História I'm not yours - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Personagens Originais
Tags Abo, Alfa, Baekyeol, Casamento Arranjado, Chanbaek, Kaisoo, Ômega, Pwp
Visualizações 169
Palavras 955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom, reescrevendo esse capítulo eu levei em consideração muitos pontos. Mudei um pouco o plot (apesar de não afetar muito alguns pontos).
Basicamente esta a mesma coisa, só que de forma melhorada.

Boa leitura

Capítulo 1 - Portas, marcas e gritos



I'M NOT YOURS

CAPITULO I

Se a vida pudesse ser como nos desenhos que fazemos quando pequenos, seria lindo, uma casinha pequena no meio da floresta, um lago na frente e duas montanhas lá no fundo e com o direito a uma paisagem estonteante de por do sol ao fim da tarde. Esse era o sonho de vida de Byun Baekhyun, era algo simples e bonito, assim como ele.

Criado dentro de um clã muito rígido, Baekhyun sempre foi sonhador demais, e isso incomodava seus pais que o aconselhava a apenas focar em seus estudos para ser um ômega com bons costumes. Sim, ele era um ômega, mesmo não tendo tido seu cio ainda, seu cheiro era sentido e identificado com muita facilidade, fazendo com que sua classificação fosse rapidamente e entendida por todos aqueles que o vissem, Baekhyun era um ômega lopus, uma espécie um tanto rara no clã dos Byun, que eram uma raça misturada, mas que era comum em quase todos os outros clãs de raça pura.

Por isso, sempre foi assediado e taxado como objeto de desejo de todos os alfas daquele clã, todos queriam transar e ter filhotes com o garoto para ter mais poder. Isso, traumatizou o pobre garoto que sendo ainda tão jovem foi proibido de sair de casa por seu país, que temiam que algo acontecesse de ruim com o menor. Então Baekhyun passou a ser uma pessoa fechada, de poucos amigos e poucas palavras

Mas isso não adiantou muito, pois aos seus 15 anos na noite de seu primeiro cio, antes mesmo de conseguir engolir o comprimido para reprimir seu cheiro, ele viu a porta de seu quarto ser aberta e o cheiro de alfa invadir seus sentidos o levando ao chão. Ele sabia o que ia acontecer, não era assim que tinha imaginado sua primeira vez, forçado por um cio a se entregar para um alfa que ao menos sabia o nome. Seu cio durou 2 dias, mas o alfa passou mais do que isso, os gritos de Baekhyun podiam ser ouvidos por toda a vizinhança, ninguém fez nada, então depois de 3 dias agonizantes Baekhyun desistiu.

Seus pais entraram em desespero ao voltar de viagem e se deparar com seu filho, em uma poça de vomito no meio da sala, nu, e com vestígios de sangue por suas pernas. Não sabiam o que havia acontecido, mas sentindo o cheiro fraco que Baekhyun exalava, sabiam que ele havia entrado no cio a poucos dias.

A vida de Byun Baekhyun havia acabado ali.

Todos os sonhos, planos e coisas bonitas. Não haveria mais nada.

Felizmente, naquela mesma semana ao realizar exames para detectar o indesejável, Baekhyun descobriu sua doença: ele era infértil. Nunca teria filhotes, nem mesmo se tentasse algum tipo de tratamento.

Para ele, era um alívio, isso significava que ninguém nunca mais o desejaria como companheiro por causa da sua infertilidade. Mas o seu lobo ficou agitado, triste. O garoto de cabelos castanho escuro queria ter filhotes no futuro, mas, isso não era o seu destino… Mais uma vez ele tinha um dos seus sonhos destruídos.

[…]

Seu pai estava perplexo, a semanas não comia direito, teve seu cargo ameaçado e sua dignidade jogada na lama por causa das coisas que haviam acontecido com seu filho. Ele era inocente e sua parte sã tinha total consciência disso, mas seu lobo, nossa, esse sim estava furioso e a todo momento queria saltar no pescoço do pequeno, o culpando, o fazendo sofrer por ser um fraco e ceder aos instintos do cio. Para um pai, esses pensamentos eram insanos, mas para o alfa, fazia todo sentido do mundo.

Ele queria dar uma lição severa no garoto.

Seu alfa estava incontrolável.

[…]

A porta do quarto de Baekhyun era de madeira talhada e agora tinha marca das garras dele, seu corpo estava jogado no tapete olhando para o teto pintado em uma cor pálida e sem graça. Sua família não era rica, mas tinham uma certa condição financeira graças ao cargo do pai de Baekhyun, ele era um homem honesto, que crescera com dificuldade, passo por passo em busca de cada coisa que queria.

Tinha uma família linda, sua mãe, de quem havia herdado a beleza, era uma jovem senhora com olhos doces. Seu irmão, mais velho que si, era alguém extremamente focado, assim como seu pai. Costumavam ter muito contato um com o outro, Byun Baekbeom era a caixinha de segredos de Baekhyun. Mas, quando o mais velho foi para a Itália e casou -se com uma beta, eles se tornaram distantes e cada vez mais afastados um do outro. Baekhyun sentia falta do irmão, mas entendia que o irmão era ocupado.

[…]

Ele foi comprado pela família Park algumas semanas depois, assinou os papéis de casamento com o filho mais novo. Aquilo provavelmente faria com que a honra e respeito da família Byun voltasse, e Baekhyun estava disposto a isso pela sua familia. Mas todos ali presente naquela sala sabiam que não era bem assim, não era só uma honra o respeito que haviam sido quebrados naquela família, era o coração e a alma do garoto sentado na poltrona logo a frente do seu marido que estava pálido e não falava nada.

—Estou muito feliz com essa união senhor Park, não imagina o quanto— gargalhava o velho senhor Byun, avô de Baekhyun— Este garoto agora irá tomar jeito!

—Sabe que esse acordo implica em benefícios mútuos senhor Byun, também estou muito feliz com tudo— bebericando o seu copo de cerveja o alfa de olhos azuis olhava para Baekhyun, e aquilo deixava o garoto com calafrios.

Chanyeol, agora marido de um estranho, olhava toda aquela situação com desdém, mas por algum motivo, seu alfa ficava inquieto quando seus olhos se direcionavam para o garoto sentado a sua frente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...