1. Spirit Fanfics >
  2. .i'm not gay! - narusasu >
  3. Ao nascer do sol - único.

História .i'm not gay! - narusasu - Capítulo 1


Escrita por: tooxic

Notas do Autor


Meu Deus, eu consegui escrever?? É isso mesmo, Brasil???

Ando meio sumida por aqui, mas é porque eu real entrei num bloqueio criativo infernal durante esse mês inteiro (literalmente!). Eu quase não escrevo essa one, porém o ranço falou mais alto.

Enfim, força de vontade é tudo, né?...

Bom, o capítulo ficou com uma escrita bem mais formal do que o normal, totalmente diferente do que eu estava planejando. Ia ser algo puxado pro humor, mas eu juro por Deus, não faço a mínima idéia do que deu em mim, saiu isso.

Nem ia postar, porém tô ficando na seca de escrever fic, então vamo lá né.

Boa leitura 🐝

Capítulo 1 - Ao nascer do sol - único.


Fanfic / Fanfiction .i'm not gay! - narusasu - Capítulo 1 - Ao nascer do sol - único.

Sasuke Uchiha. 

Se você fosse parar para entrevistar uma certa porcentagem de alunos daquela universidade gigantesca com o tema "Sasuke Uchiha" no tópico, certamente todos – ou uma maioria esmagadora — diria o óbvio; que ele é o típico popular babaca que infelizmente toda escola possuí. E era verdade, Sasuke parecia ter saído de um filme clichê americanizado. 

E, como todo 'popular babaca', o Uchiha têm seus rótulos e suas admiradoras sempre o cercando para lá e para cá feito moscas ambulantes. Era irritante. 

Em um dia comum, ele certamente deixaria seu mau humor regurgitar e empurraria aquelas garotas desinteressantes para longe. No entanto, por algum motivo desconhecido, lá estava ele, parado, apenas tolerando aquela variação de bocas pintadas chamar-lhe em uníssono, usufruindo avidamente de um tom ridiculamente fino e irritante. 

Mas ele estava calmo. Calmo até demais, para dizer o mínimo. 

De vez em quando, Sasuke erguia a ponta dos lábios e lançava um sorriso ladino destinado às garotas, abusando de seu charme consideravelmente grandioso. Ele era bonito, não se pode negar o óbvio. Apesar de ser frequentemente taxado como um 'badboy' mesquinho de filme americano, Sasuke não era nenhum loiro de olhos claros. Ele era pálido, esguio e possuía uma aparência bastante comum entre o restante dos universitários. Ao contrário do que os filmes retratavam, seus olhos carregavam consigo uma escuridão vasta, como dois pares perfeitos de Ônix. A franja, agora com alguns dedos a mais em comprimento, recaía graciosamente sobre seu rosto cálido. Diferentemente dela, o restante do cabelo estava desleixadamente preso a um amarrador comum, os fios localizados na nuca rebelavam-se no ato de escorregar para fora do elástico. Seus ombros eram largos e clavícula marcada, porém escondida sob os tecidos pesados de roupa. Seus traços eram quase delicados, porém as carrancas que habituavam-se cotidianamente em seu rosto o deixava obscuro e levemente assustador. 

Sasuke era bonito, porém metido ao extremo. Mas, ainda assim, ele possuía tudo o que almejava. Ele estava acostumado a carregar múltiplos rótulos e uma terrível fama de "galinha". Mas, se há algo que Sasuke Uchiha definitivamente não é, é gay. 

E todos sabiam disso! 

Porque Sasuke estava sempre com uma garota diferente. Não eram garotas normais, longe disso. Curvas perfeitas, vocabulário impecável e lábios banhados num vermelho carmesim vibrante; este era  o atípico e peculiar padrão esteriótipo de garotas que o Uchiha costumava se relacionar. Todas eram como bonecas plastificadas em forma humana. Era tanta perfeição, que chegava a ser minimamente tóxico. 

 Mas, no fim, não havia nada de errado com aquilo. Sasuke estava certo, afinal. Ele próprio era considerado ridiculamente bonito, então porquê ficaria com alguém inferior? Ele estava certo, não é? Não havia nada de errado em exigir corpos e rostos detalhadamente aperfeiçoados para si. 

Não que ele desse bola para as opiniões alheias, porém Sasuke estava sempre deixando sua heterossexualidade tão clara quanto a neve que caía sobre o solo de Tokyo em manhãs gélidas de inverno. 

Há alguns meses atrás, Sasuke estava sempre com a língua enfiada na garganta de uma garota diferente. Engraçado que, atualmente, ele parecia estar mantendo certa distância daqueles lábios pintados que tanto estava familiarizado. As pessoas começaram a criar teorias sobre o que havia acontecido, já que, aparentemente, cuidar da vida de Sasuke era muito mais interessante do que cuidas das suas próprias. E, para falar a verdade, o Uchiha não poderia estar menos despreocupado. Ele sabia que ninguém duvidaria de sua sexualidade só por que não estava mais com uma garota diferente toda semana. 

E ele realmente era hétero. Sim, inteiramente heterossexual. Ele se atraía apenas pelo gênero oposto e nada a mais. 

Era assim que ele vivia pelo dia. 

Já que, pela madrugada, cotidianamente, ele dormia em uma cama que não era sua. E não somente isso, ele também quebrava os próprios conceitos ao se ver completamente entregue a outro homem.

Mas isso não importa!

Porque ele não é gay. Ou pelo menos não pelo dia. 

Mesmo que pela madrugada, ele implore para que Naruto o foda com força. Mesmo que ele molhe os lençóis de cetim com lágrimas que rolavam entre os gemidos abafados por travesseiros. Mesmo que ele sinta não somente sua respiração, mas também seus batimentos cardíacos tornarem-se caóticos ao ter os únicos lábios que verdadeiramente – e secretamente – almejava sobre sua pele, o marcando com múltiplos tons de vermelho. Mesmo que Sasuke estremeça em puro deleite ao sentir os dedos esguios de Naruto em seu pescoço, apertando-o de forma prazerosa, puxando seu cabelo ou cobrindo sua pele esbranquiçada com os tapas que ecoavam pelas paredes do quarto em madrugadas taciturnas. Mesmo com todos os artefatos, Sasuke definitivamente não era gay. 

E ele continuaria deixando isso bem claro, seja se agarrando com aquelas mulheres superficiais, ou simplesmente mantendo sua fama de 'galinha' à solta. 

Mesmo que isso significasse punição. 

Ele não se importava, era impertinente. 

E era exatamente por isso que estava sorrindo de volta para aquelas fãs obcecadas; ele não se importava verdadeiramente com elas. Na verdade, estava mais interessado em provocar um certo alguém. Posteriormente, quando a madrugada caísse, ele sabia que iria ter os lábios manchados de branco e o corpo marcado por um vermelho erótico, exatamente como aquele que as mulheres à sua volta carregava em seus lábios. 

Era uma pena saber que, ao nascer do sol, a brincadeira chegaria ao fim. 

Até porque, ele não é gay


Notas Finais


Ouviram, né? Sasuke é totalmente HéTeRo galera 🙄✋🏼

Bem estranho postar putaria em plenas 6:00 da manhã, porém eu não me segurei, foi mal aí glr :')

Tenho certeza de que esse foi o capítulo mais curto que eu já postei no site... Eu acho que é um milagre, não é possível-

Bom, me desculpem se ficou ruim, eu realmente tô bloqueada... Meu bloco de notas tá cheio de projetos e eu não posso fazer nada, porque nada além de ódio puro saí.

Enfim, revisado, porém sempre passam uns errinhos chatos.

Até a próxima 🐝


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...