História Im okay - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Os 13 Porquês (13 Reasons Why)
Personagens Personagens Originais
Tags 13rw, Bullying, Colegial, Depressão, Namoro, Romance
Visualizações 4
Palavras 1.720
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Dsclp pela demora.
Nos vemos lá embaixo⬇️

Capítulo 15 - Cap XV


Eu não respondi nenhuma mensagem , nem de Ross nem da Cassie , eu não atendi nenhuma ligação, eu só fiquei na minha cama , eu vi a noite cair e vi o sol nascer e não dormi em nenhum momento, cada músculo do meu corpo doía, cada peça, eu chorei a noite toda até meus olhos ficarem inchados e eu disse para june que estava me sentindo febril e que queria ficar sozinha. Quando deu meia noite ela veio checar como eu estava e constatou que eu estava mesmo com febre , eu senti minha carne queimando. Nenhuma alma pode habitar dentro desse corpo mais . June me deu um remédio para febre , como se fosse adiantar. 

Não tive coragem de contar. Não queria escutar as perguntas , e não queria as responder . 

Eu não fui pra escola na sexta feira , porque não tive coragem, por que não queria ter que encarar ele. 

 

– o que é isso? – june perguntou . Estava sentada , fingindo tomar café com a pior das caras de doente, eu sei que o coração dela estava partido apenas por me ver assim. June passou a mão no meu braço e quando olhei tinha um grande hematoma roxo , ela me olhou espantada – foi aquele garoto ?? Ele fez isso com você ? Por isso não quis ir pra escola – fiz que não com a cabeça 

Não tinha percebido aquele hematoma no meu braço , tentei pensar em diversas desculpas para tentar explicar aquilo, mas ela me conhece, saberia se estivesse mentindo.

– então o que aconteceu??– june parecia assustada , como uma garotinha , pensei se era o mesmo olhar que eu tinha ficado no dia anterior. 

Eu tentei me segurar , eu tentei não chorar , mas foi tudo o que eu consegui fazer , june afagou meu cabelo e me abraçou , e acabou chorando comigo mesmo não sabendo o motivo de tudo aquilo .

– o que aconteceu? Me deixa te ajudar – eu puxei todo o ar que consegui e fechei os olhos para dizer 

– ontem … depois da escola … tinha um garoto … e ele tinha uma arma …e ele ... continuava dizendo que … que eu queria , que ele tinha certeza que eu queria – a  essa altura ela percebeu a gravidade da situação – eu não queria–

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

 

June ligou pra Chelle , e as duas disseram que era melhor prestar queixa, eu não quis , porque não queria passar mais humilhação, não queria fazer exames , eu só pedi uma pílula e rezei pra não ficar grávida. 

June quis ir à escola , mas eu não deixei, por que não melhoraria nada pra mim, no entanto , todos saberiam pelo o que tinha passado e como aconteceu com a Hannah e o bryce, com a Jessica e o Bryce ninguém ficaria do meu lado , as pessoas iam pichar banheiros com a frase “ ela queria” e eu não sou forte pra isso. 

June quis saber o que eu queria fazer e eu disse “ por enquanto não há nada que eu consiga fazer”

June ficou irritadíssima porque eu sou o bebê dela , e alguém violou o bebê dela , e esse alguém precisava entender que Violar os outros é errado. 

 ;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

 

Eu terminei tudo o que eu achava ter com o Ross naquela noite , com uma mensagem de “ eu não posso fazer isso mais”, ele não entendeu, ele me ligou dezenas de vezes , ele apareceu na porta da minha casa algumas vezes mas june fez ele ir embora . Eu chorei todas as lágrimas que tinha pra chorar.  Doeu mais do que eu pensei.

Eu fiquei uma semana sem ir pra escola, uma semana sem nenhum contato além do das minhas mães. Era hora de voltar, e apensar de eu não parecer preparada eu precisava porque sentia que nunca estaria .

A primeira pessoa que vi foi Cassie , ela não me esperou como costumava fazer , imagino por não me ver durante uma semana tinha perdido esse hábito , eu a  encontrei quando ela estava subindo as escadas , pus a mão em seu ombro e ela me olhou supresa com um alívio perceptível e me abraçou 

– meu Deus ! O que aconteceu com você ?!?  Eu pensei que você tinha pego uma tuberculose e estivesse em quarentena, ou que tivesse enlouquecido porque você terminou com o Ross ?!? Sério – tentei sorrir para ela 

– como você sabe disso ?–

– ele me contou , e perguntou se eu sabia do motivo … eu não sei Amy … ele te fez algo ?– 

– não … não quero falar sobre isso Cass … ainda não – ela fez uma cara estranha mas depois compreendeu .

– tudo bem , mas você vai precisar falar com o Ross… porque cara , o que você fez com aquele garoto?– 

Eu vi cayer antes de ver Ross , ele acabou com o meu dia , ele tinha aquela Áurea em volta dele , e eu morri de medo, lembrei do que tinha acontecido contra a minha vontade .

Eu tenho que conviver com meu agressor . Ninguém merece passar por isso .

Quando Ross me viu, meu coração se apertou de uma maneira inexplicável , tentar esconder não faz desaparecer, tentar esconder o que eu sinto por ele não faz com que esse sentimento desapareça. Imagino que pra ele seja o mesmo. Mas não com tanto intensidade por que quando ele me viu , ele ficou parado onde estava me encarando , eu sei o que queria fazer mas não o fez porque é um covarde. 

Ele me puxou pra dentro de um armário mais tarde, e disse que “precisávamos conversar” , ele me perguntou o que tinha acontecido e eu disse que não queria falar sobre , ele bufou e disse algo sobre “ precisava terminar comigo ?” 

– eu fiquei preocupado, porque … eu disse que não ia machucar você … eu prometi …. E quando sua mãe me mandou ir embora da sua casa eu pensei que tinha machucado . – engoli em seco, e reparei em como os músculos de seu rosto se curvaram , em como ele baixou a guarda. Ele tentou me tocar , tocar meu rosto mas eu senti como algo queimando minha pele de dentro para fora e me desviei , ele estava usando o casaco do time como Cayer usava. 

– sabe … falar ajuda a curar … você pode falar comigo … pode confiar em mim – meus olhos se encheram de lágrimas 

– eu posso ? Sério Ross ?? Eu realmente posso ? Porque você é o mesmo garoto que me chamou de vadia e vagabunda nos primeiros seis meses do ano , você é o mesmo que jogou tinta na minha melhor amiga … você é o mesmo que disse que estava “tentando se divertir” então eu posso confiar em você? – ele me olhou incrédulo 

– já te falei por que fazia essas coisas … qual é Amy, você sabe quem eu sou de verdade , você viu uma parte minha que ninguém mais viu –

– eu vi duas versões de você , não sei qual é a verdadeira então não sei se posso confiar em você –

–você está falando sério ? Amy … me diz o que aconteceu … eu vou te ajudar – 

– você não PODE – gritei, ele me olhou assustado – porque você não passa de um covarde, e  se eu te dissesse você NÃO FARIA NADA– um silêncio pairou do ar , ele estava tentando entender o que eu tinha falado , quase conseguia escutar o seu cérebro funcionando – eu também estou … apaixonada por você, mas isso é tudo . Vamos acabar por aqui .–

– Am … você quer … que eu mude meu status de relacionamento no Facebook ? Se você quiser tudo bem , eu faço. Você quer que eu faça faixas ? Eu faço , sem nenhum problema ,eu posso contratar alguém pra fazer uma serenata pra você no meio da escola porque eu não sei cantar e etc . Eu faço sem nenhum problema,  porque eu não quero que pense que existe alguém que eu considere mais importante do que você … só me diz o que aconteceu com você … e eu prometo que farei a coisa certa –  

Nessa hora eu vacilei , eu olhei pra ele e acreditei em tudo .

– ele deve ser um dos seus melhores amigos …– disse baixinho enquanto sentava no chão escorregando pela parede e chorando de novo , ele se abaixou para me escutar – eu mal consigo acreditar que isso aconteceu , e eu não quero que isso se espalhe…–  ele pareceu mais interessado 

– quem ?  Lucas ?!? O que ele fez –  ele tentava secar minhas lágrimas mas elas caiam a todo momento 

– Não … não ele … ham … eu fui arrastada pra aquela cabana , pro clube … e ele fez … coisas terríveis Comigo –

– o que? – 

– ele me forçou … Ross … ele tinha uma arma – os olhos de Ross foram aumentando à medida que eu ia adicionando informações até que fosse claro o que tinha acontecido sem eu precisar falar aquela palavra. 

Eu continuei chorando em um canto qualquer , o rosto de Ross ficou muito vermelho, ele estava ardendo em raiva 

– quem ?– 

– Cayer …– eu vi Ele chorar pela primeira vez, e então as lágrimas dele se misturaram as minhas lágrimas quando ele me abraçou 

–não te machucar não adianta se outra pessoa faz isso … me desculpa– assim que ele terminou de dizer isso ele saiu daquele pequeno cômodo.

 

Aconteceu tudo muito rápido , mas eu vi , assim como toda a liberty , quando Ross Bateu no Cayer , ele tentou revidar mas Não conseguiu “ VOCE OUVIU ? COMO PODE FAZER ISSO ? VOCÊ A ESTUPROU " Ele gritou para Cayer enquanto quebrava a cara dele “ do que você tá falando cara ?” Ele disse em meio aos socos , Ross disse algo em seu ouvido e fez uma cara de assustado, Ross ainda deu mais 4 socos nele ,  até que ele estivesse gritando de dor, até que esse som fosse reconfortante pra mim . Sinceramente, eu queria ter causado a dor nele , mas estou machucada , ele me machucou , não há maneira de consertar isso 

 

 


Notas Finais


E aí? O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...