu corpo está pegando fogo!!! Hihi - ele largou o litro de álcool e suspirei aliviado


— Taeyong...eu não sei porque mas..eu estou com uma vontade imensa de te fuder







Notas Finais


🌚🖐️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...