História I'm not yours - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Personagens Originais
Tags Abo, Alfa, Baekyeol, Casamento Arranjado, Chanbaek, Kaisoo, Ômega, Pwp
Visualizações 136
Palavras 880
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, dessa vez não é trolagem kkkkk

Capítulo 2 - Bem vindo!


CAPÍTULO 2

"Será que da pra sonhar e viver mesmo depois de saber que o mundo de repente ficou.mal, que as pessoas que chamamos de nossas na verdade nunca foram nossas totalmente?"

O jantar havia acabado e Baekhyun tinha saído daquela sala de jantar, tudo cheirava a hipocrisia, os sorrisos a forma que se vestiam e falavam, até mesmo o ar. Tudo inojava a Baekhyun, e saber que estaria a partir daquele dia naquela família, convivendo com tanta falsidade fazia o peito do Byun doer e sua garganta secar em puro pavor.

Ainda mais com aquele gigante, ao qual chamaria de marido, sentado elegantemente e respondendo todas as perguntas com um sorriso sarcástico despontando nos lábios. Ele era mais repugnante ainda. Parecia um típico filhinho de papai.

Por qual motivo ele havia se casado consigo? Essa era a palavra que regia todos os pensamentos do menor. E por estes motivos o garoto deixou a sala e foi para a varanda que ficava distante o suficiente daquele cômodo onde os demais se encontravam.

—Não tive a chance de me apresentar— ouviu a voz grossa atrás de si, mas não se deu o trabalho de virar-se —Me chamo Park Chanyeol.

—Hm, não é como se não soubéssemos o nome um do outro, eu sei quem é você e o que veio fazer aqui, e o que esta tentando fazer nesse exato momento.

Baekhyun falava tranquilamente, e o sorriso do outro rapaz, que nem havia sido visto pelo mais baixo, sumiu.

—Não vou te forçar a nada Baekhyun, minha família só veio ajudar a sua— suspirou— Eu não sei o que ou como vai ser nossa convivência, mas, se vamos ficar juntos, eu quero que você saiba que eu estou aqui para te ajudar no que você precisar Baekhyun.

O garoto mais baixo apenas ficou calado, e nada mais falou. Depois daquela conversa, eles apenas foram em direção a sala novamente. O menor viu quando seu pai estendeu uma chave e o pai de Chanyeol fez a mesma coisa, falando alguma coisa no ouvido do maior que apenas concordou levante com a cabeça.

Após muita recomendação de sua mãe, os dois entraram no carro que haviam ganhado de presente e foram para o novo apartamento disponível para os dois. Era uma sensação estranha, mas, curiosamente o coração de Baekhyun estava calmo, como se estivesse cumprido alguma missão que nem sabia qual era. O cheiro do alfa que dirigia o carro ao seu lado era reconfortante e era impossível não sentir o mesmo vibrando em alegria

O estacionamento não era nada muito luxuoso, apenas organizado, plantas e flores nos canteiros e muitos pássaros, aparentemente calmo, perfeito para o que Baekhyun denominava de lar ideal.

—Não é nada luxuoso, não é?!

—Bom, para mim é bom e suficiente. Para você não?—Questionou arqueando as sobrancelhas em sinal de dúvida.

—Fui eu quem escolhi, enquanto nossa casa não fica pronta.

—Obrigada— por quê ele estava agradecendo?— D-digo...

—Vamos subir?— falou o maior seguindo em direção ao elevador.

E em silêncio, Baekhyun o seguiu olhando calmamente cada detalhe, desde paredes a portas e vasos.Tudo foi estranhamente normal, mas ainda sim, Baekhyun se mantia com o pé atrás com quase tudo relacionado ao alfa que se dirigia ao final do corredor daquele prédio. Eles desceram no ultimo andar, e parecia que iriam morar no último andar.

Finalmente haviam parado, de frente a uma porta de madeira escura e espessa, Chanyeol retirou a chave do bolso e abriu dando visão para a sala, que era simples e com cores opacas entre cinza, branco e amarelo queimado nas paredes da cozinha que ficava separado da sala apenas por um balcão de estilo americano. Era lindo.

Baekhyun sorriu brevemente olhando para tudo aquilo, limpeza agradava-o muito.

—Quer ir para o seu quarto? Imagino que esteja cansado. Vem, deixe que eu o ajudo a levar as malas lá para cima.

Chanyeol tomou uma das malas da mão de Baekhyun que apenas o seguiu como fazia anterior me, arrastando pelas rodinhas a outra mala que havia ficado consigo.

—Baekhyun— falou Chanyeol parando abruptamente no meio do corredor do primeiro andar. —Eu quero que você saiba, isso... tudo que você passou até aqui, eu te entendo, não vou te forçar a nada, mas também não é como se eu estivesse te rejeitando— respirou fundo— Quero que você fique a vontade e se acostume comigo—Tocou a mão do menor delicadamente— não quero um estranho comigo, eu quero ser seu amigo antes de tudo. Por isso eu te preparei esse quarto, porque eu quero que você se sinta a vontade e tenha seu espaço.

Ele abriu a porta, colocou a mala que carregava para dentro do quarto e olhou fixamente para o castanho. Não sabia se deveria mas, sorriu e segurou ambos os lados do rosto do mesmo e beijou sua resta levemente.

— Demore o tempo que precisar, vou trazer minhas coisas para o outro quarto e vou pedir alguma coisa para a gente comer— sorriu e se dirigiu a saída.

— Chanyeol— chamou a voz, levemente trêmula do mais baixo— Obrigada por tudo.

— Você é meu esposo agora Baekhyun, eu vou cuidar de você.

Depois daquilo, Chanyeol apenas deixou o quarto e Baekhyun para que o mesmo pudesse dar início a sua acomodação no espaço.

Baekhyun agora tinha uma casa, um marido. Isso o deixava feliz, mas ainda incomodado… estava bom demais para ser verdade.


Notas Finais


Até o próximo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...